Blog do Rafael Reis

Por onde andam 7 ex-jogadores do Chelsea que “sumiram”?

Rafael Reis

Como está a carreira daquele jogador que já teve seus momentos de glória em um dos grandes clubes do futebol europeu, mas que hoje anda um tanto quanto sumido, vestindo uma camisa menos tradicional e atuando por um campeonato que gera menos repercussão midiática?

É para responder a essa pergunta que o “Blog do Rafael Reis” publica desde o fim de novembro a seção “Por Onde Anda? – Times Internacionais”. Durante as próximas semanas, revelaremos os paradeiros de vários jogadores que estão nessa situação.

Nesta quinta-feira, mostramos os destinos de sete ex-jogadores do Chelsea. Na semana que vem, será a vez de desvendarmos os paradeiros de atletas que passaram pelo Liverpool.

SAMUEL ETO’O
Atacante
37 anos
Camaronês
Qatar SC (QAT)

Crédito: Adrian Dennis/AFP

Eleito o terceiro melhor jogador do planeta em 2005, quando defendia o Barcelona, o superstar africano teve uma rápida passagem pelo Chelsea na temporada 2013/14, que ficou marcada por atritos com o técnico José Mourinho. Longe dos grandes centros desde que deixou a Sampdoria, da Itália, há três anos e meio, Eto’o se transferiu no ano passado para o país-sede da próxima Copa do Mundo. No Qatar SC, tem lutado contra o risco de rebaixamento.

BRANISLAV IVANOVIC
Zagueiro
34 anos
Sérvio
Zenit São Petersburgo (RUS)

Crédito: Glyn Kirk/AFP

O defensor fez sucesso com a camisa azul ao longo de nove temporadas e conquistou três títulos ingleses, além da Liga dos Campeões da Europa de 2012. Forte fisicamente e bom no jogo aéreo, passou a maior parte da sua carreira no Chelsea sendo improvisado na lateral direita, mas raramente comprometeu. Em 2017, foi liberado para retornar à Rússia, país onde já havia atuado no início da carreira. No Zenit, costuma atuar no miolo de zaga e é dono da braçadeira de capitão da equipe.

DEMBA BA
Atacante
33 anos
Senegalês
Shanghai Shenhua (CHN)

Crédito: Darren Staples/Reuters

O centroavante de 1,89 m e músculos de sobra foi contratado pelo Chelsea no começo de 2013, após se destacar pelo Newcastle, mas durou pouco no novo clube. Sem conseguir se firmar em Londres, acabou deixando o futebol inglês para atuar na Turquia. Desde julho, está em sua segunda passagem pelo Shanghai Shenhua, da China. Na última temporada, deixou a desejar e marcou apenas cinco gols em 17 partidas no Oriente.

MARKO MARIN
Meia-atacante
29 anos
Alemão
Estrela Vermelha (SER)

Crédito: Getty Images

Em 2012, quando desembarcou no Chelsea, Marin parecia ser uma grande contratação. O meia-atacante havia brilhado no Werder Bremen, defendia a seleção da Alemanha e era um das grandes apostas do país para o futuro. Mas a passagem pela Inglaterra fez a carreira do jogador desabar. Em 16 jogos com a camisa azul, Marin fez apenas um gol. Após empréstimos de pouco brilho para Sevilla, Fiorentina, Anderlecht e Trabzonspor, o alemão foi liberado em 2016. O meia-atacante ainda defendeu o Olympiakos por duas temporadas antes de se transferir para o futebol sérvio no ano passado.

ORIOL ROMEU
Volante
27 anos
Espanhol
Southampton (ING)

Crédito: Reuters

Cria das categorias de base do Barcelona, foi contratado pelo Chelsea quando havia disputado apenas dois jogos na equipe principal do gigante catalão. Romeu desembarcou na Inglaterra em 2011, auge da admiração global pelo futebol de toques curtos e precisos praticado pelo time então dirigido por Guardiola. Mas, no Chelsea, o volante mostrou que não era tudo isso. Resultado: jogou pouco e foi emprestado duas vezes (Valencia e Stuttgart). Desde 2015,  joga à frente da zaga do Southampton, onde construiu uma carreira sólida, mas sem badalação e destaque internacional.

YURI ZHIRKOV
Meia-atacante
35 anos
Russo
Zenit São Petersburgo (RUS)

Crédito: AFP

Lateral esquerdo de origem, era conhecido pela habilidade e potencial ofensivo quando chegou ao Chelsea, em 2009. A passagem do russo pelos Blues durou duas temporadas, período no qual passou a maior parte do tempo como reserva. Zhirkov voltou a seu país-natal em 2011 e, apesar da idade elevada, ainda é um nome importante do futebol local, tanto que disputou a Copa do Mundo do ano passado.

TAL BEN HAIM
Zagueiro
36 anos
Israelense
Beitar Jerusalem (ISR)

Crédito: Divulgação

É raro ver um jogador israelense atuando em uma equipe do primeiro escalão mundial. Mas, na temporada 2007/08, quando o Chelsea já vinha se consolidando como uma das forças globais, Ben Haim defendeu o clube inglês. A passagem foi discreta. O zagueiro até tinha algumas chances com Mourinho, mas perdeu espaço depois da troca de técnico (Avram Grant assumiu a equipe), reclamou da reserva e foi embora. Em agosto do ano passado, Ben Haim assinou com o Beitar Jerusalem, time que ficou famoso mundialmente nos últimos meses pela decisão de adicionar Trump ao seu nome oficial.


Mais de Cidadãos do Mundo

Argelino desbanca Messi e CR7 para ser artilheiro do mundo em 2018
Relembre 7 jogadores conhecidos que se aposentaram em 2018
Veja 7 nomes especulados para mudar de clube na Europa na janela de janeiro
Por onde andam 7 ex-jogadores do Manchester United que ''sumiram''?