Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Por onde andam 7 brasileiros que jogaram no Chelsea?

Rafael Reis

10/10/2019 04h20

É difícil contar a história dos principais clubes da Europa sem citar jogadores brasileiros. Afinal, os representantes do futebol pentacampeão mundial vêm há décadas desempenhando papel de destaque no Velho Continente.

Muitos deles foram protagonistas, os caras que brilharam nos momentos mais importantes. Mas também existiram brasileiros que tiveram função de coadjuvante, e até mesmo aqueles que se tornaram grandes decepções.

Desde agosto e ao longo dos próximos meses, o "Blog do Rafael Reis" vai contar essa história.

Semanalmente, mostramos brasileiros de todos os tipos e qualidades que passaram pelos clubes mais poderosos da Europa e também identificamos o que eles andam fazendo da vida atualmente.

Nesta semana, vamos abordar sete jogadores tupiniquins que vestiram em algum momento da carreira a camisa do Chelsea. Na próxima quinta, será a vez do Arsenal, última equipe a se sagrar campeã inglesa invicta.

OSCAR
Meia
28 anos

Crédito: AP Photo

Figura importante do Chelsea na primeira metade da década, disputou mais de 200 partidas pelo clube e participou da conquista de dois títulos do Campeonato Inglês. Em janeiro de 2017, quando era reserva dos Blues, recebeu uma proposta milionária e se mandou para a China. Oscar já disputou três temporadas pelo Shanghai SIPG e foi campeão nacional no ano passado. Seu contrato com o clube vai até o fim de 2020.

MINEIRO
Ex-meia
44 anos

Crédito: Andrew Winning/Reuters

Contratado a pedido de Luiz Felipe Scolari, o volante campeão mundial pelo São Paulo em 2005 chegou a Stamford Bridge já com 33 anos e teve vida curta por lá. Sua passagem por Londres durou apenas 135 minutos. Foi essa a soma de tempo em que Mineiro permaneceu em campo durante as duas partidas que disputou pela equipe inglesa. Apesar do fracasso no Chelsea, o ex-jogador continuou morando na Europa. Ele se aposentou atuando em uma equipe da quarta divisão alemã e hoje treina uma equipe sub-19 pouco expressiva do futebol germânico.

RAMIRES
Meia
32 anos

Crédito: Reuters

Assim como Oscar, teve trajetória bem interessante no meio-campo do Chelsea e acumulou títulos na Inglaterra (inclusive o da Liga dos Campeões da Europa, conquistado na temporada 2012/2013). Tal qual o compatriota, arriscou-se em uma transferência para a China quando já não vivia os seus melhores dias nos Blues. Ramires ficou três anos no Jiangsu Suning, mas não disputou nem 80 partidas. Em julho, o meia retornou ao Brasil para defender o Palmeiras, onde enfrenta problemas físicos e tem sido pouco aproveitado.

ALEXANDRE PATO
Atacante
30 anos

Crédito: Getty Images

Outro brasileiro que teve passagem inexpressiva por Londres, Pato chegou ao Chelsea em janeiro de 2016, emprestado pelo Corinthians, e foi embora cinco meses depois, com apenas dois jogos e um gol na conta. Ainda teve outra experiência na Europa (Villarreal) antes de deixar o Velho Continente para explorar mercados de menor escalão – atuou na China por duas temporadas antes de retornar ao São Paulo no começo do ano. Em sua nova tentativa de deslanchar no Brasil, o atacante vem tendo dificuldades para ficar em forma e ser escalado.

LUCAS PIAZÓN
Meia-atacante
25 anos

Crédito: Clive Brunskill/Getty Images

Apontado como uma espécie de "novo Kaká" nos tempos em que atuava nas categorias de base do São Paulo, foi negociado com o Chelsea antes mesmo de estrear como profissional. Apesar de ter contrato com o clube desde 2012, Piazón só disputou três partidas com a camisa azul. Em compensação, ele já foi emprestado para sete clubes diferentes. Depois de passar por Málaga, Vitesse, Eintracht Frankfurt, Reading, Fulham e Chievo Verona, o brasileiro está cedido até 2021 ao Rio Ave, equipe pequena da primeira divisão portuguesa, onde tem sido opção de banco.

ALEX
Ex-zagueiro
37 anos

Crédito: Divulgação

Campeão brasileiro com o Santos de 2002 ao lado de Diego e Robinho, o zagueiro é um dos brasileiros mais longevos da história do Chelsea. Alex permaneceu em Londres durante oito temporadas, de 2004 a 2012. É verdade que ficou boa parte desse tempo como opção de banco, mas também teve bons momentos com a camisa azul. Depois que deixou o Chelsea, ainda jogou por dois anos no Paris Saint-Germain e outros dois no Milan, onde se aposentou em 2016.

KENEDY
Meia
23 anos

Crédito: Divulgação

Outro dos brasileiros garimpados pelo Chelsea antes mesmo de estourarem por aqui, o ex-Fluminense teve bem mais oportunidades no time principal que Lucas Piazón. Kenedy fez parte do elenco dos Blues em 2017 e disputou quase 30 jogos pelo clube. O jogador ainda continua vinculado aos ingleses, mas foi emprestado nesta temporada para o Getafe e vem sendo bastante aproveitado nos jogos do Campeonato Espanhol.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

Marquinhos se consolida como volante no PSG e vira problema para seleção
Para reconquistar PSG, Neymar esquece companheiros e aciona "modo fominha"
Por onde andam 7 brasileiros que jogaram no Manchester United?
Gabigol repete no Brasileirão 2019 marca rara de Messi e CR7 no auge

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis