Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Venezuelano que já esteve na mira do Grêmio supera Ibra e vira nº 1 da MLS

Rafael Reis

2025-11-20T18:04:00

25/11/2018 04h00

A MLS (Major League Soccer) conta com uma série de jogadores que fizeram história no primeiro escalão do futebol mundial. O alemão Bastian Schweinsteiger (Chicago Fire) e o espanhol David Villa (New York City) foram campeões mundiais. O sueco Zlatan Ibrahimovic (Los Angeles Galaxy) marcou época no Milan, na Inter de Milão, na Juventus e no Paris Saint-Germain. Já o inglês Wayne Rooney (DC United) é um dos maiores ídolos do Manchester United neste século.

Mas nenhuma dessas estrelas conhecidas globalmente brilhou mais nesta temporada da principal liga profissional de futebol dos Estados Unidos que um atacante venezuelano de 25 anos que por pouco não veio jogar no Brasil.

Crédito: Divulgação/Atlanta United

Josef Martínez é o artilheiro da MLS, com 33 gols, foi eleito o craque da competição em dois dos oito meses da temporada regular e é o favorito para ganhar o prêmio de MVP, o jogador mais valioso da liga.

Neste domingo, contra o New York Red Bulls, o camisa 7 inicia a briga para levar o Atlanta United, franquia que estreou no ano passado, pela primeira vez à decisão do campeonato. Portland Timbers e Sporting Kansas City fazem a outra semifinal (ou final de conferência, como costumam chamar nos EUA).

Nascido em um país que costumeiramente se interessa mais pelo beisebol do que pelo futebol, Martínez virou jogador por influência familiar. Seu pai era goleiro e sua mãe também batia uma bolinha.

Fã do brasileiro Ronaldo, o venezuelano começou a carreira no Caracas, mas precisou ralar bastante até chegar aos EUA e se firmar como ídolo por lá. O atacante jogou durante duas temporadas na Suíça e defendeu por quase três anos o Torino, na Itália, antes de se transferir para o Atlanta.

Foi nessa transição entre o calcio italiano e o soccer norte-americano que Martínez quase veio para no Brasil. No começo de 2016, o Grêmio esteve próximo de anunciar a contratação do jogador. O negócio só não saiu porque o Torino pediu um valor considerado alto demais pelo empréstimo.

Sorte da MLS, que ganhou um ídolo. Na primeira temporada nos EUA, o atacante fez 19 gols e foi o quarto na tabela de artilheiros. Já neste ano, não deu chance para ninguém. Só na temporada regular, meteu 31 bolas nas redes, recorde da história da competição. Nos playoffs, já fez mais dois.

Crédito: Divulgação/Atlanta United

O sucesso tem chamado a atenção de clubes europeus. Na última janela de transferências, Martínez foi especulado no Everton, da Inglaterra, e também recebeu sondagens de times espanhóis e franceses. Novas abordagens devem chegar em janeiro.

Mas, pelo menos por enquanto, o venezuelano tem dito que pretende continuar no Atlanta e fazer (ainda mais) história nos EUA.

O maior campeão da história da MLS é o Los Angeles Galaxy, com cinco títulos (2002, 2005, 2011, 2012 e 2014). Dos quatro semifinalistas desta temporada, só Sporting KC (2000 e 2013) e Portland (2015) já levantaram a taça.


Mais de Cidadãos do Mundo

5 destaques da Libertadores para seu clube contratar no próximo ano
1º negro da história das seleções era filho de escrava e foi 'corinthiano'
Aos 19, Mbappé é melhor na seleção que Messi e Cristiano Ronaldo
Zagueiro do Uruguai que vai enfrentar o Brasil faz faculdade e anda de ônibus

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis