PUBLICIDADE
Topo

Paraguai, Inglaterra e Chile: onde estão gringos que jogaram no São Paulo

Rafael Reis

11/11/2016 13h00

A série "Por onde andam 5 estrangeiros inesquecíveis" mostra os paradeiros dos gringos que, para o bem ou para o mal, destacaram-se nos últimos anos vestindo as camisas dos 12 maiores clubes do Brasil.

Neste terceiro episódio, listamos 5 nomes nascidos fora do Brasil que estão na história do São Paulo e continuam em atividade.

A série retorna na quarta-feira, quando apresentaremos os estrangeiros do Santos.

JONATHAN CALLERI
Atacante
23 anos
Argentino
No São Paulo: 2016
West Ham (ING)
Calleri
Jogou no Brasil apenas por um semestre, entre fevereiro e julho deste ano, tempo suficiente para conquistar a torcida do São Paulo. Mas, desde que foi para a Inglaterra, sua carreira desandou. Reserva do West Ham, time que tem lutado contra o rebaixamento nesta temporada, passou em branco nas nove partidas que disputou e chegou a ser rebaixado para a equipe B do clube londrino para ganhar ritmo de jogo.

CLEMENTE RODRÍGUEZ
Lateral esquerdo
35 anos
Argentino
No São Paulo: De 2013 a 2015
Colón (ARG)
Clemente
Lembrado pela torcida são-paulina mais pelo longo período em que recebeu para só treinar (afastado do restante do elenco) do que por qualquer coisa que fez nos três jogos em que foi utilizado, o ex-lateral da seleção argentina voltou a ter uma vida normal de jogador de futebol no Colón. Apesar de estar longe de ser o jogador que se destacou no Boca Juniors, Clemente Rodríguez atua com frequência na equipe de Santa Fé, sexta colocada no Campeonato Argentino.

MARCELO CAÑETE
Meia
26 anos
Argentino
No São Paulo: De 2011 a 2015
Libertad (PAR)
Canete
Outro argentino que, assim como Clemente Rodríguez, teve poucas oportunidades no São Paulo e que, quando recebeu alguma chance, desperdiçou. O meia, que passou três anos sendo emprestado (Portuguesa, Náutico e São Bernardo) antes de rescindir seu contrato, agora atua no Paraguai. Mas Cañete tem ficado no banco de reservas nas últimas partidas do Libertad.

NELSON SAAVEDRA
Lateral direito
28 anos
Chileno
No São Paulo: 2010
Audax Italiano (CHI)
Saavedra
Um dos grandes mistérios da história recente do São Paulo, o lateral que chegou por indicação do empresário Juan Figger, treinou por um ano e foi embora sem nunca ter disputado uma partida, continua não sendo dos jogadores de futebol mais atuantes. Contratado pelo Audax Italiano em 2013, soma apenas 40 jogos pelo clube. E, na atual temporada, só foi a campo uma vez.

IVÁN PIRIS
Lateral direito
27 anos
Paraguaio
No São Paulo: De 2011 a 2012
Monterrey (MEX)
Piris
O São Paulo precisou contratar Piris para descobrir que ele não era o melhor lateral direito das Américas e nem o cara que sabia o segredo para anular Neymar. Mas, Piris construiu uma carreira bem interessante depois de deixar o Morumbi. Vestiu as camisas da Roma, do Sporting e da Udinese até se transferir para o Monterrey, do México, onde é titular absoluto.


Mais de Cidadãos do Mundo

Índia, EUA e Barcelona: onde estão os gringos que passaram pelo Corinthians
Emirados, Paraguai e Sérvia: onde estão gringos que passaram pelo Palmeiras
Messi é só o 24º na artilharia da temporada; CR7 está fora do top 30
Celebridade, Neuer já ganhou no "Show do Milhão" e fez filme da Disney

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Rafael Reis