PUBLICIDADE
Topo

Seleção dos mais valiosos do mundo custa R$ 4,5 bi e tem dois brasileiros

Rafael Reis

29/04/2018 04h00

O lateral esquerdo Marcelo, do Real Madrid, e o atacante Neymar, do Paris Saint-Germain, são os representantes brasileiros em uma lista de respeito: a seleção dos jogadores mais valiosos do planeta.

De acordo com o "Transfermarkt", site especializado em transferências internacionais, a seleção do mundo de 2018, formada pelos atletas com maior valor de mercado em cada posição, está avaliada em 1,07 bilhão de euros (R$ 4,5 bilhões).

O valor é 47,6% maior que o do ano passado. Em 2017, a seleção dos mais caros do mundo custava "apenas" 725 milhões de euros (R$ 3 bilhões).

Um crescimento tão grande em um período de apenas 12 meses tem explicação: a inflação no mercado da bola provocada pela transferência de 222 milhões de euros (R$ 932 milhões) de Neymar, que trocou o Barcelona pelo PSG.

Não à toa, as quatro transações mais caras do futebol em todos os tempos (Neymar, Kylian Mbappé, Philippe Coutinho e Ousmane Dembélé) foram seladas depois de julho do ano passado.

Para o "Transfermarkt", Neymar não vale todo o dinheiro que o clube francês desembolsou para contratá-lo. Mesmo assim, de acordo com o site, o atacante brasileiro divide com Lionel Messi (Barcelona) o posto de jogador mais valioso da atualidade. Cada um deles teria como "preço real" 180 milhões de euros (R$ 756 milhões).

Os ex-companheiros de Barça são dois dos quatro remanescentes da seleção do ano passado que continuam na lista dos jogadores mais valiosos do planeta.

Além de Messi e Neymar, somente o alemão Toni Kroos (Real Madrid) e o francês Paul Pogba (Manchester United) estavam na relação dos mais caros do mundo em 2017 e permanecem na atual.

Todos os outros sete nomes são novos, inclusive Marcelo, atual bicampeão da Liga dos Campeões pelo Real, agora avaliado em 60 milhões de euros (R$ 252 milhões), que superou o austríaco David Alaba, do Bayern de Munique.

Outras caras novas na seleção são o goleiro Jan Oblak (Atlético de Madri), o lateral direito Sergi Roberto (Barcelona), os zagueiros Mats Hummels (Bayern) e Raphaël Varane (Real Madrid), o meia Kevin de Bruyne (Manchester City) e o atacante Harry Kane (Tottenham).

Além do Brasil, somente França e Alemanha contam com dois jogadores na seleção dos mais valiosos do mundo. Eslovênia, Espanha, Argentina, Bélgica e Inglaterra também estão representadas na equipe ideal.

CONHEÇA A SELEÇÃO DOS MAIS CAROS DO MUNDO (POR POSIÇÃO)

G – Jan Oblak (ESL, Atlético de Madri) – 70 milhões de euros
LD – Sergi Roberto (ESP, Barcelona) – 60 milhões de euros
Z – Mats Hummels (ALE, Bayern) – 60 milhões de euros
Z – Raphaël Varane (FRA, Real Madrid) – 60 milhões de euros
LE – Marcelo (BRA, Real Madrid) – 60 milhões de euros
V – Toni Kroos (ALE, Real Madrid) – 80 milhões de euros
V – Paul Pogba (FRA, Manchester United) – 90 milhões de euros
MAD – Lionel Messi (ARG, Barcelona) – 180 milhões de euros
MAC – Kevin de Bruyne (BEL, Manchester City) – 110 milhões de euros
MAE – Neymar (BRA, Paris Saint-Germain) – 180 milhões de euros
A – Harry Kane (ING, Tottenham) – 120 milhões de euros


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– 7 brasileiros que já se sagraram campeões nesta temporada europeia
– Esquecido por Tite, Oscar "renasce" e vira maestro de melhor time da China
– 7 brasileiros veteranos de Europa para seu time repatriar no 2º semestre
– Seleção deve ter batalhão de campeões nacionais na Copa-2018

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Rafael Reis