Blog do Rafael Reis

4 anos depois, onde estão os jogadores do Barça que fez 8 a 0 no Santos?

Rafael Reis

Na próxima segunda-feira, a Chapecoense vai ao Camp Nou enfrentar o Barcelona pelo Troféu Joan Gamper, tradicional jogo amistoso organizado pelo clube catalão no início da temporada para apresentar seu novo elenco à torcida.

A última participação brasileira na competição festiva ainda é muito lembrada pelos santistas e, principalmente, pelos torcedores rivais.

Há exatos quatro anos, no dia 2 de agosto de 2013, o Santos foi goleado por 8 a 0 pelo Barcelona. O jogo serviu como parte do pagamento pela contratação de Neymar e foi a primeira e única vez que o astro brasileiro enfrentou seu antigo time.

Conheça abaixo o paradeiro atual dos 11 titulares do Barça naquela partida histórica e também dos reservas que foram a campo no segundo e balançaram as redes.

POR ONDE ANDA – BARCELONA 2013

Victor Valdés (35 anos) – O goleiro titular na maior parte da “era Messi” no Barcelona, conquistou três títulos da Liga dos Campeões e deixou o clube em 2014. Foi rebaixado com o Middlesbrough no Campeonato Inglês na última temporada e agora procura um clube para dar sequência à reta final de sua carreira.

Daniel Alves (34 anos) – Um dos nomes mais importantes da história recente do Barça, defendeu o clube catalão entre 2008 e 2016. Depois de uma temporada de destaque na Juventus, assinou com o Paris Saint-Germain, onde deve reencontrar Neymar, seu ex-companheiro na Catalunha e ainda parceiro na seleção brasileira.

Gerard Piqué (30 anos) – Cria das categorias de base do Barcelona, passou pelo Manchester United e retornou para casa em 2008. Um dos zagueiros mais respeitados do futebol mundial na atualidade, é um dos líderes do elenco atual e sonha se tornar presidente do clube depois da aposentadoria.

Javier Mascherano (33 anos) – Volante que foi transformado em zagueiro no Barcelona, o argentino continua firme na seleção, onde ainda costuma atuar como meio-campista, mas já perdeu o posto de titular absoluto do time espanhol.

Jordi Alba (28 anos) – Atual titular da lateral esquerda da seleção espanhola, terminou a última temporada em baixa no Barcelona e chegou a frequentar o banco de reservas. Com a contratação do técnico Ernesto Valverde, deve receber uma nova oportunidade na equipe.

Sergio Busquets (29 anos) – Filho de um ex-goleiro do Barcelona, é praticamente indiscutível no time titular desde que foi promovido ao time principal, em 2008, por Pep Guardiola. Além da qualidade técnica, ocupa posição de destaque no clube graças à liderança que possui sobre o elenco.

Xavi (37 anos) – Cérebro do Barcelona na “era Guardiola”, deixou a Catalunha há dois anos para jogar no Al-Sadd, no Qatar. Cotado para se tornar treinador do Barça no futuro, tem feito jornada dupla para se preparar para a nova carreira. Sempre que o Al-Sadd lhe dá uma folga, ele trabalha como auxiliar da seleção qatariana sub-23.

Andrés Iniesta (33 anos) – Um dos símbolos da melhor fase da história do Barcelona, o autor do gol do título mundial da Espanha em 2010 é hoje o capitão da equipe catalã. Já sofrendo com o declínio físico natural da idade, tem perdido desempenho e número de partidas em campo temporada após temporada. Não à toa, o Barça busca no mercado um substituto para Iniesta.

Pedro (30 anos) – Autor de um dos gols da vitória sobre o Santos, o ponta espanhol permaneceu no Barcelona até 2015, quando, cansado da reserva, acertou sua transferência para o Chelsea. Na última temporada, marcou nove vezes na campanha que deu o título inglês à equipe londrina.

Alexis Sánchez (28 anos) – O chileno jogou apenas uma temporada ao lado de Neymar no Barcelona antes de se mudar para o Arsenal e se tornar um dos principais atacantes da Premier League. Mas Alexis pode se reencontrar com o brasileiro nesta temporada, já que também faz parte da lista de compras do Paris Saint-Germain.

Lionel Messi (30 anos) – Autor do primeiro gol da histórica vitória sobre o Santos, o argentino dispensa apresentações e continua brilhando com a camisa do Barcelona até hoje. Mas, segue um resuminho de sua carreira: maior artilheiro da história do clube, tetra da Liga dos Campeões da Europa, eleito cinco vezes o melhor jogador do planeta e um dos principais ícones do futebol mundial no século 21.

Neymar (25 anos) – Responsável direto pela participação do Santos no Joan Gamper-2013, disputou apenas os 45 minutos finais da partida contra seu ex-time e não balançou as redes. Quatro anos depois, é protagonista da maior novela da atual janela de transferências para o futebol europeu: sua provável transferência para o PSG por 222 milhões de euros (R$ 822 milhões), maior quantia já paga por um jogador de futebol.

Cesc Fàbregas (30 anos) – Reserva de luxo do Barcelona de 2013, entrou no segundo tempo do amistoso e marcou dois gols contra o Santos. Especulado no Milan e também no futebol chinês durante os últimos meses, continua no Chelsea, clube pelo qual conquistou duas das três últimas edições da Premier League.

Adriano (32 anos) – Fez o penúltimo dos oito gols do Barça contra o Santos. O lateral ambidestro permaneceu na Catalunha até o ano passado, quando se transferiu para o Besiktas. Na Turquia, tem se revezado entre sua posição de origem e o posto de meio-campista aberto pela esquerda.

Jean Marie Dongou (22 anos) – O camaronês que fechou a goleada sobre o Santos é mais uma daquelas promessas que brilharam nas categorias de base e não conseguiram repetir o desempenho depois de se profissionalizarem. Na temporada passada, quando disputou a segunda divisão espanhola pelo Zaragoza, o atacante sofreu com problemas físicos e acabou não tendo seu contrato renovado. Agora, está desempregado.

Gerardo Martino (54 anos) – O conterrâneo de Messi durou apenas uma temporada no comando do Barcelona e não deixou saudades no Camp Nou. Após deixar o cargo, teve ainda uma passagem de pouco brilho pela seleção argentina antes de assinar com o Atlanta United, franquia que estreia na MLS (Major League Soccer) nesta temporada.


Mais de Cidadãos do Mundo

Robinho, Denilson e Drogba: relembre o reforço mais caro de cada temporada
6 mulheres que tiraram a roupa por seu time de coração
Astro da Copa de 1994 volta à Champions como ''faz tudo'' em time próprio
Ex-parceiro de Ronaldinho rejeitou seleção e dá palestras anticapitalismo