Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Lewandowski faz gols como nunca e já vira vice-líder da Chuteira de Ouro

Rafael Reis

24/09/2019 04h20

Robert Lewandowski está com tudo. Autor de nove gols nas cinco primeiras rodadas do Campeonato Alemão, o centroavante do Bayern de Munique vive o melhor início de temporada de sua carreira e já assumiu a vice-liderança da Chuteira de Ouro.

O polonês de 31 anos soma 18 pontos na corrida anual pelo prêmio de maior artilheiro das ligas nacionais da Europa, mesma marca do sueco Muamer Tankovic (Suécia) e do ucraniano Vitalii Kvashuk (Gomel).

Crédito: Divulgação

O trio só está atrás do estoniano Erik Sorga, centroavante do Flora Tallinn, equipe do seu país-natal, que tem 25 pontos e continua com uma vantagem bem confortável na primeira colocação.

Mas Lewandowski tem uma importante vantagem sobre seus rivais diretos pela liderança da Chuteira de Ouro. Enquanto os outros disputam competições que começaram lá no início do ano e já estão na reta final, ele ainda está em começo da temporada.

O centroavante foi às redes em todas as rodadas disputadas até o momento da Bundesliga: foram três gols contra o Schalke 04, dois ante Hertha Berlim e Colônia e um nas partidas contra Mainz e RB Leipzig. Na prática, ele marcou uma vez a cada 48 minutos em campo.

O polonês jamais havia iniciado tão bem um campeonato nacional em sua carreira. Tanto o número de gols quando a sequência de jogos consecutivos marcando são os melhores da sua história pessoal.

Além de Lewandowski, o argentino Sergio Agüero (Manchester City) é o único do top 10 da Chuteira de Ouro que atua em um dos cinco principais torneios nacionais da Europa, aquele em que os gols valem dois pontos.

O artilheiro do Campeonato Inglês ocupa a nona colocação, com 16 pontos, resultado dos oito gols que marcou até o momento.

O argentino Lionel Messi é o atual tricampeão da Chuteira de Ouro. O craque do Barcelona é também o recordista de prêmios de artilheiro da Europa, com seis conquistas (2010, 2012, 2013, 2017, 2018 e 2019).

Na temporada passada, o camisa 10 marcou 36 vezes e acumulou 72 pontos, seis a mais que o francês Kylian Mbappé, do Paris Saint-Germain, que terminou na segunda colocação.

O Brasil não fatura o prêmio desde 2001/2002, quando Jardel (Sporting) foi o goleador máximo da temporada. O ex-centroavante de Palmeiras e Grêmio também levantou a taça em 1998/1999. Além dele, apenas Ronaldo (1996/1997) já colocou o país no lugar mais alto do pódio.

"Blog do Rafael Reis" publica a cada terça-feira uma nova parcial da disputa.

Confira o top 10 da Chuteira de Ouro

1º – Erik Sorga (EST, Flora Tallinn) – 25 pontos (25 gols)
2º – Muamer Tankovic (SUE, Hammarby) – 18 pontos (12 gols)
Robert Lewandowski (POL, Bayern de Munique) – 18 pontos (9 gols)
Vitalii Kvashuk (UCR, Gomel) – 18 pontos (12 gols)
5º – Erling Haaland (NOR, Red Bull Salzburg) – 16,5 pontos (11 gols)
Jordan Larsson (SUE, Norrköping) – 16,5 pontos (11 gols)
Pavel Nekhaychik (BLR, Dynamo Brest) – 16,5 pontos (11 gols)
Robin Söder (SUE, IFK Gotemburgo) – 16,5 pontos (11 gols)
9º – Sergio Agüero (ARG, Manchester City) – 16 pontos (8 gols)
10º – Denis Laptev (BLR, Dínamo Brest) – 15 pontos (10 gols)
Filip Valencic (ESL, Inter Turku) – 15 pontos (15 gols)
Mohamed Buya Turay (SRL, Djurgardens) – 15 pontos (10 gols)
Tarik Elyounoussi (NOR, AIK) – 15 pontos (10 gols)
Torgeir Börven (NOR, Odds BK) – 15 pontos (15 gols)


Mais de Cidadãos do Mundo

Um ano depois, último melhor do mundo enfrenta críticas, jejum e até banco
Van Dijk adiantou parto da filha para não perder estreia na seleção
Como o Newell's se prepara para ser o próximo (e último) time de Messi
Como trio de mentores brasileiros ajudou a "construir" Cristiano Ronaldo

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis