Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Sensação da Euro, Islândia agita mercado com 9 atletas e recorde financeiro

Rafael Reis

2030-08-20T16:06:00

30/08/2016 06h00

O zagueiro Ragnar Sigurdsson, 30, acertou na semana passada sua saída do Krasnodar, da Rússia, para defender o Fulham, da Inglaterra. O valor da transferência, 4,7 milhões de euros (R$ 17,1 milhões), nem parece grande coisa no mercado atual. Mas foi o suficiente para colocá-lo no top 7 de jogadores mais caros da história da Islândia.

Além do defensor, outros oito integrantes da seleção que surpreendeu e conquistou o público ao alcançar pela primeira vez as quarta de final da Eurocopa, entre junho e julho, já mudaram de clube depois da competição.

E a maioria das transações obedeceu à mesma lógica de ascensão de Sigurdsson, a troca de um mercado menor por outro mais expressivo e rico.

O lateral esquerdo Ari Skúlason, por exemplo, saiu da Dinamarca para jogar no Lokeren, da Bélgica. Já o meia Rúnar Sigurjónsson deixou o futebol da Suécia e vai atuar no Grasshoppers, um dos times mais tradicionais da Suíça.

O boom islandês pode ser medido em números. A atual janela de transferências, que nos principais campeonatos europeus se encerra nesta quarta-feira, já bateu o recorde de dinheiro gasto em contratações de jogadores do país nórdico.

As transações envolvendo islandeses nesta janela já movimentaram pelo menos 23 milhões de euros (R$ 83,4 milhões).

A marca anterior era da temporada 2014/15, quando foram gastos 22,3 milhões de euros (R$ 81,3 milhões, na cotação atual) na contratações de atletas da Islândia. No entanto, quase metade desse dinheiro (10,1 milhões de euros) foi aplicado em um único nome, o meia Gylfi Sigurdsson do Swansea City.

Em alta na Europa depois da campanha história continental, o futebol islandês terá nesta temporada dois jogadores na primeira divisão do Campeonato Inglês, a liga nacional mais rica do mundo.

Também terá representantes nas elites de Itália, França, Alemanha, Bélgica, Suíça e Áustria, só para citar os países mais tradicionais.

Enquanto os jogadores colhem os frutos da histórica Euro-2016, a seleção da Islândia já pensa em voos ainda mais altos, como a inédita classificação para uma Copa do Mundo.

Os nórdicos estreiam nas eliminatórias do Mundial da Rússia na próxima segunda-feira, contra a Ucrânia, fora de casa. Croácia, Turquia, Finlândia e Kosovo são seus outros adversários no Grupo I do qualificatório.


Mais de Cidadãos do Mundo

Remanescente da Copa, zagueiro alemão busca dobradinha inédita em 78 anos
Rival do Brasil, Honduras tem zagueiro dono de recorde em Copa do Mundo
5 garotos para ficar de olho na nova temporada europeia
Caçula do futebol, 10 da Dinamarca só jogou na base e é fã de Bieber
Quem serão os campeões de 2016/17? Participe do "Bolão do Futebol Europeu"

 

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis