Blog do Rafael Reis

Arquivo : pato

Pato recupera fome de gol na China e tem melhor média em 10 anos
Comentários Comente

Rafael Reis

Azar no amor, sorte no jogo.

Em meio ao fim do relacionamento de três anos com a modelo e atriz Fiorella Mattheis, anunciado na última terça-feira, o atacante brasileiro Alexandre Pato reencontrou o caminho do gol.

Depois de fracassar com as camisas de Chelsea e Villarreal, o ex-jogador de São Paulo e Corinthians virou um dos principais homens-gol do Campeonato Chinês nesta temporada.

Nas primeiras 15 partidas pelo Tianjin Quanjian, clube que pagou 18 milhões de euros (R$ 56,2 milhões) para contar com seu futebol, o paranaense já balançou as redes oito vezes. Sua média de gols (0,53 por partida) é a mais alta dos últimos dez anos.

Desde que deixou o Internacional, em 2007, como um adolescente que parecia fadado a construir uma carreira de sucesso na seleção, Pato não comemorava gols com tanta frequência.

No Milan, onde ficou por quase seis temporadas, o brasileiro teve média de 0,42 gol por jogo. O segundo melhor desempenho foi no São Paulo (0,39). No Corinthians e no Villarreal, as marcas foram parecidas, algo em torno de 0,27.

Já as estatísticas do Chelsea não devem nem ser consideradas. Afinal, a passagem de Pato pela Inglaterra praticamente não existiu. Durante o semestre que vestiu a camisa azul, o atacante só entrou em campo duas vezes e marcou um gol, de pênalti.

No Quanjian, clube que estreia na primeira divisão chinesa e que conquistou a Série B na temporada passada com um elenco repleto de brasileiros (Jadson, Luís Fabiano e Geuvânio), Pato é o camisa 10 e a maior referência ofensiva.

O centroavante responde por 38% dos 21 gols anotados por seu time no campeonato e é o principal responsável pela boa campanha da equipe, quinta colocada, com 25 pontos, 12 a menos que o Guangzhou Evergrande, líder e atual hexacampeão nacional.

Foi justamente contra o Evergrande, time dirigido por Luiz Felipe Scolari e que conta com os brasileiros Paulinho, Alan e Ricardo Goulart, que Pato fez sua obra-prima desde a chegada ao Oriente.

No encontro entre as duas equipes, no último domingo, Pato recebeu a bola antes da linha do meio-campo, atravessou toda a intermediária adversária, driblou dois marcadores e anotou um golaço na vitória por 4 a 3 do Quanjian.

“Hoje fizemos um pedaço da história do futebol chinês! E essa vitória é muito importante para a história do Tianjin Quanjian! Obrigado a todos”, postou o jogador, em sua conta no Instagram.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– 5 brasileiros sem contrato para seu time se reforçar no 2º semestre
– Denilson tirou recorde de Ronaldo e já foi jogador mais caro do mundo
– Já começou: os 10 brasileiros mais caros desta janela de transferências
– Seleção dos reforços mais caros da história tem só 1 brasileiro; veja time


Falta de humildade faz Pato cometer maior erro da carreira no Chelsea
Comentários Comente

Rafael Reis

Ao ver Alexandre Pato totalmente escanteado no Chelsea, fica até difícil lembrar que, apenas três meses atrás, ele terminava sua passagem pelo São Paulo com sensação de dever cumprido e a imagem de grande jogador devidamente resgatada.

Era a chance de recolocar sua carreira nos trilhos e quem sabe até voltar à seleção brasileira. Mas…

Sem disputar uma partida oficial desde o fim da temporada passada e correndo sério risco de completar sua passagem pelo clube inglês sem ao menos entrar no campo, o atacante brasileiro já conseguiu apagar tudo de bom que havia reconstruído nos últimos dois anos.

Tudo por culpa de uma certa soberba que insiste em acompanhá-lo há tempos.

Pato

Se o desejo de Pato não era retornar do empréstimo ao São Paulo direto para o Corinthians, mas sim jogar mais uma vez na Europa, ele deveria ter se preparado para isso e realizado uma pré-temporada particular durante suas férias.

Mas não. Segundo o técnico Guus Hiddink, o brasileiro desembarcou no Chelsea no fim de janeiro em com um físico incompatível com a temporada inglesa que corria em pleno vapor.

Evidentemente, foi barrado pelo treinador e mandado para uma espécie de pré-temporada para recuperar a forma e ter condições de estrear. Assim, perdeu o bonde da história e já se queimou de cara com o holandês.

Não à toa, Hiddink não dá nenhum indício de que pretende utilizar Pato até o fim da temporada, quando os contratos de ambos chegam ao fim.

O brasileiro hoje é apenas a quarta opção do Chelsea para o comando do ataque. Está atrás de Diego Costa, Rémy e até mesmo do garoto Bertrand Traoré.

Durante a semana, o jornal inglês “Evening Standard” chegou a publicar que os “Blues” cogitam até mesmo interromper o empréstimo de Pato e devolvê-lo ao Corinthians antes do fim da temporada.

Pato poderia ter evitado essa situação constrangedora se houvesse tido humildade de se preparar fisicamente para o Chelsea. Ou, se tivesse aceitado ir para um time menos expressivo, onde conseguiria um espaço maior mesmo não estando no auge de sua forma.

Vale lembrar que o jogador recebeu uma proposta milionária para jogar no Tianjin Quanjian, da China, e também foi sondado pelo Fenerbahce, da Turquia.

Mas Pato recusou os dois convites porque ir para a elite da Europa e jogar ao lado dos melhores. A viagem, ele conseguiu. Agora, jogar, virou um grande problema. Culpa da sua soberba.


Mais de Opinião

Soberba brasileira na Libertadores não faz mais nenhum sentido
– Copa do Mundo com 40 seleções até faz sentido, mas não é uma boa
– Por que Cristiano Ronaldo anda tão irritado?
– Leicester já é o favorito para conquistar título inglês?


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>