PUBLICIDADE
Topo

Coutinho no topo: os reforços mais caros da história da janela de janeiro

Rafael Reis

11/01/2020 04h00

O Mercado da Bola está aberto no primeiro escalão do futebol mundial. Desde o começo do mês, clubes de Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e França, entre outros, podem se reforçar para a segunda metade da temporada.

Ainda que esta janela de transferências não seja tão movimentada quanto a do meio do ano, já que serve normalmente apenas para ajustes finos nos elencos, de vez em quando ela proporciona alguns negócios milionários.

Crédito: Divulgação

O maior já registrado neste período foi a compra do meia brasileiro Philippe Coutinho pelo Barcelona, em 2018, por 160 milhões de euros (R$ 723,2 milhões). O Liverpool, clube que o hoje jogador do Bayern de Munique defendia até a transação, ocupa a segunda colocação no ranking.

Pelo zagueiro holandês Virgil van Dijk, os atuais campeões europeus gastaram 84 milhões de euros (R$ 380 milhões) no mesmo ano. Também em 2018, Diego Costa foi repatriado pelo Atlético de Madri por 66 milhões de euros (R$ 298 milhões), o que lhe rende o terceiro lugar na lista.

A janela deste começo de ano anda especialmente fria. Afinal, nenhuma transferência selada nos últimos dias movimentou grana suficiente para ingressar no ranking das dez maiores transações fechadas na história de janeiro.

A mais expressiva até agora foi a contratação do meia-atacante sueco Dejan Kulusevski pela Juventus. Para tirá-lo da Atalanta, que havia emprestado o jogador de 19 anos ao Parma, o clube italiano desembolsou 35 milhões de euros (cerca de R$ 158 milhões).

Mesmo assim, essa transferência fica atrás de 17 transações fechadas nesta época do ano em temporadas anteriores.

Dos dez negócios mais polpudos já feitos no período, oito tiveram como clubes compradores oriundos da Europa. Os dois intrusos na lista são os chineses Shanghai SIPG e Jiangsu Suning, que contrataram os brasileiros Oscar e Alex Teixeira, respectivamente.

Vale lembrar que o calendário do futebol da China é semelhante ao do Brasil, e suas principais competições começam e terminam no mesmo ano. Assim, o mercado de janeiro é o mais importante para as equipes do gigante do Oriente.

A janela de transferências das ligas mais importantes da Europa vai até 31 de janeiro. Portugal permanece com o mercado aberto até 2 de fevereiro. E a China só encerra o período de contratações no dia 28 do próximo mês.

Ou seja, ainda há bastante tempo para novos negócios milionários modificarem esse ranking.

TOP 10 CONTRATAÇÕES DA HISTÓRIA DA JANELA DE JANEIRO

1º – Philippe Coutinho (BRA, 2018, Barcelona): 160 milhões de euros
2º – Virgil van Dijk (HOL, 2018, Liverpool): 84 milhões
3º – Diego Costa (ESP, 2018, Atlético de Madri): 66 milhões
4º – Aymeric Laporte (FRA, 2018, Manchester City): 65 milhões
5º – Christian Pulisic (EUA, 2019, Chelsea): 64 milhões
6º – Pierre-Emerick Aubameyang (GAB, 2018, Arsenal): 63,8 milhões
7º – Oscar (BRA, 2017, Shanghai SIPG): 60 milhões
8º – Fernando Torres (ESP, 2011, Chelsea): 58,5 milhões
9º – Alex Teixeira (BRA, 2016, Jiangsu Suning): 50 milhões
10º – Juan Mata (ESP, 2014, Manchester United): 44,8 milhões

Fonte: Transfermarkt


Mais de Cidadãos do Mundo

Dá para não gostar de Messi? 5 boleiros que já detonaram o argentino
Janela já movimentou R$ 1,5 bi em janeiro; conheça os reforços mais caros
Immobile aproveita férias de Lewandowski e alcança topo da Chuteira de Ouro
Tem quem não goste: 5 personalidades do futebol que já atacaram CR7

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Rafael Reis