Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

5 destaques da fase de grupos da Libertadores para seu time contratar

Rafael Reis

2014-05-20T19:04:00

14/05/2019 04h00

A fase de grupos da Libertadores-2019 chegou ao fim na semana passada. Dezesseis clubes, seis deles brasileiros, continuam na briga pelo título continental desta temporada e por uma vaga no Mundial de Clubes.

Mas, além do esportivo, a fase de grupos do torneio tem um outro aspecto importante: ela é uma grande vitrine para que jogadores de todos os países do futebol sul-americano consigam exibir seus talentos e descolar transferências.

Como os clubes brasileiros são os poderosos economicamente da zona da Conmebol, é natural que alguns desses destaques acabem desembarcando por aqui.

O "Blog do Rafael Reis" apresenta cinco nomes que brilharam neste início de Libertadores e que seriam ótimos reforços para os times do país pentacampeão mundial no segundo semestre.

BRAYAN ANGULO
Atacante
23 anos
Equatoriano
Emelec (EQU)

Crédito: Divulgação

Se o Emelec conseguiu passar para os mata-matas finais da Libertadores, boa parte da responsabilidade é daquele que é seu principal jogador. Depois que Angulo começou a balançar as redes, o clube equatoriano não perdeu mais na competição. Foram quatro gols na últimas três partidas (empate com Deportivo Lara e vitórias sobre Huracán e Cruzeiro), o suficiente para o time de Guayaquil ficar com o segundo lugar do Grupo B. No começo do ano, o atacante equatoriano chegou a flertar com o Santos. Agora, certamente a lista de interessados no seu futebol ficou bem maior.

PATRICIO RUBIO
Atacante
30 anos
Chileno
Universidad de Concepción (CHI)

Crédito: Divulgação

Apesar da campanha bem abaixo da crítica da Universidad de Concepción, lanterna do Grupo C, o atacante chileno não pode reclamar do seu desempenho na Libertadores-2019. Rubio marcou cinco gols na fase de grupos e é o responsável pela grande atuação individual da competição neste ano, os quatro gols anotados na estreia contra o Sporting Cristal. O centroavante já rodou bastante pelo futebol sul-americano, é experiente e cabe no orçamento mesmo de times menores da primeira divisão brasileira.

NICOLÁS DE LA CRUZ
Meia
21 anos
Uruguaio
River Plate (URU)

Crédito: Getty Images

Irmão do santista Carlos Sánchez, passou boa parte da Libertadores-2018 afastado devido a problemas físicos e assumiu o protagonismo do River Plate nesta temporada. Apesar de também atuar no meio-campo, De la Cruz é um jogador mais ágil que o irmão. Em compensação, não possui a mesma técnica de Sánchez. Como ainda não figura na lista de compras dos grandes clubes da Europa, ainda é um jogador que os times mais endinheirados do Brasil podem cogitar contratar.

IVÁN PIRIS
Lateral direito
30 anos
Paraguaio
Libertad (PAR)

Crédito: Reprodução

Velho conhecido do futebol brasileiro, defendeu o São Paulo entre 2011 e 2012. Piris também teve uma carreira das mais razoáveis na Europa, com passagens por Roma, Sporting e Udinese. Já trintão, virou um dos destaques do Libertad, que deixou o Grêmio para trás e foi o melhor time do Grupo H. O paraguaio é um tipo de lateral que os clubes brasileiros têm dificuldade de encontrar, já que é melhor na marcação do que nos apoios ao ataque.

SANTIAGO ARZAMENDIA
Lateral esquerdo
21 anos
Paraguaio
Cerro Porteño (PAR)

Crédito: Divulgação

O garoto já havia sido um dos destaques do Cerro Porteño na Libertadores de 2018. Neste ano, está repetindo a dose. Na fase de grupos, anotou um gol (contra o Nacional), deu uma assistência (diante do Atlético-MG) e ajudou o Cerro a ser o time não-brasileiro de melhor campanha até o momento na competição. Arzamendia já vem sendo observado há algum tempo por times daqui. Talvez tenha chegado o momento de uma proposta mais polpuda para contratá-lo.


Mais de Cidadãos do Mundo

Na mira de Real e United, inglês gera polêmica por apologia a terroristas
4 astros do futebol mundial que têm (ou já tiveram) affairs com brasileiras
Mesmo em pior temporada da década, CR7 entra no top 10 da Chuteira de Ouro
O craque que peitou Hitler, recusou seleção nazista e morreu 7 meses depois

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis