Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Penta, Messi deixa brasileiro para trás e vira líder da Chuteira de Ouro

Rafael Reis

09/01/2019 08h09

Maior vencedor da história da Chuteira de Ouro, o argentino Lionel Messi assumiu mais uma vez a liderança do prêmio que é entregue a cada temporada ao artilheiro máximo das ligas nacionais da Europa.

Com o gol marcado na vitória por 2 a 1 sobre o Getafe, domingo, o astro do Barcelona chegou a 16 bolas no Campeonato Espanhol e a 32 pontos na classificação dos maiores goleadores do Velho Continente em 2018/19.

Crédito: Divulgação

Com isso, deixou para trás Liliu, que defende o Nömme Kalju, da Estônia, e liderava a corrida pelo prêmio desde setembro. O atacante brasileiro tem 31 pontos, mas já encerrou sua participação na temporada, uma vez que disputa uma competição que começa a termina no mesmo ano.

Messi, por outro lado, vive grande momento e tem tudo para continuar somando valiosos pontos até maio. O craque marcou sete vezes nas últimas quatro rodadas do Espanhol e não passa em branco em uma partida desde o início do mês passado.

No momento, a maior ameaça ao hexa do argentino na Chutreira de Ouro é o senegalês Mbaye Diagne, artilheiro do Campeonato Turco pelo Kasimpasa.

O centroavante de 1,93 m tem até mais gols que o camisa 10 do Barça (20), mas ocupa apenas o terceiro lugar no prêmio, com 30 pontos, por atuar em uma liga de peso menor –apenas Inglaterra, Espanha, Itália, França e Alemanha dão dois pontos para cada tento anotado.

Além de Messi, outros nomes importantes do futebol mundial que aparecem no top 10 da Chuteira de Ouro são Cristiano Ronaldo, Pierre-Emerick Aubameyang e Harry Kane, que dividem a sétima posição.

Principal nome do futebol brasileiro na atualidade, Neymar, do Paris Saint-Germain, não faz parte desse grupo. O atacante ocupa somente o 25º lugar, com 22 pontos.

O Brasil não fatura o prêmio desde 2001/02, quando Jardel (Sporting) foi o goleador máximo da temporada. O ex-centroavante de Palmeiras e Grêmio também levantou a taça em 1998/99. Além dele, apenas Ronaldo (1996/97) já colocou o país no lugar mais alto do pódio.

Messi é o recordista histórico da Chuteira de Ouro e já levou o prêmio cinco vezes para casa: 2010, 2012, 2013, 2017 e 2018. Na última temporada, marcou 34 gols no Espanhol e acumulou 68 pontos no ranking.

"Blog do Rafael Reis" publica a cada terça-feira uma nova parcial da disputa. Nesta semana, excepcionalmente, o texto sobre o prêmio foi publicado na quarta.

Confira o top 10 da Chuteira de Ouro

1º – Lionel Messi (ARG, Barcelona) – 32 pontos (16 gols)
2º – Liliu (BRA, Nömme Kalju) – 31 pontos (31 gols)
3º – Mbaye Diagne (SEN, Kasimpasa) – 30 pontos (20 gols)
Zakaria Beglarishvili (GEO, Flora Tallinn) – 30 pontos (30 gols)
Paulinho (BRA, BK Häcken) – 30 pontos (20 gols)
6º – Patrick Hoban (IRL, Dundalk) – 29 pontos (29 gols)
7º – Cristiano Ronaldo (POR, Juventus) – 28 pontos (14 gols)
Pierre-Emerick Aubameyang (GAB, Arsenal) – 28 pontos (14 gols)
Harry Kane (ING, Tottenham) – 28 pontos (14 gols)
10º – Nikolay Komlichenko (RUS, Mladá Boleslav) – 27 pontos (18 gols)
Robert Skov (DIN, Copenhague) – 27 pontos (18 gols)
Linus Hallenius (SUE, Sundsvall) – 27 pontos (18 gols)
Roman Debelko (UCR, Levadia) – 27 pontos (27 gols)


Mais de Cidadãos do Mundo

As 10 transferências mais caras da história da janela de janeiro
Como zagueiro de R$ 336 milhões ficou barato para o Liverpool
7 estrelas em fim de contrato que já podem assinar com um novo time
7 garotos do futebol mundial que merecem sua atenção em 2019

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis