Topo

Astro de R$ 580 mi vira garoto-propaganda de eleição da namorada na escola

Rafael Reis

12/11/2019 04h00

João Félix veste a camisa 7 do Atlético de Madri, faz companhia a Cristiano Ronaldo no ataque da seleção portuguesa, é o quarto jogador mais caro da história do futebol e está acostumado a fazer campanhas publicitárias para marcas de alcance global, como a Adidas.

Mas a última atuação do atacante como garoto-propaganda foi bem mais modesta. O atleta de 126 milhões de euros (quase R$ 580 milhões) trabalhou gratuitamente como cabo eleitoral em uma eleição para representantes estudantis de uma escola de ensino médio de Portugal.

Crédito: Montagem

Félix gravou e publicou um vídeo em apoio à lista U de candidatos a ocupar à Associação de Estudantes da Escola Secundária Dr. Ginestal Machado, de Santarém.

Mas o que levou um dos jogadores mais promissores do futebol mundial a se meter na política estudantil de um colégio para adolescentes de uma cidade do interior português? O coração, é lógico.

A namorada do astro do Atlético de Madri, a modelo e atriz Margarida Corceiro, acabou de completar 17 anos, estuda na escola e tem o cargo de relações públicas da chapa apoiada pelo atacante.

O jovem casal está junto há apenas dois meses e vem tendo seu cotidiano esmiuçado pela imprensa portuguesa especializada em celebridades.

O site "Flash!", por exemplo, publicou no último domingo que Margarida faltou ao aniversário de 20 anos do namorado por estar curtindo férias no México –suas redes sociais, aliás, não deixam dúvida do seu atual paradeiro.

Félix atualmente se recupera de um entorse no tornozelo, sofrido há pouco mais de 20 dias, que o tirou dos últimos seis compromissos do Atlético. Também por essa razão ele não foi convocado para as partidas de Portugal contra Lituânia e Luxemburgo, neste mês, válidas pelas duas últimas rodadas das eliminatórias da Eurocopa-2020.

A expectativa é que ele retorne aos gramados em cerca de dez dias, logo depois da Data Fifa.

Esta é apenas a segunda temporada do atacante como profissional. Promovido ao time de cima do Benfica em julho do ano passado, ele disputou 43 partidas e marcou 20 gols pelo clube lisboeta antes de ser vendido com o Atleti.

Negociado por um valor recorde para o mercado português e que só ficou abaixo de transações de Neymar, Kylian Mbappé e Philippe Coutinho na escala global, Félix chegou à Espanha com o peso de substituir Antoine Griezmann, que foi ao Barcelona.

Titular absoluto do Atleti nesta temporada, ele impressionou na pré-temporada e vem tendo um ano de estreia razoável no clube colchonero. Em 11 partidas pela equipe de Madri, ele já três marcou vezes.


Mais de Cidadãos do Mundo

"Triste", Cavani tem chance depois de 70 dias em meio a calvário no PSG
Como carrasco do Palmeiras no Mundial castigou pai de goleador da Champions
5 destaques da Libertadores para seu time contratar no próximo ano
Com longo jejum, ex-corintiano Zizao tem pior ano desde volta à China

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Blog do Rafael Reis