Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Atlético fatura R$ 1,3 bi com desmanche e caminha para recorde mundial

Rafael Reis

26/07/2019 04h00

Em meio à maior revolução no seu elenco já realizada durante toda a "era Diego Simeone", que teve início em 2011, o Atlético de Madri está prestes a bater um recorde no Mercado da Bola.

Os colchoneros podem se transformar nas próximas semanas no clube da história do futebol mundial que mais arrecadou com negociações de jogadores em uma única janela de transferências.

Crédito: Susana Vera/Reuters

A equipe da capital espanhola já faturou 311,1 milhões de euros (R$ 1,3 bilhão) com vendas de atletas neste mercado, menos apenas que os 318,4 milhões de euros (R$ 1,4 bilhão) recebidos pelo Monaco na temporada passada.

Isso significa que basta apenas mais uma negociação na casa dos 7,3 milhões de euros (R$ 31,6 milhões) para o Atlético 2019/20 entrar para a história como o maior vendedor de todos os tempos.

O desmanche colchonero atingiu vários dos principais nomes da equipe de Simeone nesta década. Diego Godín, Antoine Griezmann, Filipe Luís e Juanfran, ídolos históricos do clube, foram embora, assim como Lucas Hernández e Rodri, jovens destaques do elenco.

O curioso é que nenhum deles saiu por decisão da diretoria. Griezmann (Barcelona), Lucas Hernández (Bayern de Munique) e Rodri (Manchester City) tiveram pagas suas multas rescisórias pelos clubes que irão defender a partir desta temporada.

Já Godín (Inter de Milão), Filipe Luís (Flamengo) e Juanfran (ainda sem time) decidiram mudar de ares ao fim dos seus contratos. Ou seja, protagonizaram transações em que o Atleti não recebeu nenhum centavo.

As únicas vendas consentidas do clube espanhol foram as de jogadores que já estavam emprestados para outras agremiações e não faziam parte dos planos de Simeone: Gelson Martins assinou com o Monaco, Luciano Vietto foi para o Sporting e Bernard Mensah fechou com o Kayserispor.

Apesar do maior faturamento com vendas de sua história, o Atlético registra na atual janela de transferências um lucro de "apenas" 67,6 milhões de euros (R$ 292,8 milhões).

Isso porque o clube gastou a maior parte da verba arrecadada no Mercado da Bola na busca por peças de reposição para os protagonistas que decidiram deixar o Wanda Metropolitano.

Até agora, foram nove contratações, que custaram juntas 243,5 milhões de euros (R$ 1 bilhão). Mais da metade desse valor (126 milhões de euros, ou R$ 545,8 milhões) foi investido em um único jogador, o atacante português João Félix, o atleta mais caro do planeta nesta janela.

Além do garoto ex-Benfica, a equipe espanhola se reforçou também com os brasileiros Felipe e Renan Lodi, o volante Marcos Llorente, o lateral direito Kieran Trippier, o zagueiro Mario Hermoso, o meia Héctor Herrera e os atacantes Ivan Saponjic e Nicolás Ibañez.

O Atleti ainda tem mais de um mês para superar o Monaco e quebrar o recorde de faturamento. A janela de transferências no futebol espanhol e na maioria das principais ligas nacionais da Europa vai até o dia 2 de setembro.

AS VENDAS DO ATLÉTICO DE MADRI NESTA TEMPORADA

Antoine Griezmann (A, FRA, Barcelona) – 120 milhões de euros
Lucas Hernández (LE, FRA, Bayern de Munique) – 80 milhões de euros
Rodri (V, ESP, Manchester City) – 70 milhões de euros
Gelson Martins (MA, POR, Monaco) – 30 milhões de euros
Luciano Vietto (A, ARG, Sporting) – 7,5 milhões de euros
Bernard Mensah (M, GAN, Kayserispor) – 3,6 milhões de euros
Diego Godín (Z, URU, Inter de Milão) – sem custo
Filipe Luís (LE, BRA, Flamengo) – sem custo
André Moreira (G, POR, Belenenses) – sem custo
Juanfran (LD, ESP) – a definir
TOTAL ARRECADADO: 311,1 milhões de euros


Mais de Clubes

– Mercado da Bola já movimentou R$ 19,9 bi; veja os 10 clubes mais gastões
– Compras e vendas: o que mudou nos times para a fase final da Libertadores?
– Descubra as vendas mais caras da história dos maiores clubes da Europa
– Maior gastão da Inglaterra acabou de subir e bateu recorde com brasileiro

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis