PUBLICIDADE
Topo

"Hulk" do futebol já fez gol no Liverpool e virou astro graças aos músculos

Rafael Reis

01/03/2019 04h00

Adebayo Akinfenwa chama a atenção em todos os gramados onde pisa. Afinal, não é todo dia que se vê uma montanha de 102 kg de músculos distribuídos por "apenas" 1,85 m correndo atrás de uma bola. E, o mais impressionante, fazendo gols.

Assim como no MMA, onde o iraniano Sajad Gharibi e o brasileiro Romário dos Santos Alves disputam esse apelido, o futebol também tem a sua versão do "Hulk".

Crédito: Reprodução

E o atacante de 36 anos e origem nigeriana que defende há três temporadas o Wycombe Wanderers é famoso, mais famoso do que qualquer um dos seus adversários na terceira divisão inglesa.

O corpanzil incomum no futebol fez de Akinfenwa uma celebridade. Sua conta no Instagram tem um 1 milhão de seguidores, até dez vezes mais do que boa parte dos jogadores de times menores da Premier League, a elite da Inglaterra. Já no Twitter, ele é acompanhado por cerca de 205 mil pessoas.

O atacante também é uma espécie de "xodó" da EA Sports, responsável pelos jogos da franquia Fifa, e costuma aparecer em vários eventos promocionais do game desde que foi "descoberto" pela empresa, em 2014.

Crédito: Reprodução

Até a semana passada, o centroavante inglês era o atleta mais forte do game, com 97 nesse atributo. No entanto, nos últimos dias, foi ultrapassado pela atualização do francês Sébastien Haller, que tem brilhado nesta temporada pelo Eintracht Frankfurt e passou a ser avaliado como 98 nesse quesito.

A vida de celebridade incomum para um jogador de terceira divisão permite que suas contas nas redes sociais sejam frequentadas por alguns figurões conhecidos mundialmente.

Em seu Instagram, Akinfenwa exibe fotos ao lado do meia belga Kevin de Bruyne (Manchester City) e dos brasileiros Kaká e Cafu, campeões mundiais na Copa-2002.

Mas, apesar de ficar em segundo plano para a maioria dos seus fãs, a carreira nos gramados do atacante também tem momentos importantes. O "Hulk" do futebol já foi eleito quatro vezes o melhor jogador do ano em diferentes clubes por onde passou.

Crédito: Reprodução

Na temporada passada, Akinfenwa marcou 18 gols e foi o principal destaque da campanha que levou o Wycombe de volta à terceira divisão. Ao longo da carreira como profissional, ele já balançou as redes quase 200 vezes.

Uma delas, contra o Liverpool. Em 2015, o atacante anotou o gol do Wimbledon na derrota por 2 a 1 ante os Reds, em partida válida pela Copa da Inglaterra. Foi essa uma das poucas vezes em que o jogador se aproximou da elite… pelo menos, dentro das quatro linhas.

O "Hulk" do futebol começou a carreira nas categorias de base do Watford, mas se profissionalizou na Lituânia. Depois de passar por Gales e retornar à Inglaterra, ficou sempre rodando entre as terceira e quarta divisões. E nunca foi além disso.

Crédito: Reprodução


Mais de Cidadãos do Mundo

Por onde andam 7 ex-jogadores do Napoli que sumiram?
Reforços à vista: 7 caras novas da temporada 2019 do Campeonato Chinês
CR7 vacila e perde contato com Messi e Mbappé na briga por Chuteira de Ouro
7 negócios já fechados para a próxima janela de transferências

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Rafael Reis