Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Por onde andam 5 "bad boys" famosos do futebol mundial?

Rafael Reis

09/02/2019 04h00

Entradas maldosas, declarações polêmicas, atitudes incomuns ou que fogem do politicamente correto. O mundo do futebol está cheio de jogadores que não tirariam 10 em uma matéria chamada disciplina.

E, apesar das várias polêmicas em que costumam se meter, muitos deles conseguem construir carreiras de sucesso… ou, pelo menos, tornam-se bastante conhecidos e acompanhados de perto pelos torcedores.

O "Blog do Rafael Reis" apresenta abaixo cinco dos maiores "bad boys" do futebol mundial nos últimos anos e conta o que aconteceu com eles depois de terem deixado a rotina dos grandes clubes do planeta.

MARIO BALOTELLI
Atacante
28 anos
Italiano
Olympique de Marselha (FRA)

Crédito: Andrew Yates/AFP

O atacante italiano já aprontou praticamente de tudo na carreira: jogou dardos em meninos das categorias de base do Manchester City, incendiou o banheiro de sua própria casa, relacionou-se com garotas de programa e perdeu as contas de quantas vezes foi expulso. As confusões minaram a trajetória de um dos mais talentosos jogadores de sua geração. Após um início espetacular na Inter de Milão, Balotelli arranjou mais encrencas do que jogou bola por City, Milan e Liverpool. No Nice, onde jogou de 2016 até janeiro, conseguiu reerguer um pouco sua carreira. Pelo menos, o suficiente para descolar uma transferência ao Olympique de Marselha, onde estreou fazendo gol.

HATEM BEN ARFA
Meia-atacante
31 anos
Francês
Rennes (FRA)

Crédito: Jeff Gross/Getty Images

Outro caso cujo talento acabou desperdiçado pelo comportamento fora de campo, o meia-atacante era o grande nome da seleção francesa campeã europeia sub-17, que contava ainda com Karim Benzema (Real Madrid) e Samir Nasri (ex-Arsenal e Manchester City). O jogador já criticou publicamente Cristiano Ronaldo, José Mourinho, Didier Deschamps e Diego Simeone, além de ter arranjado confusão com a torcida do Lyon, clube onde iniciou a carreira. No PSG, ficou quase um ano e meio sem jogar porque não se entendia com o técnico Unai Emery. Em julho, quando seu contrato enfim acabou, foi embora e assinou com o Rennes.

NIGEL DE JONG
Volante
34 anos
Holandês
Ah-Ahli (QAT)

Crédito: Laurence Griffiths/Getty Images

Ao contrário de Balotelli e Ben Arfa, que construíram a fama de "bad boy" com declarações polêmicas e comportamentos incomuns longe dos gramados, De Jong ganhou o rótulo de "mau" apenas dentro do gramado. O holandês é um daqueles típicos xerifões que não tiram o pé de uma dividida e, de vez quando, exageram na força na hora de disputar a bola com o adversário. A cena mais marcante de sua carreira foi a voadora no peito de Xabi Alonso na decisão da Copa do Mundo-2010. Após mostrar todo seu arsenal no Manchester City e no Milan, o volante joga hoje na liga do Qatar e ainda não foi expulso nenhuma vez em 15 rodadas.

ZLATAN IBRAHIMOVIC
Atacante
37 anos
Sueco
Los Angeles Galaxy (EUA)

Crédito: Oli Scarff/AFP

Um dos maiores atacantes do século, o sueco nunca teve um grande problema comportamental e nem casos importantes de agressões a adversários. Mas, então, o que Ibrahimovic está fazendo em uma lista de "bad boys"? A culpa é de sua língua. O atacante nunca economizou nos autoelogios e sempre se julgou um injustiçado por não aparecer nas eleições de melhor do mundo. Além disso, escreveu uma biografia em que detona Guardiola, Messi e boa parte dos ídolos recentes do Barcelona. Após rodar por gigantes como Juventus, Milan, Inter de Milão, PSG e Manchester United, Ibra vai agora para sua segunda temporada no futebol dos EUA. Na primeira, foi o artilheiro do LA Galaxy, com 22 gols.

JOEY BARTON
Meia
36 anos
Inglês
Técnico do Fleetwood Town (ING)

Crédito: Russel Cheyene/Reuters

Resumido nos últimos anos ao simplista rótulo de "crítico número 1 de Neymar", o ex-meia inglês tem um currículo farto em polêmicas. Ex-jogador do Manchester City e do Olympique de Marselha, Barton foi preso duas vezes, saiu no braço com um companheiro de time durante um treino, apagou um charuto no olho de um menino, foi suspenso por apostas ilegais e ofendeu muita gente em suas redes sociais. Em junho, anunciou sua aposentadoria. Na sequência, foi contratado pelo Fleetwood Town para dirigir o time na terceira divisão inglesa. Com mais metade da temporada já disputada, sua equipe ocupa a décima colocação no campeonato.


Mais de Cidadãos do Mundo

Por onde andam 7 ex-jogadores do Milan que "sumiram"?
Messi é o "garçom" da temporada europeia; veja os top 10 em assistências
Aos 40, Guiñazú tem pulmão de garoto e é motor de adversário do São Paulo
Messi dispara na Chuteira de Ouro, mas ganha companhia de CR7 no pódio

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis