Blog do Rafael Reis

Reforço do São Paulo já foi melhor da Liga Europa, mas não joga há 7 meses

Rafael Reis

Novo reforço da defesa do São Paulo, o zagueiro Douglas, 26, foi um dos zagueiros de maior destaque do futebol europeu na temporada 2014/15, mas está sem disputar uma partida oficial há sete meses.

O jogador, que defende o Dnipro há três anos e meio, não joga desde a paralisação de inverno do Campeonato Ucraniano, em dezembro, devido a uma lesão no joelho direito.

Revelado pelo Juventude, o defensor se destacou pelo Vasco, time onde atuou por três anos e conquistou o título da Copa do Brasil de 2011. Em janeiro de 2013, foi vendido por 4 milhões de euros (R$ 14,4 milhões, na cotação atual).

Douglas

No Dnipro, Douglas quase sempre foi titular e atuou ao lado de Giuliano (Grêmio) e Egídio (Palmeiras). Foram 87 jogos oficiais pelo clube e um gol.

Seu auge aconteceu no ano passado, quando ajudou o time ucraniano a ser vice-campeão da Liga Europa. De quebra, o brasileiro acabou eleito para a seleção da competição.

O bom desempenho despertou os interesses de Lazio, Stuttgart e Besiktas, mas Douglas preferiu continuar no futebol ucraniano.

O desejo de sair apareceu agora. O zagueiro não gostou do tratamento recebido para a contusão no joelho e está incomodado com os salários atrasados –o Dnipro enfrenta graves problemas financeiros e foi excluído dos torneios continentais pela Uefa devido a dívidas com jogadores.

Foi devido aos atrasos salariais que Douglas conseguiu rescindir seu contrato, que inicialmente iria até o fim de 2017. Sem vínculo com nenhum clube, ele poderá assinar com o São Paulo fora da janela de transferências internacionais, que fecha nesta terça-feira.

A ideia do time do Morumbi é ter o defensor por dois anos. Devido a questões burocráticas, o zagueiro só deve ser liberado pelos ucranianos para ser anunciado como novo reforço do time paulistano entre 20 e 30 dias.

A contratação de Douglas pelo São Paulo é uma forma de o clube se prevenir ante a possível saída de Rodrigo Caio, que foi convocado para disputar os Jogos Olímpicos com a seleção sub-23 e tem mercado internacional.

Douglas não é tão veloz e técnico quanto o atual titular da defesa tricolor, mas tem porte físico avantajado (1,90 m) e é eficiente na marcação corpo a corpo. Caso ganhe vaga na equipe titular, deve formar uma dupla de zaga boa no jogo aéreo com Maicon, que tem 1,91 m.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– Pentacampeão era a estrela na foto com CR7 e depois virou fiasco e meme
Há 56 anos, zagueiro artilheiro foi 1º brasileiro a jogar por Portugal
Maicon, Alex…quem está sem contrato na Europa e pode ser reforço aqui
– Champions começa com amadores, estádio com 1.300 lugares e hino opcional