PUBLICIDADE
Topo

Lewa quebra recorde e lidera Chuteira de Ouro; Messi entra em perseguição

Rafael Reis

12/11/2019 04h20

Aos 31 anos e vivendo o melhor início de temporada de toda sua carreira, Robert Lewandowski é o novo líder da Chuteira de Ouro.

O centroavante polonês assumiu a liderança do prêmio concedido ao maior artilheiro dos campeonatos nacionais da Europa ao marcar duas vezes na goleada por 4 a 0 aplicada pelo Bayern de Munique sobre o Borussia Dortmund, no sábado.

Crédito: Divulgação

Com isso, o camisa 9 chegou a 16 gols em 11 rodadas no Campeonato Alemão. Na classificação da Chuteira de Ouro, ele tem agora 32 pontos, três a mais que o estoniano Erik Sorga (Flora Tallinn), que vinha ocupando a primeira colocação nos últimos meses.

Para assumir a dianteira do ranking, Lewandowski precisou quebrar um recorde. Nunca na história da Bundesliga, um jogador havia marcado em 11 partidas consecutivas.

O craque do Bayern fez três gols contra o Schalke 04, dois ante Hertha Berlim, Colônia e Dortmund e um nos encontros com Mainz, RB Leipzig, Paderborn, Hoffenheim, Augsburg, Union Berlim e Eintracht Frankfurt.

Além de Lewandowski, outros três jogadores que atuam em alguma das cinco maiores ligas da Europa já aparecem no top 10 da Chuteira de Ouro: o italiano Ciro Immobile (Lazio) é o terceiro, com 28 pontos, o inglês Jaime Vardy (Leicester) e o alemão Timo Werner (Leipzig) dividem a sétima posição, com 22.

Mas talvez a maior ameaça à sua liderança ainda esteja um pouco abaixo na classificação.

Atual tricampeão da Chuteira de Ouro e recordista do prêmio, com seis vitórias (2010, 2012, 2013, 2017, 2018 e 2019), Lionel Messi ainda ocupa o 38º lugar, com 16 pontos. Mas seu crescimento assusta.

Todos os oito gols marcados pelo argentino no Campeonato Espanhol saíram nas últimas cinco rodadas. Só na goleada por 4 a 1 sobre o Celta de Vigo, sábado, o camisa 10 do Barcelona marcou três e subiu mais alguns degraus na perseguição a Lewandowski.

O futebol brasileiro não anda muito bem nesta edição da Chuteira de Ouro. O representante do país pentacampeão mundial mais bem posicionado é o atacante Paulinho, do BK Häcken, da Suécia, que ocupa o 44º lugar, com 15 pontos.

O Brasil não fatura o prêmio desde 2001/02, quando Jardel (Sporting) foi o goleador máximo da temporada. O ex-centroavante de Palmeiras e Grêmio também levantou a taça em 1998/99. Além dele, apenas Ronaldo (1996/97) já colocou o país no lugar mais alto do pódio.

"Blog do Rafael Reis" publica a cada terça-feira uma nova parcial da disputa.

Confira o top 10 da Chuteira de Ouro

1º – Robert Lewandowski (POL, Bayern de Munique) – 32 pontos (16 gols)
2º – Erik Sorga (EST, Flora Tallinn) – 29 pontos (29 gols)
3º – Ciro Immobile (ITA, Lazio) – 28 pontos (14 gols)
4º – Ilia Shrukin (BLR, Energetik-BGU Minks) – 25,5 pontos (17 gols)
5º – Erling Brunt Haaland (NOR, Red Bull Salzburg) – 22,5 pontos (15 gols)
Mohamed Buya Turay (SRL, Djurgardens) – 22,5 pontos (15 gols)
7º – Jamie Vardy (ING, Leicester) – 22 pontos (11 gols)
Timo Werner (ALE, RB Leipzig) – 22 pontos (11 gols)
Tomislav Kis (CRO, Zalgiris Vilnius) – 22 pontos (22 gols)
10º – Kamil Wilczek (POL, Bröndby) – 21 pontos (14 gols)
Muamer Tankovic (SUE, Hammarby) – 21 pontos (14 gols)
Robin Söder (SUE, IFK Gotemburgo) – 21 pontos (14 gols)


Mais de Cidadãos do Mundo

"Triste", Cavani tem chance depois de 70 dias em meio a calvário no PSG
Como carrasco do Palmeiras no Mundial castigou pai de goleador da Champions
5 destaques da Libertadores para seu time contratar no próximo ano
Com longo jejum, ex-corintiano Zizao tem pior ano desde volta à China

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Rafael Reis