Blog do Rafael Reis

Conheça o estádio da 4ª divisão inglesa que vai receber jogo do Brasil

Rafael Reis

Chuks Aneke é um atacante de 25 anos que possui origem nigeriana, começou a carreira nas categorias de base do Arsenal e defendeu as seleções inglesas sub-16, sub-17, sub-18 e sub-19. Atualmente, é o quinto colocado na tabela de artilheiros da League Two, a quarta divisão do futebol da Inglaterra.

O camisa 10 do MK Dons é o principal jogador que costuma frequentar quinzenalmente o gramado do estádio que recebe nesta terça-feira o próximo amistoso da seleção brasileira.

Crédito: Divulgação/Milton Keyne Dons

A equipe de Tite irá defender seu 100% de aproveitamento no pós-Copa, contra Camarões, no Stadium MK, arena acostumada aos jogos da ''Série D'' inglesa e cujo recorde de público nem pertence a partidas de futebol.

O estádio, que foi inaugurado em 2007, nunca recebeu mais de 28.127 torcedores para uma partida da modalidade. No entanto, chegou a ter 30 mil pagantes em um jogo entre Fiji e Uruguai, da Copa do Mundo de rúgbi, em 2015. Para o jogo do Brasil, 24 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente.

O palco do próximo jogo da seleção também lotou durante convenções das Testemunhas de Jeová e nas comemorações do 40º aniversário da cidade de Milton Keynes, localizada a 70 km de Londres.

Apesar de atualmente receber jogos da quarta divisão, o Stadium MK é um projeto ambicioso e bastante moderno. Dentro da arena, existe um hotel, onde estão hospedados Neymar e cia, que conta com alguns quartos que têm vista para o campo.

O complexo também fez parte das candidaturas da Inglaterra para sediar as Copas do Mundo de 2018 e 2022. Caso o país recebesse a competição, o estádio seria reformado e aumentaria sua capacidade de 30 mil para 45 mil pessoas.

A megalomania da arena originalmente projetada para abrigar um time das divisões inferiores do país tem uma explicação: ela foi parte da estratégia para atrair um time de futebol profissional para Milton Keynes.

O MK Dons é o antigo Wimbledon FC, campeão da Copa da Inglaterra na temporada 1987/88. Em 2003, o clube mudou de endereço e deixou Londres em busca de maiores públicos e rentabilidade na nova cidade.

O caso gerou muita polêmica. Até hoje, o MK Dons é tratado como uma espécie de “patinho feio” da Inglaterra e desperta a antipatia de torcedores rivais.

A partida contra Camarões, no estádio da quarta divisão inglesa, será a sexta apresentação da seleção desde a eliminação para a Bélgica na Copa-2018. O time pentacampeão mundial venceu os cinco compromissos anteriores, contra EUA, El Salvador, Arábia Saudita, Argentina e Uruguai.


Mais de Seleções:

– Em 2018, Argentina é melhor sem Messi do que com craque
– Como a Holanda deixou de ser fábrica de craques e ficou carente de talento
– No banco: 30% da seleção brasileira é reserva no futebol de clubes
– 5 motivos para a França acabar com ''maldição'' dos campeões mundiais