PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Acusação de estupro, compra de filhos: 5 histórias mal contadas de CR7

Rafael Reis

02/05/2019 04h00

É difícil encontrar alguém que não conheça Cristiano Ronaldo. Um dos protagonistas do futebol mundial há mais de uma década, o astro da Ilha da Madeira já conquistou cinco títulos da Liga dos Campeões e ajudou a seleção portuguesa a alcançar o melhor resultado de sua história, a conquista da Eurocopa-2016.

Vencedor à enésima potência, CR7 virou ídolo global. Seus cortes de cabelo, suas jogadas dentro de campo, sua vida amorosa… tudo que é relacionado ao craque vira notícia e chega aos quatro cantos do mundo.

Mas, assim como acontece com Lionel Messi, ainda há histórias da vida e carreira de Cristiano Ronaldo que não foram totalmente compreendidas (ou aceitas) por seus fãs.

O "Blog do Rafael Reis" apresenta abaixo cinco histórias mal contadas ou que ainda geram curiosidade a respeito do craque português.

Crédito: Marco Bertorello/AFP

ACUSAÇÃO DE ESTUPRO
O astro da Juventus responde nos Estados Unidos a uma acusação de estupro. O caso já está para completar uma década, mas foi reaberto em 2017, quando a suposta vítima, Kathryn Mayorga, decidiu torná-lo público. De acordo com o seu depoimento, ela foi abusada pelo então jogador do Manchester United depois de ter se recusado a praticar sexo oral nele. Ainda segundo a acusação, Kathryn selou um acordo com os advogados de CR7 e recebeu US$ 375 mil (quase R$ 1,5 milhão, na cotação atual) para manter o caso em segredo. O atacante, que ainda não prestou depoimento à Justiça norte-americana, nega o crime e diz ter tido uma "relação consensual" com a acusadora.

FILHOS SEM MÃE
Três dos quatro filhos de CR7 não conhecem a mãe. De fato, poucas pessoas no mundo sabem quem são as progenitoras de Cristianinho, Eva e Mateo. Em compensação, não faltam teorias sobre as identidades delas. De acordo com o jornal "Daily Mail", as três crianças foram geradas por uma mexicana que foi contratada como barriga de aluguel. Já o tabloide "Daily Mirror" publicou que a mãe de Cristianinho, o mais velho da linhagem, é uma garçonete norte-americana que teve um affair com o craque. Por outro lado, de acordo com Nereida Gallardo, uma ex-namorada de CR7, o garoto é filho de uma modelo inglesa que teve um caso de uma noite só com o ídolo português.

ABORTO
O pentacampeão dos prêmios de melhor jogador do planeta poderia nem ter vindo ao mundo. Em sua biografia, "Mãe Coragem", Dolores Aveiro, a mãe do craque, revela que tentou fazer um aborto quando descobriu que estava grávida do seu filho caçula. Orientada por uma vizinha, ela tomou cerveja quente e correu vários quilômetros na tentativa de interromper a gravidez. Segundo Dolores, Cristiano não ficou magoado quando descobriu essa história e hoje até brinca com ela sobre o caso: "Vê lá tu, mãe, querias abortar de mim e sou eu que sustento esta casa toda".

ALCOOLISMO NA FAMÍLIA
"O meu pai estava quase sempre bêbado. Não sei por que era assim. Não conheci realmente o meu pai". Foi assim que CR7 descreveu sua relação com o pai, em entrevista ao documentário "Ronaldo". Dinis Aveiro morreu em 2005, quando o filho começava a despontar para o estrelato, devido a complicações renais decorrentes de uma vida inteira de consumo exagerado de álcool. Hugo, o único irmão de Cristiano, também já teve problemas com álcool e dependência química.

CR9
Em sua primeira temporada no Real Madrid, o craque português não teve o direito de utilizar sua camisa preferida e pela qual ficou conhecido mundial. Enquanto Raúl defendeu o time espanhol, o número 7 era dele. Entre 2009 e 2010, Ronaldo teve de se contentar com a camisa 9. O problema é que ele já explorava comercialmente a marca CR7. Por isso, assim que Raúl deixou Madri para jogar no Schalke 04, o português fez questão de mudar camisa e assumir a numeração que já usava no Manchester United.


Mais de Cidadãos do Mundo

Champions vira maior aliada de Mbappé na briga por Chuteira de Ouro
7 jogadores de futebol que são fanáticos por games
"Novo CR7" nasceu rico, viajava 1.300 km para treinar e vale R$ 530 milhões
Por onde andam 7 ídolos históricos do Manchester City?

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.