Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Zagueiro do Uruguai que vai enfrentar Brasil faz faculdade e anda de ônibus

Rafael Reis

2015-11-20T18:04:00

15/11/2018 04h00

Uma das caras novas do Uruguai para o amistoso contra o Brasil, nesta sexta-feira, o zagueiro Bruno Méndez, do Montevideo Wanderers, tem uma rotina bastante diferente da maioria dos seus companheiros de seleção.

Enquanto Luis Suárez, Edinson Cavani e Giorgian de Arrascaeta gostam de desfilar com carrões, o defensor de 19 anos anda de transporte público pelas ruas da capital uruguaia, apesar de ter seu próprio veículo.

Além disso, o futebol não é sua única ocupação. O zagueiro concilia a carreira de jogador profissional com a de estudante universitário. Devido à rotina puxada de treinos, precisou largar a faculdade de medicina, mas agora cursa educação física.

"Gosto de ocupar minha mente com algo e, por enquanto, estou gostando do curso. O bom é que agora não preciso mais pedir para meu pai bancar meus estudos, sou eu mesmo quem pago a faculdade", disse, em entrevista ao jornal "El Observador".

O trabalho nos gramados ainda é uma novidade para o jovem jogador. Méndez estreou no time adulto do Wanderers em novembro do ano passado e ainda não chegou a 30 partidas como profissional.

Capitão da seleção sub-20, recebeu sua primeira convocação devido às dificuldades enfrentadas pelo técnico Óscar Tabárez de montar seu sistema defensivo para os jogos da Data Fifa de novembro –também enfrenta a França, na terça.

Os dois tradicionais titulares do miolo de zaga uruguaio, Diego Godín e José María Giménez, ambos do Atlético de Madri, estão machucados. O reserva imediato do setor, Sebastián Coates (Sporting), também.

Assim, Tabárez teve de encher a lista de novidades para a defesa. Além de Méndez, o zagueiro Erick Cabaco (Levante) e o lateral esquerdo Mathias Suárez (Defensor Sporting) nunca jogaram pela seleção e podem estrear contra o Brasil.  Os beques Mauricio Lemos (Sassuolo) e Emiliano Velázquez (Rayo Vallecano) têm só um pouquinho mais de experiência: uma partida cada.

Com exceção do polivalente veterano Martín Cáceres (Lazio), que já tem 31 anos, nenhum outro defensor chamado para o amistoso no Emirates Stadium tem mais de 25 anos. Lemos, Cabaco, Méndez e Suárez ainda são sub-23.

Eliminado pela França nas quartas de final da última Copa do Mundo, o Uruguai não vendo conquistando bons resultados depois da Rússia-2018. Foram duas derrotas, para Coreia do Sul e Japão, e só uma vitória, sobre o México, em três amistosos disputados desde então.


Mais de Cidadãos do Mundo

Garoto de 14 anos já atrai o City, mas precisa ir à escola para poder jogar
Rivais do Brasil, Suárez e Cavani são amigos de infância: verdade ou lenda?
5 destaques da final da Libertadores que devem pintar na Europa em breve
7 promessas de craque que não vingaram no futebol mundial

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis