Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Autismo, vômitos, hormônios: 5 histórias mal contadas sobre Messi

Rafael Reis

24/04/2019 04h00

Profissional desde 2004 e brilhando no primeiro escalão do futebol mundial há quase 15 anos, Lionel Messi é uma das figuras mais conhecidas do planeta neste século e já teve sua vida esmiuçada pelos mais variados livros, reportagens, programas de televisão e documentários.

Mas ainda há alguns episódios na trajetória do atacante de 31 anos, ganhador de quatro Ligas dos Campeões pelo Barcelona e de cinco prêmios de melhor jogador do mundo, que não foram totalmente compreendidos (ou aceitos) por seus fãs.

O "Blog do Rafael Reis" apresenta abaixo cinco histórias mal contadas ou que ainda geram curiosidade a respeito do astro argentino.

Crédito: Albert Gea/Reuters

AUTISMO
Você já deve ter ouvido falar que o camisa 10 do Barcelona possui uma forma branda de autismo e até que sua genialidade dentro dos gramados é reflexo de algumas características dessa condição. Bem, essa história ganhou repercussão em 2013, quando o escritor e jornalista brasileiro Roberto Amado publicou que Messi foi diagnosticado com Síndrome de Asperger quando tinha oito anos. Só que a família e todo mundo do entorno do jogador sempre tratou esse caso como fake news. Inclusive, o médico Diego Schwartzstein, que tratou do craque durante a infância e a adolescência, classificou, em entrevista ao UOL, o assunto como "bobagem".

VÔMITOS
Não foram uma, duas ou três vezes. Ao longo da carreira, Messi já foi flagrado passando mal em campo e até vomitando em várias oportunidades. Lá em 2014, seu pai afirmou que isso era decorrente do stress ao que o jogador era submetido nas partidas mais importantes. Quatro anos depois, o craque revelou que se submeteu a uma terapia educacional e que cortou vários itens do seu cardápio, como chocolate, alfajor e refrigerante, para sanar o problema.

HORMÔNIOS PARA CRESCER
Essa talvez seja a história mais conhecida da vida de Messi e também uma das que mais despertam curiosidades. Durante o final da infância e o começo da adolescência, o camisa 10 mais famoso da atualidade passou quatro anos tomando injeções diárias de hormônio de crescimento para conseguir adquirir um corpo compatível ao de um atleta profissional. O tratamento foi bancado pelo Barcelona e permitiu que Messi chegasse ao 1,70 m que ostenta em sua vida adulta.

CASOS DE FAMÍLIA
Apesar de já ter sido acusado de sonegação fiscal, Messi carrega dentro do mundo do futebol uma fama de bom moço. O mesmo, porém, não pode se dizer de pelo menos um dos seus três irmãos. Quatro anos mais velho que o mano famoso, Matías já foi condenado a prisão três vezes por porte ilegal de armas e também foi acusado de participar de um roubo, de tentativa de agressão e de ameaças físicas.

PROCESSO DA NIKE
Principal garoto-propaganda da Adidas há anos, Messi já foi processado pela Nike, principal concorrente da sua patrocinadora no mercado de material esportivos. A empresa norte-americana entrou com uma ação contra o jogador por considerar que ele já possuía um vínculo com a marca quando assinou com a Adidas, em 2006. Mas o camisa 10 ganhou a causa, já que a Justiça concluiu que ele tinha em mãos somente uma proposta de contrato feita pela Nike, o que não poderia ser classificado como acordo fechado.


Mais de Cidadãos do Mundo

Com show, Mbappé se aproxima de Messi e reabre briga por Chuteira de Ouro
7 sul-americanos com contrato no fim que já podem assinar com seu time
Por onde andam 7 ídolos históricos do Atlético de Madri?
Ex-Corinthians, Zizao "mora" no banco em nova temporada chinesa

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Blog do Rafael Reis