Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Na reta final da carreira, Messi vira roupa e show do Cirque du Soleil

Rafael Reis

07/10/2019 04h00

Lionel Messi tem 32 anos. Há pelo menos 14, figura como um dos principais nomes do futebol mundial. O sucesso e a longevidade atuando em alto nível fizeram do camisa 10 do Barcelona alguém que vai muito além de um mero jogador.

Com seis prêmios de melhor do planeta no currículo (incluindo aí o da temporada passada, conquistado em setembro), o argentino se tornou conhecido até por quem não liga tanto assim para a modalidade. Sua fama transcende as quatro linhas.

Crédito: Divulgação

E é por isso que, só neste ano, o craque já virou tema de uma apresentação do Cirque du Soleil e intensificou seu lado empresário com o lançamento de uma linha de roupas inspiradas nele mesmo.

O espetáculo "Messi10", idealizado pela famosa companhia circense canadense, estreia nesta quinta-feira, em Barcelona, e promete transformar os movimentos que o atacante faz com a bolas nos pés em um show acrobático protagonizado por 48 artistas.

"[A apresentação] conta a história de um jovem com a incansável ambição de superar qualquer obstáculo para se tornar o melhor camisa 10 do mundo. O show explora todos os elementos do seu êxito para criar um universo em que a grandeza é alcançada a partir de cada queda e onde você se levanta a caminho do impossível", diz o material promocional disponibilizado pelo Cirque du Soleil.

"Messi10" terá duração de 90 minutos, o mesmo tempo de uma partida de futebol, e também falará da paixão pela modalidade a partir da trajetória de um seus maiores nomes. O espetáculo ficará em cartaz na Espanha até novembro e entrará em turnê mundial no próximo a ano –já estão marcadas apresentações em Buenos Aires entre junho e julho.

Essa é a primeira vez que o Cirque du Solei constrói um espetáculo em um homenagem a um atleta. A companhia já possui shows contando histórias de personalidades musicias, como Michael Jackson e os Beatles, mas jamais havia entrado no mundo de um grande nome do esporte.

A estreia do show acontece cerca de um mês depois de outra demonstração de como Messi se tornou um popstar. Em setembro, o camisa 10 lançou uma grife de moda masculina inspirada em seus gostos pessoais.

A empreitada está sendo administrada por sua irmã, María Sol, e conta com peças desenhadas pela estilista Virginia Hilfiger, que criou camisetas, polos e moletons usando como base as cores do Barcelona e da seleção argentina.

As peças custam de 55 a 252 euros (entre R$ 245 e R$ 1.122) e podem ser compradas no site da marca e também em um loja física em Barcelona.

"A vida é sobre escolhas, sacrifícios, determinação e trabalho duro. Sou quem sou hoje por causa da união desses fatores, que apareceram ao longo da minha carreira. Estou muito feliz de trazer esses mesmos valores e ambições para minha marca pessoal de roupas", afirmou o atacante.

Apesar de já estar na metade final da carreira, Messi ainda não fala sobre aposentadoria. O astro, que tem enfrentado problemas físicos neste início de temporada, tem contrato com o Barcelona até 2021 e ainda promete jogar no Newell's Old Boys, seu time argentino de coração, antes de pendurar as chuteiras.


Mais de Cidadãos do Mundo

Bananas, macacos e música sobre pênis: como racismo se manifesta no futebol
Não ao Flamengo custou 1 milhão de seguidores a Balotelli, conta brasileiro
Fenômeno do Salzburg usa chuteira até na sauna e quer ser novo Ibrahimovic
Além de Jorge Jesus: 7 técnicos portugueses que você precisa conhecer

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis