PUBLICIDADE
Topo

Sem Neymar, Brasil tem menor número de gols na Champions em 17 anos

Rafael Reis

26/11/2019 04h00

Depois de quatro rodadas desfalcando o Paris Saint-Germain por suspensão ou problemas físicos, Neymar deve enfim fazer sua estreia na Liga dos Campeões da Europa hoje, contra o Real Madrid, na capital espanhola.

A volta do principal atacante brasileiro dos últimos anos é também a esperança do futebol pentacampeão mundial para começar a reverter o preocupante cenário que vive nesta edição da Champions.

Crédito: Christian Hartmann/Reuters

Nas primeiras 64 partidas da fase de grupos do torneio interclubes mais badalado do planeta, os jogadores de nacionalidade brasileira anotaram somente 12 gols.

Esse é simplesmente o pior desempenho ofensivo da terra de Ronaldo, Romário, Ronaldinho Gaúcho e Adriano na Champions desde 2002/03, quando todo o quarteto citado acima ainda estava em atividade. Na ocasião, foram apenas dez tentos nacionais.

Nos últimos 17 anos, com exceção da atual temporada, os atletas do Brasil sempre marcaram pelo menos 13 vezes nas quatro primeiras rodadas de grupos do torneio europeu.

O auge foi em 2011/12 e 2012/13, quando saíram 29 gols com DNA verde e amarelo até o momento atual da competição. Na temporada passada, foram 21 bolas nas redes, quase o dobro do número atual.

Nesta edição da Champions, apenas um brasileiro conseguiu marcar mais de uma vez, o estreante Rodrygo, do Real Madrid. O garoto de 18 anos estabeleceu um hat-trick (três gols em uma mesma partida) na goleada por 6 a 0 sobre o Galatasaray, na rodada passada.

Os outros nove jogadores que já deixaram sua marca na artilharia da competição continental só fizeram um golzinho cada. A lista inclui os convocáveis da seleção Gabriel Jesus (Manchester City), Willian (Chelsea) e Casemiro (Real Madrid).

No entanto, nomes importantes do setor ofensivo do time de Tite, como Roberto Firmino (Liverpool), Philippe Coutinho (Bayern de Munique) e David Neres (Ajax), até agora passaram em branco na Champions. Os três estiveram em campo nas quatro rodadas já disputadas.

Neymar também não fez gol, mas ainda não jogou. O camisa 10 desfalcou o PSG contra Real Madrid e Galatasaray devido a uma suspensão recebida no final da temporada passada. Já nas duas partidas contra o Brugge, ele estava fora em virtude de uma lesão muscular na coxa esquerda.

O atacante é o artilheiro brasileiro na história da Liga dos Campeões. Desde 2013, ele já marcou 32 vezes na competição. O ex-jogador do Santos e do Barcelona foi também o último representante do país a terminar uma temporada como goleador do torneio –em 2014/15, meteu 10 bolas nas redes e dividiu o prêmio com Lionel Messi e Cristiano Ronaldo.

GOLS BRASILEIROS NA CHAMPIONS 2019/20

Rodrygo (Real Madrid) – 3 gols
Alan Patrick (Shakhtar Donetsk), Casemiro (Real Madrid), Dodô (Shakhtar Donetsk), Douglas Costa (Juventus), Guilherme (Olympiakos), Gabriel Jesus (Manchester City), Lucas Moura (Tottenham), Tetê (Shakhtar Donetsk) e Willian (Chelsea) – 1 gol


Mais de Brasileiros pelo Mundo

Zagueiro brasileiro perdeu o irmão em campo e agora joga Champions por ele
Por onde andam os jogadores do Flamengo campeão da Libertadores-1981?
Firmino é o maior garçom brasileiro na Europa; veja top 10 em assistências
"Não vai mudar nada", diz brasileiro da Bulgária sobre punição por racismo

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Rafael Reis