Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Quem a China já contratou e quer contratar nesta janela de transferências?

Rafael Reis

04/07/2019 04h00

Oscar, Hulk, Renato Augusto, Paulinho, Alexandre Pato, Anderson Talisca, Javier Mascherano, Ezequiel Lavezzi, Carlos Tevez, Didier Drogba, Graziano Pellè, Yannick Ferreira-Carrasco, Marouane Fellaini, Fredy Guarín. A lista de jogadores conhecidos internacionalmente que atuam na China ou que passaram por lá nos últimos anos é bastante extensa.

E, apesar de ter diminuído um pouco sua ânsia inicial de atrair astros consagrados no primeiro escalão do futebol mundial, o país mais populoso do planeta continua sendo um dos destinos mais atrativos financeiramente do Mercado da Bola.

Crédito: Reprodução

É por isso que, toda vez que a janela de transferências chinesa está aberta, surge novamente a pergunta: quem serão os atletas da vez seduzidos pelas propostas milionárias vindas do Extremo Oriente?

Até agora, o mercado de meio de ano na China anda bastante discreto. A única de novidade de peso que já desembarcou no país é o meia marfinense Yaya Touré, ex-Barcelona e Manchester City, que foi anunciado na quarta-feira como reforço do Qingdao Huanghai, da segunda divisão.

Mas, apesar de o país costumeiramente contratar mais na janela de janeiro/fevereiro do que em junho/julho, as especulações sobre possíveis grandes reforços para os clubes chineses andam a mil.

O principal medalhão cotado para se mandar para a Ásia neste meio de ano é o atacante alemão Thomas Müller. Segundo o jornal "Bild", um clube chinês não identificado ofereceu um salário de 25 milhões de euros anuais (R$ 109 milhões) para o jogador de 29 anos, que vem perdendo espaço no Bayern de Munique.

Arturo Vidal, do Barcelona e que está na disputa da Copa América com o Chile, é outro que vem sendo acompanhado de perto pelos asiáticos. De acordo com o jornal catalão "Sport", no entanto, o meia vem recusando todas as sondagens que têm recebido.

O atacante gabonês Pierre-Emerick Aubameyang, artilheiro do último Campeonato Inglês pelo Arsenal, e o italiano Stephan El Shaarawy, da Roma, também estão sendo alvos de investidas chinesas nesta janela de transferências, de acordo com diferentes veículos da imprensa europeia.

Quem recentemente recusou uma proposta milionária do Oriente foi o meia-atacante Willian, do Chelsea. O camisa 10 da seleção brasileira na Copa América, teve uma oferta de 12 milhões de euros por ano (R$ 52 milhões) para jogar no Shanghai Greenland Shenhua.

Só que ele não é o único brasileiro desejado pelos chineses. Segundo o jornal "A Bola", o Porto tem uma proposta em mãos pelo atacante Tiquinho Soares. Já Keno, que atua no Pyramids (Egito) e é sonho de consumo de muitos clubes daqui, também tem sido especulado por lá.

A janela de transferências da China abriu oficialmente na última segunda-feira e vai até o dia 31 de julho. Até lá, alguns rumores devem se concretizar e muitos outros certamente irão surgir.

Com 15 das 30 rodadas já disputadas, a primeira divisão do Campeonato Chinês é liderada pelo Beijing Guoan. O time de Renato Augusto tem 39 pontos, dois a mais que Guangzhou Evergrande e Shanghai SIPG, que juntos venceram as últimas oito temporadas da competição.


Mais de Cidadãos do Mundo

O contrato acabou: 7 estrelas do futebol mundial que estão desempregadas
De Xavi a Van Persie: 5 jogadores que se aposentaram nesta temporada
Como "novela Neymar" bagunçou o futuro de Griezmann
Como garoto com só 44 partidas vai virar o 4º jogador mais caro da história

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis