Blog do Rafael Reis

Penta, Messi deixa brasileiro para trás e vira líder da Chuteira de Ouro

Rafael Reis

Maior vencedor da história da Chuteira de Ouro, o argentino Lionel Messi assumiu mais uma vez a liderança do prêmio que é entregue a cada temporada ao artilheiro máximo das ligas nacionais da Europa.

Com o gol marcado na vitória por 2 a 1 sobre o Getafe, domingo, o astro do Barcelona chegou a 16 bolas no Campeonato Espanhol e a 32 pontos na classificação dos maiores goleadores do Velho Continente em 2018/19.

Crédito: Divulgação

Com isso, deixou para trás Liliu, que defende o Nömme Kalju, da Estônia, e liderava a corrida pelo prêmio desde setembro. O atacante brasileiro tem 31 pontos, mas já encerrou sua participação na temporada, uma vez que disputa uma competição que começa a termina no mesmo ano.

Messi, por outro lado, vive grande momento e tem tudo para continuar somando valiosos pontos até maio. O craque marcou sete vezes nas últimas quatro rodadas do Espanhol e não passa em branco em uma partida desde o início do mês passado.

No momento, a maior ameaça ao hexa do argentino na Chutreira de Ouro é o senegalês Mbaye Diagne, artilheiro do Campeonato Turco pelo Kasimpasa.

O centroavante de 1,93 m tem até mais gols que o camisa 10 do Barça (20), mas ocupa apenas o terceiro lugar no prêmio, com 30 pontos, por atuar em uma liga de peso menor –apenas Inglaterra, Espanha, Itália, França e Alemanha dão dois pontos para cada tento anotado.

Além de Messi, outros nomes importantes do futebol mundial que aparecem no top 10 da Chuteira de Ouro são Cristiano Ronaldo, Pierre-Emerick Aubameyang e Harry Kane, que dividem a sétima posição.

Principal nome do futebol brasileiro na atualidade, Neymar, do Paris Saint-Germain, não faz parte desse grupo. O atacante ocupa somente o 25º lugar, com 22 pontos.

O Brasil não fatura o prêmio desde 2001/02, quando Jardel (Sporting) foi o goleador máximo da temporada. O ex-centroavante de Palmeiras e Grêmio também levantou a taça em 1998/99. Além dele, apenas Ronaldo (1996/97) já colocou o país no lugar mais alto do pódio.

Messi é o recordista histórico da Chuteira de Ouro e já levou o prêmio cinco vezes para casa: 2010, 2012, 2013, 2017 e 2018. Na última temporada, marcou 34 gols no Espanhol e acumulou 68 pontos no ranking.

“Blog do Rafael Reis” publica a cada terça-feira uma nova parcial da disputa. Nesta semana, excepcionalmente, o texto sobre o prêmio foi publicado na quarta.

Confira o top 10 da Chuteira de Ouro

1º – Lionel Messi (ARG, Barcelona) – 32 pontos (16 gols)
2º – Liliu (BRA, Nömme Kalju) – 31 pontos (31 gols)
3º – Mbaye Diagne (SEN, Kasimpasa) – 30 pontos (20 gols)
Zakaria Beglarishvili (GEO, Flora Tallinn) – 30 pontos (30 gols)
Paulinho (BRA, BK Häcken) – 30 pontos (20 gols)
6º – Patrick Hoban (IRL, Dundalk) – 29 pontos (29 gols)
7º – Cristiano Ronaldo (POR, Juventus) – 28 pontos (14 gols)
Pierre-Emerick Aubameyang (GAB, Arsenal) – 28 pontos (14 gols)
Harry Kane (ING, Tottenham) – 28 pontos (14 gols)
10º – Nikolay Komlichenko (RUS, Mladá Boleslav) – 27 pontos (18 gols)
Robert Skov (DIN, Copenhague) – 27 pontos (18 gols)
Linus Hallenius (SUE, Sundsvall) – 27 pontos (18 gols)
Roman Debelko (UCR, Levadia) – 27 pontos (27 gols)


Mais de Cidadãos do Mundo

As 10 transferências mais caras da história da janela de janeiro
Como zagueiro de R$ 336 milhões ficou barato para o Liverpool
7 estrelas em fim de contrato que já podem assinar com um novo time
7 garotos do futebol mundial que merecem sua atenção em 2019