Blog do Rafael Reis

Arquivo : Mbappé

Mercado da Bola movimenta R$ 6,2 bi antes da Copa; veja clubes mais gastões
Comentários Comente

Rafael Reis

Os clubes de futebol mais poderosos do planeta decidiram não esperar a Copa do Mundo para começarem a montar seus elencos para a próxima temporada. Apesar de a janela de transferências ainda nem estar oficialmente aberta, eles já torraram 1,4 bilhão de euros (R$ 6,2 bilhões) em reforços para 2018/19.

O valor corresponde a mais de 25% dos 5,1 bilhões de euros (R$ 22,7 bilhões) movimentados pelo Mercado da Bola na janela do verão europeu do ano passado, que foi a maior da história do esporte.

Vale lembrar que os times dos mais ricos da Europa poderão registrar novos jogadores até agosto e que, tradicionalmente, a maior parte dos negócios mais caros acontecem nas semanas finais da janela de transferências.

Parte significativa do 1,4 bilhão de euros já movimentados no período atual de transações está ligada a contratos fechados lá atrás, ainda na temporada passada.

É por isso que o Paris Saint-Germain aparece no topo da lista dos clubes mais gastões de 2018/19. Seu investimento de 180 milhões de euros (R$ 802 milhões) é relativo à contratação do atacante francês Kylian Mbappé, que defendeu o clube por empréstimo na última temporada e agora assinará contrato “definitivo”.

As idas do meia senegalês Naby Keita (ex-RB Leipzig) para o Liverpool e do meia-atacante brasileiro Vinícius Júnior (Flamengo) ao Real Madrid também foram fechadas ainda em 2017, mas só serão concretizadas em julho.

Dos negócios selados já nas últimas semanas, a transferência mais cara é a do meia brasileiro Fred, vendido pelo Shakhtar Donetsk para o Manchester United por 59 milhões de euros (R$ 263 milhões).

Chama a atenção a presença de dois clubes pequenos da Inglaterra no top 10 dos times mais gastões da temporada.

O Wolverhampton, recém-promovido para a primeira divisão, é o sexto colocado no ranking. A equipe laranja gastou 40,2 milhões de euros (R$ 179 milhões) na chegada de três reforços. O mais caro deles, o atacante Benik Afobe (ex-Bournemouth).

Já o Huddersfield Town, 16º colocado na última Premier League, é o décimo na lista de investimentos. Foram 27,5 milhões de euros (R$ 122,6 milhões) gastos para ter o zagueiro holandês Terence Kongolo (ex-Monaco), o lateral direito suíço Florent Hadergjonaj (ex-Ingolstadt) e o goleiro dinamarquês Jonas Lössl (ex-Mainz).

OS 10 CLUBES MAIS GASTÕES DA TEMPORADA 2018/19 (em euros)
1º – Paris Saint-Germain (FRA) – 180 milhões
2º – Liverpool (ING) – 110 milhões
3º – Manchester United (ING) – 81 milhões
4º – Juventus (ITA) – 52 milhões
5º – Real Madrid (ESP) – 45 milhões
6º – Wolverhampton (ING) – 40,2 milhões
7º – Bayer Leverkusen (ALE) – 38,4 milhões
8º – Roma (ITA) – 35 milhões
9º – Tianjin Quanjian (CHN) – 29 milhões
10º – Huddesfield Town (ING) – 27,5 milhões

AS 10 CONTRATAÇÕES MAIS CARAS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Kylian Mbappé (FRA/Paris Saint-Germain) – 180 milhões
2º – Naby Keita (SNG, Liverpool) – 60 milhões
3º – Fred (BRA, Manchester United) – 59 milhões
4º – Fabinho (BRA, Liverpool) – 45 milhões
Vinícius Jr. (BRA, Real Madrid) – 45 milhões
6º – Douglas Costa (BRA, Juventus) – 40 milhões
7º – Anthony Modeste (CHN, Tianjin Quanjian) – 29 milhões
8º – Paulinho (BRA, Bayer Leverkusen) – 26,4 milhões
9º – Geoffrey Kondogbia (FRA, Valencia) – 25 milhões
10º – Lautaro Martínez (ARG, Inter de Milão) – 23 milhões
TOTAL: 1,4 bilhão de euros

OS 10 BRASILEIROS MAIS CAROS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Fred (BRA, Manchester United) – 59 milhões
2º – Fabinho (BRA, Liverpool) – 45 milhões de euros
Vinícius Jr. (BRA, Flamengo) – 45 milhões
4º – Douglas Costa (BRA, Juventus) – 40 milhões
5º – Paulinho (BRA, Bayer Leverkusen) – 26,4 milhões
6º – Danilo (BRA, Nice) – 10 milhões
7º – Raphinha (BRA, Sporting) – 6,5 milhões
8º – Felipe Vizeu (BRA, Udinese) – 5 milhões
9º – Tchê Tchê (BRA, Dínamo de Kiev) – 4,8 milhões
10º – Rodrigo (BRA, Real Madrid Castilla) – 4,1 milhões

 


Mais de Clubes

– Próxima Champions começa no meio da Copa; conheça dos clubes classificados
– Final “mais louca” do século deu último título de Champions ao Liverpool
– Brasil pode ter a pior campanha da década na fase de grupos da Libertadores
– “Cinderela da Bola”, rival do PSG em final tem teto salarial de 3 mil euros


Futuro do futebol: 7 garotos que merecem sua atenção na Copa-2018
Comentários Comente

Rafael Reis

Lionel Messi, Cristiano Ronaldo, Neymar, Andrés Iniesta, Sergio Ramos, Manuel Neuer, Eden Hazard, Kevin de Bruyne, Antoine Griezmann. A Copa do Mundo está cheia de estrelas consagradas, com anos e anos de sucesso no currículo.

Mas a Rússia-2018 também tem espaço para a próxima geração de protagonistas do futebol mundial. São os vários os jovens de até 21 anos que pretendem aproveitar a competição para escrever seu nome na história do esporte mais popular do planeta.

Apresentamos abaixo sete desses garotos que merecem uma atenção especial durante a Copa. Afinal, o futuro do futebol certamente passa por eles.

KYLIAN MBAPPÉ
Atacante
19 anos
Paris Saint-Germain (FRA)
França

É a grande estrela adolescente da Copa do Mundo. Apesar de só completar seu 20º aniversário em dezembro, já tem três anos de carreira como profissional, brilhou em uma Liga dos Campeões pelo Monaco, protagonizou a segunda transferência mais cara do futebol (180 milhões de euros), é titular indiscutível do Paris Saint-Germain e uma das principais esperanças da França para conquistar seu segundo título mundial. Além de tudo isso, Mbappé é candidato real a conquistar no futuro o prêmio de melhor jogador do planeta.

OUSMANE DEMBÉLÉ
Atacante
21 anos
Barcelona (ESP)
França

Foi contratado pelo Barcelona para substituir Neymar. Só isso já demonstra o tamanho do potencial de Ousmane Dembélé. A cria das categorias de base do Rennes que brilhou no Borussia Dortmund antes de se transferir para a Catalunha é um diamante bruto a ser lapidado. Extremamente rápido e habilidoso, ainda erra muito na hora de tomar decisões e sofre com problemas físicos. Por isso, oscila demais. Mas seu talento é indiscutível.

GABRIEL JESUS
Atacante
21 anos
Manchester City (ING)
Brasil

Artilheiro da seleção brasileira na “era Tite”, resolveu o problema de falta de um “camisa 9” confiável que já assombrava a equipe pentacampeã mundial há alguns anos. Campeão brasileiro pelo Palmeiras em 2016, foi contratado por Pep Guardiola para o Manchester City e se transformou em um jogador importante para o clube inglês. Apesar de se alternar entre o time titular e o banco de reservas, Jesus soma 24 gols em 53 partidas pelo vencedor da última Premier League.

MARCUS RASHFORD
Atacante
20 anos
Manchester United (ING)
Inglaterra

Maior revelação as categorias de base do Manchester United nos últimos anos, surgiu como fenômeno no time principal em 2016 e, desde então, tornou-se uma peça importante no esquema do técnico José Mourinho. Rashord é um atacante completo: movimenta-se bem, tem presença de área, é habilidoso e possui um bom chute de longa distância. Deve começar a Copa como reserva da posição inglesa, mas não será surpresa se ganhar a posição durante o torneio.

TRENT ALEXANDER-ARNOLD
Lateral direito
19 anos
Liverpool (ING)
Inglaterra

Outro integrante da jovem seleção inglesa que pode sair do banco para se destacar na Copa-2018, Alexander-Arnold vem de uma temporada dos sonhos pelo Liverpool. O garoto, que estreou como profissional há só um ano e meio, desbancou o ex-selecionável Nathaniel Clyne e se manteve como titular dos Reds até a final da Liga dos Campeões. O bom desempenho lhe rendeu a primeira convocação para a seleção principal, justamente para o Mundial da Rússia.

BREEL EMBOLO
Atacante
21 anos
Schalke 04 (ALE)
Suíça

Atacante da adversária de estreia do Brasil na Copa, Embolo até parece um veterano, já que seu nome é conhecido há anos. Parte do sucesso se deve à precocidade. O garoto nascido em Camarões e que se mudou para a Suíça na infância estreou como profissional aos 16 anos e chegou à seleção com 18. A outra parte é culpa da série de games “Fifa”.  Em seguidas edições do jogo, o suíço era uma espécie de “compra obrigatória” devido a seu preço aliado a um belo potencial de evolução.

LEE SEUNG-WOO
Meia-atacante
20 anos
Hellas Verona (ITA)
Coreia do Sul

O camisa 10 da seleção sul-coreana foi criado na base do Barcelona e passou a adolescência toda sendo comparado a Lionel Messi. Mas, sem chance na equipe principal do clube catalão, acabou negociado com o Hellas Verona no ano passado. Em sua primeira temporada como profissional, Lee Seung-woo não conseguiu justificar o apelido de “Messi sul-coreano” e fez apenas um gol em 16 partidas. Mas fez o suficiente para ganhar a chance de disputar sua primeira Copa do Mundo.


Mais de Cidadãos do Mundo

Copa em família: Conheça os parentes que vão jogar o Mundial da Rússia
Coisa de brasileiro? 7 jogadores da Copa que são conhecidos pelo apelido
Polêmica sobre masturbação encerrou casamento de rival de estreia do Brasil
Comparado a Maradona em 94, saudita ficou preso e foi açoitado em público


França tem o melhor elenco da Copa-2018, mas título será surpresa
Comentários Comente

Rafael Reis

A quantidade de jogadores talentosos à disposição e as boas atuações nos amistosos contra Irlanda (2 a 0) e Itália (3 a 1) levantam a questão: seria a França a principal favorita para ganhar a Copa do Mundo-2018?

Realmente, a qualidade do elenco “bleu” é inquestionável. É bem provável que nenhuma outra seleção que vai ao Mundial da Rússia disponha de tantos atletas de nível técnico acima da média quanto os campeões de 1998.

Hugo Lloris é um dos goleiros mais seguros do planeta. A zaga formada por Raphaël Varane e Samuel Umtiti é tão boa quanto as badaladas duplas Piqué-Sergio Ramos (Espanha) e Boateng-Hummels (Alemanha). E N’Golo Kanté teria vaga como primeiro volante em qualquer time.

Além disso, a França conta com pelo menos três jogadores com potencial suficiente para, em anos bons, aparecer como finalistas de prêmio de melhor do mundo: Antoine Griezmann, Kylian Mbappé e Paul Pogba, ainda que o último não esteja em seus melhores momentos.

E há ainda Ousmane Dembélé, Thomas Lemar, Nabil Fekir, Blaise Matuidi, Corentin Tolisso, Benjamin Mendy, Djibril Sidibé… uma série de atletas que seriam titulares em praticamente qualquer seleção do mundo.

Se o futebol de uma equipe fosse resultado apenas da soma dos seus talentos individuais, a França  seria a favorita número um para vencer o Mundial. Mas futebol está longe de ser uma ciência exata.

Apesar de ter o mesmo treinador de 2012, a seleção francesa não tem um jogo coletivo tão azeitado quanto os de Alemanha, Brasil e Espanha. Culpa de Didier Deschamps, que jamais caiu nas graças do torcedor como técnico e vem sendo alvo de fortes rumores de que será substituído em breve por Zinédine Zidane.

Durante os últimos seis anos, a França de Deschamps não conseguiu atingir um alto nível de intensidade na marcação da saída de bola adversária e sempre mostrou dificuldade em fazer triangulações pela faixa central para furar defesas bem postadas.

A solução, na maioria das vezes, foi recorrer aos chutes de média e longa distância de jogadores como Pogba ou Dimitri Payet (fora da Copa por problemas físicos) ou apelar para os chuveirinhos, especialidade de Olivier Giroud, o centroavante meia-boca que é o queridinho do técnico.

Resultado: a França oscila demais. Quando tem espaço para explorar a velocidade de Mbappé, Griezmann e Dembélé, costuma ir bem e tem atuações dignas de uma favorita ao título mundial.

Mas, em outros jogos, não joga nada e produz resultados patéticos, como foi o empate sem gols com Luxemburgo, em setembro, pelas eliminatórias.

É por isso que, mesmo tendo o melhor elenco do planeta, a França não é a favorita para ganhar a Copa-2018. E, para falar a verdade, seu título seria até uma pequena surpresa.


Mais de Opinião

– Copa do Mundo deve definir “loucuras” da próxima janela de transferências
– Por que Firmino é o melhor “camisa 10” brasileiro da atualidade?
– Nacionais da Europa ficaram tão chatos quanto os Estaduais brasileiros
– O que Salah precisa fazer para desbancar Messi e CR7 no Melhor do Mundo?


Próxima janela de transferências nem abriu, mas já movimentou R$ 4 bi
Comentários Comente

Rafael Reis

A Liga dos Campeões mal terminou e ainda falta pouco mais de um mês para a abertura oficial da janela de transferências das ligas mais importantes da Europa. Mesmo assim, o Mercado da Bola para a temporada 2018/19 já movimentou 940,2 milhões de euros (R$ 4 bilhões) em contratações.

Apesar de só poderem registrar novos contratos a partir do dia 1º de julho, os clubes dos principais campeonatos nacionais do Velho Continente já vêm fechando negócios para a temporada pós-Copa do Mundo.

A maior parte do montante gasto em reforços para 2018/19 está relacionado à execução de opções de compras de empréstimos que foram feitos ainda na temporada anterior.

Esse é o caso de Kylian Mbappé. Para driblar as regras do Fair Play Financeiro, o Paris Saint-Germain selou um acordo alternativo com o Monaco, que emprestou o atacante ao clube na capital francesa em 2017 e agora irá vendê-lo por 180 milhões de euros (R$ 768 milhões).

A transação do brasileiro Vinícius Júnior também tem suas particularidades. O jogador do Flamengo foi vendido ao Real Madrid no ano passado. No entanto, a transação só pode ser oficialmente completada depois que o garoto completar 18 anos, no dia 12 de julho.

Ainda não há confirmação se o vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro continuará mais um tempo no Rio de Janeiro ou se migrará para a Espanha no segundo semestre.

Apesar de casos como os de Mbappé e Vinícius Jr., há também transações importantes visando a próxima temporada que foram fechadas já agora, ao longo das últimas semanas.

A mais cara delas foi a venda do meia brasileiro Fabinho, do Monaco, para o Liverpool, por 45 milhões de euros (R$ 192 milhões).

O argentino Lautaro Martínez, um dos destaques da fase de grupos da Libertadores pelo Racing, também vai mudar de time depois das férias. Seu destino será a Inter de Milão, que pagou 23 milhões de euros (R$ 98,2 milhões) por seu futebol.

A janela de transferências de julho/agosto do ano passado foi a maior da história do futebol e movimentou mais de 5,1 bilhões de euros (R$ 21,7 bilhões).

AS 10 CONTRATAÇÕES MAIS CARAS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Kylian Mbappé (FRA, Paris Saint-Germain) – 180 milhões de euros
2º – Naby Keita (SNG, Liverpool) – 60 milhões
3º – Fabinho (BRA, Liverpool) – 45 milhões
Vinícius Jr. (BRA, Real Madrid) – 45 milhões
5º – Douglas Costa (BRA, Juventus) – 40 milhões
6º – Anthony Modeste (FRA, Tianjin Quanjian) – 29 milhões
7º – Paulinho (BRA, Bayer Leverkusen) – 26,4 milhões
8º – Geoffrey Kondogbia (FRA, Valencia) – 25 milhões
9º – Lautaro Martínez (ARG, Inter de Milão) – 23 milhões
10º – Rodri (ESP, Atlético de Madri) – 20 milhões
Nikola Kalinic (CRO, Milan) – 20 milhões
Ricardo Pereira (POR, Leicester) – 20 milhões
TOTAL: 940,2 milhões de euros


Mais de Cidadãos do Mundo

Na final pela 6ª vez, CR7 sonha com recordes de lendas do Real
5 jogadores que deram errado na nova “era de ouro” do Real Madrid
Como um “pai” para Salah, 1º técnico vê egípcio tão bom quanto Messi e Cr7
Copa do Mundo terá seu primeiro jogador nascido nos anos 2000?


Brasil foi a seleção que mais movimentou dinheiro na janela; veja top 10
Comentários Comente

Rafael Reis

Impulsionado pela venda de Neymar para o Paris Saint-Germain, o Brasil foi a seleção que mais dinheiro movimentou na janela de transferências da temporada 2017/18.

Considerando apenas os jogadores convocados para esta Data Fifa, com partidas espalhadas entre o fim de agosto e o início de setembro, nenhum time nacional do planeta superou os 309 milhões de euros (R$ 1,1 bilhão) movimentados em negociações de atletas da equipe pentacampeã mundial.

O valor engloba as transações de quatro atletas chamados por Tite para as partidas contra Equador e Colômbia, pelas eliminatórias da Copa do Mundo-2018: Neymar (222 milhões de euros/PSG), Ederson (40 milhões de euros/Manchester City), Paulinho (40 milhões de euros/Barcelona) e Giuliano (7 milhões de euros/Fenerbahce).

O lateral direito Daniel Alves também trocou de clube nesta janela. No entanto, sua transferência da Juventus para o PSG não teve nenhum custo.

O dinheiro das transações envolvendo selecionáveis brasileiros só não foi maior porque o Liverpool se recusou a vender Philippe Coutinho para o Barcelona, mesmo com uma proposta de 160 milhões de euros (quase R$ 600 milhões) em mãos, e Luan não aceitou deixar para o Grêmio para defender o Spartak Moscou –o negócio movimentaria cerca de 22 milhões de euros (R$ 82 milhões).

Sem esses negócios, a liderança do Brasil no ranking das seleções mais ativas na janela de transferências só foi possível devido a uma série de decisões envolvendo a França.

A campeã mundial de 1998 ocupa a segunda colocação no ranking, com 129,5 milhões de euros (R$ 484 milhões) movimentados.

O valor seria muito maior se o técnico Didier Deschamps não tivesse deixado fora da convocação desta data Fifa o lateral esquerdo Benjamin Mendy (57,5 milhões de euros/Manchester City), o volante Tiemoué Bakayoko (40 milhões de euros/Chelsea) e o atacante Ousmane Dembélé (105 milhões de euros/Barcelona).

Além disso, Kylian Mbappé, novo companheiro de ataque de Neymar no Paris Saint-Germain, só terá os 180 milhões de euros (R$ 673 milhões) de sua saída do Monaco contabilizados na janela de 2018/19, devido a uma manobra contábil feita pelo PSG para driblar o fair-play financeiro da Uefa –por enquanto, o jogador está apenas emprestado ao time da capital.

Das dez seleções que mais dinheiro movimentaram nesta janela de transferências, oito são europeias. Além do Brasil, apenas a Colômbia representa a América do Sul no top 10 do ranking.

AS 10 SELEÇÕES QUE MAIS MOVIMENTARAM DINHEIRO NA JANELA

1 – Brasil – 309 milhões de euros
2 – França – 129,5 milhões
3 – Itália – 117 milhões
4 – Bélgica – 116,2 milhões
5 – Espanha – 110 milhões
6 – Portugal – 109,1 milhões
7 – Colômbia – 95,8 milhões
8 – Inglaterra – 88,8 milhões
9 – Alemanha – 72 milhões
10 – Sérvia – 69,7 milhões


Mais de Seleções:

– Falta de dinheiro minou plano megalomaníaco do País da Copa para 2018
– Eliminatórias podem derrubar Brasil para 3º lugar de ranking da Fifa
– Conheça as seleções que podem se classificar para a Copa nesta Data Fifa
– Tentáculos do Qatar no futebol vão muito além de Neymar, PSG e Copa


5 novelas para acompanhar nos últimos 10 dias da janela de transferências
Comentários Comente

Rafael Reis

Neymar no Paris-Germain como a contratação mais cara da história do futebol mundial. O renascimento do Milan. A revolução comandada por Pep Guardiola no elenco do Manchester City. Os novos centroavantes de Manchester United, Chelsea e Arsenal.

Muita coisa já rolou na janela de transferências para a temporada 2017/18 do futebol europeu. Mas, faltando dez dias para o fechamento do período de negócios das principais ligas nacionais do Velho Continente, há também várias histórias que ainda não chegaram ao fim.

Apresentamos abaixo cinco novelas ainda abertas da janela de transferências e que têm só até o próximo dia 31 para chegarem a um desfecho.

A REPOSIÇÃO DO BARCELONA

A tão sonhada peça de reposição do Barcelona para o lugar de Neymar é uma das novelas mais empacadas desta janela. O clube catalão sonha com dois nomes, o brasileiro Philippe Coutinho e o francês Ousmane Dembélé e convenceu ambos a se mudar para a Catalunha. O problema é convencer seus clubes a liberá-los. O Liverpool já rejeitou três propostas do Barça por Coutinho, a última de 124 milhões de euros (R$ 461 milhões). Já o Dortmund quer 130 milhões de euros (R$ 483 milhões) por Dembélé. A situação já faz o Barcelona pensar em outras opções para o setor, como Ángel di María, do PSG.

O DESTINO DO FENÔMENO

Autor de seis gols na fase de mata-matas da Liga dos Campeões com apenas 18 anos, Kylian Mbappé foi a revelação do futebol mundial na temporada passada e entrou na mira de Real Madrid, Barcelona, Manchester City e PSG. O atacante dificilmente continuará no Monaco, tanto que nem foi relacionado para o confronto contra o Metz, na última sexta-feira. De acordo com o jornal “Mundo Deportivo”, o atacante francês já definiu seu futuro e será apresentado nesta semana pelo PSG, após o pagamento de 180 milhões de euros (R$ 670 milhões). Será?

O QUE SERÁ DE DIEGO COSTA?

Em guerra com o técnico Antonio Conte desde a reta final da temporada passada, o centroavante nem tem treinado ao lado dos seus companheiros de Chelsea e nem é mais tratado como um jogador do elenco do campeão inglês pelo treinador italiano. Diego Costa deseja retornar para o Atlético de Madri, só que o time espanhol foi punido pela Fifa e só poderá receber novos jogadores em janeiro. A opção para o brasileiro naturalizado espanhol é encontrar um clube para defender neste semestre e se mudar para a capital espanhola no início de 2018.

OS RESERVAS DO PSG

A volúpia do Paris Saint-Germain no Mercado da Bola transformou vários jogadores importantes do seu elenco em reservas que não enxergam muito futuro na capital francesa e precisam de uma mudança de ares para não prejudicar o desenvolvimento de suas carreiras. O primeiro deles, o meia Blaise Matuidi, já se mandou para a Juventus. Faltam Julian Draxler, Serge Aurier, Hatem Ben Arfa, Grzegorz Krychowiak, Lucas…

O ÚLTIMO DESEJO DE GUARDIOLA

O Manchester City já gastou 244 milhões de euros (R$ 907 milhões) em reforços. Mas Pep Guardiola ainda tem um desejo: Alexis Sánchez. A negociação está enrolada há semanas porque o Arsenal prefere perder seu principal jogador sem ganhar um centavo ao fim da temporada, quando termina o contrato do chileno, a negociá-lo com um rival direto da Inglaterra. Pep e o City têm dez dias para convencer o clube londrino a mudar de ideia.


Mais de Cidadãos do Mundo

Novo Mbappé? 7 garotos que podem estourar na nova temporada europeia
Como surgiu a lenda que meia do PSG é uma mulher?
Companheiro de Neymar, goleiro do PSG namora com top model brasileira
Mercado da Bola já movimentou R$ 12,8 bi; veja os reforços mais caros


Novo Mbappé? 7 garotos que podem estourar na nova temporada europeia
Comentários Comente

Rafael Reis

Doze meses atrás, Kylian Mbappé era praticamente um desconhecido. Só mesmo alguns torcedores do Monaco ou quem acompanhava o Campeonato Francês de perto sabia que aquele garoto de 17 anos tinha potencial para se tornar um dos grandes atacantes do futebol mundial.

Bastou uma temporada para a vida do francês se transformar radicalmente. Mbappé fez 26 gols em 2016/17 (seis só na Liga dos Campeões da Europa), quebrou recordes, estreou na seleção e hoje vale 180 milhões de euros (R$ 673 milhões).

Com o pontapé inicial da nova temporada do futebol europeu, surge a pergunta: quem será o Mbappé da vez?

Candidatos não faltam. Por isso, listamos abaixo 7 garotos de quem você (e o mundo todo) deve ouvir falar muito ao longo dos próximos meses.

DOMINIC SOLANKE
Atacante
19 anos
Inglês
Liverpool (ING)

O melhor reforço do Liverpool para a atual temporada pode ter chegado gratuitamente a Anfield. Campeão mundial sub-20 pela Inglaterra e eleito o melhor jogador da competição, dois meses atrás, Solanke foi contratado pelos “Reds” depois que seu contrato com o Chelsea chegou ao fim. O jogador de origem nigeriana atuava pelo clube londrino desde que era um garoto de sete anos, mas só disputou 17 minutos pelo time adulto. Em 2015/16, atuou por empréstimo no Vitesse (HOL) e fez sete gols.

PHIL FODEN
Meia
17 anos
Inglês
Manchester City (ING)

“Há muito tempo eu não via algo assim”. Foram essas as palavras de Pep Guardiola sobre a estreia de Foden no time principal do Manchester City, em um amistoso contra o United, mês passado, na pré-temporada nos Estados Unidos. Camisa 10 da equipe sub-18 do City, o meia é tratado como um fenômeno no clube. Dono de um passe apurado, o jogador também se destaca pelo faro artilheiro incomum para um atleta de sua posição. Não à toa, marcou dez vezes em 16 atuações pela seleção sub-17 da Inglaterra.

BRAHIM DÍAZ
Meia-atacante
18 anos
Espanhol
Manchester City (ING)

Assim como Foden, encantou Guardiola nos amistosos preparatórios nos EUA e pode ganhar espaço no elenco do City durante a temporada. Díaz é cria das categorias de base do Málaga, é agenciado pelo irmão de Pep e recusou o Barcelona para assinar como o clube inglês em 2014, quando tinha só 14 anos. O garoto, que é ambidestro, tem na habilidade seu ponto forte e cansou de fazer gols enfileirando rivais nas partidas da base do City.

PRESNEL KIMPEMBE
Zagueiro
21 anos
Francês
Paris Saint-Germain (FRA)

Filho de pai congolês e de mãe haitiana, o zagueiro foi uma das melhores notícias do Paris Saint-Germain na temporada passada e chegou até a ser convocado para a seleção francesa. O jovem, que atua no PSG desde os 10 anos, tem tudo para estourar e se tornar um dos melhores defensores de sua geração. Reserva de Marquinhos e Thiago Silva, Kimpembe tem recebido propostas de times poderosos, como Liverpool e Inter de Milão, para terminar de desabrochar longe da França.

YOURI TIELEMANS
Meia
20 anos
Belga
Monaco (FRA)

Velho conhecido de quem joga “Fifa”, o meia já atua como profissional desde 2013, tem experiência de Liga dos Campeões e foi eleito o melhor jogador do futebol belga na última temporada. Mas só agora, aos 20 anos, Tielemans terá sua primeira oportunidade em um campeonato nacional de primeiro escalão e poderá provar que não é apenas mais uma entre tantas promessas. O novo camisa 17 do Monaco custou caro ao clube francês, que precisou desembolsar 25 milhões de euros (R$ 93,5 milhões) para tirá-lo do Anderlecht.

DANI CEBALLOS
Meia
21 anos
Espanhol
Real Madrid (ESP)

São poucos os jogadores que podem se orgulhar de terem sido disputados por Real Madrid e Barcelona. Recém-contratado do atual bicampeão europeu, Ceballos é um deles. O meia de técnica refinada já vinha mostrando um futebol de técnica refinada pelo Betis desde sua estreia no Campeonato Espanhol, em 2014, e brilhou demais no último Europeu sub-21, quando se sagrou campeão e foi eleito o craque da competição.

JUSTIN KLUIVERT
Atacante
18 anos
Holandês
Ajax (HOL)

Ainda muito jovem, o filho do ex-centroavante do Barcelona e da seleção holandesa Patrick Kluivert já roubou a cena na temporada passada, quando ainda se revezava entre o time principal e a segunda equipe do Ajax. Promovido de vez ao elenco adulto, o ponta deixou o brasileiro David Neres (ex-São Paulo) no banco nos dois jogos da equipe de Amsterdã na fase preliminar da Liga dos Campeões.


Mais de Cidadãos do Mundo

Como surgiu a lenda que meia do PSG é uma mulher?
Companheiro de Neymar, goleiro do PSG namora com top model brasileira
Mercado da Bola já movimentou R$ 12,8 bi; veja os reforços mais caros
De Cruyff a Neymar: veja a evolução do recorde de mais caro do mundo


Não é só Neymar: 7 motivos para acompanhar de perto o Campeonato Francês
Comentários Comente

Rafael Reis

Normalmente relegado a um segundo escalão do futebol europeu, o Campeonato Francês tem início nesta sexta-feira com cara de “nova era”.

Além do sucesso internacional do Monaco na última temporada, quando conquistou o título nacional e foi semifinalista da Liga dos Campeões, há uma enorme expectativa sobre o futuro do Paris Saint-Germain.

Afinal, o clube da capital jogou pesado para recuperar a hegemonia dentro da França e realizar o sonho de se sagrar pela primeira vez na história campeão europeu.

O time dirigido por Unai Emery manteve suas principais estrelas, como Verratti, Di Maria e Cavani, contratou o multicampeão Daniel Alves e deu sua tacada de mestre: Neymar, contratado por 222 milhões de euros (R$ 693 milhões), o reforço mais caro da história do futebol.

Conheça abaixo sete motivos para acompanhar de perto a temporada 2017/18 do Campeonato Francês:

BASE DA SELEÇÃO
Com Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Neymar, o Paris Saint-Germain se transformou em uma espécie de base da seleção brasileira que jogará pelo menos uma vez por semana na temporada de preparação para a Copa do Mundo-2018. Bom para Tite, que verá aumentar o entrosamento entre parte dos jogadores que pretende levar à Rússia. Além do quarteto, o PSG conta ainda com o meia-atacante Lucas, que não vem sendo convocado pelo técnico brasileiro.

FENÔMENO À PROVA
Apesar do interesse de Real Madrid e Manchester City, o atacante Kylian Mbappé começa a nova temporada da Ligue 1 vestindo a camisa 10 do Monaco. O garoto de 18 anos foi a maior revelação do futebol europeu na última temporada e marcou seis gols na fase de mata-matas da Liga dos Campeões. Caso fique no Principado, será que ele terá forças para conduzir o clube rume ao bicampeão francês?

BALOTELLI NA COPA?
Após sua melhor temporada nos últimos anos, Mario Balotelli renovou contrato com o Nice e tem um ano para convencer Giampiero Ventura para recoloca-lo na seleção italiana a tempo de disputar a Copa do Mundo-2018. Tarefa difícil para quem tem um histórico de problemas tão recheado, mas não impossível para quem renasceu para o futebol com 17 gols em 28 partidas na última temporada.

EMBAIXADA BRASILEIRA DE BIELSA
Décimo primeiro colocado na temporada passada, o Lille reformulou completamente seu elenco depois da contratação do técnico Marcelo Bielsa. O argentino foi ao mercado e garimpou três jovens talentos brasileiros para o clube francês: o volante Thiago Mendes e o meia-atacante Luiz Araújo, ambos ex-São Paulo, além de Thiago Maia, volante que estava no Santos e foi campeão olímpico na Rio-2016.

CELEIRO
A Ligue 1 tem sido nos últimos anos um importante berço de revelações para o futebol europeu. Duas temporadas atrás, quem despontou no francês foi Ousmane Dembélé, hoje no Borussia Dortmund e na mira do Barcelona. Na última edição, foi a vez de Mbappé. E quem será o garoto sensação desta temporada? Candidatos não faltam, como o zagueiro Malang Sarr, 18, do Nice, o meia-atacante Allan Saint-Maxim, 20, do Monaco, e o centroavante Odsonne Edouard, 19, do PSG.

VAI APRONTAR DE NOVO?
O Nantes, sétimo colocado na temporada passada e que já carrega um jejum de 16 anos desde seu último título francês, tem pelo menos um bom motivo para acreditar em uma zebra história na Ligue 1. E esse motivo atende pelo nome de Claudio Ranieri. O treinador italiano que fez do Leicester campeão da Premier League em 2016 tem novamente em mãos um elenco sem estrelas e limitado tecnicamente. Mesma combinação que deu certo no melhor trabalho de sua carreira.

GIGANTE INQUIETO
Maior campeão da história do futebol francês, ao lado do Saint-Étienne, com dez conquistas, o Olympique de Marselha vem há anos tentando se reerguer para voltar a brigar pelo título que conquistou pela última vez em 2010. E não tem economizado para isso. O clube da terra de Zidane gastou 45 milhões de euros (R$ 167 milhões) em reforços conhecidos, como o volante brasileiro Luiz Gustavo, o zagueiro Adil Rami, o goleiro Steve Mandanda e os atacantes Florian Thauvin e Valère Germain.


Mais de Clubes

– Sensação do Mercado da Bola, Milan vira “novo rico” pela 2ª vez
– Mercado da Bola já movimentou quase R$ 11 bi; veja os clubes mais gastões
– Mesmo com tropeços, arrancada do Corinthians supera Bayern e Juventus
– Sozinha, Inglaterra responde por 36% do valor gasto no Mercado da Bola


7 astros que podem protagonizar transferências milionárias nesta janela
Comentários Comente

Rafael Reis

Até o próximo dia 31 de agosto, os jornais e sites esportivos europeus pouco vão falar de futebol dentro de campo. Em compensação, vão usar páginas e mais páginas para apresentar e discutir reforços e possíveis contratações dos clubes cobertos por eles.

É assim em toda janela de transferências, o período entre julho e agosto (e também em janeiro), em que os times das principais ligas nacionais do planeta podem realizar transações e adquirir novos atletas para seus elencos.

Esse período é sempre bastante movimentado e repleto de expectativa, esperança e até medo para os torcedores. Conheça abaixo as sete negociações mais esperadas da janela para a temporada 2017/18 do futebol europeu:

KYLIAN MBAPPÉ
Atacante
18 anos
Francês
Monaco (FRA)

O garoto sensação da última edição da Liga dos Campeões está na lista de compras de Real Madrid, Arsenal, Chelsea, Paris Saint-Germain e Manchester City. Só que tirar Mbappé do Monaco vai custar caro, muito caro. Se o atacante francês trocar de clube para a próxima temporada, certamente será por um valor superior a 105 milhões de euros (R$ 388 milhões), o que fará dele a contratação mais cara da história do futebol, superando seu compatriota Paul Pogba.

MARCO VERRATTI
Meia
24 anos
Italiano
Paris Saint-Germain (FRA)

O talentoso e baixinho meio-campista italiano é a prioridade de mercado do Barcelona para a próxima temporada. O clube catalão vê em Verratti o nome certo para substituir Andrés Iniesta, capitão da equipe, mas que está na reta final da carreira. De acordo com a imprensa espanhola, o Barça está disposto a pagar até 100 milhões de euros (R$ 370 milhões) para ter o jogador em seu elenco.

ÁLVARO MORATA
Atacante
24 anos
Espanhol
Real Madrid (ESP)

Reserva de luxo do Real Madrid na última temporada, o centroavante espanhol não quer passar mais um ano sentado no banco e já avisou ao clube que não pretende voltar à Espanha depois das férias. Depois de a transferência para o Milan não se concretizar, seu destino mais provável é o Manchester United, que aceita pagar até 70 milhões de euros (R$ 258 milhões) por Morata.

PIERRE-EMERICK AUBAMEYANG
Atacante
27 anos
Gabonês
Borussia Dortmund (ALE)

Um dos artilheiros mais regulares do futebol mundial, já criou raízes no Borussia Dortmund, clube que defende desde 2013. Mas os dias de Aubameyang na Alemanha parecem estar chegando ao fim. O atacante já é tratado na França como provável reforço do Paris Saint-Germain para a próxima temporada, em um negócio de 70 milhões de euros (R$ 258 milhões) por Morata. Mas o Chelsea também tem interesse em contratá-lo.

ROMELU LUKAKU
Atacante
24 anos
Belga
Everton (ING)

Vice-artilheiro do último Campeonato Inglês, o centroavante belga já avisou o Everton que deseja jogar no Chelsea na próxima temporada. Falta o clube de Liverpool liberar, o que deve acontecer se o atual campeão da Premier League depositar em sua conta inacreditáveis 115 milhões de euros (R$ 425 milhões). A obsessão do Chelsea por Lukaku está ligada à saída de Diego Costa, seu centroavante titular, e também ao fato de o belga já ter passado por Stamford Bridge e ter sido desperdiçado no clube.

EDEN HAZARD
Meia-atacante
26 anos
Belga
Chelsea (ING)

Apesar de ter sofrido uma fratura no joelho direito e da previsão de retorno ao futebol apenas em outubro, Hazard é outro que pode mudar de clube nesta janela de transferências. O camisa 10 do Chelsea negocia há anos sua transação para o Real Madrid. O belga é o outro que pode se transformar no jogador mais caro de todos os tempos, já que os espanhóis admitem oferecer até 113 milhões de euros (R$ 417 milhões) pelo astro.

GARETH BALE
Meia-atacante
27 anos
Galês
Real Madrid (Espanha)

Se o Real Madrid contratar Mbappé e Hazard, dificilmente terá espaço dentro de campo e também no orçamento para tantas estrelas. Caso esse cenário se concretize, é provável que o clube se desfaça de Gareth Bale. Apesar de o galês ter manifestado intenção de permanecer no Real, ele faz parte da lista de compras do Manchester United, que o deseja desde os tempos de Tottenham.


Mais de Cidadãos do Mundo

Mistério e polêmicas: quem é o homem que tem revolucionado o Milan?
Janela nem abriu e já movimentou R$ 2,2 bi; veja os reforços mais caros
24 anos depois, por onde andam os jogadores do último título da Argentina?
1º jogador a assumir ser gay sofreu também com racismo e se suicidou


Foco na juventude: conheça os alvos do Real Madrid para a próxima temporada
Comentários Comente

Rafael Reis

Primeiro time a conquistar duas edições consecutivas da Liga dos Campeões desde o Milan de 1990, o Real Madrid será uma equipe bem diferente depois das férias do verão europeu.

Isso porque, depois de gastar apenas 30 milhões de euros (R$ 110 milhões, na cotação atual) em contratações na temporada passada, o clube espanhol planeja investir pesado na próxima janela de transferências.

A avaliação do técnico Zinédine Zidane é que chegou a hora de o Real começar a pensar no futuro e buscar nomes que possam ser manter como titulares da equipe por alguns longos anos.

É por isso que a equipe espanhola já fechou a compra do meia-atacante brasileiro Vinícius Júnior, do Flamengo, de 16 anos, por incríveis 45 milhões de euros (R$ 165 milhões) e deve se reforçar nos próximos meses com alguns outros adolescentes ou jovens que mal entraram na casa dos 20 anos.

Além de rejuvenescer o elenco, outra preocupação do Real é encontrar peças de reposição para jogadores que não andam muito satisfeitos em Madri e planejam buscar novos ares na próxima temporada.

Quem puxa a fila é o veterano zagueiro Pepe, 34, que fica sem contrato no fim do mês e deve se transferir para a Inter de Milão ou para o futebol chinês.

O meia colombiano James Rodríguez, o centroavante francês Karim Benzema, o atacante espanhol Álvaro Morata e até mesmo o galês Gareth Bale são outros que cogitam dar sequência à vida longe do Santiago Bernabéu.

Conheça abaixo os principais alvos do Real Madrid para a temporada 2017/18:

ATAQUE

O garoto de 18 anos que marcou seis vezes na fase final da Champions e se tornou a sensação do futebol europeu nesta temporada é o grande sonho do Real Madrid nesta janela de transferências. O clube espanhol vê em Kylian Mbappé o nome ideal para ser o futuro substituto de Cristiano Ronaldo como protagonista da equipe. Mas a negociação com o Monaco promete ser pesada. Isso porque o clube francês planeja faturar pelo menos 130 milhões de euros (R$ 475 milhões) com o negócio, valor que faria dessa transferência a mais cara da história do futebol.

GOLEIRO

Essa até parece notícia velha. Apesar de mais uma temporada acima da média do costarriquenho Keylor Navas, o Real quer trocar seu goleiro titular e sonha com a contratação de David de Gea. A transação está arrastada há anos e, caso seja concretizada, fará do espanhol o goleiro mais caro de todos os tempos. Isso porque, de acordo com a Sky Sports News, o Manchester United já recusou uma proposta de 60 milhões de euros (R$ 219 milhões) do Real pelo arqueiro.

LATERAL

O primeiro reforço confirmado do Real Madrid para a temporada 2017/18 deve ser o novo reserva de Marcelo na lateral esquerda. O francês Theo Hernández, de 19 anos, um dos destaques do Alavés, vice-campeão da Copa do Rei, já é um nome dado como certo no Santiago Bernábeu. O garoto, que possui vínculo com o Atlético de Madri, deve mudar de lado na capital espanhola depois do pagamento da sua cláusula de rescisão: 24 milhões de euros (R$ 87 milhões).

RETORNOS

Pelo menos dois garotos que estavam emprestados pelo Real Madrid na recém-encerrada temporada devem retornar ao clube e fazer parte do elenco principal depois das férias de verão. O volante Marcos Llorente, 22, de ótimo desempenho no Alavés, é visto na Espanha como alguém que pode inclusive disputar vaga no time titular com o brasileiro Casemiro. Já o zagueiro Jesús Vallejo, 20, que estava cedido ao Eintracht Frankfurt, deve compor elenco por enquanto, mas também é uma grande aposta para o futuro.


Mais de Cidadãos do Mundo

Cristiano Ronaldo é só o 19º melhor do mundo? Para estatísticos, sim
Clube que revelou Dybala adia jogo para não competir com final da Champions
Por onde andam os jogadores do último título da Juventus na Champions?
5 destaques da fase de grupos da Libertadores para seu time contratar