PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Para agradar torcida, Boca sonha com Felipão e Felipe Melo para 2020

Rafael Reis

09/11/2019 04h00

Atual vice-campeão da Libertadores e derrotado pelo arquirrival River Plate na semifinal da competição deste ano, o Boca Juniors planeja se tornar um time "mais brasileiro" na próxima temporada.

O tradicional clube argentino tem dois desejos oriundos do futebol pentacampeão mundial para 2020: o técnico Luiz Felipe Scolari e o volante Felipe Melo, um dos principais jogadores do Palmeiras.

Crédito: Getty Images

A dupla tem ampla identificação com a torcida do Boca, que gosta do estilo aguerrido que o treinador emprega em suas equipes e que o meio-campista costuma demonstrar dentro de campo.

O interesse nos brasileiros surgiu, aliás, graças aos torcedores, que há tempos vêm usando as redes sociais para pedir as contratações de Felipão e do volante. Agora, a diretoria decidiu levar a sério essas sugestões.

A ideia de ver o técnico do penta da seleção brasileira em La Bombonera já até apareceu no diário Olé, o principal jornal esportivo da Argentina.

Na semana passada, o colunista Leandro Contento publicou que a diretoria xeneize trabalha com a possibilidade de contratar um estrangeiro para o lugar de Gustavo Alfaro, que irá deixar o clube no fim do ano, e colocou Felipão como um dos favoritos à vaga –o nome de Renato Gaúcho também foi citado.

Scolari foi campeão brasileiro no ano passado com o Palmeiras e está desempregado desde o começo de setembro, quando foi substituído por Mano Menezes no comando da equipe alviverde.

Já o interesse do Boca por Felipe Melo ainda não se tornou tão público assim, mas foi confirmado ao "Blog do Rafael Reis" por uma fonte ligada ao clube argentino.

O volante de 36 anos, que disputou a Copa do Mundo-2010 e já passou por Juventus, Inter de Milão e Galatasaray, defende a equipe paulista há dois anos e meio e recentemente renovou seu contrato até o fim de 2021.

A ideia da sua contratação passa pela possível saída de Ivan Marcone para o exterior. O volante, que é um dos destaques da equipe xeneize, interessa a várias equipes e pode se mandar para o México no próximo ano.

Apesar de não ser algo tão recorrente, o Boca já teve alguns jogadores brasileiros ao longo de sua história. Só neste século, o zagueiro Luiz Alberto, o atacante Iarley e os laterais Jorginho Paulista e Baiano vestiram a tradicional camisa azul e amarela.

O Boca é o quarto colocado na atual temporada do Campeonato Argentino. Nas 12 primeiras rodadas, somou 24 pontos, um a menos que o Argentinos Juniors, líder da competição. Nesta segunda-feira, visita o Vélez Sarsfield, quinto.


Mais de Clubes

7 clubes grandes da Europa que estão passando vergonha nesta temporada
Trocar de técnico vira mania na Europa, e Itália já demite igual o Brasil
Times do Brasil têm abismo com Europa no "padrão City" de posse virar chute
"Gigante adormecido" da França tem melhor defesa da Europa; veja o top 10

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.