Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Por onde andam 7 ex-jogadores do Santos que estão no exterior?

Rafael Reis

2027-09-20T18:04:20

27/09/2018 04h20

Como está a carreira daquele jogador que passou por seu time de coração e que hoje defende algum time no exterior, mas não algum daqueles clubes que aparecem quase que semanalmente na TV brasileira, como Barcelona, Manchester City ou Chelsea?

É para responder a essa pergunta que o "Blog do Rafael Reis" publica desde o início do mês a seção "Por Onde Anda? – Times Brasileiros". Durante 12 semanas, vamos revelar os paradeiros de vários jogadores que estão nessa situação.

Hoje, mostramos os destinos de sete ex-jogadores do Santos. Na semana que vem, será a vez de fazermos a mesma coisa com atletas que atuaram no Flamengo.

DIOGO
Atacante
31 anos
Buriram United (TAI)

O jogador, que defendeu o Santos em 2011 e participou da conquista da Libertadores ao lado de Neymar e Ganso, já está em sua quarta temporada no futebol tailandês e é um dos astros do país. Diogo foi campeão nacional em 2015, 2017 e 2018. Também ganhou o posto de craque da competição em seu ano de estreia. Na atual temporada, ostenta a ótima marca de 38 gols em 47 partidas.

GIVA
Atacante
25 anos
Badalona (ESP)

Uma das crias da base santista que tiveram a prioridade de venda negociada com o Barcelona na transferência de Neymar, Giva acabou indo parar mesmo na Espanha. Mas seu destino foi bem menos glamouroso que o gigante da Catalunha. O atacante atualmente disputa a terceira divisão da terra de Xavi e Iniesta pelo modesto Badalona, que tem como adversários Barça B e Valencia Mestalla.

BILL
Atacante
34 anos
Chiangrai United (TAI)

O centroavante, que também passou por Corinthians, Coritiba e Botafogo, entre outros clubes brasileiros, é um dos adversários de Diogo no Campeonato Tailandês. Bill se mudou para o Chiangrai United no meio do ano, após seis meses atuando por uma equipe menor do país, o Ratchaburi Mitr Phol.

PATITO RODRÍGUEZ
Meia-atacante
28 anos
Moreirense (POR)

De passagem apagada pelo Santos, o argentino jogou na Grécia e na Austrália depois de deixar o futebol brasileiro, há dois anos. No final de agosto, transferiu-se para o Moreirense, um time de pouca expressão da primeira divisão portuguesa. Nos primeiros dois jogos pelo novo clube, começou no banco e entrou no segundo tempo.

CICINHO
Lateral direito
29 anos
Ludogorets (BUL)

Foi dono da lateral direita santista entre 2013 e 2015, quando acertou a ida para a Bulgária e sua estreia no futebol europeu. Pelo Ludogorets, Cicinho já conquistou três títulos nacionais e até chegou a disputar duas partidas da fase de grupos da Liga dos Campeões (uma delas, contra o poderoso Paris Saint-Germain).

VLADIMIR HERNÁNDEZ
Meia-atacante
29 anos
Atlético Nacional (COL)

O colombiano defendeu o Santos no ano passado e não deixou muita saudade na torcida. Em janeiro, acabou negociado com o Atlético Nacional e voltou para sua terra natal. O meia-atacante costuma ser titular na maior parte dos jogos do clube de Medellín e foi figura importante na fase de grupos da Libertadores.

BREITNER
Meia
29 anos
Leixões (POR)

Companheiro de Neymar e Ganso nas categorias de base, o venezuelano não teve muitas oportunidades no time adulto e acabou sendo emprestado para várias equipes menores do Brasil antes de se mandar para o exterior, em 2014. Breitner está em sua segunda temporada no Leixões, que disputa a Série B do Campeonato Português.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

Por onde andam 7 ex-jogadores do São Paulo que estão no exterior?
Nova geração faz Brasil ter a maior presença na Champions em 4 anos
Quem é o brasileiro que fez mais gols que Messi e é o artilheiro da Europa?
Por onde andam 7 ex-jogadores do Corinthians que estão no exterior?

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis