Blog do Rafael Reis

Fenômeno da França, Mbappé supera início de carreira de Messi e CR7

Rafael Reis

Aos 19 anos, seis meses e 20 dias, Kylian Mbappé tem nesta terça-feira a missão mais importante de sua curta carreira como jogador profissional de futebol: conduzir a França a uma final de Copa do Mundo depois de 12 anos.

Mas engana-se quem pensa que o confronto com a Bélgica, em São Petersburgo, pela semifinal da Rússia-2018, é responsabilidade demais para um garoto tão jovem.

Fenômeno de precocidade, o atacante do Paris Saint-Germain tem um início de trajetória que supera até mesmo os começos de carreira de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, os craques que bipolarizam a modalidade há uma década.

O Mbappé atual tem números bem melhores do que o português e o argentino ostentavam quando tinham a idade do jovem astro da seleção francesa e davam seus primeiros passos rumo ao Olimpo da Bola.

Em 124 jogos como profissional, camisa 10 soma 55 gols e 37 assistências. As médias de 0,44 bola na rede e 0,3 passe para gol por partida são suficientes para deixar qualquer um de queixo caído.

Quando tinha 19 anos, Messi até se aproximava da média de gols de Mbappé (0,36 por jogo), só que seu número de assistências era bem inferior ao do novo astro do futebol francês (0,17).

Já Cristiano Ronaldo tinha números bem distantes daqueles que o consagrariam como um vencedor de cinco eleições de melhor do mundo: 0,13 gols por partida e 0,14 assistência a cada 90 minutos.

Mas não é só na quantidade de gols e passes precisos que Mbappé supera o início de carreira da dupla de craques. Praticamente tudo aconteceu antes com ele.

O francês disputou sua primeira partida como profissional aos 16 anos, 11 meses e 12 dias (empate por 1 a 1 entre Monaco e Caen, em dezembro de 2015). Messi e CR7 só fizeram suas estreias em jogos oficiais depois de completar o 17º adversário.

O primeiro gol também saiu mais depressa para Mbappé. O atacante estreou como artilheiro aos 17 anos e dois meses (vitória por 3 a 1 do Monaco sobre o Troyes). O português demorou seis meses mais para marcar, e o argentino, oito.

O sucesso na Liga dos Campeões também chegou antes para o camisa 10 da seleção da França. Seu primeiro gol na Champions saiu aos 18 anos e 2 meses (derrota por 5 a 3 do Monaco contra o City). Messi deixou sua marca no torneio continental com 18 anos e 4 meses. CR7, com 20 anos e seis meses.

O trio estreou por suas respectivas seleções com a mesma idade (18 anos), mas Mbappé também se sobressai na largada. No primeiro ano e meio jogando pela França, ele marcou sete vezes, mesmo desempenho de CR7 por Portugal. No mesmo período, Messi só fez dois gols pela Argentina.

Mas a principal vantagem do atacante sobre os dois grandes astros do futebol mundial no século 21 pode ser construída ao longo desta semana.

Mbappé pode conquistar a Copa do Mundo ainda como adolescente, algo que Messi e Cristiano Ronaldo ainda não conseguiram nem como trintões. Será que estamos vendo uma passagem de bastão?

AOS 19 ANOS

Kylian Mbappé
124 jogos
55 gols (0,44 por partida)
37 assistências (0,3 por partida)

Lionel Messi
83 jogos
30 gols (0,36 por partida)
14 assistências (0,17 por partida)

Cristiano Ronaldo
71 jogos
9 gols (0,13 por partida)
10 assistências (0,14 por partida)


Mais de Cidadãos do Mundo

Como técnico foi de segundo pior da história a ídolo russo em 3 semanas
Fora da fase final, África ''emplaca'' um time inteiro nas quartas
Não é só futebol… Bélgica tem atleta com MBA e goleiro formado em política
Parece o Brasil: Êxodo de adolescentes moldou ''geração belga''