Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Hazard pode até não merecer Bola de Ouro, mas hoje é o melhor do mundo

Rafael Reis

2025-10-20T18:04:00

25/10/2018 04h00

Luka Modric ganhou o prêmio de melhor do mundo concedido pela Fifa. Kylian Mbappé e Antoine Griezmann têm feito um lobby danado em busca da Bola de Ouro, o troféu entregue pela revista "France Football".

Mas, apesar do ano excepcional feito pelos três jogadores, que culminou em campanhas históricas na Copa do Mundo, nenhum deles é o grande atleta de futebol do planeta neste momento.

Nos primeiros três meses da temporada 2018/19, quem realmente tem comigo a bola e merece o posto de "número 1" é Eden Hazard.

O craque belga é o artilheiro do Campeonato Inglês, a liga nacional mais endinheirada e estrelada do mundo, com sete gols, e o principal responsável por o Chelsea estar a apenas dois pontos dos líderes da competição, Manchester City e Liverpool.

Em apenas dois dos dez jogos que disputou pela equipe londrina nesta temporada, o camisa 10 não balançou as redes ou deu o último passe para que seus companheiros movimentassem o placar. Em todas as outras oito partidas, ele deixou sua marca.

De acordo com o "Who Scored?", site que avalia o desempenho dos futebolistas com base nas estatísticas, Hazard é o quarto melhor jogador da temporada, com nota 8,04. Mas vale lembrar que trio que está à frente dele, Lionel Messi (8,41), Mbappé (8,32) e Neymar (8,29), participa de competições nacionais de nível técnico inferior e enfrenta rotineiramente adversários bem mais fracos.

Aos 27 anos, Hazard tem pela primeira vez desde que deixou o Lille, em 2012, para ingressar no Chelsea e entrar na elite do futebol mundial a oportunidade de jogar em um time que tem como prioridade o ataque.

No esquema armado por Maurizio Sarri, um treinador adepto do futebol de valorização da posse de bola e marcação bem adiantada, o belga é o homem responsável por quebrar as linhas de defesa adversária com dribles e triangulações em velocidade.

E o astro tem cumprido essa função com primor. Apesar de já ter sido eleito o craque da Premier League na temporada 2014/15, nunca foi tão protagonista quanto é agora.

O melhor momento da carreira de Hazard vem logo depois de uma ótima apresentação na Copa-2018. O atacante jogou demais na Rússia e levou a Bélgica à melhor colocação de sua história (terceiro lugar).

Não seria exagero nenhum se o astro houvesse sido eleito o melhor jogador do Mundial. Na minha modesta opinião, ele teve mais momentos de brilho na competição que Modric, Mbappé e Griezmann.

A fase muito acima da média do camisa 10 não significa que o belga deveria ganhar os prêmios de craque de 2018. Afinal, seu primeiro semestre foi péssimo e não pode ser desconsiderado em uma eleição como essa.

Mas, nos últimos meses, o cara do futebol mundial é mesmo Eden Hazard, o homem que recolocou o Chelsea nos trilhos e transformou a "ótima geração belga" em realidade.


Mais de Opinião

– Falta de chances a Allan já é um dos maiores erros de Tite na seleção
– Vitória de Modric pode "acalmar" cobiça de Neymar em virar melhor do mundo
– Como nova geração pode ajudar Tite a acabar com dependência de Neymar
– Fim de linha? Messi ainda pode voltar a ser o melhor jogador do mundo

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis