Topo

Por onde andam 5 brasileiros que jogaram no Tottenham?

Rafael Reis

07/11/2019 04h20

É difícil contar a história dos principais clubes da Europa sem citar jogadores brasileiros. Afinal, os representantes do futebol pentacampeão mundial vêm há décadas desempenhando papel de destaque no Velho Continente.

Muitos deles foram protagonistas, os caras que brilharam nos momentos mais importantes. Outros tiveram função de coadjuvante, e há até mesmo o grupo de grandes decepções.

Desde agosto e ao longo dos próximos meses, o "Blog do Rafael Reis" está contando essa história.

Semanalmente, mostramos brasileiros de todos os tipos e qualidades que passaram pelos clubes mais poderosos da Europa e também identificaremos o que eles andam fazendo da vida atualmente.

Nesta semana, vamos abordar cinco jogadores tupiniquins que vestiram em algum momento da carreira a camisa do Tottenham. No próximo capítulo, será a vez da Juventus, atual octacampeã italiana.

PAULINHO
Meia
31 anos

Crédito: Sang Tan/AP

Contratado em 2013, chegou ao Tottenham cercado de expectativas pela titularidade na seleção brasileira e pela trajetória de sucesso que havia construído no Corinthians. Só que Paulinho nunca se encontrou na Inglaterra. Com dificuldades de posicionamento (era às vezes escalado como volante e outras, quase como atacante), acabou sendo negociado dois anos mais tarde com o futebol chinês por um valor menor que o da sua contratação. Atualmente, é o principal jogador do Guangzhou Evergrande, líder do campeonato do país mais populoso do mundo, e o segundo colocado na artilharia da competição, com 17 gols.

GOMES
Goleiro
38 anos

Crédito: Susana Vera/Reuters

Brasileiro que mais atuou pelo Tottenham, Gomes vestiu a camisa do clube londrino 135 vezes entre 2008 e 2014. O ex-jogador do Cruzeiro foi titular absoluto da meta dos Spurs nos seus três primeiros anos na Inglaterra, mas depois perdeu espaço e acabou emprestado ao Hoffenheim antes de ser liberado para defender o Watford, clube onde continua até hoje. No final da temporada passada, o goleiro chegou a anunciar que largaria o futebol para ser pastor evangélico. No entanto, acabou renovando o contrato por mais um ano. Banco no Campeonato Inglês, o brasileiro tem atuado nas partidas da Copa da Liga.

SANDRO
Volante
30 anos

Crédito: Getty Images

Um dos precursores brasileiros no Tottenham, o volante viveu bons momentos em White Hart Lane, a antiga casa do clube. Sandro foi contratado em 2010, depois de se destacar no Internacional e nas seleções de base, e teve bastante destaque até sofrer uma grave lesão no joelho e ficar parado durante todo o segundo semestre da temporada 2012/13. O volante nunca mais foi o mesmo depois dessa contusão. Atualmente, tem contrato com o Cagliari, mas está fora dos planos do clube e sequer foi relacionado para alguma partida desta edição do Campeonato Italiano.

GILBERTO
Ex-meia
43 anos

Crédito: Reprodução

Lateral esquerdo de origem e meio-campista na parte final da carreira, Gilberto só passou um ano e meio em Londres e disputou apenas dez partidas pelo Tottenham. O jogador foi contratado em 2008, já com 31 anos, depois de se destacar no Hertha Berlim. No entanto, teve vários problemas físicos que atrapalharam sua evolução na Premier League e acabou liberado para voltar ao Brasil (Cruzeiro). Lembrado até hoje como uma das piores contratações da história do Tottenham, Gilberto está aposentado desde 2014.

RODRIGO DEFENDI
Zagueiro
33 anos

Crédito: Reprodução

O primeiro brasileiro a ser contratado pelo Tottenham jamais disputou uma partida oficial pelo time principal do clube. Defendi foi tirado da base do Cruzeiro e levado à Inglaterra quando tinha apenas 18 anos e nem havia estreado como profissional. Em Londres, atuou apenas pelo time B dos Spurs. Depois, foi emprestado a Udinese e Roma, onde também não teve muitas oportunidades. Com uma carreira quase toda construída no exterior, o defensor ainda continua em atividade. Aos 33 anos, ele é reserva do Estoril Praia na segunda divisão portuguesa.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

"Gabigoal" e nômade são os artilheiros brasileiros na Europa; veja top 10
Coutinho vira "chuta-chuta" na Champions, mas sofre com desespero por gol
7 brasileiros em baixa na Europa para seu time repatriar – Parte 2
Neymar ainda é o rei do drible na Europa; top 10 tem "desconhecidos"

 

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Blog do Rafael Reis