Blog do Rafael Reis

Arquivo : porto

Portugueses dominam ranking de clubes que mais faturam com venda de atletas
Comentários Comente

Rafael Reis

Ninguém no mundo domina tão bem a arte de vender jogadores de futebol quanto os portugueses.

Benfica e Porto, os dois principais clubes da terra de Cristiano Ronaldo, ocupam as duas primeiras colocações no ranking de times que mais faturaram com transferências ao longo dos últimos dez anos.

De acordo com o Transfermarkt, site especializado no Mercado da Bola, o Benfica arrecadou inacreditáveis 727,5 milhões de euros (quase R$ 2,7 bilhões) com a venda de 394 jogadores desde a temporada 2007/08.

O Porto não fica muito atrás. Foram 721,6 milhões de euros (R$ 2,6 bilhões) levantados com a negociação de 371 atletas diferentes.

O sucesso de Benfica e Porto no Mercado da Bola tem a mesma explicação. Ou melhor, as mesmas explicações. Os dois clubes fazem um ótimo trabalho nas categorias de base e são mestres na arte de garimpar atletas na América do Sul e depois revendê-los para uma liga de primeiro escalão na Europa.

André Silva, que acabou de trocar o Porto pelo Milan por 38 milhões de euros (R$ 140 milhões), e Renato Sanches e Gonçalo Guedes, negociados na temporada passada pelo Benfica por 35 milhões de euros (R$ 129 milhões) e 30 milhões de euros (R$ 110) com Bayern de Munique e Paris Saint-Germain, respectivamente, são exemplos da alta capacidade de produção de jogadores da dupla portuguesa.

Já a lista de atletas sul-americanos comprados por uma ninharia pelos dois clubes e que lhes renderam milhões no momento da venda é imensa.

O Benfica faturou 115 milhões de euros (R$ 423 milhões) com os brasileiros Ederson e David Luiz e com os argentinos Nico Gaitán e Enzo Pérez. Já o Porto colocou 125 milhões de euros (R$ 460,2 milhões) em seus cofres só com as vendas do brasileiro Hulk e dos colombianos James Rodríguez e Radamel Falcao García.

A diferença entre os valores levantados com a transferência de jogadores pelos dois maiores times de Portugal e as outras equipes do mundo é imensa. O Chelsea, terceiro colocado no ranking dos melhores vendedores, fez 625,9 milhões de euros (R$ 2,3 bilhões) no Mercado da Bola desde 2007.

O top 10 dos clubes mais faturaram com a venda de atletas na última década conta ainda com outros três clubes ingleses, três espanhóis e dois italianos. O Barcelona, dono de uma das mais festejadas bases do planeta, não aparece entre os primeiros colocados.

Segundo o Transfermarkt, o clube brasileiro que mais fez dinheiro com as transferências de atletas nos últimos dez anos foi o Internacional, 39º colocado no ranking, com arrecadação de 235,3 milhões de euros (R$ 866 milhões).

CLUBES QUE MAIS FATURARAM COM VENDA DE JOGADORES NOS ÚLTIMOS 10 ANOS

1º – Benfica (POR) – 727,5 milhões de euros
2º – Porto (POR) – 721,6 milhões
3º – Chelsea (ING) – 625,9 milhões
4º – Tottenham (ING) – 598,4 milhões
5º – Liverpool (ING) – 588,3 milhões
6º – Atlético de Madri (ESP) – 578,5 milhões
7º – Juventus (ITA) – 534,2 milhões
8º – Real Madrid (ESP) – 528,6 milhões
9º – Inter de Milão (ITA) – 482,2 milhões
10º – Sevilla (ESP) – 464,2 milhões


Mais de Clubes

– City é quem mais investiu em reforços desde 2007; veja o top 10 dos gastões
– Conheça a temida torcida que inspirou inglês a enfrentar 3 terroristas
– Real e Juve gastaram R$ 3,8 bi para montar elencos finalistas da Champions
Como o Ajax faturou R$ 1,5 bilhão em 15 anos só com venda de jogadores


“Novo Hulk”, revelação do Porto é o brasileiro mais faltoso da Europa
Comentários Comente

Rafael Reis

Apelidado de “novo Hulk” pela imprensa portuguesa, Tiquinho Soares andou abusando do uso do corpanzil nas divididas com zagueiros durante a recém-encerrada temporada europeia.

O atacante, que se destacou no Vitória de Guimarães e acabou contratado em janeiro pelo Porto, foi o jogador brasileiro que mais cometeu faltas em 2016/17 na soma das sete principais ligas nacionais do Velho Continente.

O jogador de 26 anos, que passou a maior parte da carreira no futebol paraibano até se mandar para Portugal, em 2015, cometeu em 3,3 faltas por partida ao longo dos últimos nove meses, segundo o “Who Scored?“, site especializado nas estatísticas do futebol.

Tiquinho foi uma das revelações da temporada portuguesa. Contratado no início de 2017 pelo Porto por 3,5 milhões de euros (R$ 13 milhões), marcou 12 vezes em 17 partidas pelo novo clube e possui uma cláusula de rescisão de 40 milhões de euros (R$ 147 milhões).

O “novo Hulk” lidera o batalhão português na lista dos jogadores brasileiros mais faltosos na Europa. Dos dez primeiros colocados da lista, nada menos que oito atuam na nossa antiga metrópole.

As duas únicas exceções vêm da Espanha.

Campeão nacional e europeu com a camisa do Real Madrid, o volante Casemiro aparece na sétima colocação da lista.

O ex-jogador do São Paulo, que bateu demais em confrontos decisivos da Champions, como contra o Bayern de Munique e o Atlético de Madrid, teve uma média de 2,1 faltas por partida ao longo da temporada.

O outro “intruso” no domínio português no ranking dos maiores caçadores brasileiros de 2016/17 é o meia-atacante Gabriel Pires, ex-jogador das categorias de base do Vasco, que cometeu em média 2 faltas por jogo com a camisa do Leganés.

OS BRASILEIROS MAIS FALTOSOS DA TEMPORADA EUROPEIA

1º – Tiquinho Soares (Porto) – 3,3 faltas por jogo
2º – Mateus da Silva (Paços de Ferreira) – 3,2
3º – Kléber (Estoril) – 2,9
4º – Aílton (Estoril) – 2,6
5º – Baiano (Braga) – 2,3
6º – Éber Bessa (Marítimo) – 2,2
7º – Anderson Carvalho (Boavista) – 2,1
Casemiro (Real Madrid) – 2,1
Rafael Assis (Chaves) – 2,1
10º – Gabriel Pires (Leganés) – 2


Mais de Balanço da Temporada

Nenhum brasileiro apanhou mais que Neymar na Europa; ex-Corinthians é o 2º
Astro, Neymar é o brasileiro mais indisciplinado na Europa; veja o top 10
Neymar repete marca e é o maior garçom brasileiro na Europa; veja o top 10
Love bate Neymar e é o artilheiro brasileiro na Europa; veja o top 10
Mais comportados! Cartões a brasileiros caem 15% na temporada europeia
Gols brasileiros na Europa crescem e atingem maior marca em 6 anos
Brasil recupera espaço e já tem mais presença em campo que antes do 7 a 1
Sinal amarelo: futebol europeu tem pior média de público em 10 anos
Europa não tinha temporada tão farta em gols desde tempos de Eusébio


Quem é o brasileiro mais bem classificado na Chuteira de Ouro?
Comentários Comente

Rafael Reis

Sem vencer a Chuteira de Ouro há 15 anos, o futebol brasileiro enfim emplacou um representante entre os 20 maiores artilheiros das ligas nacionais da temporada 2016/17 do futebol europeu.

Com os dois gols marcados na vitória sobre o Arouca, na sexta-feira, o atacante Tiquinho Soares, do Porto, chegou a 16 gols no Campeonato Português e 32 pontos no ranking do prêmio.

O desempenho coloca o brasileiro, que até janeiro defendia o Vitória de Guimarães e vem sendo chamado pela imprensa portuguesa de “novo Hulk”, na 20ª colocação da Chuteira de Ouro, logo atrás do francês Alexandre Lacazette (Lyon) e à frente do astro sueco Zlatan Ibrahimovic (Manchester United).

O último brasileiro a conquistar o prêmio concedido ao artilheiro máximo das ligas nacionais europeias foi Jardel. Em 2002, o ex-centroavante de Vasco, Grêmio e Palmeiras marcou 42 vezes pelo Sporting no Português e levou o troféu para casa.

Na atual temporada, os brasileiros passaram boa parte do tempo fora, inclusive, das 50 primeiras colocações do ranking dos goleadores. Até que Tiquinho chegou ao Porto, emendou seis rodadas consecutivas balançando as redes e colocou o país no top 20.

O atacante, no entanto, ainda tá muito longe de Lionel Messi. Apesar de ter passado em branco contra o Deportivo La Coruña, o argentino do Barcelona continua na liderança do prêmio.

O camisa 10 do clube catalão soma 46 pontos (23 gols), dois a mais que o italiano Andrea Belotti (Torino), o holandês Bas Dost (Sporting) e o gabonês Pierre-Emerick Aubameyang (Borussia Dortmund), seus oponentes mais próximos.

Melhor jogador do mundo e maior vencedor da história do prêmio (2007/08, 2010/11, 2013/14 e 2014/15), Cristiano Ronaldo perdeu seu lugar no top 10. O português do Real Madrid caiu para 13º, com 38 pontos.

O atual vencedor da Chuteira de Ouro é Luis Suárez, do Barcelona, que somou 80 pontos (40 gols) na última temporada. Nesta edição, o uruguaio tem 40 pontos e ocupa o oitavo lugar.

O “Blog do Rafael Reis” publica a cada terça-feira uma nova parcial do prêmio.

Confira o top 10 da Chuteira de Ouro

1º – Lionel Messi (ARG, Barcelona) – 46 pontos (23 gols)
2º – Andrea Belotti (ITA, Torino) – 44 pontos (22 gols)
3º – Bas Dost (HOL, Sporting) – 44 pontos (22 gols)
4º – Pierre-Emerick Aubameyang (GAB, Borussia Dortmund) – 44 pontos (22 gols)
5º – Robert Lewandowski (POL, Bayern de Munique) – 42 pontos (21 gols)
6º – Edinson Cavani (URU, Paris Saint-Germain) – 40,5 pontos (27 gols)
7º – Edin Dzeko (BOS, Roma) – 40 pontos (20 gols)
8º – Luis Suárez (URU, Barcelona) – 40 pontos (20 gols)
9º – Mauro Icardi (ARG, Inter de Milão) – 40 pontos (20 gols)
10º – Anthony Modeste (FRA, Colônia) – 38 pontos (19 gols)


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– 5 motivos que fizeram Ganso virar a “última opção” no Sevilla
– Neymar supera Messi e produz 1 gol a cada 47 minutos na Champions
Com ex-São Paulo, Libertadores tem 6 brasileiros em times gringos; conheça
– Brasileiros na China somam 290 partidas e 53 gols pela seleção


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>