PUBLICIDADE
Topo

Qual foi o gol mais bonito dos anos 2010?

Rafael Reis

21/12/2019 04h20

Gols de bicicleta são raros e, normalmente, belíssimos. Balançar as redes em uma finalização de 40 metros de distância também não é algo que acontece todo dia. Pelo menos, não no futebol de alto nível.

E quando as duas coisas acontecem em uma única jogada, durante um encontro entre duas seleções tradicionais e tendo como autor um atleta cheio de talento, personalidade, autoconfiança e marra? Bem, aí temos o gol mais bonito dos anos 2010.

Crédito: Montagem

No dia 14 de novembro de 2012, Zlatan Ibrahimovic marcou quatro vezes no 4 a 2 aplicado pela seleção da Suécia sobre a Inglaterra, no amistoso de inauguração da Friends Arena, em Solna. E o gol que pôs números finais no marcador foi sua obra-prima.

O lance histórico aconteceu já nos acréscimos da etapa final. O goleiro Joe Hart deixou a área para cortar um lançamento e meteu uma cabeçada. A bola subiu e iria cair nas costas do então atacante do Paris Saint-Germain, que não teve dúvidas: saltou e desferiu um golpe de taekwondo, arte marcial da qual é faixa preta, em direção ao gol.

A bola viajou por cerca de 40 metros e só quicou no chão depois de cruzar a linha. O zagueiro Ryan Shawcross, que deu um carrinho desesperado na tentativa de impedir que a pintura de concretizasse, acabou parando no meio das redes, junto à bola que perseguia.

Mesmo tendo sido marcado em um amistoso de pouca relevância, o gol de Ibra repercutiu no mundo todo. Muitos foram os jornais e sites que dedicaram manchetes e reportagens especiais sobre o feito.

Na época, Ibra "desdenhou" do feito e chegou a dizer que considerava seu primeiro tento na partida até mais importante que a bicicleta. Anos depois, mudou de ideia e até provocou Cristiano Ronaldo depois de ver o português dar umas pedaladas. "Foi um gol legal, mas ele deveria tentar a 40 metros de distância".

Curiosamente, a obra-prima do sueco não entrou na seleção dos dez indicados ao Prêmio Puskas daquele ano, já que foi marcado fora do período que seria levado em consideração pela Fifa.

Doze meses depois, a justiça foi feita. Com 48,7% dos votos, o centroavante desbancou golaços feitos por Neymar e pelo sérvio Nemanja Matic para levantar o troféu de "gol do ano" de 2013.

Ao longo dos últimos dez anos, outros tentos tiveram até votação mais expressiva que o de Ibra. Em 2012, o eslovaco Miroslav Stoch teve a preferência de 78% dos votantes. Já em 2016, o malaio Mohd Faiz Subri conquistou 59% da preferência.

Mas nenhum deles, nem Neymar, Mohamed Salah, James Rodríguez ou Wendell Lira, também ganhadores do Puskás, merecem ser lembrados como autores do gol mais bonito dos anos 2010. Esse posto tem um só dono: Zlatan Ibrahimovic.

O FUTEBOL DOS ANOS 2010

Gol mais bonito – Zlatan Ibrahimovic (14/11/2012)
Melhor time – 22/12
Melhor seleção – 23/12
Melhor técnico – 24/12
Melhor goleiro – 26/12
Melhores laterais – 27/12
Melhores zagueiros – 28/12
Melhores meias – 29/12
Melhores atacantes – 30/12
Melhor jogador – 31/12

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Rafael Reis