Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Por onde andam 7 ídolos históricos da Juventus?

Rafael Reis

27/06/2019 04h20

Eles já penduraram as chuteiras e abandonaram o futebol profissional. Mesmo assim, continuam sendo amados e idolatrados pelos torcedores dos clubes onde marcaram gols, fizeram defesas milagrosas, conquistaram títulos importantes e escreveram seus nomes na história.

Desde o começo de abril, o "Blog do Rafael Reis" publica semanalmente a seção "Por Onde Andam os ídolos?". Desde então, mostrarmos semanalmente os paradeiros dos maiores nomes de todos os tempos dos times mais importantes do futebol europeu.

Hoje, apresentamos o destino de sete ídolos históricos da Juventus, atual octocampeã italiana. Na próxima semana, será a vez de fazer o mesmo com jogadores que construíram a trajetória do Milan.

ALESSANDRO DEL PIERO
Ex-atacante
44 anos
Italiano

Crédito: Alessandro Garofalo/Reuters

O que dizer de alguém que é, ao mesmo tempo, o recordista de jogos (705) e de gols (290) de um dos clubes mais vitoriosos do planeta? Por tudo isso, Alessandro del Piero é o maior ídolo que a Juventus já teve. O atacante defendeu o clube de Turim durante 19 temporadas e se manteve firme por lá mesmo depois do rebaixamento para a segunda divisão italiana, em 2006. Em 2015, quando largou o futebol, o camisa 10 anunciou que pretendia investir na carreira de técnico. Mas, quatro anos depois, ainda não deu o pontapé inicial para ingressar nesse mundo.

MICHEL PLATINI
Ex-meia-atacante
64 anos
Francês

Crédito: Reprodução

Maior nome do futebol francês antes da aparição de Zinédine Zidane, que também brilhou na Juve, foi o cara da Velha Senhora na década de 1980 e liderou o time na conquista da Liga dos Campeões de 1985 (foi artilheiro da competição e autor do gol do título). Depois de aposentado, treinou a seleção francesa por quatro anos e mergulhou na política esportiva. Entre 2007 e 2015, presidiu a Uefa e integrou o comitê-executivo da Fifa. Na semana passada, foi preso por supostamente ter recebido propina para votar no Qatar como sede da Copa do Mundo-2022.

PAVEL NEDVED
Ex-meia
46 anos
Tcheco

Crédito: Paco Serinelli/AFP

Na primeira década do século 21, o tcheco de cabelos longos e loiros era a garantia de passes precisos e jogadas ofensivas bem trabalhadas pelo lado esquerdo do meio-campo da Juventus. Nedved vestiu a camisa bianconera por oito temporadas, entre 2001 e 2009. Em 2003, foi vice-campeão europeu e ganhou a Bola de Ouro de melhor jogador do mundo, na eleição da France Football. Assim como Del Piero, não pulou fora do barco quando a Juve foi rebaixada. Desde 2015, ocupa a vice-presidência do clube mais vitorioso do futebol italiano.

DINO ZOFF
Ex-goleiro
77 anos
Italiano

Crédito: Getty Images

Se não fosse Gianluigi Buffon, que só não está nesta lista porque continua em atividade nos gramados, certamente seria uma unanimidade como o maior goleiro da história da Juventus. Zoff atuou no clube de Turim durante 11 temporadas e só se aposentou quando já tinha 41 anos e seis títulos italianos no currículo. Zoff voltou à Juve em 1988, cinco anos depois de pendurar as luvas, para dar início à sua carreira de treinador. Depois de trabalhar na Lazio e na seleção italiana, encerrou sua trajetória na função em 2005, quando dirigiu por um semestre a Fiorentina.

ROBERTO BAGGIO
Ex-atacante
52 anos
Italiano

Crédito: Reprodução

Lembrado no Brasil como o homem que isolou sua cobrança de pênaltis na final da Copa-1994 e que deu o tetra para a seleção canarinho, Baggio foi um dos grandes jogadores da história da Juventus. Apesar de só ter ficado cinco anos no clube, está no top 10 dos maiores artilheiros da Velha Senhora em todos os tempos –ocupa a nona colocação, com 115 gols. Aposentado desde 2004, trabalhou entre 2010 e 2013 na seleção italiana e hoje se dedica principalmente a diferentes campanhas de caridade.

GIAMPIERO BONIPERTI
Ex-atacante
90 anos
Italiano

Crédito: Divulgação

O ex-atacante dedicou toda sua carreira à Juventus. Entre 1946 e 1961, foi a maior estrela de um time que conquistou cinco títulos italianos e marcou 179 gols. Durante quatro décadas, Boniperti foi o maior artilheiro da história do clube –hoje, só fica atrás de Del Piero. Em 1981, assumiu a presidência da Juve e montou a equipe que se sagraria campeã europeia quatro anos mais tarde. Também foi eurodeputado pela Itália entre 1994 e 1999. Ainda hoje, é presidente honorário da Velha Senhora.

DAVID TREZEGUET
Ex-atacante
41 anos
Francês

Crédito: Massimo Pinca/AP

Companheiro de Del Pìero e Nedved durante toda a década de 2000, ocupa o quarto lugar no ranking de maior artilheiro da Juventus, com 171 gols, 30 deles marcados em competição europeias. O francês ganhou de vez um posto no rol de ídolos do clube ao optar por permanecer em Turim depois da queda para a segunda divisão. Desde 2015, quando encerrou seu contrato com o Pune City, da Índia, e decidiu se aposentar, trabalha como representante da Juve.


Mais de Cidadãos do Mundo

A história do soldado nazista que se tornou ídolo do City e virou filme
7 técnicos famosos do futebol mundial que estão desempregados
Quem é o fenômeno de 14 anos que fez 46 gols em 25 jogos no Alemão sub-17?
Por onde andam 7 ídolos históricos do Arsenal?

 

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis