Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Traído mais famoso do futebol evita redes sociais e lucra com pôquer

Rafael Reis

17/09/2016 06h00

27 de fevereiro de 2010. O lateral esquerdo Wayne Bridge, então jogador do Manchester City, caminha cumprimentando os jogadores do Chelsea, um a um, antes da partida entre os dois times. Ao cruzar com John Terry, ele ignora o braço estendido do zagueiro e o deixa "no vácuo".

A cena, acompanhada via TV por milhões de pessoas ansiosas como se estivessem acompanhando ao último capítulo de uma novela, foi a forma encontrada pelo jogador de reagir à humilhação pública que o capitão do Chelsea havia lhe provocado.

Terry-Bridge

Bridge e Terry foram companheiros no clube londrino e na seleção inglesa por seis anos. Mais que isso, eram vizinhos e amigos. O que o lateral não sabia que é eles também dividiam a mesma mulher.

O escândalo estourou em 2010, quando Bridge, logo após a transferência para o City, descobriu que o zagueiro havia tido relações com a modelo e atriz francesa Vanessa Perroncel enquanto ela era casada com o lateral.

O caso, explorado a esmo pelos sensacionalistas tabloides britânicos e nunca confirmado por Perroncel ou Terry, fez com que o jogador anunciasse sua aposentadoria da seleção para não ter de atuar ao lado do antigo amigo e ganhasse o maldoso rótulo de "traído mais famoso do futebol mundial".

Seis anos depois do escândalo, Bridge evita os holofotes. O inglês não possui conta em redes sociais e raramente concede entrevistas.

Suas aparições públicas normalmente se limitam a algumas fotos familiares publicadas no Instragram de sua atual mulher, a cantora Francesca Bridge, com quem tem dois filhos, e poucos eventos de uma empresa de pôquer online que o tem como garoto-propaganda.

O lateral de 36 anos deixou o futebol profissional em 2014, quando foi dispensado do Reading, da segunda divisão inglesa, depois de disputar apenas 12 partidas pelo clube.

Bridge hoje

Entre o escândalo com Terry e o curto período no Reading, havia tido passagens sem sucesso por West Ham, Sunderland, Brighton e, claro, Manchester City.

Mesmo aposentado e recluso, Bridge não conseguiu fazer as pessoas esquecerem do mais famoso episódio de sua vida/carreira. Faça o teste. Pergunte a qualquer um sobre o lateral. Quem souber de quem se trata, fatalmente citará o nome de Terry na resposta.


Mais de Cidadãos do Mundo

Geração anos 1990 domina bancos de reservas da Champions
Sozinho, Messi vale mais que elencos de 12 times da Champions
Desemprego e 2ª divisão: 5 campeões mundiais que estão no ostracismo
Rivalidade à prova: os 5 maiores confrontos Mourinho x Guardiola

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis