Topo

Lewa quebra recorde e lidera Chuteira de Ouro; Messi entra em perseguição

Rafael Reis

12/11/2019 04h20

Aos 31 anos e vivendo o melhor início de temporada de toda sua carreira, Robert Lewandowski é o novo líder da Chuteira de Ouro.

O centroavante polonês assumiu a liderança do prêmio concedido ao maior artilheiro dos campeonatos nacionais da Europa ao marcar duas vezes na goleada por 4 a 0 aplicada pelo Bayern de Munique sobre o Borussia Dortmund, no sábado.

Crédito: Divulgação

Com isso, o camisa 9 chegou a 16 gols em 11 rodadas no Campeonato Alemão. Na classificação da Chuteira de Ouro, ele tem agora 32 pontos, três a mais que o estoniano Erik Sorga (Flora Tallinn), que vinha ocupando a primeira colocação nos últimos meses.

Para assumir a dianteira do ranking, Lewandowski precisou quebrar um recorde. Nunca na história da Bundesliga, um jogador havia marcado em 11 partidas consecutivas.

O craque do Bayern fez três gols contra o Schalke 04, dois ante Hertha Berlim, Colônia e Dortmund e um nos encontros com Mainz, RB Leipzig, Paderborn, Hoffenheim, Augsburg, Union Berlim e Eintracht Frankfurt.

Além de Lewandowski, outros três jogadores que atuam em alguma das cinco maiores ligas da Europa já aparecem no top 10 da Chuteira de Ouro: o italiano Ciro Immobile (Lazio) é o terceiro, com 28 pontos, o inglês Jaime Vardy (Leicester) e o alemão Timo Werner (Leipzig) dividem a sétima posição, com 22.

Mas talvez a maior ameaça à sua liderança ainda esteja um pouco abaixo na classificação.

Atual tricampeão da Chuteira de Ouro e recordista do prêmio, com seis vitórias (2010, 2012, 2013, 2017, 2018 e 2019), Lionel Messi ainda ocupa o 38º lugar, com 16 pontos. Mas seu crescimento assusta.

Todos os oito gols marcados pelo argentino no Campeonato Espanhol saíram nas últimas cinco rodadas. Só na goleada por 4 a 1 sobre o Celta de Vigo, sábado, o camisa 10 do Barcelona marcou três e subiu mais alguns degraus na perseguição a Lewandowski.

O futebol brasileiro não anda muito bem nesta edição da Chuteira de Ouro. O representante do país pentacampeão mundial mais bem posicionado é o atacante Paulinho, do BK Häcken, da Suécia, que ocupa o 44º lugar, com 15 pontos.

O Brasil não fatura o prêmio desde 2001/02, quando Jardel (Sporting) foi o goleador máximo da temporada. O ex-centroavante de Palmeiras e Grêmio também levantou a taça em 1998/99. Além dele, apenas Ronaldo (1996/97) já colocou o país no lugar mais alto do pódio.

"Blog do Rafael Reis" publica a cada terça-feira uma nova parcial da disputa.

Confira o top 10 da Chuteira de Ouro

1º – Robert Lewandowski (POL, Bayern de Munique) – 32 pontos (16 gols)
2º – Erik Sorga (EST, Flora Tallinn) – 29 pontos (29 gols)
3º – Ciro Immobile (ITA, Lazio) – 28 pontos (14 gols)
4º – Ilia Shrukin (BLR, Energetik-BGU Minks) – 25,5 pontos (17 gols)
5º – Erling Brunt Haaland (NOR, Red Bull Salzburg) – 22,5 pontos (15 gols)
Mohamed Buya Turay (SRL, Djurgardens) – 22,5 pontos (15 gols)
7º – Jamie Vardy (ING, Leicester) – 22 pontos (11 gols)
Timo Werner (ALE, RB Leipzig) – 22 pontos (11 gols)
Tomislav Kis (CRO, Zalgiris Vilnius) – 22 pontos (22 gols)
10º – Kamil Wilczek (POL, Bröndby) – 21 pontos (14 gols)
Muamer Tankovic (SUE, Hammarby) – 21 pontos (14 gols)
Robin Söder (SUE, IFK Gotemburgo) – 21 pontos (14 gols)


Mais de Cidadãos do Mundo

"Triste", Cavani tem chance depois de 70 dias em meio a calvário no PSG
Como carrasco do Palmeiras no Mundial castigou pai de goleador da Champions
5 destaques da Libertadores para seu time contratar no próximo ano
Com longo jejum, ex-corintiano Zizao tem pior ano desde volta à China

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Blog do Rafael Reis