PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

Nova geração faz Brasil ter a maior presença na Champions em 4 anos

Rafael Reis

18/09/2018 04h00

Arthur tem 22 anos e foi um dos destaques da Libertadores do ano passado. Na última janela de transferências, trocou o Grêmio pelo Barcelona. Éder Militão é dois anos mais novo e era um dos destaques do São Paulo no atual Campeonato Brasileiro antes de ser negociado com o Porto.

Já Vinícius Júnior acabou de completar 18 anos. Uma das maiores revelações do Flamengo nos últimos tempos, desembarcou na Europa e espera sua primeira chance em um jogo pelo Real Madrid.

O trio de jovens, convocados para a seleção brasileira ou pelo menos observados pelo técnico Tite, estreia nesta temporada na Liga dos Campeões, competição cuja fase de grupos começa nesta terça-feira.

É graças a essa nova geração, que acabou de desembarcar no Velho Continente, que a presença brasileira na Champions será a maior dos últimos quatro anos.

No total, 70 representantes do único futebol pentacampeão mundial estão na disputa do torneio interclubes mais importante e badalado do planeta, três a mais do que na temporada passada.

A lista considera apenas os atletas que ainda são aptos a defender a seleção. Nomes que já disputaram partidas de competição por outros países, como Diego Costa (Atlético de Madri), Mário Fernandes (CSKA Moscou) e Marlos (Shakhtar Donetsk), não entram nessa conta.

A última vez que o Brasil teve mais representantes na Champions foi em 2014, quando 79 jogadores do país foram inscritos no torneio.

Desta vez, 29 dos 32 times da fase de grupos contam com ao menos um compatriota de Pelé, Garrincha e Romário. As únicas exceções são Borussia Dortmund (ALE), Viktoria Plzen (TCH) e Young Boys (SUI).

A equipe com mais jogadores brasileiros não é nenhuma surpresa. O Shakhtar Donetsk conta com nove atletas que podem ser selecionados por Tite, além do meia-atacante Marlos (ex-São Paulo), que se naturalizou ucraniano e hoje veste uma outra camisa amarela.

O crescimento da presença nacional na Champions é reflexo do que aconteceu na última janela de transferências.

Seis dos 16 maiores negócios concretizados durante o verão europeu para 2018/19 envolviam atletas que podem usar o uniforme canarinho. E cinco deles (Alisson, Fred, Fabinho, Vinícius Jr. e Douglas Costa) vão participar do torneio interclubes a partir desta terça.

A nova temporada da Champions vai até o dia 1º de junho do próximo ano. A final será disputada no estádio Wanda Metropolitano, casa do Atlético de Madri. O outro time da capital espanhola, Real Madrid, é o atual tricampeão europeu.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

Por onde andam 7 ex-jogadores do Corinthians que estão no exterior?
Artilheiro, ex-Vasco apela a "jeitinho" por vaga na seleção do Japão
Seleção brasileira de naturalizados vale R$ 1,3 bilhão; conheça o time
Por onde andam 7 ex-jogadores do Palmeiras que estão no exterior?

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.