PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

Reforço do Barça tem fama de bad boy e história de abusos de álcool e sexo

Rafael Reis

23/01/2019 04h00

Surpreendente reforço do Barcelona para a segunda metade da temporada 2018/19, o atacante ganês Kevin-Prince Boateng acumulou ao longo de 15 anos de carreira como profissional uma longa lista de polêmicas que justifica a fama de "bad boy" que possui no mundo do futebol.

O jogador, que estava no Sassuolo (ITA), tem um histórico de excesso de peso, abusos na vida noturna, problemas físicos em virtude de uma vida sexual agitada e confusões dentro e fora de campo. Além disso, também já se desentendeu publicamente com seu irmão famoso, o zagueiro Jérôme Boateng, do Bayern de Munique.

Crédito: Divulgação

A confusão aconteceu em 2010, quando uma entrada de Prince em Michael Ballack tirou o então capitão da Alemanha da Copa do Mundo. Jérôme, que defende a seleção germânica, criticou o irmão pela imprudência, levou uma resposta atravessada via imprensa, não gostou e cortou relações com ele.

Quando os dois se enfrentaram na fase de grupos do Mundial da África do Sul, o clima estava estremecido. A situação melhorou quatro anos depois, em outro encontro entre os irmãos em uma Copa do Mundo. Hoje, o atacante do Barça e o zagueiro do Bayern são bastante próximos.

Prince e Jérôme são filhos do mesmo pai, um ganês que migrou para a Alemanha antes de eles nascerem, mas possuem mães diferentes. A personalidade deles também tem pouco em comum. Enquanto o defensor faz uma linha mais séria, o irmão mais velho é uma fábrica de confusões e atos de indisciplina.

O próprio jogador admite que cometeu alguns excessos ao longo da carreira. Um deles foi chegar aos 95 kg quando defendia o Tottenham, entre 2007 e 2009, por passar da linha na vida noturna. "Fiquei inchado devido ao excesso de comida e álcool".

Em 2014, protagonizou dois escândalos. Primeiro, foi flagrado fumando no vestiário do Schalke 04 enquanto se preparava para realizar um exame antidoping. Depois, durante a Copa do Mundo do Brasil, brigou com o técnico de Gana e acabou sendo expulso da seleção com a competição em pleno andamento.

Até mesmo a vida sexual do jogador já virou polêmica. Quando o atacante defendia o Milan, sua esposa, a italiana Melissa Satta, chegou a afirmar que o motivo das inúmeras lesões sofridas pelo marido era a fartura de relações que eles costumavam ter. "Acredito que a razão para ele estar sempre machucado é que fazemos sexo de sete a dez vezes por semana", disse a modelo, ao site da rede de TV "Supersport".

Boateng foi anunciado na segunda-feira como reforço do Barça. Emprestado pelo Sassuolo, ele ficará na Catalunha até o fim da temporada. Se quiser manter o ganês por mais tempo, o líder do Campeonato Espanhol terá de desembolsar 8 milhões de euros (R$ 34 milhões).

O novo companheiro de Lionel Messi e Luis Suárez é volante de origem, mas foi se transformando em um jogador de frente com o passar do tempo. Aos 31 anos, já defendeu nove clubes diferentes, entre eles Milan, Schalke 04 e Borussia Dortmund. Em nenhum deles, estabeleceu-se como artilheiro –tem menos de 70 gols em toda a carreira.


Mais de Cidadãos do Mundo

7 promessas o Sul-Americano sub-20 que já jogam no futebol europeu
Por onde andam 7 ex-jogadores do Arsenal que "sumiram"?
7 promessas do Sul-Americano sub-20 para seu time contratar antes da Europa
Salah e Suárez entram no top 10 da Chuteira de Ouro; Messi amplia liderança

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.