Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

5 empresários que ganharam muito dinheiro nesta janela de transferências

Rafael Reis

31/08/2019 04h00

Engana-se quem pensa que jogadores e clubes são os únicos personagens que movimentam e que lucram com o bilionário mercado global de transferências no futebol.

Boa parte do dinheiro das compras e empréstimos de atletas realizadas ao redor do planeta vão para os bolsos de empresários que existem justamente para intermediar essas negociações.

Alguns desses agentes são verdadeiros popstars da bola, como Jorge Mendes e Mino Raiola, os dois nomes mais conhecidos dessa profissão. Outros preferem ficar no anonimato e raramente dão entrevistas ou são fotografados.

Mas fato é que eles ganham muito dinheiro. De acordo com a Fifa, nos últimos seis anos, os agentes faturaram US$ 2,14 bilhões (quase R$ 9 bilhões) apenas com as comissões recebidas pelas transferências.

O "Blog do Rafael Reis" apresenta abaixo cinco empresários que foram protagonistas da atual janela de transferências e que ganharam uma bela grana com os negócios fechados nos últimos três meses.

JORGE MENDES

Crédito: Reprodução

O megaempresário português, que cuida das carreiras de estrelas do nível de Cristiano Ronaldo, Bernardo Silva e José Mourinho, foi novamente o protagonista da janela de transferências. Mendes usou toda sua influência para convencer o Atlético de Madri a desembolsar 126 milhões de euros (R$ 576 milhões) pelo garoto João Félix, que não tinha nem 50 jogos como profissional, e ganhou 12 milhões de euros (R$ 55 milhões) pela transação. Também descolou "troquinhos" consideráveis com a ida do lateral direito João Cancelo para o Manchester City e com a negociação em definitivo de André Gomes com o Everton. Segundo a revista Forbes, Jorge Mendes já ultrapassou a casa dos 100 milhões de euros (R$ 457 milhões) faturados só com comissões em transferências de jogadores por ele assessorados.

MINO RAIOLA

Crédito: Getty Images

A janela do "dono" do futebol italiano teve momentos tão díspares quanto ter o seu nome gritado pela torcida da Juventus devido à contratação do zagueiro holandês Matthijs de Ligt e sentar com dirigentes do Flamengo para tratar de uma possível vinda de Mario Balotelli ao futebol brasileiro – que acabou não se concretizando. O grande negócio de Raiola em 2019/2020 foi mesmo a transação do novo defensor da Juve, que o deixou 12 milhões de euros (R$ 55 milhões) mais rico. Outras duas transações milionárias também ganharam seu "selo de qualidade": as idas do zagueiro grego Kostas Manolas para o Napoli e do jovem centroavante italiano Moise Kean para o Everton.

STEVEN BECK

Crédito: Divulgação

Apesar de não ter uma carteira tão farta assim de clientes conhecidos, o agente-líder da Triple S Sports, empresa que cuida da carreira de Wayne Rooney, foi o intermediário da principal transação fechada na Inglaterra nesta temporada. Foi Steven Beck quem costurou as longas negociações entre o Manchester United e o Leicester pelo zagueiro Harry Maguire, que terminaram em uma transferência que atingiu a casa dos 87 milhões de euros (aproximadamente R$ 400 milhões), o maior valor já pago por um jogador de defesa em toda a história do futebol mundial.

ALI DURSUN

Crédito: Reprodução

Especialista em jogadores nórdicos, intermediou pelo terceiro ano consecutivo transações para clubes do primeiro escalão europeu. Em 2017, ajudou o zagueiro Viktor Lindelöf a assinar com o Manchester United. No ano seguinte, emplacou o goleiro sueco Robin Olsen na Roma. Agora, com a venda de Frenkie de Jong para o Barcelona, realizou seu maior negócio. Para contar com o meio-campista holandês, um dos destaques do Ajax na última temporada e automaticamente transformando em titular na Catalunha, o clube culé desembolsou 75 milhões de euros (R$ 341 milhões).

MAUD GRIEZMANN

Crédito: Reprodução

A irmã do novo atacante do Barcelona só tem um cliente, mas ele é uma mina de ouro. A longa transação que levou Antoine Griezmann a deixar o Atlético de Madri para jogar no atual campeão espanhol durou anos e acabou com o pagamento da multa rescisória de 120 milhões de euros (R$ 546 milhões). Maud é sobrevivente dos atentados terroristas que mataram 138 pessoas na região metropolitana de Paris em novembro de 2015. Ela estava na boate Bataclan, que foi alvo dos principais ataques coordenados pelo Estado Islâmico.


Mais de Cidadãos do Mundo

7 gringos conhecidos que jogam campeonatos de 2ª divisão nesta temporada
Quem é o garoto de 16 anos que virou o 2º mais jovem a estrear pelo Barça
Os 10 reforços mais caros desta temporada no Campeonato Italiano
7 revelações para serem acompanhadas de perto na temporada europeia

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis