Blog do Rafael Reis

Arquivo : mercado da bola

Real e Juve gastaram R$ 3,8 bi para montar elencos finalistas da Champions
Comentários Comente

Rafael Reis

Adversários na decisão da Liga dos Campeões da Europa, Real Madrid e Juventus levarão 1,05 bilhão de euros (R$ 3,8 bilhões) ao gramado do Millennium Stadium, em Cardiff, no próximo sábado.

É essa a soma dos investimentos em contratações feitos pelos dois melhores clubes da Europa na temporada 2016/17 para montar seus elencos atuais.

O Real, atual campeão e candidato a se tornar o primeiro time a emendar dois títulos de Champions em 27 anos, gastou mais.

Foram 624 milhões de euros (quase R$ 2,3 bilhões) torrados na chegada de 21 reforços –o restante do grupo dirigido por Zinédine Zidane foi formado em casa e não exigiu compra de direitos econômicos.

Três dos dez jogadores mais caros da história fazem parte do bilionário elenco espanhol: o galês Gareth Bale é o segundo colocado no ranking, o português Cristiano Ronaldo é o terceiro e o colombiano James Rodríguez, um reserva luxo do banco merengue, ocupa o oitavo lugar.

A Juventus, que busca o terceiro título europeu de sua história e o fim de um tabu de 21 anos sem a mais cobiçada taça do futebol mundial, pode até ter gasto menos que o Real. Mas isso não significa que seu investimento tenha sido modesto.

Para montar o elenco mais poderoso da Itália e um dos mais temidos do continente, o clube de Turim abriu os cofres e investiu mais de 424 milhões de euros (aproximadamente R$ 1,5 bilhão).

A Juve também conta com um top 10 das maiores transferências do futebol mundial em todos os tempos: o centroavante argentino Gonzalo Higuaín, quarto colocado no ranking.

Além disso, conta com o goleiro mais caro da história, o capitão e ídolo Gianluigi Buffon, que foi contratado 16 anos atrás por quase 53 milhões de euros (R$ 193 milhões, na conversão atual).

O gasto da Juventus na montagem do seu elenco só não foi maior porque o clube soube aproveitar algumas situações de pechincha no mercado para captar bons jogadores.

O lateral direito brasileiro Daniel Alves e o meia alemão Sami Khedira, dois dos principais nomes do time dirigido por Massimiliano Allegri, chegaram a Turim depois de ficarem sem contrato no Barcelona e no Real Madrid, respectivamente. Ou seja, foram contratações que não obrigaram a Juve a colocar a mão no bolso para pagar por direitos econômicos.

5 REFORÇOS MAIS CAROS DO ELENCO DO REAL MADRID
1º – Gareth Bale – 101 milhões de euros, em 2013
2º – Cristiano Ronaldo – 94 milhões de euros, em 2009
3º – James Rodríguez – 75 milhões de euros, em 2014
4º – Karim Benzema – 35 milhões de euros, em 2009
5º – Danilo – 31,5 milhões de euros, em 2015

5 REFORÇOS MAIS CAROS DO ELENCO DA
1º – Gonzalo Higuaín – 90 milhões de euros, em 2016
2º – Gianluigi Buffon – 52,9 milhões de euros, em 2001
3º – Paulo Dybala – 40 milhões de euros, em 2015
4º – Miralem Pjanic – 32 milhões de euros, em 2016
5º – Alex Sandro, 26 milhões de euros, em 2015


Mais de Clubes

Como o Ajax faturou R$ 1,5 bilhão em 15 anos só com venda de jogadores
– Rival do Real vai levar 1 mi de euros se não vencer jogo do título espanhol
– Manchester City tem pior custo-benefício da temporada; veja ranking
– 9 times que disputam campeonatos nacionais fora dos seus países


5 destaques da fase de grupos da Libertadores para seu time contratar
Comentários Comente

Rafael Reis

A fase de grupos da Libertadores chegou ao fim. Os 16 clubes ainda vivos na disputa do título continental têm agora pouco mais de um mês de descanso até o início dos mata-matas decisivos da competição, em 4 de julho.

É hora de ir às compras e também de tentar assegurar a permanência dos principais jogadores do seu elenco para o segundo semestre.

O “Blog do Rafael Reis” selecionou cinco destaques da fase de grupos da Libertadores que cairiam como uma luva em boa parte dos clubes brasileiros e que seriam reforços muito bem-vindos para o futebol pentacampeão mundial.

DIEGO POLENTA
Zagueiro
Uruguaio
23 anos
Nacional (URU)

Se o Nacional conseguiu avançar de fase na Libertadores, a culpa é de sua defesa, vazada apenas três vezes em seis jogos. E o principal nome do sistema defensivo uruguaio é Diego Polenta. Jogador de destaque nas seleções de base, o zagueiro passou pelo futebol italiano (Bari e Genoa) e está há tempos na mira de clubes brasileiros. Flamengo, Corinthians, Grêmio e Inter já tentaram sua contratação. Os argentinos Boca Juniors e River Plate também estão na lista de interessados.

ALEJANDRO CHUMACERO
Meia
Boliviano
26 anos
The Strongest (BOL)

O artilheiro da Libertadores não é um atacante, mas sim um meia que já andou até jogando como volante. Chumacero, autor de oito gols na competição, é o coração, o cérebro e a alma do The Strongest, segundo colocado do Grupo 2, e divide com a altitude de La Paz os louros por ter classificado o clube boliviano para a reta final do torneio. O camisa 3 já teve uma passagem pelo Brasil, mas não conseguiu emplacar no Sport.

LAUTARO ACOSTA
Meia-atacante
Argentino
29 anos
Lanús (ARG)

Quem marca os gols do Lanús é o veterano José Sand, de 36 anos. Mas o principal nome do líder do Grupo 7 da Libertadores não é o centroavante. Lautaro Acosta é rápido, habilidoso e carrega a experiência de ter atuado no Sevilla, além de convocações para a seleção argentina. É um nome que aumentaria a qualidade dos principais clubes brasileiros e totalmente dentro da realidade financeira deles.

JONATAN ÁLVEZ
Atacante
Uruguaio
28 anos
Barcelona (EQU)

Talvez a maior surpresa da fase de grupos da Libertadores, o Barcelona de Guayaquil conseguiu se classificar em uma chave que tinha um clube brasileiro (Botafogo), outro argentino (Estudiantes) e o atual campeão (Atlético Nacional). E boa parte da responsabilidade pelo feito cabe ao centroavante uruguaio que quase trocou o Barcelona pelo Necaxa no fim do ano passado e já atuou em Portugal (Vitória de Guimarães)

ALEJANDRO SILVA
Lateral direito
Uruguaio
27 anos
Lanús (ARG)

Lateral direito de origem, também pode atuar aberto na linha do meio-campo. E é exatamente nessa função que ele tem se destacado com a camisa do Lanús nesta Libertadores. Ex-jogador de Peñarol e Olimpia (PAR), Silva é um dos bons nomes da equipe argentina e, junto com Acosta, faz o papel de municiar Sand. Para completar: fez um golaço contra o Nacional, na última rodada da fase de grupos.


Mais de Cidadãos do Mundo

Por onde andam os jogadores do Real que impediu Mundial do Vasco em 1998?
Buffon largou casamento para viver com apresentador esportiva de TV
7 aspirantes a craque para acompanhar de perto no Mundial sub-20
Livres para assinar: 7 astros que ficam sem contrato no fim da temporada


Cotado na seleção ucraniana, Marlos sonha virar ídolo em solo brasileiro
Comentários Comente

Rafael Reis

Campeão nacional pelo Shakhtar Donetsk, eleito o melhor jogador do futebol ucraniano no ano passado e na mira de grandes clubes europeus, Marlos já vislumbra um retorno para o Brasil.

Seu projeto é claro. Jogar novamente em seu país, exercer o papel de protagonista de um time de primeiro escalão e se tornar ídolo de uma grande torcida, o que não conseguiu durante os quase três anos em que defendeu o São Paulo.

“Saí para o Leste Europeu muito novo [em 2012, com 23 anos] e nem pensava em voltar para o Brasil. Mas hoje sou um jogador bem mais completo e acho que poderia voltar para ser o líder de uma equipe, seu principal jogador. Esse é um desafio que tenho ainda”, afirmou, por telefone.

Mas esse não é um plano para agora. Há pelo menos duas questões mais urgentes, que Marlos terá de buscar uma definição ao longo dos próximos meses.

A primeira é o convite do técnico Andriy Shevchenko para defender a seleção ucraniana. A proposta foi feita em janeiro, quando o meia-atacante completou cinco anos de residência na Ucrânia, tempo necessário para que a Fifa aceite o processo de naturalização e permita que um jogador defenda um país com o qual não tinha nenhum vínculo anterior.

Segundo Marlos, a questão será discutida com os familiares e amigos mais próximos durante as férias em Curitiba e a resposta será dada assim que ele retornar à Europa para a próxima semana.

A pressa tem uma explicação. Shevchenko quer contar com o astro do Shakhtar na reta final das eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 –os ucranianos ocupam a terceira colocação do Grupo I, com oito pontos, e estão atrás de Croácia e Islândia.

“Todo jogador profissional tem o sonho de jogar pela seleção do seu país. E fico balançado porque jogadores do Shakhtar sempre são convocados pelo Brasil. Mas é muito difícil também ficar esperando e esperando uma convocação. Minha posição é muito concorrida. É uma decisão que não vai ser tomada só por mim, mas pela minha família.”

Outra questão, também bastante urgente, é seu futuro no Shakhtar.  Marlos tem contrato com o atual campeão ucraniano até 2019, mas não esconde de ninguém que prefere se transferir para uma liga mais competitiva a cumprir o acordo até o fim.

Em temporadas anteriores, o brasileiro recebeu sondagens de Tottenham, Borussia Dortmund e Inter de Milão. Os valores oferecidos, no entanto, não agradaram aos ucranianos, que querem pelo menos 25 milhões de euros (R$ 92 milhões) para negociá-lo.

“Tive algumas reuniões e deixei claro que gosto da possibilidade para sair para um outro grande centro. Mas é difícil negociar em cima de valores tão altos, acaba assustando os clubes que querem te contratar. Minha vontade é essa: dar um pulo maior na carreira”, completou.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

7 jogadores brasileiros rebaixados na Europa nesta temporada
– Insubstituível, xará de craque santista busca marca histórica na França
– Menos gol e mais zagueiro: Como D. Luiz se transformou e deu volta por cima
Conheça os brasileiros que podem ser campeões na Europa neste fim de semana


Livres para assinar: 7 astros que ficam sem contrato no fim da temporada
Comentários Comente

Rafael Reis

O clube que quiser contratar uma estrela de primeiro escalão do futebol mundial para a próxima temporada não precisa necessariamente gastar uma fortuna para adquirir os direitos econômicos do jogador.

Vários medalhões com carreira de sucesso na Europa ficam sem contrato no fim de junho e estão livres para negociar o futuro com quem bem entenderem.

Conheça abaixo 7 astros que estão com contrato para vencer e que devem pintar em outro clube depois das férias de meio de ano.

ZLATAN IBRAHIMOVIC
Atacante
Sueco
35 anos
Manchester United (ING)

O centroavante sofreu uma grave lesão de ligamento no joelho direito e só deve retornar ao futebol no próximo ano. Apesar de ter contrato apenas até junho, o sueco receberá assistência médica do Manchester United durante todo o período de recuperação. No entanto, seu futuro após voltar aos gramados é uma grande incógnita: Ibrahimovic pode jogar por mais alguns meses na Inglaterra ou se tornar o novo astro de uma liga em expansão, como a chinesa e a MLS (Major League Soccer), dos EUA.

PEPE
Zagueiro
Português
34 anos
Real Madrid (ESP)

O zagueiro, nascido em Alagoas e que defende a seleção portuguesa desde 2007, decidiu encerrar no final desta temporada sua passagem de dez anos pelo Real Madrid. No final de 2016, quando veio a público que Pepe não renovaria seu contrato, parecia certo que seu destino seria o futebol chinês.  No entanto, o jornal “Marca” publicou na semana passada que o zagueiro deve vestir a camisa da Inter de Milão após as férias.

IKER CASILLAS
Goleiro
Espanhol
35 anos
Porto (POR)

Campeão mundial com a Espanha em 2010 e um dos melhores jogadores de sua posição neste século, o goleiro já falou algumas vezes que pretende estender sua permanência no Porto, mas seu alto salário (algo em torno de 6,5 milhões de euros por ano) dificulta a renovação do contrato. Casillas também tem em mãos uma proposta para defender o Olympique de Marselha e outra para se mudar para os Estados Unidos a partir de julho.

YAYA TOURÉ
Meia
Marfinense
34 anos
Manchester City (ING)

O jogador, que já teve problemas de relacionamento com Pep Guardiola e ficou na geladeira do Manchester City durante parte considerável da temporada, pode até continuar no Etihad Stadium na próxima temporada. Mas, de acordo com a imprensa inglesa, Yaya Touré terá de aceitar uma considerável redução no seu salário se quiser renovar o contrato e permanecer no elenco por mais um ano.

JOHN TERRY
Zagueiro
Inglês
36 anos
Chelsea (ING)

Um dos jogadores mais importantes da história do Chelsea, o capitão deixará o campeão inglês depois de 22 temporadas vestindo a camisa azul. Seu destino ainda está indefinido. Alguns clubes menores da Inglaterra, como Bournemouth e West Bromwich, já manifestaram interesse em contratá-lo. Porto, China e Estados Unidos também são destinos possíveis para Terry.

MARIO BALOTELLI
Atacante
Italiano
26 anos
Nice (FRA)

Após renascer no Nice e levar o clube à classificação para a da Liga dos Campeões da Europa, o atacante italiano não deve permanecer na França na próxima temporada. O rumor do momento é que Balotelli decidiu não renovar contrato com o Nice para se juntar ao elenco do Las Palmas, que disputa o Campeonato Espanhol. De acordo com o jornal “As”, a negociação tem sido intermediada por Kevin-Prince Boateng, jogador que é amigo do italiano desde os tempos de Milan.

JESÚS NAVAS
Atacante
Espanhol
31 anos
Manchester City (ING)

Reserva durante a maior parte da temporada, o ponta direita espanhol ainda negocia com o Manchester City uma extensão contratual para continuar na Inglaterra na próxima temporada. No entanto, Navas também tem em mãos uma proposta para retornar ao Sevilla, clube que o lançou para o futebol e onde jogou até 2013, ano em que o trocou justamente pelo City.


Mais de Cidadãos do Mundo

Pivô de escândalo no Barça, “Messi japonês” estreia aos 15 e causa furor
Por onde andam os jogadores do Milan de 1990, último bicampeão europeu?
Acusação de estupro é mais uma na lista de polêmicas extracampo de CR7
Por onde andam os jogadores do Mazembe que surpreenderam o Inter em 2010?


6 brasileiros que terminam a temporada em baixa e podem retornar ao Brasil
Comentários Comente

Rafael Reis

A pouco menos de um mês do fim da temporada europeia, os clubes do Velho Continente já começaram a analisar o desempenho dos jogadores dos seus elencos para definir quem continua e quem será negociado nos próximos meses.

E suas listas de dispensas (ou de atletas negociáveis) trazem nomes que, apesar de terem deixado a desejar ao longo de 2016/17, cairiam como uma luva na maior parte dos times brasileiros.

Conheça abaixo seis jogadores brasileiros que terminam a temporada em baixa no futebol europeu e poderiam ser reforços de peso para a disputa do Campeonato Brasileiro.

LUCAS
Atacante
24 anos
Paris Saint-Germain (FRA)

Apesar de ser o vice-artilheiro do PSG na temporada, com 16 gols, o ex-jogador do São Paulo perdeu espaço entre os titulares depois do 6 a 1 sofrido ante o Barcelona e foi para o banco do time francês. Ciente da concorrência pesada que enfrenta em sua posição (Di María e Draxler), Lucas pode buscar um novo clube para dar sequência à carreira e tentar voltar à seleção. Flamengo, Fluminense e São Paulo observam de perto sua situação. O Atlético de Madri, também, no entanto está impossibilitado de contratar devido a uma punição dada pela Fifa.

GABIGOL
Atacante
20 anos
Inter de Milão (ITA)

Oito jogos, 153 minutos de futebol e um mísero golzinho. É esse o resumo da primeira temporada de Gabigol na Europa. Apesar de acreditar que uma nova mudança no comando da Inter de Milão, que tanto deseja Diego Simeone, pode lhe dar mais minutos em campo, o ex-atacante do Santos certamente não está contente com sua situação. É bem possível que seu destino seja um empréstimo na próxima temporada. Por que não para um clube brasileiro?

DANILO
Lateral direito
25 anos
Real Madrid (ESP)

O ex-jogador do Santos vive um sonho, o de jogar em um dos maiores clubes do mundo. Por outro lado, esse sonho também é um pesadelo: afinal, nenhum jogador do elenco do Real Madrid é mais criticado pela torcida do que Danilo. Reserva de Carvajal e preterido até do banco de reservas em algumas partidas importantes, como o confronto com o Atlético de Madri, pela semifinal da Champions, o lateral precisa ganhar ritmo de jogo e confiança para ter alguma chance de ser convocado para a Copa-2018.

DOUGLAS
Lateral direito
26 anos
Sporting Gijón (ESP)

Emprestado pelo Barcelona ao Sporting Gijón, o brasileiro não teve uma temporada necessariamente ruim, mas também não apresentou um brilho suficiente para recolocá-lo nos planos do time de Messi, Neymar e Suárez. Pensando na sequência da carreira, Douglas tem duas opções: continuar na Europa e ser emprestado para clubes pequenos até o fim do seu contrato com o Barça, em 2019, ou cavar um retorno para casa, onde poderia defender um time grande e brigar por títulos.

ALISSON
Goleiro
24 anos
Roma (ITA)

Alisson é o goleiro titular da seleção brasileira. Mas, até quando conseguirá manter a posição mesmo sendo reserva da Roma? Em sua temporada de estreia na Europa, o gaúcho disputou apenas partidas válidas por copas nacionais e continentais, ou seja, ainda não estreou no Campeonato Italiano. O ex-jogador do Inter sabe que essa situação é arriscada. Um empréstimo na temporada pré-Copa do Mundo seria muito bem-vindo.

DOUGLAS SANTOS
Lateral esquerdo
23 anos
Hamburgo (ALE)

Titular na conquista do ouro olímpico na Rio-2016, o lateral esquerdo chegou a ter chances na seleção principal antes de trocar o Atlético-MG pelo Hamburgo, em agosto. Na Alemanha, Douglas Santos foi titular absoluto durante toda a primeira metade da temporada, mas não convenceu e foi parar no banco nos últimos meses. Para piorar, seu clube é o antepenúltimo colocado na Bundesliga e corre sério risco de disputar a segunda divisão na próxima temporada.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– Cão de guarda, Casemiro é o recordista de carrinhos no futebol europeu
– Faz falta? Barcelona é 13% melhor sem Neymar nesta temporada
– Para cada gol, futebol brasileiro leva 2 cartões amarelos na Europa
Diego Alves não quer ser “só” o goleiro que pega pênaltis e mira seleção


Precisando de zagueiro? 5 beques brasileiros para seu time buscar na Europa
Comentários Comente

Rafael Reis

Seu time está com problemas defensivos e precisará ir ao mercado em busca de reforços para o setor para a disputa do Campeonato Brasileiro, a partir do próximo mês?

Talvez seja legal ele dar uma olhada para o futebol europeu. Afinal, a valorização do zagueiro brasileiro, puxada pelo sucesso internacional de nomes como Thiago Silva e Marquinhos, fez com que muitos deles tentassem a sorte no exterior nos últimos anos. Só que nem todos conseguiram se firmar.

Listamos abaixo cinco zagueiros brasileiros que atuam hoje nos grandes centros da Europa, já demonstraram potencial, mas não vivem o melhor momento de suas carreiras. Até por isso, talvez estejam dispostos para retornar para casa ainda neste ano.

RHODOLFO
30 anos
Besiktas (TUR)

Vendido em 2015 ao futebol turco, o ex-jogador de São Paulo e Grêmio vinha bem no Besiktas até romper o ligamento do joelho, em fevereiro do ano passado. Desde que voltou, não teve sequência na equipe e passou a ser utilizado com frequência apenas em jogos da Copa da Turquia. Apesar de ainda ter um ano de contrato, deve ser liberado para defender outro clube a partir de junho.

DÓRIA
22 anos
Olympique de Marselha (BRA)

O zagueiro revelado pelo Botafogo e que pintou como uma das grandes revelações do futebol brasileiro há três anos já foi emprestado duas vezes (São Paulo e Granada) desde sua contratação pelo Olympique de Marselha, em setembro de 2014. Na atual temporada, começou como titular, chegou a ser testado na lateral esquerda, mas acabou perdendo espaço e virando reserva. Certamente, não está satisfeito com a situação, o que pode facilitar uma transferência.

LEANDRO CASTÁN
30 anos
Torino (ITA)

O ex-jogador do Corinthians ainda tenta retomar a melhor fase de carreira após uma cirurgia no cérebro que o deixou praticamente um ano parado, entre 2014 e 2015. Vinculado à Roma, Leandro Castán está emprestado desde o início da temporada ao Torino. Apesar de ter sido titular durante a maior parte do Campeonato Italiano, o brasileiro perdeu espaço na equipe depois de uma lesão muscular sofrida em janeiro e passou as últimas rodadas no banco de reservas.

ADERLAN SANTOS
27 anos
Valencia (ESP)

Praticamente desconhecido no futebol brasileiro, fez sucesso no futebol português vestindo a camisa do Braga e acabou contratado dois anos atrás pelo Valencia por 9,5 milhões de euros (R$ 31,6 milhões). Após uma boa temporada de estreia na Espanha, Aderlan afundou com a equipe alvinegra nos últimos meses e disputou apenas 12 partidas em 2016/17.

JARDEL
31 anos
Benfica (POR)

Um dos jogadores mais antigos do elenco do Benfica, defende o clube lisboeta desde 2011 e já foi até cotado para defender a seleção portuguesa. Até a temporada passada, formava com Luisão a dupla de zaga titular da equipe encarnada. No entanto, perdeu espaço nos últimos meses e tem disputado apenas partidas menores, válidas das copas nacionais.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– Não é só na seleção: Como Paulinho virou “homem-gol” na China
– 7 brasileiros que devem “bombar” na próxima janela de transferências
“Rei das estreias”, Pato enfrenta jejum de gols inédito na China
– Neymar sofre recorde de faltas e é o jogador que mais apanha na Europa


7 brasileiros que devem “bombar” na próxima janela de transferências
Comentários Comente

Rafael Reis

A pouco menos de dois meses do encerramento da temporada 2016/17, a imprensa internacional já tem dedicado bastante espaço para as transferências que podem acontecer na próxima janela de transferências.

Que jogadores de primeiro escalão mudarão de clube? Quais serão os reforços mais caros? E as jovens apostas que desembarcarão nos maiores times do planeta e terão a oportunidade da vida? São essas algumas das perguntas que serão respondidas entre o fim de maio e agosto.

Listamos abaixo cinco jogadores brasileiros que devem “bombar” na próxima janela de transferência. Mesmo que acabem não mudando de equipe, certamente irão protagonizar longas negociações a respeito dos seus futuros. E muitas reportagens de “Mercado da Bola”.

PHILIPPE COUTINHO
Meia
24 anos
Liverpool (ING)

Protagonista do Liverpool desde a venda de Luis Suárez para o Barcelona, em 2014, o meia virou titular da seleção brasileira no ano passado e entrou na lista de desejos do clube catalão para a próxima temporada. De acordo com o jornal “Mundo Deportivo”, Neymar vem pedindo constantemente à diretoria a contratação do compatriota e amigo. Coutinho poderia ser um substituto de Iniesta no meio-campo do Barça. Um possível negócio envolvendo o camisa 10 do Liverpool movimentaria pelo menos 70 milhões de euros (R$ 238 milhões).

EDERSON
Goleiro
23 anos
Benfica (POR)

Revelação do gol do Benfica, ganhou a posição do veterano Júlio César durante a temporada, teve atuações de gala na Liga dos Campeões, chegou à seleção brasileira e conquistou Pep Guardiola. Sim, o treinador do Manchester City, incomodado com as atuações abaixo da crítica de Bravo e Caballero, quer ver Ederson vestindo a camisa 1 do clube inglês na próxima temporada. O técnico catalão inclusive já conversou com o arqueiro brasileiro sobre a possibilidade de uma transação.

FELIPE
Zagueiro
27 anos
Porto (POR)

O ex-zagueiro do Corinthians caiu como uma luva no futebol europeu. Logo em sua primeira temporada no exterior, vem ajudando o Porto a ter um dos sistemas defensivos mais sólidos do continente. O resultado desse sucesso não demorou a aparecer. No mês passado, o jornal espanhol “As” publicou que Felipe já tem um acerto verbal para se juntar ao Real Madrid a partir de julho. A proposta enviada ao Porto seria de 30 milhões de euros (R$ 102 milhões).

FABINHO
Volante
23 anos
Monaco (FRA)

Lateral direito de origem e usado como volante por Leonardo Jardim no Monaco, o jogador com passagem pelas categorias de base do Real Madrid é titular absoluto do clube que se tornou sensação da temporada europeia. Fabinho é um dos tantos destaques do Monaco que devem receber propostas valiosas para mudar de ares na próxima temporada. O rumor mais forte é que a Juventus toparia pagar 30 milhões de euros (R$ 102 milhões) para levá-lo para a Itália.

FELIPE ANDERSON
Meia-atacante
23 anos
Lazio (ITA)

Responsável direto pela boa campanha da Lazio, que tem tudo para se classificar para disputar a Liga Europa na próxima temporada, o ex-jogador do Santos é um desejo antigo do Manchester United. No passado, o clube italiano já chegou, inclusive, a recusar uma proposta inglesa de 50 milhões de euros (R$ 170 milhões). Essa história deve ganhar um novo capítulo nos próximos meses.

LUAN
Atacante
24 anos
Grêmio (BRA)

Último integrante do setor ofensivo da seleção que conquistou a inédita medalha de ouro olímpica na Rio-2016 que continua no futebol brasileiro, o atacante do Grêmio é hoje um dos jogadores mais valorizados da América do Sul. Consequentemente, é também um dos mais visados pelos olheiros europeus. Luan já foi citado como alvo de Liverpool, Barcelona e PSG. Até agora, o clube gaúcho o segurou. Por quanto tempo mais conseguirá mantê-lo? Difícil saber.

RAFINHA
Meia
24 anos
Barcelona (ESP)

Titular do Barcelona desde a implantação do esquema com três zagueiros, Rafinha sabe que seu clube deve ir ao mercado na janela de transferências para contratar mais uma estrela que deve devolvê-lo ao banco de reservas. Caso opte por uma mudança de ares para jogar com mais frequência, o brasileiro terá um leque de opções bem interessante em sua frente. Segundo o jornal catalão “Mundo Deportivo”, Juventus, Liverpool e Arsenal gostariam de tê-lo em seus elencos.


 Mais de Brasileiros pelo Mundo

“Rei das estreias”, Pato enfrenta jejum de gols inédito na China
– Neymar sofre recorde de faltas e é o jogador que mais apanha na Europa
– 50% brasileiro, zagueiro da Suíça morou no Rio em busca de “malandragem”
– Atrás de Vágner Love, Neymar está fora do top 100 da Chuteira de Ouro


5 destaques das eliminatórias sul-americanas para seu time contratar
Comentários Comente

Rafael Reis

As eliminatórias da Copa do Mundo são uma competição essencial para as seleções, já que define quais serão os países que participarão do torneio mais importante de futebol do planeta.

Mas o qualificatório também tem sua importância para os clubes. Ele serve para valorizar os jogadores que são convocados para defender suas seleções e expô-los em uma espécie de vitrine para o mercado internacional.

E o que vale para venda também vale para a compra. Ou seja, os times brasileiros podem aproveitar as eliminatórias sul-americanas para observar valores dos países vizinhos e encontrar novos nomes para suas listas de reforços.

Conheça abaixo cinco jogadores que estão fazendo sucesso no qualificatório da Conmebol e que seriam reforços valiosos para os clubes brasileiros.

JOSEF MARTÍNEZ
Atacante
23 anos
Venezuela
Atlanta United (EUA)

Foi-se o tempo em que jogadores venezuelanos eram crus demais para o futebol brasileiro. Hoje em dia, alguns têm nível para atuar nos maiores clubes do país. Sem dúvida, Josef Martínez é um deles. Titular da Venezuela desde os 19 anos, o atacante defendia o Torino (ITA) até fevereiro, quando foi cedido ao Atlanta United. Nos EUA, virou instantaneamente um dos astros da MLS. Nas três primeiras partidas pelo novo time, marcou cinco gols. Martínez chegou a entrar na mira do Grêmio para esta temporada.

FELIPE CAICEDO
Atacante
28 anos
Equador
Espanyol (ESP)

Velho conhecido do torcedor sul-americano, já disputou mais de 60 partidas pela seleção equatoriana, vestiu a camisa do Manchester City e disputou a última Copa do Mundo. É titular do Espanyol, um clube médio da Espanha, e tem contrato até 2019. Tudo isso faz com que sua contratação seja um investimento razoavelmente alto. Mas tem presença de área e capacidade técnica para justificar esse valor.

FIDEL MARTÍNEZ
Atacante
27 anos
Equador
Atlas (MEX)

Apelidado de Neymar equatoriano quando surgiu, nunca conseguiu explodir a ponto de conseguir uma transferência para a Europa. Atua desde 2012 no México, mas costuma ter seus melhores momentos é com camisa da seleção equatoriana. É uma opção interessante para quem precisa de um jogador habilidoso, capaz de atuar pelos lados do ataque, mas também de entrar na área e balançar as redes.

GONZALO JARA
Lateral direito e zagueiro
31 anos
Chile
Universidad de Chile (CHI)

Lembrado pela dedada em Cavani na Copa América-2005, o lateral direito e zagueiro titular da seleção chilena há quase uma década retornou no início do ano passado à América do Sul depois de sete temporadas na Inglaterra e na Alemanha. Aos 31 anos, ainda tem lenha para queimar. Como o poderio financeiro dos clubes brasileiros é bem mais elevado do que o dos chilenos, não deve ser difícil tirá-lo da Universidad de Chile.

ALEJANDRO CHUMACERO
Meia
25 anos
Bolívia
The Strongest (BOL)

Cérebro da seleção boliviana e do Strongest, Chumacero já teve uma experiência no Brasil em 2014, mas não foi bem no Sport. Três anos mais rodado, está pronto para deixar o futebol boliviano outra vez e alçar voos mais altos. Nesta Libertadores, tem dado show. Já marcou seis vezes em cinco aparições pelas fases preliminar e de grupos da competição sul-americana interclubes.


Mais de Cidadãos do Mundo

Por onde andam os jogadores da Itália tetracampeã mundial em 2006?
Que país tem mais técnicos nas eliminatórias da Copa?
Por onde andam os jogadores do Tolima, algoz do Corinthians em 2011?
Revelações: 7 garotos que conquistaram o futebol europeu nesta temporada


Não é só Rooney: China ainda tem 9 vagas abertas para estrangeiros
Comentários Comente

Rafael Reis

A seis dias do fechamento da janela de transferências para a China, o mercado que se tornou a sensação do futebol mundial ainda tem nove vagas abertas para jogadores estrangeiros disputarem sua primeira divisão na próxima temporada.

Isso porque Beijing Guoan, Changchun Yatai, Chongqing Lifan, Guizhou HFZC, Henan Jianye, Jiangsu Suning, Shandong Luneng e Tianjin Quanjian não preencheram a cota de atletas gringos a que têm direito.

Cada clube da primeira divisão chinesa pode inscrever cinco jogadores oriundos de outros países na temporada 2017 da Superliga, sendo que um deles precisa necessariamente ser asiático. Atletas de Hong Kong, Macau e Taiwan são considerados como locais e não ocupam vagas de estrangeiro.

Mas, na hora de ir a campo, apenas três gringos podem ser escalados. E aí, não importa se eles são oriundos da Ásia, ou de qualquer outro continente.

Dos oito clubes que ainda têm vagas abertas para estrangeiro, apenas um, o Shadong Luneng, precisa apenas de um asiático. E pelo menos três possuem poderio financeiro para realizar contratações de impacto na Europa.

O Beijing Guoan, por exemplo, conta com um titular da seleção brasileira, o meia Renato Augusto. O Jiangsu Suning tem Ramires e Alex Teixeira, dois dos reforços mais caros da história do futebol chinês. E o Tianjin Teda conta com Alexandre Pato e Axel Witsel, peça importante da seleção da Bélgica.

Esses três clubes já foram apontados pela imprensa inglesa como possíveis destinos para Wayne Rooney. O craque do Manchester United recebeu uma polpuda proposta salarial de 5 milhões de euros (R$ 16 milhões) mensais para se juntar à Superliga Chinesa ainda nesta janela.

Ainda de acordo com os ingleses, a conclusão do negócio é apenas uma questão de tempo. E o clube que o atacante irá defender pode até ser algum que já tenha completado suas vagas para estrangeiros –nesse caso, um gringo precisaria ser negociado ou afastado do elenco para liberar sua vaga ao astro.

A última vez que a primeira divisão chinesa não preencheu todas as vagas para estrangeiros não asiáticos foi em 2014, quando o Dalian Aerbin usou apenas três jogadores de outros continentes.

Ou seja, os próximos dias devem ser de movimentação intensa no Mercado da Bola do gigante asiático

O Campeonato Chinês começa no dia 3 de março, com o confronto entre Guizhou HFZC e Liaoning Whowin. O Guangzhou Evergrande, time dirigido por Luiz Felipe Scolari, é o atual hexacampeão.


Mais de Clubes

– Igreja Católica é dona da poderosa Juventus de Turim? Verdade ou boato?
– Dependência? Como o Real ”ignora” a seca de gols de CR7 na Champions
– Em três anos, China acumula prejuízo de R$ 2,4 bilhões no Mercado da Bola
– Janela europeia bate recorde e aumenta em 47,7% gastos com reforços


5 brasileiros desempregados no exterior para seu time repatriar
Comentários Comente

Rafael Reis

Seu time ainda está à procura de reforços para este início da temporada? Bem, é bom você saber que há muitos jogadores conhecidos que estão dando mole por aí, disponíveis no mercado.

Alguns deles construíram, ao longo dos últimos anos, suas carreiras longe do Brasil. Mas agora, desempregados, podem estar dispostos a voltar para casa.

Listamos abaixo cinco brasileiros que perderam seus empregos no exterior e poderiam ser repatriados pelo futebol nacional.

JÚLIO BAPTISTA
35 anos
Meia
Último clube: Orlando City (EUA)

Jogador com passagens por Real Madrid, Arsenal e Roma, a cria das categorias de base do São Paulo não teve seu contrato renovado nos Estados Unidos depois de uma temporada em que passou a maior parte do tempo no banco de reservas da equipe do seu velho amigo Kaká. No total, Júlio Baptista disputou 24 partidas pelo Orlando City e fez seis gols. Os números até que não são ruim, mas o brasileiro só foi titular seis vezes ao longo do ano.

MAICON
35 anos
Lateral direito
Último clube: Roma (ITA)

Parado desde maio do ano passado, quando disputou suas últimas partidas pela Roma, o antigo titular da lateral direita da seleção chegou a declarar que pretendia retornar ao futebol brasileiro no segundo semestre de 2016. Mas, até agora, nenhum negócio foi fechado para a repatriação de Maicon. Recentemente, teve seu nome ligado a rumores sobre uma possível ida emergencial para o Barcelona, que perdeu Aleix Vidal por lesão.

LÚCIO
38 anos
Zagueiro
Último clube: FC Goa (IND)

O ex-capitão da seleção brasileira disputou as duas últimas temporadas da Superliga Indiana pelo FC Goa, time dirigido por Zico. Mas a competição, que não tem nem três meses de duração, foi a única atividade física profissional do zagueiro desde a rescisão do contrato com Palmeiras, no primeiro semestre de 2015. É necessário também saber se Lúcio ainda deseja ter uma vida usual de jogador profissional em seu país natal.

ANDERSON PICO
28 anos
Lateral esquerdo
Último clube: Dnipro (UCR)

Jogador com a carreira marcada pela estrutura física pouco comum para um jogador de futebol, o lateral esquerdo deixou o Dnipro após um péssimo segundo semestre na Ucrânia e tem conversado com clubes brasileiros para acertar seu futuro. Anderson Pico já negociou com o Internacional e também com o Atlético-PR. Mas, por enquanto, está na fila dos desempregados.

RONNY
30 anos
Meia
Último clube: Hertha Berlin (ALE)

Revelado pelo Corinthians mais de uma década atrás, irmão do atacante Raffael, do Borussia Mönchengladbach, e conhecido pelos fortes chutes que saem de sua perna esquerda, Ronny está parado desde o fim de sua passagem de seis temporadas pelo Hertha Berlin, da primeira divisão alemã. O jogador, que é lateral esquerdo de origem, chegou a ter um namoro com o futebol do Qatar, mas a relação não foi adiante.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– Napoli usa até drone para tentar eliminar Real da Champions
– Marquinhos vê “melhor temporada da carreira” e pede perfeição contra Barça
– Para robô, Felipe Anderson é o melhor jogador do Italiano
Já pode assinar: 6 reforços para seu time trazer de graça em julho