Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Melhor da história do Brasileiro, campanha do Fla daria títulos na Europa?

Rafael Reis

25/09/2019 04h20

Líder do Campeonato Brasileiro, o Flamengo vem de sete rodadas consecutivas só vencendo. Uma sequência assim pode até ser normal nas principais ligas nacionais da Europa, mas é algo raro de se ver em um torneio com tanto equilíbrio de forças como a Série A.

Graças ao desempenho alcançado desde a chegada do técnico português Jorge Jesus, o time rubro-negro tem hoje um aproveitamento de 75% dos pontos disputados.

Se não perder desempenho até dezembro, o Flamengo de 2019 pode ultrapassar o Cruzeiro de 2003, que conquistou 72% dos pontos possíveis, e realizar a melhor campanha da história do Brasileirão desde a adoção do sistema de pontos corridos.

Mas será que esse desempenho flamenguista é espetacular apenas dentro de um campeonato com as características do Brasileirão? Ou será que essa campanha já é digna dos campeões das ligas mais poderosas da Europa?

Em busca dessa resposta, "Blog do Rafael Reis" compara abaixo o aproveitamento do atual time do Flamengo ao dos campeões nacionais de Inglaterra, Itália, Espanha, Alemanha e França na última temporada.

Crédito: ANDRÉ MELO ANDRADE/AM PRESS & IMAGES/ESTADÃO CONTEÚDO

INGLATERRA

No campeonato nacional mais poderoso do planeta, o desempenho atual do Flamengo no Brasileirão só lhe renderia a terceira colocação da temporada passada. A equipe de Jorge Jesus ficaria atrás de Manchester City (86% de aproveitamento) e Liverpool (85,1%), dupla que fez campanhas dignas de campeões. A última vez que os resultados do Fla virariam título na Premier League foi em 2014/2015, quando o Leicester levantou a taça com 71,1% dos pontos disputados.

ESPANHA

Na terra onde joga Lionel Messi, o hexacampeão do prêmio de melhor do mundo, o Fla faria uma disputa cabeça a cabeça com o Barcelona, mas acabaria atrás dos catalães. Para ficarem com o título nacional em 2018/2019, os comandados de Ernesto Valverde tiveram aproveitamento de 76,3%. Para encontrar um campeão espanhol com desempenho inferior a 75%, é preciso voltar mais de uma década. Em 2007/2008, o Real Madrid conquistou 74,6% dos pontos e faturou o título.

ITÁLIA

O Flamengo de 2019 também não conseguiria impedir o octa da Juventus, mas seria vice na Itália (assim como na Espanha). Em sua mais recente campanha de título, a equipe de Cristiano Ronaldo conquistou 78,9% dos pontos em disputa. Os sete últimos títulos da Velha Senhora, aliás, foram obtidos com desempenho superior ao do atual líder do Brasileiro. Só em 2011/2012, o ano um da série de vitórias consecutivas, a Juve teve aproveitamento mais baixo: 73,7%.

ALEMANHA

A briga entre o Flamengo atual e Bayern de Munique e Borussia Dortmund da temporada passada seria das mais bonitas. Mas, no fim, o clube brasileiro terminaria na segunda colocação, atrás dos bávaros (76,5%) e logo à frente da equipe aurinegra (74,5%). Mas o Fla só ficaria no quase porque a última temporada alemã foi atípica. Na maioria dos últimos anos, sua campanha nem arranharia o campeão germânico. A última vez que um clube venceu a Bundesliga com desempenho inferior ao time de Jorge Jesus foi em 2010/2011, quando o Dortmund levou o título tendo ganho 73,5% dos pontos disputados.

FRANÇA

Assim como na Inglaterra, a campanha atual do Flamengo passaria longe de lhe dar o título na França. Na última temporada, o Paris Saint-Germain venceu a Ligue 1 com aproveitamento de 79,8%. Mas os brasileiros pelo menos ficariam com o vice-campeonato, já que o Lille, segundo na tabela, conquistou só 65,8% dos pontos em disputa. A última vez em que uma equipe se sagrou campeã francesa com desempenho inferior ao dos cariocas foi em 2014/2015, quando o PSG registrou 72,8%.


Mais de Clubes

Elencos da Champions valem R$ 71 bilhões; conheça os 10 times mais caros
Como time com 3 campeões mundiais virou candidato a rebaixamento no Japão
Só o Brasil não congela campeonato durante Data Fifa: verdade ou lenda?
Time espanhol defende Terra Plana, questiona ciência e chama Nasa de fraude

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Blog do Rafael Reis