Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Messi aproveita folga de Mbappé para ampliar vantagem na Chuteira de Ouro

Rafael Reis

2012-03-20T19:04:20

12/03/2019 04h20

Maior vencedor da história da Chuteira de Ouro, Lionel Messi aproveitou o fim de semana de descanso de Kylian Mbappé para ampliar sua vantagem na liderança do prêmio concedido ao maior artilheiro das competições europeias na temporada.

Enquanto seu principal rival pelo troféu de 2018/19 ficou em casa, o craque argentino somou mais dois pontinhos em sua conta pessoal ao marcar um dos gols da vitória por 3 a 1 do Barcelona sobre o Rayo Vallecano, no sábado.

Crédito: Divulgação

Agora, o camisa 10 do Barça soma 52 pontos, resultado dos 26 gols que já anotou nesta edição do Campeonato Espanhol. A vantagem para Mbappé, 24 bolas nas redes no Campeonato Francês, é de quatro pontos (ou dois gols).

O companheiro de Neymar não teve oportunidade de deixar sua marca na Ligue 1 na última semana porque a partida entre o Paris Saint-Germain, clube que defende desde a temporada passada, e o Nantes, válida pela 28ª rodada da competição, foi adiada.

O PSG joga nesta terça-feira, contra o Dijon, fora de casa, em jogo da 18ª rodada que deveria ter sido realizado em dezembro, mas que foi postergado devido aos protestos populares que sacudiram a França no fim do ano passado.

Até o fim da temporada, Mbappé ainda pode disputar mais 12 jogos do Francês, cujos gols são transformados em pontos na corrida pela Chuteira de Ouro. Já Messi tem pela frente 11 rodadas do Espanhol para confirmar sua hegemonia.

O argentino é o grande nome da história do prêmio e já levou cinco taças para casa: 2010, 2012, 2013, 2017 e 2018. Na última edição, marcou 34 gols no Espanhol e acumulou 68 pontos no ranking.

Já Mbappé nunca foi artilheiro de nenhuma competição desde que estreou no futebol profissional. O garoto, que está em sua quarta temporada como "adulto", sequer ficou entre os primeiros das edições anteriores do prêmio.

Brasil não fatura a Chuteira de Ouro desde 2001/02, quando Jardel (Sporting) foi o goleador máximo da temporada. O ex-centroavante de Palmeiras e Grêmio também levantou a taça em 1998/99. Além dele, apenas Ronaldo (1996/97) já colocou o país no lugar mais alto do pódio.

Nesta edição, o brasileiro mais bem posicionado é Liliu, que atua no futebol estoniano e ocupa a 20ª posição, com 31 pontos. Neymar, principal astro do país na atualidade, é o 35º, com 26 pontos.

O "Blog do Rafael Reis" publica a cada terça-feira uma nova parcial da disputa.

Confira o top 10 da Chuteira de Ouro

1º – Lionel Messi (ARG, Barcelona) – 52 pontos (26 gols)
2º – Kylian Mbappé (FRA, Paris Saint-Germain) – 48 pontos (24 gols)
3º – Fabio Quagliarella (ITA, Sampdoria) – 40 pontos (20 gols)
4º – Cristiano Ronaldo (POR, Juventus) – 38 pontos (19 gols)
Krzysztof Piatek (POL, Milan) – 38 pontos (19 gols)
6º – Sergio Agüero (ARG, Manchester City) – 36 pontos (18 gols)
7º – Robert Skov (DIN, Copenhague) – 34,5 pontos (23 gols)
8º – Edinson Cavani (URU, Paris Saint-Germain) – 34 pontos (17 gols)
Mohamed Salah (EGI, Liverpool) – 34 pontos (17 gols)
Duván Zapata (COL, Atalanta) – 34 pontos (17 gols)
Luis Suárez (URU, Barcelona) – 34 pontos (17 gols)
Harry Kane (ING, Tottenham) – 34 pontos (17 gols)
Nicolas Pépé (CMF, Lille) – 34 pontos (17 gols)
Pierre-Emerick Aubameyang (GAB, Arsenal) – 34 pontos (17 gols)
Robert Lewandowski (POL, Bayern de Munique) – 34 pontos (17 gols)


Mais de Cidadãos do Mundo

Mentor de Guardiola e Sampaoli, "Loco" luta para ser campeão após 15 anos
5 revelações para acompanhar na Libertadores antes da venda para a Europa
7 velhos conhecidos do torcedor brasileiro que estão na Libertadores
Por onde andam 7 ex-jogadores do Bayern de Munique que "sumiram"?

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis