Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Com 1 vitória em 6 meses, time inglês é o pior da Europa; veja top 10

Rafael Reis

2022-05-20T19:04:20

22/05/2019 04h20

O que dizer de um time que só venceu um jogo nos últimos seis meses, passou quase dois terços do campeonato nacional que disputa na lanterna e teve como artilheiro da temporada um jogador que fez míseros quatro gols?

No caso do Huddersfield Town, a resposta para essa pergunta é simples. Basta falar que ele foi o pior time do primeiro escalão do futebol europeu em 2018/19.

Crédito: Divulgação

O último colocado da Premier League teve a pior campanha dentre todos os participantes da primeira divisão dos sete países de melhores ligas nacionais do Velho Continente (Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha, França, Rússia e Portugal, de acordo com ranking da Uefa).

Durante toda a temporada, o Huddersfield disputou 40 jogos oficiais, 38 pelo Campeonato Inglês, um na Copa da Inglaterra e outro na Copa da Liga Inglesa. Seu desempenho no período foi assustador: três vitórias, sete empates e 30 derrotas.

Eliminado logo de cara nas duas competições em formato mata-mata que participou, a equipe somou apenas 16 dos 120 pontos possíveis. Na prática, isso significa um aproveitamento de só 13,3%.

A marca é bem inferior à de qualquer outro time do primeiro escalão europeu na atual temporada. Quem mais se aproxima do seu desempenho é o Chievo, da Itália, com 18,8% de aproveitamento. O Nuremberg, da Alemanha, terceiro no ranking, conquistou 20,7% dos pontos que estiveram em jogo.

A equipe, que até chegou a ser três vezes campeã inglesa na década de 1920, estava em sua segunda temporada consecutiva na primeira divisão e terminou a competição com 16 pontos. Desde 2008, quando o Derby County, somou só 11 pontos, a Premier League não tinha um participante com desempenho tão baixo.

Durante a atual temporada, o Huddersfield teve dois técnicos. O norte-americano David Wagner ficou até meados de janeiro, quando foi demitido para a contratação do alemão Jan Siewert.

Foi durante a nova gestão que o time viveu a maior parte do seu período mais crítico. Do começo de dezembro até o encerramento de 2018/19, o time só venceu uma partida (em fevereiro, contra o Wolverhampton) e chegou a ter 15 derrotas em uma sequência de 16 jogos.

Os gols também se tornaram uma raridade para a equipe inglesa. Foram só 22 em 40 partidas, média de 0,55 por partida (menor do que a de vários jogadores isoladamente). Apenas 11 dos seus atletas balançaram as redes. Com quatro tentos, o centroavante Karlan Grant foi seu artilheiro.

Por tudo isso, não havia como o Huddesfield escapar do rebaixamento e nem mesmo da lanterna do Campeonato Inglês. Só não precisava ser com a pior campanha do primeiro escalão da Europa.

AS 10 PIORES CAMPANHAS DA TEMPORADA EUROPEIA

Huffersfield Town (ING) – 13,3% de aproveitamento
Chievo (ITA) – 18,8%
Nuremberg (ALE) – 20,7%
Frosinone (ITA) – 21%
Hannover (ALE) – 22,2%
Yenisey (RUS) – 24,7%
Fulham (ING) – 25,4%
Anzhi (RUS) – 25,5%
Stuttgart (ALE) – 26,7%
Nacional (POR) – 27,4%


Mais de Clubes

– O dia em que o Tottenham "declarou guerra" à Inglaterra por causa de Hitler
– 
Ajax, City e mais: conheça todos os campeões nacionais já definidos de 2019
– Bi do Inglês, City tem melhor aproveitamento da Europa; veja o top 10
– Um ano após Copa, Campeonato Russo tem maior público da história

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis