Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Por onde andam 7 ex-jogadores do Arsenal que "sumiram"?

Rafael Reis

17/01/2019 04h05

Como está a carreira daquele jogador que já teve seus momentos de glória em um dos grandes clubes do futebol europeu, mas que hoje anda um tanto quanto sumido, vestindo uma camisa menos tradicional e atuando por um campeonato que gera menos repercussão midiática?

É para responder a essa pergunta que o "Blog do Rafael Reis" publica desde o fim de novembro a seção "Por Onde Anda? – Times Internacionais". Durante as próximas semanas, revelaremos os paradeiros de vários jogadores que estão nessa situação.

Nesta quinta-feira, mostramos os destinos de sete ex-jogadores do Arsenal. Na semana que vem, será a vez de desvendarmos os paradeiros de atletas que passaram pelo Tottenham.

LUKAS PODOLSKI
Atacante
33 anos
Alemão
Vissel Kobe (JAP)

Crédito: Reuters

Campeão mundial com a Alemanha na Copa-2014, o atacante não fez durante as três temporadas em que defendeu o Arsenal nem metade do sucesso que obteve com a camisa da Alemanha. Desde 2017, Podolski atua no futebol japonês. No Vissel Kobe, usa o número 10, é capitão da equipe e divide o gramado com outro astro, o meia espanhol Andrés Iniesta. Apesar de já estar na reta final da carreira, o jogador vem falando nas últimas semanas sobre um possível retorno para o futebol alemão.

MATHIEU FLAMINI
Volante
34 anos
Francês
Getafe (ESP)

Crédito: Ian Kington/AFP

O meio-campista francês, que se tornou bilionário graças a uma empresa bioquímica de desenvolvimento sustentável, passou a maior parte da sua carreira no Arsenal. Após defender o clube por sete anos, divididos entre duas passagens, Flamini agora joga na Espanha. O volante, que foi dispensado pelo Getafe no fim da temporada passada, acabou recontratado pelo clube no mês passado, mas tem ficado no banco nos compromissos mais importantes.

NICKLAS BENDTNER
Atacante
31 anos
Dinamarquês
Rosenborg (NOR)

Crédito: Paul Gilham/Getty Images

Apesar do jeitão um tanto quanto grosso dentro de campo e da falta de refinamento técnico, o centroavante grandalhão até que viveu bons momentos no Arsenal e chegou a cair nas graças de parte da torcida que o viu defender o clube durante nove temporadas. Já em um novo estágio da carreira, Bendtner decidiu retornar para a Escandinávia em 2017 e, desde então, atua na Noruega. Em seu primeiro ano pelo Rosenborg, foi campeão nacional e artilheiro da competição. No segundo, conquistou novamente o título, mas sofreu com um jejum de gols.

JACK WILSHERE
Meia
27 anos
Inglês
West Ham (ING)

Crédito: Bulent Kilic/AFP

Garoto de ouro das categorias de base do Arsenal na década passada, foi promovido ao time principal em 2008 e parecia que se transformaria em um craque de nível mundial. Mas o excesso de contusões e os problemas comportamentais minaram o desenvolvimento da carreira de Wilshere, que deixou definitivamente o Emirates Stadium no fim da temporada passada. O destino do meia foi o West Ham. Mas sua história por lá não tem sido muito diferente: fez apenas cinco partidas, teve de passar por duas cirurgia no tornozelo e não deve mais atuar nesta temporada.

JOEL CAMPBELL
Meia-atacante
26 anos
Costarriquenho
Frosinone (ITA)

Crédito: Getty Images

Uma das várias apostas do técnico Arsène Wenger que não deram certo, o costarriquenho permaneceu vinculado ao Arsenal durante sete temporadas, mas fez apenas 40 partidas pelo clube e marcou míseros quatro gols. Campbell foi emprestado para seis clubes diferentes no período, mas também não chegou a brilhar em nenhum deles. Resultado: ao término do seu contrato com os ingleses, no fim da temporada passada, acabou assinando com o nanico Frosinone, penúltimo colocado do Campeonato Italiano, onde tem sido reserva.

JOHAN DJOUROU
Zagueiro
31 anos
Suíço
SPAL (ITA)

Crédito: AP

Contratado pelo Arsenal quando ainda estava nas categorias de base, passou a maior parte das oito temporadas em que esteve no time principal sentado no banco de reservas, emprestado ou atuando em partidas menores. Em 2014, deixou a Inglaterra para tentar a sorte no Hamburgo, da Alemanha. Três anos depois, mudou-se para a Turquia (Antalyaspor). Agora, está em sua primeira temporada na Itália, mas tem jogado pouco no SPAL.

MATHIEU DEBUCHY
Lateral direito
33 anos
Francês
Saint-Étienne (FRA)

Crédito: Divulgação

Trazido do Newcastle em 2014, teve um início promissor no Arsenal até emendar duas graves lesões (de tornozelo e ombro) que o tiraram de ação por cerca de cinco meses. Depois, Debuchy nunca mais foi mesmo. Ele permaneceu contratado do clube até o meio da temporada passada, mas passou a maior parte do tempo no departamento médico. O lateral só recuperou o ritmo de jogo depois de ser negociado com o Saint-Étienne, há um ano.


Mais de Cidadãos do Mundo

Salah e Suárez entram no top 10 da Chuteira de Ouro; Messi amplia liderança
Por que a janela de transferências na Europa está tão fria?
Janela já movimentou R$ 1,8 bi em reforços; Flamengo está no top 10
Por onde andam 7 ex-jogadores do Liverpool que "sumiram"?

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis