Blog do Rafael Reis

Por onde andam 7 ex-jogadores do Real Madrid que “sumiram”?

Rafael Reis

Como está a carreira daquele jogador que já teve seus momentos de glória em um dos grandes clubes do futebol europeu, mas que hoje anda um tanto quanto sumido, vestindo uma camisa menos tradicional e atuando por um campeonato que gera menos repercussão midiática?

É para responder a essa pergunta que o “Blog do Rafael Reis” publica desde o fim de novembro a seção “Por Onde Anda? – Times Brasileiros”. Durante as próximas semanas, revelaremos os paradeiros de vários jogadores que estão nessa situação.

Nesta quinta-feira, mostramos os destinos de sete ex-jogadores do Real Madrid. Na semana que vem, será a vez de desvendarmos os paradeiros de atletas que passaram pelo Atlético de Madri.

PEPE
Zagueiro
35 anos
Português
Besiktas (TUR)

Crédito: Javier Soriano/AFP Photo

O alagoano que se naturalizou português e formou com Sergio Ramos uma das duplas de zaga mais vencedoras da história do Real Madrid deixou a Espanha no ano passado para buscar novos ares na reta final de sua carreira. Hoje, Pepe é uma das maiores estrelas do Campeonato Turco e lidera a defesa do Besiktas, um dos grandes do país. Só que na atual temporada, o time do zagueiro tem deixado a desejar: é só o terceiro colocado na liga e está seis pontos atrás do líder, Basaksehir.

FÁBIO COENTRÃO
Lateral esquerdo
30 anos
Português
Rio Ave (POR)

Crédito: Getty Images

Em seus primeiros dias de Real, o lateral português chegou a colocar Marcelo no banco de reservas. Mas o sucesso de Coentrão durou pouco. Com sérias deficiências defensivas, o jogador foi perdendo espaço na equipe espanhola e acabou emprestado para Monaco e Sporting. Sem conseguir recuperar o bom futebol, foi liberado no começo da temporada para defender o nanico Rio Ave, onde tem atuado como meia-atacante pela direita.

JESÉ
Meia-atacante
25 anos
Espanhol
Paris Saint-Germain (FRA)

Crédito: Javier Soriano/AFP Photo

Pouca gente se lembra, mas o jogador que surgiu muito bem no Real no começo da década e desandou depois de uma cirurgia no joelho ainda faz parte do elenco do PSG. Jesé foi contratado pelos franceses em 2016, mas disputou apenas 14 partidas. Após empréstimos para Las Palmas e Stoke City, voltou para o clube. Só que Jesé não está nos planos do técnico Thomas Tuchel, tanto que não foi inscrito na Liga dos Campeões e nem relacionado para nenhum jogo oficial desta temporada.

EMMANUEL ADEBAYOR
Atacante
34 anos
Togolês
Basaksehir (TUR)

Crédito: Efe

O centroavante ficou pouco tempo na Espanha, apenas o primeiro semestre de 2011, quando foi emprestado pelo Manchester City ao Real. Hoje em dia, o togolês, que passou a maior parte da carreira na Premier League inglesa, faz sucesso na Turquia. Adebayor é uma das estrelas do Basaksehir, nova força do futebol do país, líder do campeonato nacional e que conta também com Gael Clichy (ex-City e Arsenal) e Arda Turan (ex-Barcelona e Atlético de Madri).

NURI SAHIN
Volante
30 anos
Turco
Werder Bremen (ALE)

Crédito: Angel Martinez/Getty Images

Considerado uma das maiores promessas do futebol europeu entre o fim da década passada e o começo da atual, foi contratado pelo Real em 2011, mas não deu muito certo por lá. Após um retorno ao Borussia Dortmund, clube que o revelou, Sahin se mudou no começo desta temporada para o Werder Bremen, onde tem conseguido manter uma sequência interessante de boas atuações.

ÁLVARO NEGREDO
Atacante
31 anos
Espanhol
Al-Nasr (EAU)

Crédito: AFP/Getty Images

Campeão europeu pela Espanha em 2012, o centroavante fez mais sucesso no Valencia e no Sevilla do que propriamente no Real, onde desembarcou no final das categorias de base e teve poucas oportunidades no time principal. Até a temporada passada, Negredo atuava na Turquia. Mas, em setembro, decidiu ir para o Oriente Médio e atuar no Al-Nasr, uma das equipes mais poderosas dos Emirados Árabes.

ROYSTON DRENTHE
Meia
31 anos
Holandês
Sparta Roterdã (HOL)

Crédito: Pierre-Philippe Marcou/AFP

Aos 20 anos, Drenthe já vestia a tradicional camisa do Real Madrid e jogava ao lado de Sergio Ramos, Marcelo e Fabio Cannavaro. Pérola do futebol holandês, aliava técnica e força física. Só que essas características foram insuficientes para mantê-lo jogando em alto nível. O meia se afundou, chegou a jogar nos Emirados Árabes e, dois anos atrás, anunciou a aposentadoria para tentar viver da música. Como a carreira de rapper também não deu muito certo, voltou ao futebol no começo de 2018 e agora bate ponto na Série B holandesa.


Mais de Cidadãos do Mundo

7 ''loucuras'' para seu clube fazer no Mercado da Bola em 2019
Com CR7 no topo, conheça os 10 jogadores de maior sucesso no Instagram
Final da Libertadores custa R$ 7 mil para torcedores argentinos
Por onde andam 7 ex-jogadores do Barcelona que ''sumiram''?