Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Um ano após Copa, Campeonato Russo tem maior público da história

Rafael Reis

11/05/2019 04h00

A realização da Copa do Mundo-2018 fez a Rússia se apaixonar pelo futebol. Dez meses depois do encerramento da competição, os estádios do maior país do planeta continuam cheios e estão batendo recordes de público.

A temporada 2018/19 do Campeonato Russo já entrou para história como a de maior média de público da história da competição, que é disputada desde 1992, um ano depois da dissolução da União Soviética.

Crédito: Divulgação

Mais de 3,6 milhões de torcedores foram aos estádios para acompanhar in loco as primeiras 27 rodadas do campeonato. Em média, isso significa 16.606 pessoas em cada um dos 216 jogos disputados até o momento.

Pode parecer pouco quando comparado às marcas das ligas nacionais do primeiro escalão europeu, como Alemão (43.308), Inglês (38.192) e Espanhol (26.934), mas esses números nunca haviam sido atingidos antes pelo futebol russo.

O recorde anterior era o da temporada passada, que registrou média de 13.956 espectadores por jogo. Ou seja, em um ano, a presença nos estádios do país cresceu 19%. Desde 2014, o salto é de 37,7%.

O fenômeno não é exclusividade russo. Os países que sediaram as três edições anteriores da Copa, Brasil (2014), África do Sul (2010) e Alemanha (2006), também tiveram expressivos ganhos de público em seus campeonatos nacionais depois de receberem o Mundial.

A Rússia gastou o equivalente a R$ 14 bilhões na construção de nove estádios e nas reformas de outras três arenas.

Dos 12 espaços que serviram como palco de jogos da Copa-2018, apenas seis estão sendo usados com frequência nas partidas da primeira divisão. Outros cinco costumam receber partidas da segundona.

O estádio Luzhniki, que recebeu a abertura e a final do Mundial, é justamente aquele que menos tem sido aproveitado. Com capacidade para receber até 81 mil pessoas, ele não costuma abrigar jogos do Campeonato Russo, apenas compromissos da seleção russa e algumas partidas da Liga dos Campeões.

Para ter uma agenda de eventos mais recheada e não virar um "elefante branco", completa seu calendário com shows e festivais de música. Nos próximos meses, estão previstas apresentações de Bon Jovi, Muse e Metallica na arena que viu a França ser bicampeã mundial.

A três rodadas do fim desta edição do Russo, o Zenit São Petersburgo já assegurou o sexto título nacional de sua história. Por enquanto, Lokomotiv Moscou e Krasnodar estão ficando com as outras duas vagas do país para a próxima edição da Champions League.

OS CAMPEÕES DE BILHETERIA NA RÚSSIA (2018/19)

1 – Zenit São Petersburgo – 46.492 torcedores/jogo
2 – Spartak Moscou – 31.327
3 – Rostov – 30.709
4 – Krasnodar – 24.507
5 – CSKA Moscou – 19.343


Mais de Clubes

– Surpreendente, Torino tem defesa menos vazada da Europa; veja o top 10
– 
Em 10 anos, Ajax fatura R$ 1,8 bi com revelações e povoa "meia Europa"
– A um passo de final, Ajax tem o melhor ataque da Europa; veja o top 10
– Como Ajax montou time semifinalista da Champions gastando nem "meio Neymar"

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Blog do Rafael Reis