Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Por que Marcelo foi parar no banco de reservas do Real Madrid?

Rafael Reis

31/01/2019 04h00

Marcelo defende o Real Madrid há 12 anos, é o vice-capitão da equipe, já levantou quatro títulos da Liga dos Campeões da Europa e foi eleito o melhor lateral esquerdo do mundo pela FifPro, o sindicato dos jogadores profissionais, nas últimas quatro temporadas.

Mas nem esse currículo farto em êxitos individuais e coletivos foi suficiente para conquistar o técnico Santiago Solari.

Crédito: Denis Doyle/Getty Images

Com o argentino no comando do Real, o estrelado jogador brasileiro virou figurinha carimbada no banco do atual tricampeão europeu e tem tido cada vez menos tempo em campo para mostrar seu futebol.

O camisa 12 foi reserva nas últimas três apresentações da equipe no Campeonato Espanhol. Contra Betis e Sevilla, ele nem foi utilizado. Já na vitória por 4 a 2 sobre o Espanyol, no último domingo, só entrou quando faltavam 12 minutos para o fim.

Marcelo só tem sido titular na Copa do Rei, competição na qual Solari costuma poupar alguns dos seus principais astros. Ele começou jogando a partida contra o Girona, pelas quartas de final, na semana passada, e pode ter nova chance no confronto de volta, nesta quinta-feira.

E quem barrou o astro brasileiro do time nem foi uma outra grande estrela do futebol mundial. Sergio Reguilón, que assumiu a titularidade da lateral esquerda, é cria das categorias de base do Real, tem só 21 anos e está em seu primeiro ano na equipe principal –antes, jogou pelo Castilla e foi emprestado ao Logroñés.

O garoto ganhou espaço porque Marcelo estava longe de repetir suas melhores atuações. Ao longo da temporada, o brasileiro cometeu várias falhas defensivas que comprometeram a equipe espanhola e perdeu a confiança de Solari.

A torcida merengue também cansou da já histórica deficiência na marcação do camisa 12. O lateral foi vaiado algumas vezes no Santiago Bernabéu nos últimos meses: a maior chuva de críticas veio na derrota por 2 a 0 para a Real Sociedad, no começo do mês, quando errou no primeiro gol do time visitante.

De acordo com o jornal espanhol "As", o relacionamento de Marcelo com Solari está longe de ser dos melhores. Os problemas físicos enfrentados pelo jogador na temporada e um suposto excesso de peso também não tem ajudado o brasileiro, assim como sua proximidade com Cristiano Ronaldo, principal estrela do Real até o meio do ano passado.

A amizade com o craque português é vista como uma espécie de atalho para uma possível saída do lateral para a Juventus, onde refaria a vitoriosa dupla com o camisa 7. Essa incerteza sobre o futuro do lateral é outro motivo que faz o treinador argentino não depositar suas fichas nele e preferir dar mais cancha para Reguilón.

O Real é apenas o terceiro colocado no Espanhol e soma 39 pontos depois de 21 rodadas. A desvantagem em relação ao seu arquirrival, Barcelona, líder da competição, já é de dez pontos.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

Gabriel Jesus renasce no Manchester City em 2019, mas só contra "nanicos"
5 brasileiros que foram contratados por times europeus, mas nunca jogaram
Efetivado como titular, Vinícius Jr. vira "dono" do ataque do Real em 2019
Zaga brasileira do Porto vira sensação na Europa, mas não deve durar muito

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis