PUBLICIDADE
Topo

Quem foi o melhor jogador de futebol dos anos 2010?

Rafael Reis

31/12/2019 04h00

Depois de mais de dez dias apresentando os vencedores de cada categoria, o "Blog do Rafael Reis" encerra hoje sua premiação de melhores do futebol mundial nos anos 2010 respondendo à pergunta de um milhão de dólares que tão discutida foi ao longo da década.

Oficialmente, a questão é um simplório "quem foi o maior craque dos gramados nos últimos dez anos?". Na prática, a dúvida muda para "quem é melhor: Lionel Messi ou Cristiano Ronaldo?".

Crédito: Montagem

Não, não existem outros candidatos no páreo. Ainda que tenham sido importantíssimos no futebol da década, Lahm, Marcelo, Neuer, Piqué, Sergio Ramos, Iniesta, Kroos, Xavi e Luis Suárez não chegam aos pés da dupla.

Então, a disputa é mesmo entre o craque do Barcelona e o astro da Juventus. E, nesse duelo particular, o argentino leva uma ligeira vantagem sobre o português.

Durante os anos 2010, Ronaldo ganhou mais que Messi. O camisa 7 levou sua seleção (Portugal) a dois títulos, algo que o rival não conseguiu sequer uma vez com a Argentina. Também faturou quatro edições da Liga dos Campeões, contra só duas do seu adversário direto.

Só que o barcelonista deu o troco nos prêmios individuais. Foram cinco eleições de melhor do planeta (2010, 2011, 2012, 2015 e 2019) contra quatro do craque luso (2013, 2014, 2016 e 2017).

Mas não. A diferença essencial entre Messi e CR7 não está nos troféus que cada um levantou ou na consagração que obtiveram graças às glórias acumuladas durante a carreira.

O argentino é superior ao português por uma razão muito simples. É tão bom quanto ele naquilo que Ronaldo tem de melhor e o supera, com alguma folga, em seus pontos fortes particulares.

CR7 é uma máquina de balançar as redes adversárias, um cara que te dá certeza que não verá um jogo terminar naquele chato 0 a 0. Só que isso Messi também é.

O português soma 712 gols em toda a carreira como profissional. O argentino tem um pouco menos (688), mas é dois anos e quatro meses mais novo. Ou seja, em tese, tem mais lenha para queimar.

Em compensação, a quantidade de passes para companheiros balançarem as redes do jogador do Barcelona já é significativamente superior: 296 assistências, contra 250. Messi também leva vantagem nos dribles, na leitura de jogo, na definição do ritmo da partida e na flutuação tática.

Ou seja, o craque argentino é um jogador de futebol mais completo que CR7. E é isso que acaba fazendo a diferença quando se compara as duas estrelas de maior brilho da geração 2010 do futebol mundial.

O FUTEBOL DOS ANOS 2010

Gol mais bonito – Zlatan Ibrahimovic (14/11/2012)
Melhor time – Barcelona (2008-2012)
Melhor seleção – Espanha (2008-2012)
Melhor técnico – Pep Guardiola
Melhor goleiro – Manuel Neuer
Melhores laterais – Philipp Lahm e Marcelo
Melhores zagueiros – Gerard Piqué e Sergio Ramos
Melhores meias – Andrés Iniesta, Toni Kroos e Xavi Hernández
Melhores atacantes – Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Luis Suárez
Melhor jogador – Lionel Messi

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Rafael Reis