PUBLICIDADE
Topo

Quais foram os melhores laterais dos anos 2010?

Rafael Reis

27/12/2019 04h20

Um deles foi um jogador completo. Tão completo que atuou em várias posições ao longo da carreira e liderou sua seleção na conquista de um título mundial. O outro é uma máquina de força ofensiva, cuja volúpia em se comportar quase como um atacante alimentou o time mais vitorioso da década.

É pelos fatores listados acima que o alemão Philipp Lahm e o brasileiro Marcelo foram os melhores laterais do planeta durante os anos 2010.

Crédito: Montagem

Na montagem de uma fictícia seleção com os grandes atletas do futebol nos últimos dez anos, Lahm ficaria com a lateral direita, função que exerceu nas duas conquistas mais importantes da sua carreira, a Liga dos Campeões de 2012/2013 e a Copa do Mundo de 2014.

Mas o capitão do tetra germânico também foi lateral esquerdo, volante e meia de criação ao longo das 16 temporadas em que atuou profissionalmente. Aposentado há dois anos, o ex-jogador do Bayern de Munique era um primor de técnica, leitura de jogo e balanço entre defesa e ataque.

Já seu companheiro de lateral na seleção da década merece todos os elogios, menos o de praticar um futebol equilibrado.

Com quase 500 partidas pelo Real Madrid no currículo, Marcelo passou a maior parte da carreira sendo criticado por exagerar nas subidas ao ataque e, consequentemente, deixar espaços na defesa.

Mas o clube espanhol soube transformar essa característica do brasileiro em uma valiosa virtude. Se não fosse Marcelo "exagerando" pela faixa esquerda do campo e se comportando quase sempre como mais um atacante, os merengues dificilmente teriam levantado os quatro títulos de Champions que conquistaram nos anos 2010.

Se nunca conseguiu brilhar na seleção brasileira como fez (e ainda eventualmente faz) no Real é porque Mano Menezes, Felipão, Dunga e Tite não quiseram montar esquemas que protegiam o lateral para deixá-lo livre para atuar da forma como sempre desequilibrou jogos.

A trajetória apenas mediana de Marcelo com a amarelinha não diminui em nada seu prestígio internacional. E a prova disso é que ele bate ponto ininterruptamente na seleção de melhores do ano da Fifa desde 2015.

Lahm também acumulou reconhecimento ao longo da carreira. Ele fez parte do "Dream Team" das três edições da Copa do Mundo que disputou (2006, 2010 e 2014) e foi eleito o melhor lateral da Europa em cinco oportunidades.

Por isso, por mais que Daniel Alves, Jordi Alba, David Alaba, Joshua Kimmich e Dani Carvajal também tenham tido seus momentos de brilho, os anos 2010 foram mesmo de Lahm e Marcelo nas laterais.

O FUTEBOL DOS ANOS 2010

Gol mais bonito – Zlatan Ibrahimovic (14/11/2012)
Melhor time – Barcelona (2008-2012)
Melhor seleção – Espanha (2008-2012)
Melhor técnico – Pep Guardiola
Melhor goleiro – Manuel Neuer
Melhores laterais – Philipp Lahm e Marcelo
Melhores zagueiros – 28/12
Melhores meias – 29/12
Melhores atacantes – 30/12
Melhor jogador – 31/12

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Rafael Reis