Blog do Rafael Reis

Arquivo : philippe coutinho

Como Neymar e astros da seleção protagonizaram vexame histórico na base
Comentários Comente

Rafael Reis

Qual a expectativa de um time que tem Alisson no gol, Casemiro no comando do meio-campo, Philippe Coutinho na criação das jogadas e Neymar no ataque? Ser campeão, é claro, ou pelo menos brigar arduamente pelo título…

Pois foi com quatro prováveis titulares da seleção que Tite levará à Rússia no próximo ano que o Brasil realizou uma das piores campanhas de sua história em Copas do Mundo da Fifa.

Acompanhados de Wellington Nem (São Paulo), Wellington Silva (Fluminense) e Dodô (Sampdoria), os quatro selecionáveis naufragaram no Mundial sub-17 de 2009, disputado na Nigéria.

Apesar de vários nomes que se consolidariam mais tarde no primeiro escalão do futebol mundial, o Brasil não passou da primeira fase da competição.

Pior: só não se despediu do torneio sem conseguir sequer uma mísera vitória porque Nem marcou o gol que definiu o 3 a 2 sobre o Japão, na primeira rodada, aos 49 min do segundo tempo.

Após o triunfo sobre os nipônicos, a equipe comandada por Lucho Nizzo, atualmente à frente do América-RJ, só colheu resultados negativos, que lhe custaram a queda precoce no Mundial: derrotas por 1 a 0 para o México e para a Suíça, que acabaria se sagrando campeã sub-17.

A campanha foi uma das piores já feitas pelo Brasil em competições da Fifa em todos os tempos. Apenas outras quatro vezes na história, a seleção foi eliminada na primeira fase de uma Copa do Mundo: 1930, 1934 e 1966 (adulto) e 1987 (sub-17).

Dos quatro jogadores que hoje defendem a seleção principal, apenas Casemiro não era titular absoluto da equipe de 2009. O volante, então no São Paulo, começou jogando apenas a partida contra a Suíça.

Indicado ao prêmio de melhor jogador do mundo deste ano, Neymar já era a estrela da companhia na seleção juvenil. O atacante, que estava em seu primeiro ano como profissional do Santos e carregava o rótulo de futuro craque, fez um dos três gols brasileiros na competição.

Curiosamente, enquanto os jogadores que protagonizaram o fiasco brasileiro deram a volta por cima e hoje são referências internacionais, os maiores destaques daquele Mundial sub-17 não conseguiram deslanchar como profissionais.

O nigeriano Sani Emmanuel, eleito o craque da competição, está desempregado desde que deixou o Oskarshamns, da terceira divisão da Suécia, dois anos atrás. Já o suíço Nassim Ben Khalifa, autor do gol da vitória sobre o Brasil e Bola de Prata do torneio, acaba de ser contratado pelo St. Gallen, time de meio de tabela do seu país.

Por fim, o espanhol Borja González, artilheiro do Mundial, até chegou a disputar a Premier League pelo Swansea City, mas hoje está emprestado ao Málaga.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– 7 brasileiros que podem ser adversários da seleção de Tite na Copa-2018
– Miranda vê Brasil entre favoritos, mas quer encarar europeus para evoluir
– Tem até ex-seleção: 5 brasileiros que jogaram no exterior e estão sem clube
– O que falta para Fabinho ganhar uma chance na seleção?


5 novelas para acompanhar nos últimos 10 dias da janela de transferências
Comentários Comente

Rafael Reis

Neymar no Paris-Germain como a contratação mais cara da história do futebol mundial. O renascimento do Milan. A revolução comandada por Pep Guardiola no elenco do Manchester City. Os novos centroavantes de Manchester United, Chelsea e Arsenal.

Muita coisa já rolou na janela de transferências para a temporada 2017/18 do futebol europeu. Mas, faltando dez dias para o fechamento do período de negócios das principais ligas nacionais do Velho Continente, há também várias histórias que ainda não chegaram ao fim.

Apresentamos abaixo cinco novelas ainda abertas da janela de transferências e que têm só até o próximo dia 31 para chegarem a um desfecho.

A REPOSIÇÃO DO BARCELONA

A tão sonhada peça de reposição do Barcelona para o lugar de Neymar é uma das novelas mais empacadas desta janela. O clube catalão sonha com dois nomes, o brasileiro Philippe Coutinho e o francês Ousmane Dembélé e convenceu ambos a se mudar para a Catalunha. O problema é convencer seus clubes a liberá-los. O Liverpool já rejeitou três propostas do Barça por Coutinho, a última de 124 milhões de euros (R$ 461 milhões). Já o Dortmund quer 130 milhões de euros (R$ 483 milhões) por Dembélé. A situação já faz o Barcelona pensar em outras opções para o setor, como Ángel di María, do PSG.

O DESTINO DO FENÔMENO

Autor de seis gols na fase de mata-matas da Liga dos Campeões com apenas 18 anos, Kylian Mbappé foi a revelação do futebol mundial na temporada passada e entrou na mira de Real Madrid, Barcelona, Manchester City e PSG. O atacante dificilmente continuará no Monaco, tanto que nem foi relacionado para o confronto contra o Metz, na última sexta-feira. De acordo com o jornal “Mundo Deportivo”, o atacante francês já definiu seu futuro e será apresentado nesta semana pelo PSG, após o pagamento de 180 milhões de euros (R$ 670 milhões). Será?

O QUE SERÁ DE DIEGO COSTA?

Em guerra com o técnico Antonio Conte desde a reta final da temporada passada, o centroavante nem tem treinado ao lado dos seus companheiros de Chelsea e nem é mais tratado como um jogador do elenco do campeão inglês pelo treinador italiano. Diego Costa deseja retornar para o Atlético de Madri, só que o time espanhol foi punido pela Fifa e só poderá receber novos jogadores em janeiro. A opção para o brasileiro naturalizado espanhol é encontrar um clube para defender neste semestre e se mudar para a capital espanhola no início de 2018.

OS RESERVAS DO PSG

A volúpia do Paris Saint-Germain no Mercado da Bola transformou vários jogadores importantes do seu elenco em reservas que não enxergam muito futuro na capital francesa e precisam de uma mudança de ares para não prejudicar o desenvolvimento de suas carreiras. O primeiro deles, o meia Blaise Matuidi, já se mandou para a Juventus. Faltam Julian Draxler, Serge Aurier, Hatem Ben Arfa, Grzegorz Krychowiak, Lucas…

O ÚLTIMO DESEJO DE GUARDIOLA

O Manchester City já gastou 244 milhões de euros (R$ 907 milhões) em reforços. Mas Pep Guardiola ainda tem um desejo: Alexis Sánchez. A negociação está enrolada há semanas porque o Arsenal prefere perder seu principal jogador sem ganhar um centavo ao fim da temporada, quando termina o contrato do chileno, a negociá-lo com um rival direto da Inglaterra. Pep e o City têm dez dias para convencer o clube londrino a mudar de ideia.


Mais de Cidadãos do Mundo

Novo Mbappé? 7 garotos que podem estourar na nova temporada europeia
Como surgiu a lenda que meia do PSG é uma mulher?
Companheiro de Neymar, goleiro do PSG namora com top model brasileira
Mercado da Bola já movimentou R$ 12,8 bi; veja os reforços mais caros


7 crias do Vasco que estão bombando (ou se perderam) fora do Brasil
Comentários Comente

Rafael Reis

Por onde anda aquele garoto que brilhou nas categorias de base do meu time e logo foi vendido para o exterior? Será que ele virou um jogador importante por lá? Ou será que se tornou apenas mais um dentre tantos brasileiros espalhados pelo Mundo da Bola?

É para responder perguntas como essas que o “Blog do Rafael Reis” mostra desde julho os paradeiros das crias dos 12 maiores clubes do Brasil.

No sétimo capítulo da série, localizamos sete jogadores formados no Vasco, um clube que tem se especializado em negociar garotos ainda pouco experimentados no time adulto para o exterior. Na próxima sexta-feira, será a vez do Botafogo.

PHILIPPE COUTINHO
Meia-atacante
25 anos
Liverpool (ING)

Maior revelação do Vasco no século, o titular da seleção brasileira foi negociado com a Inter de Milão assim que completou 18 anos, mas demorou para se adaptar ao futebol europeu. Foi só com a camisa do Liverpool que Philippe Coutinho virou um dos principais jogadores de sua posição no planeta. Não à toa, é o nome preferido do Barcelona para substituir Neymar. Os espanhóis tentam agora convencer o clube inglês a liberá-lo.

ALEX TEIXEIRA
Meia-atacante
27 anos
Jiangsu Suning (CHN)

Jogador de sucesso nas seleções brasileiras de base, foi promovido ao time adulto do Vasco cercado de expectativas e participou da campanha do título da Série B de 2009. No ano seguinte, foi vendido ao Shakhtar Donetsk, onde se tornou ídolo e entrou na mira dos grandes clubes europeus. Mas o destino de Alex Teixeira foi a China. Por 50 milhões de euros (R$ 184 milhões), foi negociado em 2016 com o Jiangsu Suning, onde veste a camisa 10.

ALAN KARDEC
Atacante
28 anos
Chongqing Dangdai Lifan (CHN)

Outra cria vascaína que se rendeu ao poderio econômico dos chineses. Contemporâneo de Alex Teixeira no clube brasileiro, o centroavante também passou por Internacional, Santos, Benfica, Palmeiras e São Paulo até a mudança para o Oriente, no ano passado. Na atual temporada chinesa, Alan Kardec já marcou seis vezes pelo Chongqing Dangdai Lifan.

SOUZA
Volante
28 anos
Fenerbahce (TUR)

Mais um integrante da safra que chegou ao time profissional do Vasco no final da década passada, o volante teve uma experiência de dois anos em Portugal (Porto) antes de retornar ao Brasil para jogar por Grêmio e São Paulo. No Fenerbahce desde 2015, Souza é titular absoluto e um dos líderes do time turco.

ALLAN
Volante
26 anos
Napoli (ITA)

Titular na conquista da Copa do Brasil de 2011, o último grande título levantado pelo Vasco, tem uma carreira bastante estável na Itália onde atua desde 2012. Três anos depois de chegar ao Velho Continente, trocou a Udinese pelo Napoli. Em boa fase nas últimas temporadas, Allan chegou a ter seu nome cogitado até para defender a seleção brasileira.

DANILO
Volante
21 anos
Braga (POR)

Jogador de destaque na base da seleção brasileira, foi negociado com o empresário português Jorge Mendes, o mesmo de Cristiano Ronaldo, assim que atingiu a maioridade e não fez nem uma dezena de jogos pelo time profissional do Vasco. Registrado no Braga, tem sido emprestado a outros clubes temporada após temporada. Danilo já passou por Valencia, Benfica e Standard Liège.

DOUGLAS LUIZ
Meia
19 anos
Girona (ESP)

Estreou no time profissional do Vasco no ano passado e acabou descoberto rapidamente por Pep Guardiola. A pedido do técnico espanhol, o Manchester City aceitou pagar 12 milhões de euros (R$ 44,2 milhões) pelo jogador e o contratou na atual janela de transferências. Ainda cru para atuar em um clube do primeiro escalão europeu, foi emprestado para o Girona para jogar o Campeonato Espanhol nesta temporada.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– Recordista, Neymar foi mais caro que custo de elenco de 18 times do Francês
– 7 crias do Fluminense que hoje brilham (ou não) no futebol do exterior
– “Novo Ronaldinho” enfrentou olhares e toques por ser negro no País da Copa
– Por sonho de melhor do mundo, Neymar ignora história de prêmio da Fifa


Coutinho e outros 5 listados por Tite que podem mudar de time nesta janela
Comentários Comente

Rafael Reis

Faltando ainda cinco semanas para o encerramento da janela de transferências na Europa, o Mercado da Bola anda bastante agitado e muitos jogadores conhecidos podem mudar de clube para a temporada 2017/18.

Entre eles, estão alguns jogadores que já foram convocados para a seleção brasileira por Tite, ou seja, que de alguma forma estão no radar do treinador para a Copa do Mundo do próximo ano.

Conheça agora seis convocáveis brasileiros que ainda podem agitar o mercado de transferências nesta janela.

PHILIPPE COUTINHO
25 anos
Meia-atacante
Liverpool (ING)

Está na mira do Barcelona já há algumas temporadas, mas o interesse do time catalão se intensificou nos últimos dias devido à possível saída de Neymar para o PSG. De acordo com o jornal britânico “Daily Mail”, o Barça já apresentou uma proposta de 80 milhões de euros (R$ 291,5 milhões) pelo camisa 10. O Liverpool, pelo menos por enquanto, diz que não pretende se desfazer do seu astro.

PAULINHO
28 anos
Meia
Guangzhou Evergrande (CHN)

O bom momento na seleção brasileira reabriu o mercado dos grandes clubes europeus para Paulinho. O jogador do Guangzhou Evergrande chegou a ter um namorinho com o Bayern de Munique no início da janela de transferências e agora conversa com o Barcelona. O clube chinês quer que os espanhóis paguem a multa rescisória de 40 milhões de euros (R$ 145,7 milhões) do jogador, hipótese que não agrada ao Barça.

ALEX SANDRO
26 anos
Lateral esquerdo
Juventus (ITA)

A saída do brasileiro da Juventus nesta temporada já foi uma possibilidade mais real, mas Alex Sandro é um dos laterais esquerdos mais valorizados do mundo e ainda está na lista de contratações de pelo menos um dos grandes clubes do planeta, o Chelsea. Segundo a Sky Sports Italia, o campeão inglês já ofereceu 68 milhões de euros (R$ 247,8 milhões) pelo jogador, proposta que foi recusada pelos italianos.

GABIGOL
20 anos
Atacante
Inter de Milão (ITA)

Apesar de ter começado bem a pré-temporada da Inter de Milão, o atacante ainda está na lista de jogadores disponíveis para empréstimo do clube italiano. O último time que apareceu como possível destino de Gabigol para a próxima temporada foi o Fenerbahce, que tenta se reestruturar após ter sido apenas o terceiro colocado no último Campeonato Turco.

RODRIGO CAIO
23 anos
Zagueiro
São Paulo (BRA)

Assim como Alex Sandro, também já esteve mais perto de protagonizar uma transferência nesta janela do que agora. O zagueiro interessa ao Zenit São Petesburgo, que negocia há semanas com o São Paulo a negociação do jogador. Por enquanto, Rodrigo Caio continua no Morumbi, algo incomum para atletas são-paulinos que receberam propostas do exterior na atual temporada.

NEYMAR
25 anos
Atacante
Barcelona (ESP)

O atacante é o grande nome do Mercado da Bola para a temporada 2017/18 do futebol europeu e tem acumulado capas e mais capas na imprensa esportiva europeia. O Paris Saint-Germain está disposto a pagar os 222 milhões de euros (R$ 808 milhões) de sua multa rescisória com o Barcelona, o que faria do brasileiro o jogador mais caro de todos os tempos. No último domingo, depois de dias de expectativa, Piqué postou uma foto ao lado do companheiro anunciando que ele fica. Nas próximas horas, pode ser que Neymar dê razão ao zagueiro e de fato encerre a novela com os franceses. Até lá, no entanto, ele segue sendo uma hipótese no mercado da bola.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– O que Guardiola viu em Danilo para buscá-lo na reserva do Real Madrid?
– Sucesso ou decepção? Os destinos de 7 crias do Palmeiras no exterior
– Com valor de Neymar, PSG compraria os outros titulares do Brasil juntos
– Sucesso ou decepção? Os destinos de 7 crias do Corinthians no exterior


Gols brasileiros na Europa crescem e atingem maior marca em 6 anos
Comentários Comente

Rafael Reis

Neymar pode até não ter tido seu melhor ano com a camisa do Barcelona. Mas isso não significa que os atacantes brasileiros ficaram devendo na temporada europeia.

Muito pelo contrário: há seis anos as cinco principais ligas nacionais do Velho Continente não viam tantas bolas serem empurradas para as redes por representantes do futebol pentacampeão mundial.

Somadas as primeiras divisões de Espanha, Inglaterra, Itália, Alemanha e França, jogadores de cidadania brasileira anotaram 223 gols em 2016/17, 11 a mais do que na temporada anterior.

Trata-se da maior marca desde 2010/11, quando foram anotados 226 tentos com DNA tupiniquim.

Apesar de ter passado longe de repetir os 24 gols feitos no Campeonato Espanhol de 2015/16, Neymar ainda dividiu com Philippe Coutinho o posto de principal artilheiro brasileiro das principais ligas nacionais da Europa.

O atacante do Barcelona e o meia do Liverpool marcaram 13 vezes cada em seus respectivos campeonatos.

Também nascido no Brasil, Diego Costa, colocou 20 bolas na rede com a camisa do Chelsea e foi o quarto colocado na artilharia da Premier League inglesa. No entanto, seus gols são oficialmente computados para a Espanha, país que decidiu defender.

Mesmo com o crescimento no número de gols anotados por brasileiros nas principais competições do planeta, a marca desta temporada ainda está distante do auge da artilharia nacional na Europa.

Em 2007/08, os brazucas marcaram 373 vezes nas cinco ligas analisadas, sendo 106 delas só no Espanhol. Na ocasião, Luís Fabiano (Sevilla) foi o terceiro na artilharia, com 24 gols, e Ricardo Oliveira (Betis) ficou em sexto, com 18.

A liga espanhola continua sendo a de maior poderio ofensivo brasileiro, ainda que os números de agora sejam bem mais modestos.

Na recém-encerrada temporada, foram 83 tentos brasileiros na primeira divisão espanhola marcados por 19 jogadores diferentes. Entre eles, estão Neymar, Marcelo, Ganso, Casemiro e Willian José, mas também Douglas (ex-São Paulo), Petros e Luciano (ex-Corinthians).


Mais de Balanço da Temporada

Brasil recupera espaço e já tem mais presença em campo que antes do 7 a 1
Sinal amarelo: futebol europeu tem pior média de público em 10 anos
Europa não tinha temporada tão farta em gols desde tempos de Eusébio


7 brasileiros que devem “bombar” na próxima janela de transferências
Comentários Comente

Rafael Reis

A pouco menos de dois meses do encerramento da temporada 2016/17, a imprensa internacional já tem dedicado bastante espaço para as transferências que podem acontecer na próxima janela de transferências.

Que jogadores de primeiro escalão mudarão de clube? Quais serão os reforços mais caros? E as jovens apostas que desembarcarão nos maiores times do planeta e terão a oportunidade da vida? São essas algumas das perguntas que serão respondidas entre o fim de maio e agosto.

Listamos abaixo cinco jogadores brasileiros que devem “bombar” na próxima janela de transferência. Mesmo que acabem não mudando de equipe, certamente irão protagonizar longas negociações a respeito dos seus futuros. E muitas reportagens de “Mercado da Bola”.

PHILIPPE COUTINHO
Meia
24 anos
Liverpool (ING)

Protagonista do Liverpool desde a venda de Luis Suárez para o Barcelona, em 2014, o meia virou titular da seleção brasileira no ano passado e entrou na lista de desejos do clube catalão para a próxima temporada. De acordo com o jornal “Mundo Deportivo”, Neymar vem pedindo constantemente à diretoria a contratação do compatriota e amigo. Coutinho poderia ser um substituto de Iniesta no meio-campo do Barça. Um possível negócio envolvendo o camisa 10 do Liverpool movimentaria pelo menos 70 milhões de euros (R$ 238 milhões).

EDERSON
Goleiro
23 anos
Benfica (POR)

Revelação do gol do Benfica, ganhou a posição do veterano Júlio César durante a temporada, teve atuações de gala na Liga dos Campeões, chegou à seleção brasileira e conquistou Pep Guardiola. Sim, o treinador do Manchester City, incomodado com as atuações abaixo da crítica de Bravo e Caballero, quer ver Ederson vestindo a camisa 1 do clube inglês na próxima temporada. O técnico catalão inclusive já conversou com o arqueiro brasileiro sobre a possibilidade de uma transação.

FELIPE
Zagueiro
27 anos
Porto (POR)

O ex-zagueiro do Corinthians caiu como uma luva no futebol europeu. Logo em sua primeira temporada no exterior, vem ajudando o Porto a ter um dos sistemas defensivos mais sólidos do continente. O resultado desse sucesso não demorou a aparecer. No mês passado, o jornal espanhol “As” publicou que Felipe já tem um acerto verbal para se juntar ao Real Madrid a partir de julho. A proposta enviada ao Porto seria de 30 milhões de euros (R$ 102 milhões).

FABINHO
Volante
23 anos
Monaco (FRA)

Lateral direito de origem e usado como volante por Leonardo Jardim no Monaco, o jogador com passagem pelas categorias de base do Real Madrid é titular absoluto do clube que se tornou sensação da temporada europeia. Fabinho é um dos tantos destaques do Monaco que devem receber propostas valiosas para mudar de ares na próxima temporada. O rumor mais forte é que a Juventus toparia pagar 30 milhões de euros (R$ 102 milhões) para levá-lo para a Itália.

FELIPE ANDERSON
Meia-atacante
23 anos
Lazio (ITA)

Responsável direto pela boa campanha da Lazio, que tem tudo para se classificar para disputar a Liga Europa na próxima temporada, o ex-jogador do Santos é um desejo antigo do Manchester United. No passado, o clube italiano já chegou, inclusive, a recusar uma proposta inglesa de 50 milhões de euros (R$ 170 milhões). Essa história deve ganhar um novo capítulo nos próximos meses.

LUAN
Atacante
24 anos
Grêmio (BRA)

Último integrante do setor ofensivo da seleção que conquistou a inédita medalha de ouro olímpica na Rio-2016 que continua no futebol brasileiro, o atacante do Grêmio é hoje um dos jogadores mais valorizados da América do Sul. Consequentemente, é também um dos mais visados pelos olheiros europeus. Luan já foi citado como alvo de Liverpool, Barcelona e PSG. Até agora, o clube gaúcho o segurou. Por quanto tempo mais conseguirá mantê-lo? Difícil saber.

RAFINHA
Meia
24 anos
Barcelona (ESP)

Titular do Barcelona desde a implantação do esquema com três zagueiros, Rafinha sabe que seu clube deve ir ao mercado na janela de transferências para contratar mais uma estrela que deve devolvê-lo ao banco de reservas. Caso opte por uma mudança de ares para jogar com mais frequência, o brasileiro terá um leque de opções bem interessante em sua frente. Segundo o jornal catalão “Mundo Deportivo”, Juventus, Liverpool e Arsenal gostariam de tê-lo em seus elencos.


 Mais de Brasileiros pelo Mundo

“Rei das estreias”, Pato enfrenta jejum de gols inédito na China
– Neymar sofre recorde de faltas e é o jogador que mais apanha na Europa
– 50% brasileiro, zagueiro da Suíça morou no Rio em busca de “malandragem”
– Atrás de Vágner Love, Neymar está fora do top 100 da Chuteira de Ouro


Enquanto D. Costa brilha, brasileiros têm só 1 gol em 45 dias no Inglês
Comentários Comente

Rafael Reis

Lembram de quando Willian era um dos jogadores mais decisivos do Chelsea, Oscar ainda era uma peça útil na equipe de Londres e Philippe Coutinho e Roberto Firmino estavam voando com a camisa do Liverpool?

Esse cenário nem parece tão distante assim. Mas o jogo virou para os brasileiros que disputam a Premier League… principalmente, para os homens de frente.

Firmino

Nos últimos 45 dias, a liga nacional mais rica do planeta registrou apenas um gol de um jogador apto a defender a seleção brasileira –Willian marcou no 3 a 1 do Chelsea sobre o Manchester City, em 3 de dezembro.

E Coutinho, Firmino, Oscar, Fernandinho, Kenedy, Gabriel Paulista, Fábio, David Luiz, Lucas Leiva e Fernando? Nada, nada, nada. Todos eles passaram em branco no período.

Coutinho, há tempos o brasileiro que mais se destaca na Premier League, viu sua ótima temporada ser interrompida no fim de novembro, quando machucou o tornozelo direito.

A contusão derrubou também o desempenho de Firmino, seu companheiro no setor ofensivo do Liverpool. Juntos, eles somam dez gols nesta edição do Inglês (cinco de cada um). Separados, nenhum deles marcou.

Já no Chelsea, líder da Premier League, o drama é outro. O técnico Antonio Conte só considera titular um dos três brasileiros do seu elenco: o zagueiro David Luiz. Os homens mais ofensivos precisam se contentar com o banco.

Willian, que era peça-chave do time nas últimas temporadas, hoje é preterido por Pedro, mas entra no segundo tempo de quase todas as partidas. Menos utilizado, Oscar está prestes a se mandar para o Shangai SIPG, da China.

Os outros nove brasileiros inscritos no Inglês atuam em posições mais defensivas e não têm como prioridade balançar as redes ou mesmo criar jogadas de gol.

Deles, o único que já deixou sua marca nesta edição da Premier League é o volante Fernandinho, do Manchester City. Mas seu gol contra o West Ham aconteceu em agosto, bem antes do início da seca brasileira.

Curiosamente, o artilheiro do Campeonato Inglês é alguém que poderia atuar pelo Brasil. Nascido no Sergipe, o centroavante Diego Costa abriu mão de sua nacionalidade natal para defender a seleção espanhola.

Na ponta da tabela de goleadores da Premier League, o atacante do Chelsea soma 13 gols na competição, quatro só nos últimos 45 dias.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

Banco, Alisson ainda espera estreia no Italiano e revive saga de Taffarel
– Como Douglas superou as piadas para virar peça importante de time espanhol
– Brasil vive seca de gols na Champions e tem pior fase de grupos em 14 anos
– Mundial de Clubes tem 10 jogadores brasileiros; conheça cada um deles

 


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>