Blog do Rafael Reis

Arquivo : mercado da bola

Mercado da Bola movimenta R$ 6,2 bi antes da Copa; veja clubes mais gastões
Comentários Comente

Rafael Reis

Os clubes de futebol mais poderosos do planeta decidiram não esperar a Copa do Mundo para começarem a montar seus elencos para a próxima temporada. Apesar de a janela de transferências ainda nem estar oficialmente aberta, eles já torraram 1,4 bilhão de euros (R$ 6,2 bilhões) em reforços para 2018/19.

O valor corresponde a mais de 25% dos 5,1 bilhões de euros (R$ 22,7 bilhões) movimentados pelo Mercado da Bola na janela do verão europeu do ano passado, que foi a maior da história do esporte.

Vale lembrar que os times dos mais ricos da Europa poderão registrar novos jogadores até agosto e que, tradicionalmente, a maior parte dos negócios mais caros acontecem nas semanas finais da janela de transferências.

Parte significativa do 1,4 bilhão de euros já movimentados no período atual de transações está ligada a contratos fechados lá atrás, ainda na temporada passada.

É por isso que o Paris Saint-Germain aparece no topo da lista dos clubes mais gastões de 2018/19. Seu investimento de 180 milhões de euros (R$ 802 milhões) é relativo à contratação do atacante francês Kylian Mbappé, que defendeu o clube por empréstimo na última temporada e agora assinará contrato “definitivo”.

As idas do meia senegalês Naby Keita (ex-RB Leipzig) para o Liverpool e do meia-atacante brasileiro Vinícius Júnior (Flamengo) ao Real Madrid também foram fechadas ainda em 2017, mas só serão concretizadas em julho.

Dos negócios selados já nas últimas semanas, a transferência mais cara é a do meia brasileiro Fred, vendido pelo Shakhtar Donetsk para o Manchester United por 59 milhões de euros (R$ 263 milhões).

Chama a atenção a presença de dois clubes pequenos da Inglaterra no top 10 dos times mais gastões da temporada.

O Wolverhampton, recém-promovido para a primeira divisão, é o sexto colocado no ranking. A equipe laranja gastou 40,2 milhões de euros (R$ 179 milhões) na chegada de três reforços. O mais caro deles, o atacante Benik Afobe (ex-Bournemouth).

Já o Huddersfield Town, 16º colocado na última Premier League, é o décimo na lista de investimentos. Foram 27,5 milhões de euros (R$ 122,6 milhões) gastos para ter o zagueiro holandês Terence Kongolo (ex-Monaco), o lateral direito suíço Florent Hadergjonaj (ex-Ingolstadt) e o goleiro dinamarquês Jonas Lössl (ex-Mainz).

OS 10 CLUBES MAIS GASTÕES DA TEMPORADA 2018/19 (em euros)
1º – Paris Saint-Germain (FRA) – 180 milhões
2º – Liverpool (ING) – 110 milhões
3º – Manchester United (ING) – 81 milhões
4º – Juventus (ITA) – 52 milhões
5º – Real Madrid (ESP) – 45 milhões
6º – Wolverhampton (ING) – 40,2 milhões
7º – Bayer Leverkusen (ALE) – 38,4 milhões
8º – Roma (ITA) – 35 milhões
9º – Tianjin Quanjian (CHN) – 29 milhões
10º – Huddesfield Town (ING) – 27,5 milhões

AS 10 CONTRATAÇÕES MAIS CARAS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Kylian Mbappé (FRA/Paris Saint-Germain) – 180 milhões
2º – Naby Keita (SNG, Liverpool) – 60 milhões
3º – Fred (BRA, Manchester United) – 59 milhões
4º – Fabinho (BRA, Liverpool) – 45 milhões
Vinícius Jr. (BRA, Real Madrid) – 45 milhões
6º – Douglas Costa (BRA, Juventus) – 40 milhões
7º – Anthony Modeste (CHN, Tianjin Quanjian) – 29 milhões
8º – Paulinho (BRA, Bayer Leverkusen) – 26,4 milhões
9º – Geoffrey Kondogbia (FRA, Valencia) – 25 milhões
10º – Lautaro Martínez (ARG, Inter de Milão) – 23 milhões
TOTAL: 1,4 bilhão de euros

OS 10 BRASILEIROS MAIS CAROS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Fred (BRA, Manchester United) – 59 milhões
2º – Fabinho (BRA, Liverpool) – 45 milhões de euros
Vinícius Jr. (BRA, Flamengo) – 45 milhões
4º – Douglas Costa (BRA, Juventus) – 40 milhões
5º – Paulinho (BRA, Bayer Leverkusen) – 26,4 milhões
6º – Danilo (BRA, Nice) – 10 milhões
7º – Raphinha (BRA, Sporting) – 6,5 milhões
8º – Felipe Vizeu (BRA, Udinese) – 5 milhões
9º – Tchê Tchê (BRA, Dínamo de Kiev) – 4,8 milhões
10º – Rodrigo (BRA, Real Madrid Castilla) – 4,1 milhões

 


Mais de Clubes

– Próxima Champions começa no meio da Copa; conheça dos clubes classificados
– Final “mais louca” do século deu último título de Champions ao Liverpool
– Brasil pode ter a pior campanha da década na fase de grupos da Libertadores
– “Cinderela da Bola”, rival do PSG em final tem teto salarial de 3 mil euros


Brasil domina próxima janela de transferências e já movimenta R$ 1 bi
Comentários Comente

Rafael Reis

Apesar de faltar ainda quase um mês para a abertura oficial da janela de transferências das principais ligas nacionais do futebol mundial, o Mercado da Bola para a temporada 2018/19 já movimentou 1 bilhão de euros (R$ 4,3 bilhões) em compras, vendas e empréstimos de jogadores. No total, só as transações envolvendo jogadores brasileiros já chegaram a 231 milhões de euros (R$ 1 bilhão), quase 25% dos negócios.

Das dez transações mais caras já firmadas para a próxima temporada, cinco delas envolvem representantes do único país pentacampeão mundial.

O meia Fred, que acertou nesta terça-feira sua saída do Shakhtar Donetsk rumo ao Manchester United, é o brasileiro mais caro da próxima janela. Ele custou 55 milhões de euros (R$ 240,4 milhões), menos apenas que a compra dos direitos econômicos do atacante francês Kylian Mbappé pelo Paris Saint-Germain e a transação do meia senegalês Naby Keita, vendido pelo RB Leipizig ao Liverpool.

O integrante da seleção aparece logo à frente Fabinho, que vai trocar o Monaco pelo Liverpool, e do atacante Vinícius Júnior, negociado ainda em 2017 pelo Flamengo com o Real Madrid, mas que só terá sua transferência completada quando comemorar seu 18º aniversário, em julho, são os brasileiros mais caros da próxima janela. Cada um deles custou 45 milhões de euros (R$ 196,7 milhões),

O sexto lugar no top 10 dos maiores negócios da próxima temporada também envolve um brasileiro: Douglas Costa, um dos 23 convocados por Tite para a Copa do Mundo. O jogador, que foi emprestado pelo Bayern de Munique à Juventus em 2017/18, continuará na Itália após o pagamento de 40 milhões de euros (R$ 174,8 milhões).

Outro “brasuca” na lista dos mais caros é o ex-vascaíno Paulinho. O garoto de 17 anos vai para o Bayer Leverkusen por 26,4 milhões de euros (R$ 115,3 milhões), o oitavo maior negócio do planeta nesta janela de transferências.

A janela de transferências de julho/agosto do ano passado foi a maior da história do futebol e movimentou mais de 5,1 bilhões de euros (R$ 22,3 bilhões).

OS 9 BRASILEIROS MAIS CAROS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Fred (BRA, Manchester United) – 55 milhões de euros
2º – Fabinho (BRA, Liverpool) – 45 milhões
Vinícius Jr. (BRA, Flamengo) – 45 milhões
4º – Douglas Costa (BRA, Juventus) – 40 milhões
5º – Paulinho (BRA, Bayer Leverkusen) – 26,4 milhões
6º – Raphinha (BRA, Sporting) – 6,5 milhões
7º – Felipe Vizeu (BRA, Udinese) – 5 milhões
8º – Rodrigo (BRA, Real Madrid Castilla) – 4,1 milhões
9º – Bruno Viana (BRA, Braga) – 3 milhões

AS 10 CONTRATAÇÕES MAIS CARAS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Kylian Mbappé (FRA,Paris Saint-Germain) – 180 milhões
2º – Naby Keita (SNG, Liverpool) – 60 milhões
3º – Fred (BRA, Manchester United) – 55 milhões
4º – Fabinho (BRA, Liverpool) – 45 milhões
Vinícius Jr. (BRA, Real Madrid) – 45 milhões
6º – Douglas Costa (BRA, Juventus) – 40 milhões
7º – Anthony Modeste (CHN, Tianjin Quanjian) – 29 milhões
8º – Paulinho (BRA, Bayer Leverkusen) – 26,4 milhões
9º – Geoffrey Kondogbia (FRA, Valencia) – 25 milhões
10º – Lautaro Martínez (ARG, Inter de Milão) – 23 milhões
TOTAL: 1 bilhão de euros

Atualizado às 12h29


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– Ganhar Champions e Copa no mesmo ano? Só 1 brasileiro conseguiu até hoje
– Lateral do Coritiba foi 1º “xodó” de Zidane no Real e deve carreira a ele
– Esquecido, 1º brasileiro campeão europeu foi “parça” de Puskás e Di Stéfano
– 7 brasileiros em alta na Europa que podem mudar de clube na próxima janela


Site aponta França como seleção mais cara da Copa-2018; Brasil é o 3º
Comentários Comente

Rafael Reis

Vice-campeão da Eurocopa e uma das equipes mais badaladas desta Copa do Mundo de 2018, a seleção da França é apontada como a mais valiosa entre todas que disputam o Mundial.

De acordo com o site “Transfermarkt”, especializado na cobertura do Mercado da Bola, os 23 jogadores convocados por Didier Deschamps para ir à Rússia têm valor estimado de 1,08 bilhão de euros (R$ 4,81 bilhões).

Imagem: Eric Gaillard/Reuters

O mais caro deles é o atacante Kylian Mbappé, companheiro de Neymar no Paris Saint-Germain, cujo preço estimado pela plataforma chega a 120 milhões de euros (mais de R$ 534 milhões). As altas cifras nas avaliações de outras estrelas do elenco como Antoine Griezmann (100 milhões de euros), Paul Pogba (90 milhões de euros) e Ousmane Dembélé (80 milhões de euros) ajudaram a impulsionar à liderança do ranking

Quem mais se aproxima do valor de mercado da França é a Espanha. O Brasil aparece na terceira colocação no ranking, logo à frente de Alemanha, Inglaterra e Bélgica.

O valor de mercado do único time pentacampeão mundial é de 981 milhões de euros (R$ 4,37 bilhões), segundo o “Transfermarkt”. Neymar, o jogador mais caro da história do futebol, equivale sozinho a quase 20% desse total.

Apesar de ter sido negociado pelo Barcelona com o Paris Saint-Germain por 222 milhões de euros (R$ 970,2 milhões), o camisa 10 brasileiro tem valor de mercado estimado em “apenas” 180 milhões de euros (R$ 786,6 milhões), mesma marca do argentino Lionel Messi.

Das dez seleções mais valiosas da Copa-2018, sete são europeias e nenhuma irá enfrentar o Brasil na fase de grupos.

Além do time de Tite, Argentina (sétima colocada, com 690,5 milhões de euros) e Uruguai (nona, com 372,5 milhões de euros) representam o futebol sul-americano na parte de cima do ranking.

Do outro lado da tabela, a seleção mais barata do Mundial da Rússia é o estreante Panamá. A equipe da América Central vale apenas 8,43 milhões de euros (R$ 37,5 milhões), menos do que uma parcela significativa dos jogadores que vão disputar a competição.

A soma dos valores de mercado das 32 equipes que vão em busca do título mundial a partir do dia 14 de junho ultrapassa os 10 bilhões de euros (R$ 43,7 bilhões).

AS 10 SELEÇÕES MAIS VALIOSAS DA COPA

1 – França– 1,08 bilhão de euros
2 – Espanha – 1,03 bilhão
3 – Brasil – 981 milhões
4 – Alemanha – 883 milhões
5 – Inglaterra – 874 milhões
6 – Bélgica – 754 milhões
7 – Argentina – 690,50 milhões
8 – Portugal – 464,5 milhões
9 – Uruguai – 372,5 milhões
10 – Croácia – 360 milhões

Fonte: Transfermarkt


Mais de Seleções:

– Chechênia tenta esquecer passado de sangue para ser casa de Salah na Copa
– Por que algumas seleções ainda não divulgaram suas convocações para Copa?
– Dor de cabeça de Tite, lateral direita é problema global na Copa-2018
– Final da Champions mostra força de país 154º colocado no ranking da Fifa


5 sugestões de destaques da Libertadores-2018 para seu clube contratar
Comentários Comente

Rafael Reis

A fase de grupos da Libertadores não é apenas a etapa que define os 16 clubes classificados para a reta final do principal torneio interclubes da América do Sul. Ela é também uma grande vitrine de jogadores.

Os principais clubes da Europa e também os times brasileiros costumam ficar de olhos bem abertos na competição para descobrir valores e renovar seus elencos.

Aqueles jogadores que se destacam demais acabam indo para a Europa, como é o caso do argentino Lautaro Martínez, do Racing, já negociado com a Inter de Milão. Mas alguns outros acabam pintando por aqui.

Apresentamos abaixo cinco sugestões de reforços para clubes brasileiros baseadas no que aconteceu durante a fase de grupos da Libertadores-2018.

MACNELLY TORRES
Meia-atacante
33 anos
Colombiano
Atlético Nacional (COL)

O namoro do camisa 10 do Atlético Nacional com o futebol brasileiro já dura mais de uma década. Palmeiras, São Paulo, Flamengo, Botafogo, Atlético-MG e Vasco foram só alguns dos clubes que, em diferentes momentos, tentaram contratá-lo. Talvez o momento desse relacionamento mudar de status tenha, enfim, chegado. Apesar de ter sido um dos destaques da fase de grupos da Libertadores, Torres dificilmente ficará no Nacional para o segundo semestre. De acordo com o jornal “El Heraldo”, o clube de Medellín gostaria de emprestá-lo devido a problemas de relacionamento com a diretoria.

ÓSCAR CARDOZO
Atacante
35 anos
Paraguaio
Libertad (PAR)

Time não-brasileiro de melhor campanha da fase de grupos da Libertadores, o Libertad é a equipe dos “trintões”. São nove titulares que já entraram na casa dos 30 anos. E Óscar Cardozo, veterano da Copa do Mundo-2010 e jogador com passagem de sucesso pelo Benfica, é o melhor deles. O centroavante de 35 anos já marcou três vezes e foi essencial para a classificação do Libertad. Apesar da idade elevada, ainda é um homem-gol que pode ser útil para muitos clubes por aqui.

FACUNDO SÁNCHEZ
Lateral direito
28 anos
Argentino
Estudiantes (ARG)

Em uma posição que sofre com a escassez de bons nomes no mundo todo, Facundo Sánchez conseguiu se destacar na fase de grupos da Libertadores por aliar uma boa capacidade defensiva com subidas precisas ao ataque. O lateral direito do Estudiantes deu assistência para dois dos sete gols marcados pela equipe argentina no Grupo 2. Com idade já um pouco elevada para ser “descoberto” pelo futebol europeu, não seria uma contratação tão cara para os clubes brasileiros.

WILSON MORELO
Atacante
31 anos
Colombiano
Santa Fé (COL)

Apesar de o Santa Fé ter sido eliminado já na fase de grupos, a Libertadores-2018 foi muito boa para Morelo. O centroavante de 31 anos é o artilheiro da competição, com nove gols marcados em dez jogos. O sucesso no torneio continental lançou seu nome no Mercado da Bola. No mês passado, o nome de Morelo começou a circular como possível reforço do Vasco. Já na Colômbia, o rumor mais forte é de que o atacante irá se transferir para o Atlético Junior.

NERY DOMINGUEZ
Volante
28 anos
Argentino
Racing (ARG)

Os grandes nomes do Racing na primeira fase da Libertadores foram Lautaro Martínez e Ricardo Centurión, mas ambos hoje têm valores proibitivos para o mercado brasileiro. Assim, o destaque do time argentino que poderia facilmente pintar por aqui é o volante Nery Dominguez. Jogador importante para o sucesso da equipe na competição, ele tem vínculo com o Querétaro (MEX) e está apenas emprestado ao Racing.


Mais de Cidadãos do Mundo

7 jogadores famosos que podem mudar de clube depois da Copa
Ano sabático ou seleção francesa: qual será o futuro de Zidane?
Como um jogador da 7ª divisão inglesa virou fenômeno do Tinder
Sem perdão: ex-goleiro perde dinheiro para não ter de cumprimentar Maradona


7 jogadores famosos que podem mudar de clube depois da Copa
Comentários Comente

Rafael Reis

A Copa do Mundo é a principal competição de futebol do planeta e exige concentração total e exclusiva de todos os jogadores participantes. Certo? Bem, pelo menos em tese, é por aí mesmo.

Mas, enquanto a bola estiver rolando na Rússia-2018, o destino de boa parte dos maiores nomes do futebol mundial estará sendo definida em conversas entre empresários representantes desses atletas e clubes interessados em contratá-los.

É isso que pode acontecer com Neymar. Principal jogador da seleção brasileira, o atacante do Paris Saint-Germain tem o seu nome ligado a uma eventual transferência para o Real Madrid.

Apresentamos abaixo outros sete jogadores bastante conhecidos que, assim como o camisa 10 do PSG, podem vestir uma nova camisa depois do Mundial da Rússia.

CRISTIANO RONALDO
Atacante
33 anos
Portugal
Real Madrid (ESP)

Eleito o melhor jogador do mundo em quatro dos últimos cinco anos, o português soltou um enigmático “foi muito bonito jogar pelo Real Madrid” durante as comemorações do título da Liga dos Campeões, sobre o Liverpool, no sábado passado. Dias depois, o jornal espanhol “As” publicou que o Paris Saint-Germain está disposto a pagar 150 milhões de euros por Cristiano Ronaldo (R$ 654 milhões), além de um salário de 45 milhões de euros (R$ 196 milhões) anuais. Outra possibilidade seria envolver o craque em uma troca por Neymar, que interessa ao Real.

ANTOINE GRIEZMANN
Atacante
27 anos
França
Atlético de Madri (ESP)

Principal jogador do Atlético de Madri nas últimas temporadas, o francês encabeça a lista de compras do Barcelona para 2018/19. O interesse por Griezmann é antigo, mas o clube catalão optou por esperar que a multa rescisória do jogador caísse de 200 milhões de euros (R$ 872 milhões) para 100 milhões de euros (R$ 436 milhões), o que acontece na atual janela de transferências. Apesar disso, segundo o diário esportivo “Sport”, o Barça pode pagar até um pouco mais pelo negócio: 115 milhões de euros (R$ 501 milhões).

SERGIO AGÜERO
Atacante
29 anos
Argentina
Manchester City (ING)

Caso Griezmann realmente vá para o Barcelona, seu substituto no Atlético de Madri pode ser um velho conhecido do torcedor colchonero. De acordo com o jornal “As”, o atacante argentino Sergio Agüero está disposto a retornar ao seu primeiro clube na Europa, que defendeu durante cinco temporadas, entre 2006 e 2011. A publicação não fala nada sobre valores, mas o negócio certamente movimentaria uma quantia inferior à possível transferência de Griezmann.

ROBERT LEWANDOWSKI
Atacante
29 anos
Polônia
Bayern de Munique (ALE)

Um veterano em especulações no Mercado da Bola. Toda janela de transferência, algum clube considera a possibilidade de tirar o goleador polonês do Bayern de Munique. Desta vez, o próprio agente do jogador, Pini Zahavi, admitiu que o centroavante pediu ao clube alemão para ser negociado. Há pelo menos três grandes times interessados em contratar Lewandowski: Real Madrid, Chelsea e Paris Saint-Germain.

NABIL FEKIR
Meia-atacante
24 anos
França
Lyon (FRA)

Autor de 23 gols na última temporada francesa e convocado para a Copa do Mundo, é um daqueles jogadores que despertam o interesse de vários clubes do primeiro escalão europeu. Segundo o jornal inglês “Daily Express”, o Liverpool é o favorito para ficar com Fekir. No entanto, o presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, não quer fechar negócio antes da Copa do Mundo porque recebeu informações de que o Bayern de Munique e o Atlético de Madri desejam analisar melhor o meia-atacante durante a Rússia-2018.

TOBY ALDERWEIRELD
Zagueiro
29 anos
Bélgica
Tottenham (ING)

Um dos melhores zagueiros do Campeonato Inglês nos últimos anos, o belga é o sonho de José Mourinho para tentar resolver os problemas defensivos do Manchester United. Segundo o jornal inglês “Guardian”, o Tottenham está ciente da iminente saída de Alderweireld, mas pretende faturar alto no negócio, algo em torno de 85 milhões de euros (R$ 370 milhões). O United, pelo menos por enquanto, só admite pagar cerca de 60 milhões de euros (R$ 261 milhões).

BERND LENO
Goleiro
26 anos
Alemanha
Bayer Leverkusen (ALE)

Reserva da seleção alemã, dificilmente continuará em Leverkusen depois da Copa do Mundo. A prova disso é que seu atual clube até já contratou um novo goleiro, o finlandês Lukas Hradecky. Segundo o jornal inglês “Daily Mirror”, Leno é o nome escolhido pelo Arsenal para substituir o veterano Petr Cech. Mas o Liverpool, principalmente depois das falhas de Loris Karius na final da Liga dos Campeões, e o Napoli também desejam contratar o goleiro alemão.


Mais de Cidadãos do Mundo

Ano sabático ou seleção francesa: qual será o futuro de Zidane?
Como um jogador da 7ª divisão inglesa virou fenômeno do Tinder
Sem perdão: ex-goleiro perde dinheiro para não ter de cumprimentar Maradona
7 jogadores que estão “correndo contra o tempo” para disputar a Copa


Copa do Mundo deve definir “loucuras” da próxima janela de transferências
Comentários Comente

Rafael Reis

Na última temporada, quatro contratações de jogadores romperam a marca dos 100 milhões de euros (R$ 430 milhões). E uma delas, a ida de Neymar para o Paris Saint-Germain, quebrou todos os recordes históricos do futebol ao chegar em 222 milhões de euros (R$ 956 milhões).

Será que algo semelhante acontecerá na próxima janela de transferências? Não há motivos para pensar que não. O Mercado da Bola continua aquecido (e inflacionado), há astros dispostos a mudar de time e clubes sedentos em busca de reforços.

No entanto, é bem provável que tenhamos de esperar alguns meses para conhecer quais serão as grandes “loucuras” da próxima temporada europeia. E a responsável por isso é a Copa do Mundo.

Alguns candidatos para protagonizar esses negócios de valor bem acima da média já são bem conhecidos: Antoine Griezmann, Neymar, Cristiano Ronaldo, Robert Lewandowski. Mas todos eles vão para a Rússia-2018 e, portanto, têm assuntos mais urgentes para se preocupar pelos próximos 45 dias.

Além disso, em ano de Copa, os próprios clubes não costumam “queimar a largada” e sair contratando a esmo logo no início da janela.

Eles preferem atrasar um pouco a montagem do elenco para a temporada seguinte e esperam o andamento da competição para só então definir quais são os alvos que merecem um investimento maior.

Ou seja, o que acontece nos gramados do Mundial costuma influenciar (e muito) como será o Mercado da Bola daquela temporada.

Quatro anos atrás, o Real Madrid se reforçou com dois dos maiores destaques individuais da Copa do Brasil: o meia Toni Kroos, campeão com a seleção alemã, e o colombiano James Rodríguez, artilheiro da competição.

Já em 2010, o espanhol David Villa, um dos artilheiros do torneio, migrou para o Barcelona. Em 2006, o Real fez questão de contratar o zagueiro Fabio Cannavaro, que viria a ser eleito o melhor jogador do mundo naquele ano por sua atuação na Copa à frente da seleção italiana.

Essa relevância da Copa do Mundo na definição dos rumos das janelas de transferência também já colocou alguns clubes em uma fria.

Goleador e sensação do Mundial de 1994, o atacante russo Oleg Salenko descolou uma transferência do nanico Logroñés para o Valencia. Um ano depois, o time espanhol fez questão de passá-lo adiante para o futebol escocês.

O meia-atacante El-Hadji Diouf seguiu caminho semelhante. Ele brilhou com a surpreendente seleção senegalesa em 2002 e conseguiu trocar o Lens, da França, pelo Liverpool. Mas em 55 partidas com a camisa vermelha, marcou apenas três vezes e acabou negociado com o Bolton.

Entre erros e acertos, o certo é que a Copa do Mundo acaba sendo determinante no Mercado da Bola. Então, se você quer saber quais serão as “grandes loucuras” da próxima janela de transferências, é melhor esperar um pouquinho e curtir a Rússia-2018 primeiro.


Mais de Opinião

– Por que Firmino é o melhor “camisa 10” brasileiro da atualidade?
– Nacionais da Europa ficaram tão chatos quanto os Estaduais brasileiros
– O que Salah precisa fazer para desbancar Messi e CR7 no Melhor do Mundo?
– É loucura imaginar Salah como finalista de prêmio de melhor do mundo?


Próxima janela de transferências nem abriu, mas já movimentou R$ 4 bi
Comentários Comente

Rafael Reis

A Liga dos Campeões mal terminou e ainda falta pouco mais de um mês para a abertura oficial da janela de transferências das ligas mais importantes da Europa. Mesmo assim, o Mercado da Bola para a temporada 2018/19 já movimentou 940,2 milhões de euros (R$ 4 bilhões) em contratações.

Apesar de só poderem registrar novos contratos a partir do dia 1º de julho, os clubes dos principais campeonatos nacionais do Velho Continente já vêm fechando negócios para a temporada pós-Copa do Mundo.

A maior parte do montante gasto em reforços para 2018/19 está relacionado à execução de opções de compras de empréstimos que foram feitos ainda na temporada anterior.

Esse é o caso de Kylian Mbappé. Para driblar as regras do Fair Play Financeiro, o Paris Saint-Germain selou um acordo alternativo com o Monaco, que emprestou o atacante ao clube na capital francesa em 2017 e agora irá vendê-lo por 180 milhões de euros (R$ 768 milhões).

A transação do brasileiro Vinícius Júnior também tem suas particularidades. O jogador do Flamengo foi vendido ao Real Madrid no ano passado. No entanto, a transação só pode ser oficialmente completada depois que o garoto completar 18 anos, no dia 12 de julho.

Ainda não há confirmação se o vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro continuará mais um tempo no Rio de Janeiro ou se migrará para a Espanha no segundo semestre.

Apesar de casos como os de Mbappé e Vinícius Jr., há também transações importantes visando a próxima temporada que foram fechadas já agora, ao longo das últimas semanas.

A mais cara delas foi a venda do meia brasileiro Fabinho, do Monaco, para o Liverpool, por 45 milhões de euros (R$ 192 milhões).

O argentino Lautaro Martínez, um dos destaques da fase de grupos da Libertadores pelo Racing, também vai mudar de time depois das férias. Seu destino será a Inter de Milão, que pagou 23 milhões de euros (R$ 98,2 milhões) por seu futebol.

A janela de transferências de julho/agosto do ano passado foi a maior da história do futebol e movimentou mais de 5,1 bilhões de euros (R$ 21,7 bilhões).

AS 10 CONTRATAÇÕES MAIS CARAS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Kylian Mbappé (FRA, Paris Saint-Germain) – 180 milhões de euros
2º – Naby Keita (SNG, Liverpool) – 60 milhões
3º – Fabinho (BRA, Liverpool) – 45 milhões
Vinícius Jr. (BRA, Real Madrid) – 45 milhões
5º – Douglas Costa (BRA, Juventus) – 40 milhões
6º – Anthony Modeste (FRA, Tianjin Quanjian) – 29 milhões
7º – Paulinho (BRA, Bayer Leverkusen) – 26,4 milhões
8º – Geoffrey Kondogbia (FRA, Valencia) – 25 milhões
9º – Lautaro Martínez (ARG, Inter de Milão) – 23 milhões
10º – Rodri (ESP, Atlético de Madri) – 20 milhões
Nikola Kalinic (CRO, Milan) – 20 milhões
Ricardo Pereira (POR, Leicester) – 20 milhões
TOTAL: 940,2 milhões de euros


Mais de Cidadãos do Mundo

Na final pela 6ª vez, CR7 sonha com recordes de lendas do Real
5 jogadores que deram errado na nova “era de ouro” do Real Madrid
Como um “pai” para Salah, 1º técnico vê egípcio tão bom quanto Messi e Cr7
Copa do Mundo terá seu primeiro jogador nascido nos anos 2000?


7 brasileiros em alta na Europa que podem mudar de clube na próxima janela
Comentários Comente

Rafael Reis

A janela de transferências para a próxima temporada nos principais países da Europa só abre oficialmente no dia 1º de julho, no meio da Copa do Mundo. Mas isso não significa que as transações que vão definir os elencos dos clubes para 2018/19 já não estejam acontecendo nos bastidores.

Vários rumores já se tornaram públicos. Todo mundo sabe que o Barcelona quer tirar Antoine Griezmann do Atlético de Madrid. E há ainda aquela velha novela da transferência de Neymar para o Real Madrid.

Mas, mesmo que o camisa 10 do PSG não mude novamente para a Espanha, o certo é que muitos brasileiros terão destaque na próxima janela de transferências.

Apresentamos abaixo sete representantes do futebol pentacampeão mundial que estão em alta na Europa e podem protagonizar trocas de clubes nos próximos meses.

MALCOM
Meia-atacante
21 anos
Bordeaux (FRA)

Há dois anos e meio na Europa, o ex-jogador do Corinthians foi uma das sensações do futebol francês na temporada e marcou 11 gols pelo Bordeaux. O sucesso o colocou na mira de alguns dos principais clubes do planeta, como Liverpool, Bayern de Munique e Paris Saint-Germain. Malcom já admite que chegou a hora de mudar de ares e tem um acordo com a diretoria da equipe francesa para ser negociado com um dos “gigantes” na próxima janela de transferências. 

ALISSON
Goleiro
25 anos
Roma (ITA)

Convocado para a Copa do Mundo e provável titular da meta brasileira na Rússia-2018, o gaúcho teve uma temporada dos sonhos em seu primeiro ano como dono da meta da Roma. Alisson foi semifinalista da Liga dos Campeões, virou unanimidade na imprensa italiana e ganhou elogios até do rival Gianluigi Buffon, da Juventus. O brasileiro virou também o favorito do Real Madrid para substituir Keylor Navas. De acordo com o jornal “Corriere dello Sport”, o preço pedido pela Roma é o grande empecilho ao negócio: 100 milhões de euros (R$ 433 milhões).

DAVID NERES
Meia-atacante
21 anos
Ajax (HOL)

O ex-jogador do São Paulo virou protagonista do Ajax nesta temporada e ficou a um ponto de conquistar o título holandês. Como todo bom garoto que se destaca no clube de Amsterdã, David Neres já começou a ser disputado por times de centros mais importantes do futebol europeu. Segundo o jornal holandês “De Telegraaf”, o Ajax já recusou uma proposta de 30 milhões de euros (R$ 130 milhões) feita pelo Borussia Dortmund. Além dos alemães, o Milan também tem interesse no meia-atacante.

FRED
Meia
25 anos
Shakhtar Donetsk (UCR)

Um dos 23 jogadores chamados por Tite para a Copa do Mundo, o ex-Internacional não deve permanecer na Ucrânia na próxima temporada. O jogador já afirmou que pretende deixar o Shakhtar e tem mercado na Inglaterra. O Manchester City era sua prioridade devido aos elogios feitos pelo técnico Pep Guardiola, mas o negócio esfriou nas últimas semanas. De acordo com o jornal “Daily Mirror”, o Manchester United também gostaria de contratá-lo.

ALEX SANDRO
Lateral esquerdo
27 anos
Juventus (ITA)

A possível saída do lateral esquerdo brasileiro da Juventus para o futebol inglês é uma situação que já vem se arrastando há algumas janelas de transferência. Alex Sandro já esteve prestes a trocar a Itália pelo Chelsea, mas agora seu possível destino é outro, o Manchester United. De acordo com o jornal “The Times”, o negócio já está selado e será anunciado no sábado, após a final da Copa da Inglaterra. O valor da transferência seria de cerca de 57 milhões de euros (R$ 247 milhões).

BERNARD
Meia-atacante
25 anos
Shakhtar Donetsk (UCR)

Após cinco anos, o ex-jogador do Atlético-MG irá deixar a Ucrânia. O contrato de Bernard com o Shakhtar Donetsk chega ao fim em junho e, por opção do brasileiro, não será renovado. O meia-atacante aparece na lista de possíveis reforços de pelo menos três clubes importantes da Itália, Milan, Inter de Milão e Napoli. Já na Turquia, Bernard é tratado como uma possível contratação do Besiktas.

KENEDY
Meia-atacante
22 anos
Newcastle (ING)

Depois de passar a primeira metade da temporada encostado no Chelsea, foi emprestado ao Newcastle e deslanchou. Autor de três gols e cinco assistências em 19 jogos, Kenedy provavelmente seria contratado em definitivo pelo clube alvinegro. No entanto, segundo a “Sky Sports”, Bayern de Munique e Liverpool também entraram na disputa pelo jogador, o que diminui bastante as chances do Newcastle.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– Cinco craques que não defenderam o Brasil na Copa por atuarem no exterior
– Rap transforma jogador brasileiro em astro da música na Letônia
– Artilheiro brasileiro no exterior, Bobô revela tentação de voltar ao Brasil
– 7 brasileiros ameaçados de rebaixamento nesta temporada europeia


Seleção dos mais valiosos do mundo custa R$ 4,5 bi e tem dois brasileiros
Comentários Comente

Rafael Reis

O lateral esquerdo Marcelo, do Real Madrid, e o atacante Neymar, do Paris Saint-Germain, são os representantes brasileiros em uma lista de respeito: a seleção dos jogadores mais valiosos do planeta.

De acordo com o “Transfermarkt”, site especializado em transferências internacionais, a seleção do mundo de 2018, formada pelos atletas com maior valor de mercado em cada posição, está avaliada em 1,07 bilhão de euros (R$ 4,5 bilhões).

O valor é 47,6% maior que o do ano passado. Em 2017, a seleção dos mais caros do mundo custava “apenas” 725 milhões de euros (R$ 3 bilhões).

Um crescimento tão grande em um período de apenas 12 meses tem explicação: a inflação no mercado da bola provocada pela transferência de 222 milhões de euros (R$ 932 milhões) de Neymar, que trocou o Barcelona pelo PSG.

Não à toa, as quatro transações mais caras do futebol em todos os tempos (Neymar, Kylian Mbappé, Philippe Coutinho e Ousmane Dembélé) foram seladas depois de julho do ano passado.

Para o “Transfermarkt”, Neymar não vale todo o dinheiro que o clube francês desembolsou para contratá-lo. Mesmo assim, de acordo com o site, o atacante brasileiro divide com Lionel Messi (Barcelona) o posto de jogador mais valioso da atualidade. Cada um deles teria como “preço real” 180 milhões de euros (R$ 756 milhões).

Os ex-companheiros de Barça são dois dos quatro remanescentes da seleção do ano passado que continuam na lista dos jogadores mais valiosos do planeta.

Além de Messi e Neymar, somente o alemão Toni Kroos (Real Madrid) e o francês Paul Pogba (Manchester United) estavam na relação dos mais caros do mundo em 2017 e permanecem na atual.

Todos os outros sete nomes são novos, inclusive Marcelo, atual bicampeão da Liga dos Campeões pelo Real, agora avaliado em 60 milhões de euros (R$ 252 milhões), que superou o austríaco David Alaba, do Bayern de Munique.

Outras caras novas na seleção são o goleiro Jan Oblak (Atlético de Madri), o lateral direito Sergi Roberto (Barcelona), os zagueiros Mats Hummels (Bayern) e Raphaël Varane (Real Madrid), o meia Kevin de Bruyne (Manchester City) e o atacante Harry Kane (Tottenham).

Além do Brasil, somente França e Alemanha contam com dois jogadores na seleção dos mais valiosos do mundo. Eslovênia, Espanha, Argentina, Bélgica e Inglaterra também estão representadas na equipe ideal.

CONHEÇA A SELEÇÃO DOS MAIS CAROS DO MUNDO (POR POSIÇÃO)

G – Jan Oblak (ESL, Atlético de Madri) – 70 milhões de euros
LD – Sergi Roberto (ESP, Barcelona) – 60 milhões de euros
Z – Mats Hummels (ALE, Bayern) – 60 milhões de euros
Z – Raphaël Varane (FRA, Real Madrid) – 60 milhões de euros
LE – Marcelo (BRA, Real Madrid) – 60 milhões de euros
V – Toni Kroos (ALE, Real Madrid) – 80 milhões de euros
V – Paul Pogba (FRA, Manchester United) – 90 milhões de euros
MAD – Lionel Messi (ARG, Barcelona) – 180 milhões de euros
MAC – Kevin de Bruyne (BEL, Manchester City) – 110 milhões de euros
MAE – Neymar (BRA, Paris Saint-Germain) – 180 milhões de euros
A – Harry Kane (ING, Tottenham) – 120 milhões de euros


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– 7 brasileiros que já se sagraram campeões nesta temporada europeia
– Esquecido por Tite, Oscar “renasce” e vira maestro de melhor time da China
– 7 brasileiros veteranos de Europa para seu time repatriar no 2º semestre
– Seleção deve ter batalhão de campeões nacionais na Copa-2018


7 brasileiros veteranos de Europa para seu time repatriar no 2º semestre
Comentários Comente

Rafael Reis

Quem não gostaria de ter em seu time um jogador com longa experiência nos campeonatos de maior nível técnico do futebol mundial?

O fim da temporada europeia é o momento perfeito para os clubes brasileiros tentarem encontrar um reforço com essa característica.

Há no mercado internacional vários jogadores que estão há tempos no exterior que poderiam voltar a jogar no Brasil, seja para reerguer a carreira ou apenas para matar saudades de casa.

Listamos abaixo sete veteranos de futebol europeu para seu clube tentar repatriar no segundo semestre deste ano.

THIAGO MOTTA
Volante
35 anos
Paris Saint-Germain (FRA)
Joga na Europa desde 1999

O volante nunca chegou a jogar uma partida como profissional no Brasil. Revelado nas categorias de base do Juventus, foi descoberto pelo Barcelona aos 16 anos e completou sua formação como jogador na Espanha. Hoje, reserva no PSG, fica sem contrato no encerramento da temporada. Thiago Motta não deve ter seu vínculo renovado e vai precisar procurar um novo clube para defender. Talvez seja o momento de uma estreia no futebol brasileiro antes da aposentadoria.

ADRIANO
Lateral esquerdo
33 anos
Besiktas (TUR)
Joga na Europa desde 2005

Ao contrário de Thiago Motta, o ex-lateral do Barcelona chegou a fazer sucesso no futebol brasileiro, onde defendeu o Coritiba, antes de se aventurar do outro lado do Atlântico. Há 13 anos longe do país, Adriano já admitiu que não quer se aposentar no exterior. Ou seja, as portas estão abertas para um possível retorno. O jogador tem contrato com o Besiktas até 2019, mas nada que uma negociação com o clube turco não resolva.

RAFINHA
Lateral direito
32 anos
Bayern de Munique (ALE)
Joga na Europa desde 2005

Multicampeão com o Bayern de Munique, chegou a conversar com Palmeiras e Flamengo no começo do ano sobre uma possível retorno ao Brasil. Seu contrato termina em junho, o que facilita bastante uma transferência para o país. No entanto, o Bayern tem interesse em permanecer com Rafinha por mais algum tempo. Resta ao lateral decidir se prefere continuar como coadjuvante no elenco alemão ou ser estrela em sua terra natal.

DANTE
Zagueiro
34 anos
Nice (FRA)
Joga na Europa desde 2004

O veterano zagueiro já disputou Copa do Mundo e venceu a Liga dos Campeões da Europa, mas nunca jogou em uma equipe de primeiro escalão do futebol brasileiro. Dante foi para o exterior com 20 anos, quando ainda era uma promessa do Juventude, e não voltou mais. Ele é capitão do Nice  e tem mais um ano de contrato na França.

LUIZ GUSTAVO
Volante
30 anos
Olympique de Marselha (FRA)
Joga na Europa desde 2007

Companheiro de Dante no elenco da seleção brasileira que disputou a última Copa do Mundo, o volante também praticamente não jogou em sua terra natal. Luiz Gustavo foi negociado pelo Corinthians-AL com o Hoffenheim, da Alemanha, quando tinha acabado de completar 20 anos. O jogador é um nome importante do elenco do Olympique de Marselha.

SANDRO
Volante
29 anos
Benevento (ITA)
Joga na Europa desde 2010

O volante chegou a frequentar convocações da seleção brasileira e fazer um relativo sucesso na Premier League quando defendia o Tottenham (entre 2010 e 2014). No entanto, a carreira de Sandro entrou em declínio nos últimos quatro anos. Atualmente, possui contrato com o Antalyaspor, da Turquia, mas está emprestado até o fim da temporada ao Benevento, lanterna do Campeonato Italiano. Uma volta ao Brasil seria uma opção interessante para reerguer sua carreira.

LEANDRO CASTÁN
Zagueiro
31 anos
Cagliari (ITA)
Joga na Europa desde 2012

Assim como Sandro, está longe de viver seus melhores dias na Europa e poderia se beneficiar bastante de um retorno ao futebol brasileiro. Leandro Castán precisou retirar um tumor do cérebro em 2014, o que prejudicou bastante sua carreira na Itália. Sem espaço na Roma, o zagueiro está atualmente emprestado ao Cagliari. Sonho do Corinthians, chegou a negociar no ano passado uma volta para o Parque São Jorge. No entanto, as negociações não evoluíram.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– Esquecido por Tite, Oscar “renasce” e vira maestro de melhor time da China
– Seleção deve ter batalhão de campeões nacionais na Copa-2018
– Em avaliação de robô, Alisson é melhor que Buffon, De Gea e Courtois
– Vinte anos depois, há gente que jura que o Brasil “vendeu” a Copa-1998