Blog do Rafael Reis

Arquivo : mercado da bola

Mercado da Bola Internacional: quem chega e sai nos grandes europeus
Comentários Comente

Rafael Reis

Quer saber as mudanças nos elencos dos principais clubes europeus para a temporada 2018/19? Esse espaço, publicado todas as quintas-feiras, lista os negócios mais importantes feitos pelos times do Velho Continente mais conhecidos e queridos no Brasil nesta janela de transferência.

Confira então quem chegou e quem saiu das principais equipes do mundo:

REAL MADRID (ESP)

Chegam:
Vinícius Jr. (A, BRA, Flamengo) – 45 milhões de euros
Thibaut Courtois (G, BEL, Chelsea) – 42 milhões de euros
Álvaro Odriozola (LD, ESP, Real Sociedad) – 30 milhões de euros
Mariano Díaz (A, DOM, Lyon) – 22 milhões de euros

Saem:
Cristiano Ronaldo (A, POR, Juventus) – 117 milhões de euros
Theo Hernández (LE, FRA, Real Sociedad) – empréstimo
Mateo Kovacic (M, CRO, Chelsea) – empréstimo
Achraf Hakimi (LD, MAR, Borussia Dortmund) – empréstimo


BORUSSIA DORTMUND (ALE)

Chegam:
Abdou Diallo (Z, FRA, Mainz) – 28 milhões de euros
Thomas Delaney (M, DIN, Werder Bremen) – 20 milhões de euros
Axel Witsel (M, BEL, Tianjin Quanjian) – 20 milhões de euros
Marius Wolf (M, ALE, Eintracht Frankfurt) – 5 milhões de euros
Eric Oelschlägel (G, ALE, Werder Bremen) – sem custo
Marwin Hitz (G, SUI, Augsburg) – sem custo
Paco Alcácer (A, ESP, Barcelona) – empréstimo
Achraf Hakimi (LD, MAR, Real Madrid) – empréstimo

Saem:
Andriy Yarmolenko (MA, UCR, West Ham) – 20 milhões de euros
Sokratis (Z, GRE, Arsenal) – 15 milhões de euros
Gonzalo Castro (M, ALE, Stuttgart) – 5 milhões de euros
Erik Durm (LD, ALE, Huddersfield) – sem custo
André Schürrle (MA, ALE, Fulham) – empréstimo
Felix Passlack (LD, ALE, Norwich) – empréstimo
Roman Weidenfeller (G, ALE) – aposentado


MONACO (FRA)

Chegam:
Aleksandr Golovin (M, RUS, CSKA Moscou) – 30 milhões de euros
Willem Geubbels (MA, FRA, Lyon) – 20 milhões de euros
Benjamin Henrichs (LD, ALE, Bayer Leverkusen) – 20 milhões de euros
Jean-Eudes Aholou (V, CMF, Strassbourg) – 14 milhões de euros
Antonio Barreca (LE, ITA, Torino) – 12 milhões de euros
Pelé (V, GBI, Rio Ave) – 10 milhões de euros
Ronaël Pierre-Gabriel (LD, FRA, Saint-Étienne) – 6 milhões de euros
Samuel Grandsir (MA, FRA, Troyes) – 3 milhões de euros
Jonathan Panzo (Z, ING, Chelsea) – 3 milhões de euros
Sofiane Diop (MA, FRA, Rennes) – sem custo
Wilson Isidor (MA, FRA, Rennes) – sem custo

Saem:
Thomas Lemar (M, FRA, Atlético de Madri) – 70 milhões de euros
Fabinho (V, BRA, Liverpool) – 50 milhões de euros
Terence Kongolo (Z, HOL, Huddersfield) – 20 milhões de euros
Rachid Ghezzal (MA, ALG, Leicester) – 14 milhões de euros
Adama Diakhaby (A, FRA, Huddersfield) – 10 milhões de euros
João Moutinho (M, POR, Wolverhampton) – 5,6 milhões de euros
Keita Baldé (MA, SEN, Inter de Milão) – empréstimo
Gabriel Boschilia (M, BRA, Nantes) – empréstimo


NAPOLI (ITA)

Chegam:
Fabián Ruiz (M, ESP, Betis) – 30 milhões de euros
Simone Verdi (MA, ITA, Bologna) – 25 milhões de euros
Kévin Malcuit (LD, FRA, Lille) – 12 milhões de euros
David Ospina (G, COL, Arsenal) – empréstimo
Orestis Karnezis (G, GRE, Udinese) – empréstimo
Alex Meret (G, ITA, Udinese) – empréstimo
Amin Younes (MA, ALE, Ajax) – sem custo
Amato Ciciretti (MA, ITA, Benevento) – sem custo

Saem:
Jorginho (M, ITA, Chelsea) – 57 milhões de euros
Pepe Reina (G, ESP, Milan) – sem custo
Christian Maggio (LD, ITA, Benevento) – sem custo
Rafael Cabral (G, BRA, Sampdoria) – sem custo
Luigi Sepe (G, ITA, Parma) – emprestado
Leandrinho (MA, BRA, Atlético-MG) – emprestado
Hrvoje Milic (LE, CRO) – sem clube


MILAN (ITA)

Chegam:
Mattia Caldara (Z, ITA, Juventus) – 35 milhões de euros
Samu Castillejo (MA, ESP, Villarreal) – 25 milhões de euros
Gonzalo Higuaín (A, ARG, Juventus) – empréstimo
Tiemoué Bakayoko (V, FRA, Chelsea) – empréstimo
Ivan Strinic (LE, CRO, Sampdoria) – sem custo
Pepe Reina (G, ESP, Napoli) – sem custo
Alen Halilovic (MA, CRO, Hamburgo) – sem custo

Saem:
Leonardo Bonucci (Z, ARG, Juventus) – 35 milhões de euros
Nikola Kalinic (A, CRO, Atlético de Madri) – 14,5 milhões de euros
Luca Antonelli (LE, ITA, Empoli) – empréstimo
André Silva (A, POR, Sevilla) – empréstimo
Manuel Locatelli (V, ITA, Sassuolo) – empréstimo
Gustavo Gómez (Z, PAR, Palmeiras) – empréstimo
Gabriel (G, BRA, Perugia) – sem custo
Marco Storari (G, ITA) – sem clube


PARIS SAINT-GERMAIN (FRA)

Chegam:
Thilo Kehrer (Z, ALE, Schalke 04) – 35 milhões de euros
Gianluigi Buffon (G, ITA, Juventus) – sem custo

Saem:
Javier Pastore (M, ARG, Roma) – 24,7 milhões de euros
Yuri Berchiche (LE, ESP, Athletic Bilbao) – 24 milhões de euros
Thiago Motta (V, ITA) – aposentado
Hatem Ben Arfa (MA, FRA) – sem clube


ROMA (ITA)

Chegam:
Steven N’Zonzi (V, FRA, Sevilla) – 26,7 milhões de euros
Javier Pastore (M, ARG, Paris Saint-Germain) – 24,7 milhões de euros
Justin Kluivert (A, HOL, Ajax) – 17,3 milhões
Davide Santon (LE, ITA, Inter de Milão) – 9,5 milhões de euros
Robin Olsen (G, SUE, Copenhague) – 8,5 milhões de euros
Ante Coric (MA, CRO, Dínamo Zagreb) – 6 milhões de euros
William Bianda (Z, FRA, Lens) – 6 milhões de euros
Antonio Mirante (G, ITA, Bologna) – 4 milhões de euros
Daniel Fuzato (G, BRA, Palmeiras) – 500 mil euros
Bryan Cristante (MC, ITA, Atalanta) – emprestado
Iván Marcano (Z, ESP, Porto) – sem custo

Saem:
Alisson (G, BRA, Roma) – 75 milhões de euros
Radja Nainggolan (M, BEL, Inter de Milão) – 38 milhões de euros
Gerson (M, BRA, Sampdoria) – emprestado
Bruno Peres (LD, BRA, São Paulo) – emprestado
Maxime Gonalons (V, FRA, Sevilla) – emprestado
Bogdan Lobont (G, ROM) – aposentado


MANCHESTER CITY (ING)

Chegam:
Riyad Mahrez (MA, ALG, Leicester) – 67,8 milhões de euros
Philippe Sandler (Z, HOL, Zwolle) – 2,5 milhões de euros

Saem:
Yaya Touré (M, CMF) – sem clube


ATLÉTICO DE MADRI (ESP)

Chegam:
Thomas Lemar (M, FRA, Monaco) – 70 milhões de euros
Rodri (V, ESP, Villarreal) – 20 milhões de euros
Nikola Kalinic (A, CRO, Milan) – 14,5 milhões de euros
Santiago Arias (LD, COL, PSV Eindhoven) – 11 milhões de euros
Antonio Adán (G, ESP, Betis) – 1 – milhão de euros
Gelson Martins (MA, POR, Sporting) – sem custo

Saem:
Kévin Gameiro (A, FRA, Valencia) – 16 milhões de euros
Gabi (V, ESP, Al-Saad) – sem custo
Fernando Torres (A, ESP, Sagan Tosu) – sem custo
Sime Vrsaljko (LD, CRO, Inter de Milão) – emprestado
Axel Werner (G, ARG, Huesca) – emprestado


INTER DE MILÃO (ITA)

Chegam:
Radja Nainggolan (M, BEL, Roma) – 38 milhões de euros
Lautaro Martínez (A, ARG, Racing) – 23 milhões de euros
Federico Dimarco (LE, ITA, Sion) – 7 milhões de euros
Keita Baldé (MA, SEN, Monaco) – empréstimo
Sime Vrsaljko (LD, CRO, Atlético de Madri) – empréstimo
Matteo Politano (MA, ITA, Sassuolo) – empréstimo
Stefan de Vrij (Z, HOL, Lazio) – sem custo
Kwadwo Asamoah (LE, GAN, Juventus) – sem custo

Saem:
Davide Santon (LE, ITA, Roma) – 9,5 milhões de euros
Éder (A, ITA, Jiangsu Suning) – 5,7 milhões de euros


CHELSEA (ING)

Chegam:
Kepa Arrizabalaga (G, ESP, Athletic Bilbao) – 80 milhões de euros
Jorginho (M, ITA, Napoli) – 57 milhões de euros
Robert Green (G, ING, Huddersfield) – sem custo
Mateo Kovacic (M, CRO, Real Madrid) – empréstimo

Saem:
Thibaut Courtois (G, BEL, Real Madrid) – 42 milhões de euros
Tiemoué Bakayoko (V, FRA, Milan) – empréstimo
Eduardo (G, POR, Vitesse) – empréstimo
Matej Delac (G, CRO, Horsens) – sem custo


BARCELONA (ESP)

Chegam:
Malcom (MA, BRA, Bordeaux) – 41 milhões de euros
Clément Lenglet (Z, FRA, Sevilla) – 35,9 milhões de euros
Arthur (M, BRA, Grêmio) – 31 milhões de euros
Arturo Vidal (M, CHI, Bayern de Munique) – 18 milhões de euros

Saem:
Yerry Mina (Z, COL, Everton) – 30,3 milhões de euros
Lucas Digne (LE, FRA, Everton) – 20,2 milhões de euros
Aleix Vidal (LD, ESP, Sevilla) – 8,5 milhões de euros
Andrés Iniesta (M, ESP, Vissel Kobe) – sem custo
Paco Alcácer (A, ESP, Borussia Dortmund) – empréstimo
André Gomes (M, POR, Everton) – empréstimo
Paulinho (M, BRA, Guangzhou Evergrande) – empréstimo
Adrián Ortolá (G, ESP, La Coruña) – empréstimo


JUVENTUS (ITA)

Chegam:
Cristiano Ronaldo (A, POR, Real Madrid) – 117 milhões de euros
João Cancelo (LD, POR, Valencia) – 40,4 milhões de euros
Leonardo Bonucci (Z, ITA, Milan) – 35 milhões de euros
Mattia Perin (G, ITA, Genoa) – 12 milhões de euros
Andrea Favilli (A, ITA, Ascoli) – 7,5 milhões de euros
Emre Can (M, ALE, Liverpool) – sem custo

Saem:
Mattia Caldara (Z, ITA, Milan) – 35 milhões de euros
Gonzalo Higuaín (A, ARG, Milan) – empréstimo
Kwadwo Asamoah (LE, GAN, Inter de Milão) – sem custo
Stephan Lichtsteiner (LD, SUI, Arsenal) – sem custo
Gianluigi Buffon (G, ITA, Paris Saint-Germain) – sem custo
Claudio Marchisio (M, ITA) – sem clube


LIVERPOOL (ING)

Chegam:
Alisson (G, BRA, Roma) – 75 milhões de euros
Naby Keita (M, GUI, RB Leipzig) – 60 milhões de euros
Fabinho (V, BRA, Monaco) – 50 milhões de euros
Xherdan Shaqiri (MA, SUI, Stoke City) – 14,7 milhões de euros

Saem:
Danny Ward (G, GAL, Leicester) – 14 milhões de euros
Ragnar Klavan (Z, EST, Cagliari) – 1,3 milhão de euros
Emren Can (M, ALE, Juventus) – sem custo
Danny Ings (A, ING, Southampton) – emprestado
Ádám Bogdan (G, HUN, Hibernian) – emprestado
Ben Woodburn (MA, GAL, Sheffield United) – emprestado


MANCHESTER UNITED (ING)

Chegam:
Fred (M, BRA, Shakhtar Donetsk) – 59 milhões de euros
Diogo Dalot (LD, POR, Porto) – 22 milhões de euros
Lee Grant (G, ING, Stoke City) – 1,7 milhão de euros

Saem:
Daley Blind (LE, HOL, Ajax) – 16 milhões de euros
Joel Pereira (G, POR, Vitória de Setúbal) – empréstimo
Michael Carrick (V, ING) – aposentado


ARSENAL (ING)

Chegam:
Lucas Torreira (V, URU, Sampdoria) – 30 milhões de euros
Bernd Leno (G, ALE, Bayer Leverkusen) – 25 milhões de euros
Sokratis (Z, GRE, Borussia Dortmund) – 16 milhões de euros
Mattéo Guendouzi (M, FRA, Lorient) – 8 milhões de euros
Stephan Lichtsteiner (LD, SUI, Juventus) – sem custo

Saem:
Jack Wilshere (M, ING, West Ham) – sem custo
Santi Cazorla (M, ESP, Villarreal) – sem custo
David Ospina (G, COL, Napoli) – empréstimo
Calum Chambers (Z, ING, Fulham) – empréstimo
Per Mertesacker (Z, ALE) – aposentado


BAYERN DE MUNIQUE (ALE)

Chegam:
Leon Goretzka (M, ALE, Schalke 04) – sem custo

Saem:
Arturo Vidal (M, CHI, Bayern de Munique) – 18 milhões de euros
Tom Starke (G, ALE) – aposentado


TOTTENHAM (ING)

Chegam:
ninguém

Saem:
ninguém


Mais de Clubes

– Mercado da Bola passa de R$ 26 bilhões; veja os 10 clubes que mais lucraram
– Mercado da Bola internacional: quem chega e sai nos grandes europeus
– 5 clubes que gastaram “como nunca” nesta janela de transferências
– Em 10 anos, mais da metade dos brasileiros do Shakhtar chegou à seleção


5 novelas para acompanhar na reta final da janela de transferências
Comentários Comente

Rafael Reis

A janela de transferências da maior parte das principais ligas nacionais da Europa fecha daqui a dois dias. Os clubes de Espanha, Alemanha e França têm até sexta-feira para reforçarem seus elencos para a temporada 2018/19 –na Itália e na Inglaterra, esse período já acabou.

Mas, apesar do pouco tempo restante, muita coisa pode acontecer no Mercado da Bola nas próximas horas. Clubes do primeiro escalão do futebol mundial, como Barcelona, Real Madrid e Paris Saint-Germain, ainda correm atrás de novos jogadores.

Apresentamos abaixo cinco histórias da janela de transferências para que você, leitor, acompanhe de perto até sexta-feira. Uma coisa é certa: todas elas terão um desfecho nos próximos dias.

O SUBSTITUTO DE CR7

A torcida do Real Madrid passou a janela de transferências inteira esperando uma contratação bombástica, um grande nome capaz de substituir Cristiano Ronaldo, que se mandou para a Juventus. Os três maiores rumores (Eden Hazard, Neymar e Kylian Mbappé) esfriaram nas últimas semanas e não devem se concretizar, pelo menos, não nesta temporada. Assim, de acordo com os jornais “As” e “Marca”, o reforço ofensivo do atual tricampeão europeu deve ser um jogador bem menos impactante, o atacante dominicano Mariano Díaz, formado no próprio clube e que está atualmente no Lyon.

FILIPE LUÍS

O brasileiro, que perdeu espaço entre os titulares do Atlético de Madri com a ascensão do francês Lucas Hernández, tem em mãos uma proposta do Paris Saint-Germain. No entanto, o técnico Diego Simeone vem repetindo seguidamente que não gostaria de perder o veterano lateral esquerdo. Filipe Luís participou de apenas um dos três jogos da equipe da capital espanhola na atual temporada, o empate por 1 a 1 com o Valencia.

MEIA DO BARCELONA

O Barça ainda ataca em duas frentes para reforçar seu meio-campo para a atual temporada. A prioridade é conseguir tirar do Manchester United o francês Paul Pogba, um dos destaques da conquista da Copa do Mundo-2018. Segundo o jornal espanhol “Don Balón”, já existe um acerto entre o clube e o jogador. O plano B catalão para o setor também vem da França e tem sido namorado há tempos pelo Barcelona: Adrien Rabiot, do Paris Saint-Germain.

O DESTINO DE BOATENG

Após sete temporadas no Bayern de Munique, o zagueiro da seleção alemã pode se mudar para o Paris Saint-Germain até o fim desta semana. A negociação já se arrasta há meses, e, segundo o técnico Niko Kovac, terá o desfecho decidido pelo próprio jogador. Para ter Boateng, o PSG ofereceu mandar de volta para a Alemanha o meia Julian Draxler, que perdeu espaço no clube.

O QUE SERÁ DE GANSO?

O futuro do meio-campista continua indefinido. Ganso não foi relacionado nem para o banco de reservas em sete dos oitos jogos do Sevilla neste início de temporada e dificilmente terá muitas oportunidades com o técnico Pablo Machín. A decisão mais óbvia seria um empréstimo. Mas essa situação já se repete há um bom tempo, e o brasileiro continua encostado no elenco espanhol.


Mais de Cidadãos do Mundo

Atacante da Copa-2014 trocou uma Miss Nigéria por outra. Verdade ou lenda urbana?
Balcão de Negócios: 190 jogadores mudaram de clube após Copa-2018
Aos 30, Zizao vira “faz-tudo” na China e curte fase artilheira
Ingressos esgotados e recorde no mercado: Como CR7 revitalizou o Italiano


Mercado da Bola passa de R$ 26 bilhões; veja os 10 clubes que mais lucraram
Comentários Comente

Rafael Reis

A três dias do fechamento da janela de transferências das principais ligas nacionais da Europa, o Mercado da Bola para a temporada 2018/19 já movimentou 5,6 bilhões de euros (R$ 26,7 bilhões).

O valor, o maior da história do futebol, engloba a soma de todas compras e empréstimos de atletas realizadas desde junho ao redor do planeta.

O recorde anterior datava do meio do ano passado. Na ocasião, impulsionado pela venda pela ida de Neymar para o Paris Saint-Germain, o volume total de transferências chegou à casa de 5,1 bilhões de euros (R$ 24,3 bilhões).

A nova marca ainda irá crescer mais um pouquinho até sexta-feira, já que mercados importantes, como Espanha, França e Alemanha, permitem a realização de novas contratações até o dia 31 de agosto.

Na Inglaterra e na Itália, os dois países que atualmente mais investem em reforços, a janela de transferências terminou mais cedo neste ano, antes da abertura oficial dos seus campeonatos nacionais.

Na atual temporada, o clube que mais ganhou dinheiro com o Mercado da Bola foi o Monaco. O atual vice-campeão francês faturou mais de 360 milhões de euros (R$ 1,7 bilhão) com a negociação de dez jogadores diferentes, entre eles Kylian Mbappé (PSG), Fabinho (Liverpool) e Thomas Lemar (Atlético de Madri).

Como investiu apenas 96 milhões de euros (R$ 458 milhões) na contratação de reforços para esta temporada, o clube alvirrubro tem um saldo positivo de 265 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão) nesta janela de transferências.

Nenhum clube do planeta registro um superávit tão alto no período quanto o Monaco. Por outro, o pior saldo comercial de 2018/19 é o do Liverpool, que gastou 163,4 milhões de euros (R$ 781 milhões) a mais em novos jogadores do que faturou com as vendas e os empréstimos dos antigos integrantes do seu elenco.

OS 10 CLUBES QUE MAIS VENDERAM NA TEMPORADA 2018/19
1º – Monaco (FRA) – 361,8 milhões de euros
2º – Real Madrid (ESP) – 132,5 milhões
3º – Roma (ITA) – 125,2 milhões
4º – Juventus (ITA) – 99,5 milhões
5º – Napoli (ITA) – 91,5 milhões
6º – Sevilla (ESP) – 90 milhões
7º – Inter de Milão (ITA) – 89,5 milhões
8º – Leicester (ING) – 85,8 milhões
9º – Milan (ITA) – 83,8 milhões
10º – Barcelona (ESP) – 80,2 milhões

OS 10 CLUBES MAIS GASTÕES DA TEMPORADA 2018/19
1º – Juventus (ITA) – 256,9 milhões de euros
2º – Paris Saint-Germain (FRA) – 217 milhões
3º – Liverpool (ING) – 182,2 milhões
4º – Chelsea (ING) – 137 milhões
5º – Roma (ITA) – 136,6 milhões
6º – Barcelona (ESP) – 125,9 milhões
7º – Real Madrid (ESP) – 124,3 milhões
8º – Atlético de Madri (ESP) – 123,5 milhões
9º – Milan (ITA) – 122,5 milhões
10º – Leicester (ING) – 114,6 milhões

AS 10 CONTRATAÇÕES MAIS CARAS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Kylian Mbappé (FRA, Paris Saint-Germain) – 180 milhões
2º – Cristiano Ronaldo (POR, Juventus) – 117 milhões
3º – Kepa Arrizabalaga (G, ESP, Chelsea) – 80 milhões
4º – Thomas Lemar (FRA, Atlético de Madri) – 70 milhões
5º – Riyad Mahrez (ALG, Manchester City) – 67,8 milhões
6º – Alisson (BRA, Liverpool) – 62,5 milhões
7º – Naby Keita (GUI, Liverpool) – 60 milhões
8º – Fred (BRA, Manchester United) – 59 milhões
9º – Jorginho (ITA, Chelsea) – 57 milhões
10º – Fabinho (BRA, Liverpool) – 45 milhões
Vinícius Jr. (BRA, Real Madrid) – 45 milhões
TOTAL: 5,6 bilhões de euros

OS 10 BRASILEIROS MAIS CAROS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Alisson (BRA, Liverpool) – 62,5 milhões
2º – Fred (BRA, Manchester United) – 59 milhões
3º – Fabinho (BRA, Liverpool) – 45 milhões
Vinícius Jr. (BRA, Real Madrid) – 45 milhões
5º – Malcom (BRA, Barcelona) – 41 milhões
6º – Douglas Costa (BRA, Juventus) – 40 milhões
7º – Richarlison (BRA, Everton) – 39,2 milhões
8º – Felipe Anderson (BRA, West Ham) – 38 milhões
9º – Arthur (BRA, Barcelona) – 31 milhões
10º – Paulinho (BRA, Bayer Leverkusen) – 18,5 milhões

AS 10 LIGAS MAIS GASTONAS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Campeonato Inglês – 1,42 bilhão de euros
2º – Campeonato Italiano – 1,14 bilhão
3º – Campeonato Espanhol – 802,1 milhões
4º – Campeonato Francês – 516,9 milhões
5º – Campeonato Alemão – 456,2 milhões
6º – Campeonato Inglês (2ª divisão) – 188,9 milhões
7º – Campeonato Saudita – 120,7 milhões
8º – Campeonato Mexicano – 95,9 milhões
9º – Campeonato Belga – 79,1 milhões
10º – Campeonato Português – 78,2 milhões


Mais de Clubes

– Mercado da Bola internacional: quem chega e sai nos grandes europeus
– Mercado da Bola passa de R$ 23 bilhões; veja os 10 clubes mais gastões
– 5 clubes que gastaram “como nunca” nesta janela de transferências
– Em 10 anos, mais da metade dos brasileiros do Shakhtar chegou à seleção


Balcão de Negócios: 190 jogadores mudaram de clube após Copa-2018
Comentários Comente

Rafael Reis

A Copa do Mundo é a maior competição de planeta do futebol. Mas também é um imenso balcão de negócios para os jogadores das 32 seleções participantes.

Cerca de 40 dias após a vitória por 4 a 2 da França sobre a Croácia, na decisão da Rússia-2018, nada menos que 25,8% dos atletas que participaram do torneio já mudaram de clube.

No total, são 190 jogadores com endereço novo na temporada 2018/19. Na prática, isso significa que um a cada quatro atletas que participaram do Mundial foi vendido ou emprestado nesta janela de transferências.

Os participantes da Copa-2018 movimentaram mais de 1,1 bilhão de euros (quase R$ 5,2 bilhões) em trocas de time, mais de 20% do total de 5,3 bilhões de euros (R$ 25 bilhões) que já mudaram de mão por meio de transações neste meio de ano.

Curiosamente, a seleção que mais movimentou o Mercado da Bola passou longe de fazer uma campanha de destaque na Rússia e foi embora ainda na primeira fase, com apenas uma vitória em três jogos disputados.

Quase metade dos jogadores que o Peru levou para o Mundial trocou de clube nesta janela. Foram 11 transferências, duas delas envolvendo times brasileiros: o Internacional tirou o centroavante Paolo Guerrero do Flamengo e o São Paulo vendeu o meia Christian Cueva para o russo Krasnodar.

Por outro lado, Inglaterra e Alemanha foram as seleções que menos tiveram atletas negociados no período.

Os ingleses, semifinalistas do Mundial, viram apenas o meia Ruben Loftus-Cheek voltar para o Chelsea depois do empréstimo ao Crystal Palace. Já os germânicos, que decepcionaram e caíram na fase de grupos, tiveram somente a ida do meia Leon Goretzka (ex-Schalke 04) para o Bayern de Munique.

Na seleção brasileira, três dos 23 convocados por Tite descolaram uma boquinha nova nesta temporada. O goleiro Alisson trocou a Roma pelo Liverpool, o meia Paulinho deixou o Barcelona para retornar ao Guangzhou Evergrande, da China, e o também meio-campista Fred saiu da Ucrânia (Shakhtar Donetsk) para atuar na Premier League inglesa (Manchester United).

Evidentemente, nem todos os negócios envolvendo jogadores que foram à Copa aconteceram devido ao futebol mostrado durante a competição. A Juventus, por exemplo, contratou o português Cristiano Ronaldo pelo conjunto da obra, não pelo que ele fez no Mundial.

Mas, em outros casos, o torneio foi sim uma vitrine decisiva para viabilizar a transferência. Se não fosse a Copa, o Monaco dificilmente teria investido na contratação do meia Aleksandr Golovin, destaque da seleção russa, e o Barcelona provavelmente não teria descoberto o lateral direito senegalês Moussa Wagué.

A Copa do Mundo é a maior competição de planeta do futebol. Mas também é um imenso balcão de negócios para os jogadores das 32 seleções participantes. Isso não dá para discutir.


Mais de Cidadãos do Mundo

Aos 30, Zizao vira “faz-tudo” na China e curte fase artilheira
Ingressos esgotados e recorde no mercado: Como CR7 revitalizou o Italiano
Fiasco no Corinthians, argentino ficou desempregado e está há 1 ano sem gol
Janela de transferências chega a R$ 23 bilhões e vira a maior da história


Mercado da Bola Internacional: quem chega e sai nos grandes europeus
Comentários Comente

Rafael Reis

Quer saber as mudanças nos elencos dos principais clubes europeus para a temporada 2018/19? Esse espaço, publicado todas as quintas-feiras, lista os negócios mais importantes feitos pelos times do Velho Continente mais conhecidos e queridos no Brasil nesta janela de transferência.

Confira então quem chegou e quem saiu das principais equipes do mundo:

NAPOLI (ITA)

Chegam:
Fabián Ruiz (M, ESP, Betis) – 30 milhões de euros
Simone Verdi (MA, ITA, Bologna) – 25 milhões de euros
Kévin Malcuit (LD, FRA, Lille) – 12 milhões de euros
Vinícius Morais (A, BRA, Real Massamá) – 4 milhões de euros
David Ospina (G, COL, Arsenal) – empréstimo
Orestis Karnezis (G, GRE, Udinese) – empréstimo
Alex Meret (G, ITA, Udinese) – empréstimo
Amin Younes (MA, ALE, Ajax) – sem custo
Amato Ciciretti (MA, ITA, Benevento) – sem custo

Saem:
Jorginho (M, ITA, Chelsea) – 57 milhões de euros
Pepe Reina (G, ESP, Milan) – sem custo
Christian Maggio (LD, ITA, Benevento) – sem custo
Rafael Cabral (G, BRA, Sampdoria) – sem custo
Luigi Sepe (G, ITA, Parma) – emprestado
Leandrinho (MA, BRA, Atlético-MG) – emprestado
Hrvoje Milic (LE, CRO) – sem clube


MILAN (ITA)

Chegam:
Mattia Caldara (Z, ITA, Juventus) – 35 milhões de euros
Samu Castillejo (MA, ESP, Villarreal) – 25 milhões de euros
Gonzalo Higuaín (A, ARG, Juventus) – empréstimo
Tiemoué Bakayoko (V, FRA, Chelsea) – empréstimo
Ivan Strinic (LE, CRO, Sampdoria) – sem custo
Pepe Reina (G, ESP, Napoli) – sem custo
Alen Halilovic (MA, CRO, Hamburgo) – sem custo

Saem:
Leonardo Bonucci (Z, ARG, Juventus) – 35 milhões de euros
Nikola Kalinic (A, CRO, Atlético de Madri) – 14,5 milhões de euros
André Silva (A, POR, Sevilla) – empréstimo
Manuel Locatelli (V, ITA, Sassuolo) – empréstimo
Gustavo Gómez (Z, PAR, Palmeiras) – empréstimo
Gabriel (G, BRA, Perugia) – sem custo
Marco Storari (G, ITA) – sem clube


PARIS SAINT-GERMAIN (FRA)

Chegam:
Thilo Kehrer (Z, ALE, Schalke 04) – 35 milhões de euros
Gianluigi Buffon (G, ITA, Juventus) – sem custo

Saem:
Javier Pastore (M, ARG, Roma) – 24,7 milhões de euros
Yuri Berchiche (LE, ESP, Athletic Bilbao) – 24 milhões de euros
Thiago Motta (V, ITA) – aposentado
Hatem Ben Arfa (MA, FRA) – sem clube


ROMA (ITA)

Chegam:
Steven N’Zonzi (V, FRA, Sevilla) – 26,7 milhões de euros
Javier Pastore (M, ARG, Paris Saint-Germain) – 24,7 milhões de euros
Justin Kluivert (A, HOL, Ajax) – 17,3 milhões
Davide Santon (LE, ITA, Inter de Milão) – 9,5 milhões de euros
Robin Olsen (G, SUE, Copenhague) – 8,5 milhões de euros
Ante Coric (MA, CRO, Dínamo Zagreb) – 6 milhões de euros
William Bianda (Z, FRA, Lens) – 6 milhões de euros
Antonio Mirante (G, ITA, Bologna) – 4 milhões de euros
Daniel Fuzato (G, BRA, Palmeiras) – 500 mil euros
Bryan Cristante (MC, ITA, Atalanta) – emprestado
Iván Marcano (Z, ESP, Porto) – sem custo

Saem:
Alisson (G, BRA, Roma) – 75 milhões de euros
Radja Nainggolan (M, BEL, Inter de Milão) – 38 milhões de euros
Gerson (M, BRA, Sampdoria) – emprestado
Bruno Peres (LD, BRA, São Paulo) – emprestado
Maxime Gonalons (V, FRA, Sevilla) – emprestado
Bogdan Lobont (G, ROM) – aposentado


MANCHESTER CITY (ING)

Chegam:
Riyad Mahrez (MA, ALG, Leicester) – 67,8 milhões de euros
Philippe Sandler (Z, HOL, Zwolle) – 2,5 milhões de euros

Saem:
Yaya Touré (M, CMF) – sem clube


ATLÉTICO DE MADRI (ESP)

Chegam:
Thomas Lemar (M, FRA, Monaco) – 70 milhões de euros
Rodri (V, ESP, Villarreal) – 20 milhões de euros
Nikola Kalinic (A, CRO, Milan) – 14,5 milhões de euros
Santiago Arias (LD, COL, PSV Eindhoven) – 11 milhões de euros
Antonio Adán (G, ESP, Betis) – 1 – milhão de euros
Gelson Martins (MA, POR, Sporting) – sem custo

Saem:
Kévin Gameiro (A, FRA, Valencia) – 16 milhões de euros
Gabi (V, ESP, Al-Saad) – sem custo
Fernando Torres (A, ESP, Sagan Tosu) – sem custo
Sime Vrsaljko (LD, CRO, Inter de Milão) – emprestado
Axel Werner (G, ARG, Huesca) – emprestado


INTER DE MILÃO (ITA)

Chegam:
Radja Nainggolan (M, BEL, Roma) – 38 milhões de euros
Lautaro Martínez (A, ARG, Racing) – 23 milhões de euros
Federico Dimarco (LE, ITA, Sion) – 7 milhões de euros
Keita Baldé (MA, SEN, Monaco) – empréstimo
Sime Vrsaljko (LD, CRO, Atlético de Madri) – empréstimo
Matteo Politano (MA, ITA, Sassuolo) – empréstimo
Stefan de Vrij (Z, HOL, Lazio) – sem custo
Kwadwo Asamoah (LE, GAN, Juventus) – sem custo

Saem:
Davide Santon (LE, ITA, Roma) – 9,5 milhões de euros
Éder (A, ITA, Jiangsu Suning) – 5,7 milhões de euros


REAL MADRID (ESP)

Chegam:
Vinícius Jr. (A, BRA, Flamengo) – 45 milhões de euros
Thibaut Courtois (G, BEL, Chelsea) – 42 milhões de euros
Álvaro Odriozola (LD, ESP, Real Madrid) – 30 milhões de euros
Andriy Lunin (G, UCR, Zorya Luhansk) – 8,5 milhões de euros

Saem:
Cristiano Ronaldo (A, POR, Juventus) – 117 milhões de euros
Theo Hernández (LE, FRA, Real Sociedad) – empréstimo
Mateo Kovacic (M, CRO, Chelsea) – empréstimo
Achraf Hakimi (LD, MAR, Borussia Dortmund) – empréstimo


CHELSEA (ING)

Chegam:
Kepa Arrizabalaga (G, ESP, Athletic Bilbao) – 80 milhões de euros
Jorginho (M, ITA, Napoli) – 57 milhões de euros
Robert Green (G, ING, Huddersfield) – sem custo
Mateo Kovacic (M, CRO, Real Madrid) – empréstimo

Saem:
Thibaut Courtois (G, BEL, Real Madrid) – 42 milhões de euros
Kurt Zouma (Z, FRA, Everton) – empréstimo
Tiemoué Bakayoko (V, FRA, Milan) – empréstimo
Eduardo (G, POR, Vitesse) – empréstimo
Matej Delac (G, CRO, Horsens) – sem custo


BARCELONA (ESP)

Chegam:
Malcom (MA, BRA, Bordeaux) – 41 milhões de euros
Clément Lenglet (Z, FRA, Sevilla) – 35,9 milhões de euros
Arthur (M, BRA, Grêmio) – 31 milhões de euros
Arturo Vidal (M, CHI, Bayern de Munique) – 18 milhões de euros

Saem:
Yerry Mina (Z, COL, Everton) – 30,3 milhões de euros
Lucas Digne (LE, FRA, Everton) – 20,2 milhões de euros
Aleix Vidal (LD, ESP, Sevilla) – 8,5 milhões de euros
Andrés Iniesta (M, ESP, Vissel Kobe) – sem custo
André Gomes (M, POR, Everton) – empréstimo
Paulinho (M, BRA, Guangzhou Evergrande) – empréstimo
Adrián Ortolá (G, ESP, La Coruña) – empréstimo


BORUSSIA DORTMUND (ALE)


Chegam:
Abdou Diallo (Z, FRA, Mainz) – 28 milhões de euros
Thomas Delaney (M, DIN, Werder Bremen) – 20 milhões de euros
Axel Witsel (M, BEL, Tianjin Quanjian) – 20 milhões de euros
Marius Wolf (M, ALE, Eintracht Frankfurt) – 5 milhões de euros
Eric Oelschlägel (G, ALE, Werder Bremen) – sem custo
Marwin Hitz (G, SUI, Augsburg) – sem custo
Achraf Hakimi (LD, MAR, Real Madrid) – empréstimo

Saem:
Andriy Yarmolenko (MA, UCR, West Ham) – 20 milhões de euros
Sokratis (Z, GRE, Arsenal) – 15 milhões de euros
Gonzalo Castro (M, ALE, Stuttgart) – 5 milhões de euros
Erik Durm (LD, ALE, Huddersfield) – sem custo
André Schürrle (MA, ALE, Fulham) – empréstimo
Felix Passlack (LD, ALE, Norwich) – empréstimo
Roman Weidenfeller (G, ALE) – aposentado


MONACO (FRA)

Chegam:
Aleksandr Golovin (M, RUS, CSKA Moscou) – 30 milhões de euros
Willem Geubbels (MA, FRA, Lyon) – 20 milhões de euros
Jean-Eudes Aholou (V, CMF, Strassbourg) – 14 milhões de euros
Antonio Barreca (LE, ITA, Torino) – 12 milhões de euros
Pelé (V, GBI, Rio Ave) – 10 milhões de euros
Ronaël Pierre-Gabriel (LD, FRA, Saint-Étienne) – 6 milhões de euros
Samuel Grandsir (MA, FRA, Troyes) – 3 milhões de euros
Jonathan Panzo (Z, ING, Chelsea) – 3 milhões de euros
Sofiane Diop (MA, FRA, Rennes) – sem custo
Wilson Isidor (MA, FRA, Rennes) – sem custo

Saem:
Thomas Lemar (M, FRA, Atlético de Madri) – 70 milhões de euros
Fabinho (V, BRA, Liverpool) – 50 milhões de euros
Terence Kongolo (Z, HOL, Huddersfield) – 20 milhões de euros
Rachid Ghezzal (MA, ALG, Leicester) – 14 milhões de euros
Adama Diakhaby (A, FRA, Huddersfield) – 10 milhões de euros
João Moutinho (M, POR, Wolverhampton) – 5,6 milhões de euros
Keita Baldé (MA, SEN, Inter de Milão) – empréstimo
Gabriel Boschilia (M, BRA, Nantes) – empréstimo


JUVENTUS (ITA)

Chegam:
Cristiano Ronaldo (A, POR, Real Madrid) – 117 milhões de euros
João Cancelo (LD, POR, Valencia) – 40,4 milhões de euros
Leonardo Bonucci (Z, ITA, Milan) – 35 milhões de euros
Mattia Perin (G, ITA, Genoa) – 12 milhões de euros
Andrea Favilli (A, ITA, Ascoli) – 7,5 milhões de euros
Emre Can (M, ALE, Liverpool) – sem custo

Saem:
Mattia Caldara (Z, ITA, Milan) – 35 milhões de euros
Gonzalo Higuaín (A, ARG, Milan) – empréstimo
Kwadwo Asamoah (LE, GAN, Inter de Milão) – sem custo
Stephan Lichtsteiner (LD, SUI, Arsenal) – sem custo
Gianluigi Buffon (G, ITA, Paris Saint-Germain) – sem custo
Claudio Marchisio (M, ITA) – sem clube


LIVERPOOL (ING)

Chegam:
Alisson (G, BRA, Roma) – 75 milhões de euros
Naby Keita (M, GUI, RB Leipzig) – 60 milhões de euros
Fabinho (V, BRA, Monaco) – 50 milhões de euros
Xherdan Shaqiri (MA, SUI, Stoke City) – 14,7 milhões de euros

Saem:
Danny Ward (G, GAL, Leicester) – 14 milhões de euros
Ragnar Klavan (Z, EST, Cagliari) – 1,3 milhão de euros
Emren Can (M, ALE, Juventus) – sem custo
Danny Ings (A, ING, Southampton) – emprestado
Ádám Bogdan (G, HUN, Hibernian) – emprestado
Ben Woodburn (MA, GAL, Sheffield United) – emprestado


MANCHESTER UNITED (ING)

Chegam:
Fred (M, BRA, Shakhtar Donetsk) – 59 milhões de euros
Diogo Dalot (LD, POR, Porto) – 22 milhões de euros
Lee Grant (G, ING, Stoke City) – 1,7 milhão de euros

Saem:
Daley Blind (LE, HOL, Ajax) – 16 milhões de euros
Joel Pereira (G, POR, Vitória de Setúbal) – empréstimo
Michael Carrick (V, ING) – aposentado


ARSENAL (ING)

Chegam:
Lucas Torreira (V, URU, Sampdoria) – 30 milhões de euros
Bernd Leno (G, ALE, Bayer Leverkusen) – 25 milhões de euros
Sokratis (Z, GRE, Borussia Dortmund) – 16 milhões de euros
Mattéo Guendouzi (M, FRA, Lorient) – 8 milhões de euros
Stephan Lichtsteiner (LD, SUI, Juventus) – sem custo

Saem:
Jack Wilshere (M, ING, West Ham) – sem custo
Santi Cazorla (M, ESP, Villarreal) – sem custo
David Ospina (G, COL, Napoli) – empréstimo
Calum Chambers (Z, ING, Fulham) – empréstimo
Per Mertesacker (Z, ALE) – aposentado


BAYERN DE MUNIQUE (ALE)

Chegam:
Leon Goretzka (M, ALE, Schalke 04) – sem custo

Saem:
Arturo Vidal (M, CHI, Bayern de Munique) – 18 milhões de euros
Tom Starke (G, ALE) – aposentado


TOTTENHAM (ING)

Chegam:
ninguém

Saem:
ninguém


Mais de Clubes

– Mercado da Bola passa de R$ 23 bilhões; veja os 10 clubes mais gastões
– 5 clubes que gastaram “como nunca” nesta janela de transferências
– Em 10 anos, mais da metade dos brasileiros do Shakhtar chegou à seleção
– 7 clubes que contrataram o reforço mais caro da história nesta temporada


Mercado da Bola passa de R$ 23 bilhões; veja os 10 clubes mais gastões
Comentários Comente

Rafael Reis

Maior janela de transferências da história do futebol, o Mercado da Bola para a temporada 2018/19 já movimentou 5,3 bilhões de euros (R$ 23,8 bilhões) em compras e empréstimos de jogadores. E o período para busca de reforços ainda nem chegou ao fim.

Até o dia 31 de agosto, os clubes de Espanha, Alemanha, França e da maior parte das ligas nacionais mais importantes da Europa ainda podem realizar novos negócios e anexar outros atletas aos seus elencos –na Inglaterra e na Itália, a janela já fechou.

A marca atual supera os 5,1 bilhões de euros (R$ 22,9 bilhões) que mudaram de mãos entre julho e agosto do ano passado, período que havia quebrado todos os recordes históricos em transações futebolísticas.

Na janela atual, quase 30% de todo o investimento em contratações saiu de um grupo de apenas dez clubes.

Juntos, Juventus, Paris Saint-Germain, Liverpool, Chelsea, Roma, Barcelona, Roma, Barcelona, Real Madrid, Atlético de Madri, Milan e Leicester gastaram mais de 1,5 bilhão de euros (R$ 6,7 bilhões).

Nada menos que oito dos 11 contratações mais caras do período foram feitas por um dos times desse grupo. As exceções foram o argelino Riyad Mahrez, que foi para o Manchester City, e o meia brasileiro Fred, novo jogador do Manchester United.

A recordista do mercado para a atual temporada é a Juventus, que tirou o astro português Cristiano Ronaldo do Real Madrid e investiu quase 257 milhões de euros (R$ 1 bilhão) em reforços para tentar conquistar a Liga dos Campeões da Europa.

Paris Saint-Germain, de Neymar e Kylian Mbappé, e Liverpool, de Alisson, Robert Firmino e Mohamed Salah, completam o pódio dos grandes gastões desta janela de transferências.

OS 10 CLUBES MAIS GASTÕES DA TEMPORADA 2018/19
1º – Juventus (ITA) – 256,9 milhões de euros
2º – Paris Saint-Germain (FRA) – 217 milhões
3º – Liverpool (ING) – 182,2 milhões
4º – Chelsea (ING) – 137 milhões
5º – Roma (ITA) – 136,6 milhões
6º – Barcelona (ESP) – 125,9 milhões
7º – Real Madrid (ESP) – 124,3 milhões
8º – Atlético de Madri (ESP) – 123,5 milhões
9º – Milan (ITA) – 122,5 milhões
10º – Leicester (ING) – 114,6 milhões

AS 10 CONTRATAÇÕES MAIS CARAS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Kylian Mbappé (FRA, Paris Saint-Germain) – 180 milhões
2º – Cristiano Ronaldo (POR, Juventus) – 117 milhões
3º – Kepa Arrizabalaga (G, ESP, Chelsea) – 80 milhões
4º – Thomas Lemar (FRA, Atlético de Madri) – 70 milhões
5º – Riyad Mahrez (ALG, Manchester City) – 67,8 milhões
6º – Alisson (BRA, Liverpool) – 62,5 milhões
7º – Naby Keita (GUI, Liverpool) – 60 milhões
8º – Fred (BRA, Manchester United) – 59 milhões
9º – Jorginho (ITA, Chelsea) – 57 milhões
10º – Fabinho (BRA, Liverpool) – 45 milhões
Vinícius Jr. (BRA, Real Madrid) – 45 milhões
TOTAL: 5,3 bilhões de euros

OS 10 BRASILEIROS MAIS CAROS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Alisson (BRA, Liverpool) – 62,5 milhões
2º – Fred (BRA, Manchester United) – 59 milhões
3º – Fabinho (BRA, Liverpool) – 45 milhões
Vinícius Jr. (BRA, Real Madrid) – 45 milhões
5º – Malcom (BRA, Barcelona) – 41 milhões
6º – Douglas Costa (BRA, Juventus) – 40 milhões
7º – Richarlison (BRA, Everton) – 39,2 milhões
8º – Felipe Anderson (BRA, West Ham) – 38 milhões
9º – Arthur (BRA, Barcelona) – 31 milhões
10º – Paulinho (BRA, Bayer Leverkusen) – 18,5 milhões

OS 10 CLUBES QUE MAIS VENDERAM NA TEMPORADA 2018/19
1º – Monaco (FRA) – 361,8 milhões
2º – Real Madrid (ESP) – 132,5 milhões
3º – Roma (ITA) – 124,7 milhões
4º – Juventus (ITA) – 99,5 milhões
5º – Napoli (ITA) – 91,5 milhões
6º – Sevilla (ESP) – 89,3 milhões
7º – Leicester (ING) – 85,8 milhões
8º – Milan (ITA) – 83,4 milhões
9º – Barcelona (ESP) – 80,2 milhões
10º – Atletic Bilbao (ESP) – 80 milhões

AS 10 LIGAS MAIS GASTONAS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Campeonato Inglês – 1,42 bilhão de euros
2º – Campeonato Italiano – 1,14 bilhão
3º – Campeonato Espanhol – 787,3 milhões
4º – Campeonato Francês – 497,6 milhões
5º – Campeonato Alemão – 447,2 milhões
6º – Campeonato Inglês (2ª divisão) – 185,9 milhões
7º – Campeonato Mexicano – 96,7 milhões
8º – Campeonato Saudita – 96,1 milhões
9º – Campeonato Holandês – 75,4 milhões
10º – Campeonato Português – 72,5 milhões


Mais de Clubes

– Mercado da Bola internacional: quem chega e sai nos grandes clubes
– 5 clubes que gastaram “como nunca” nesta janela de transferências
– Em 10 anos, mais da metade dos brasileiros do Shakhtar chegou à seleção
– 7 clubes que contrataram o reforço mais caro da história nesta temporada


7 brasileiros sem contrato no exterior para seu clube contratar
Comentários Comente

Rafael Reis

O Campeonato Brasileiro já chegou à metade. Mas, mesmo assim, os times que disputam a primeira divisão ainda podem se reforçar para a disputa da reta final da principal competição interclubes do país.

O prazo para a inscrição de jogadores para a Série A termina no começo de setembro. Até lá, é possível buscar no Mercado da Bola atletas que possam ajudar a equipe a permanecer na elite, lutar por vaga na Libertadores ou até mesmo ser campeã.

Apresentamos abaixo sete jogadores brasileiros que estavam no exterior até pouco tempo atrás e que estão sem contrato. Ou seja, para contratá-los, não é necessário negociar com nenhum clube, só mesmo com seus respectivos empresários.

DIEGO CAVALIERI
Goleiro
35 anos

Dono da meta do Fluminense na conquista do título brasileiro de 2012 e por anos considerado um dos melhores goleiros do país, teve uma passagem relâmpago pelo futebol inglês na temporada passada. Diego Cavalieri passou quatro meses no Crystal Palace, mas não disputou sequer uma partida. Sem vínculo com nenhum clube, é uma boa opção para o time que deseja um camisa 1 bastante experiente.

GUILHERME SIQUEIRA
Lateral esquerdo
32 anos

O veterano lateral esquerdo nunca jogou como profissional no Brasil e passou a maior parte da carreira atuando no futebol espanhol. Guilherme Siqueira passou por Valencia, Benfica, Granada, Ancona, Udinese e Atlético de Madri, time com o qual tinha contrato até o meio de 2017. Desde então, está em busca de uma nova oportunidade profissional. Na última temporada, chegou a conversar com o Corinthians, mas o negócio não vingou.

TÚLIO DE MELO
Atacante
33 anos

Outro jogador que passou a maior parte da carreira no exterior, o ex-centroavante de Lille, Le Mans, Palermo e Valladolid até teve uma passagem interessante pela Chapecoense em 2017, mas preferiu ir jogar no Japão que permanecer no Brasil. Em junho, Túlio de Melo deixou o Avispa Fukuoka e foi embora do Oriente. Agora, procura um novo lugar para dar sequência à sua carreira.

WALLACE OLIVEIRA
Lateral direito
24 anos

Formado nas categorias de base do Fluminense, foi descoberto pelo Chelsea ainda na adolescência e acabou se mudando para a Inglaterra quando tinha 18 anos. Sem chances no clube londrino, foi emprestado a Inter de Milão, Vitesse, Carpi e Grêmio, mas não se firmou em lugar nenhum. O contrato com o Chelsea, clube pelo qual nunca jogou uma partida como profissional, chegou ao fim em julho.

JUNINHO
Volante
29 anos

Irmão de Ricardo Goulart (ex-Cruzeiro e atualmente no Guangzhou Evergrande), começou na base do São Paulo e construiu uma carreira de sucesso nos EUA. Juninho ganhou três títulos da MLS (Major League Soccer) pelo Los Angeles Galaxy e atuou ao lado de David Beckham e Bastian Schweinsteiger. Após ser emprestado ao Chicago Fire na temporada passada, não teve seu contrato renovado pelo mexicano Tijuana.

MICHEL MACEDO
Lateral direito
28 anos

Michel

Campeão da Libertadores-2013 pelo Atlético-MG, tem mais de 120 jogos da primeira divisão do Campeonato Espanhol ao longo da carreira. Na temporada passada, acabou rebaixado com o Las Palmas e deixou o clube. O lateral direito chegou a conversar com vários times brasileiros, como São Paulo, Flamengo e Corinthians, mas, pelo menos por enquanto, continua desempregado.

XANDÃO
Zagueiro
30 anos

Lembrado no Brasil graças à passagem pelo São Paulo, clube que defendeu durante dois anos, o zagueiro já atuou em Portugal (Sporting), Rússia (Kuban Krasnodar e Anzhi) e Espanha (Sporting Gijón). Na segunda metade da temporada passada, ajudou o pequeno Cercle Brugge a subir para a primeira divisão da Bélgica. Após a promoção, deixou o clube e ficou disponível no Mercado da Bola.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

7 brasileiros que disputam campeonatos de 2ª divisão no exterior
1º técnico negro na Ucrânia, brasileiro faz história, mas dura só 4 jogos
4 jogadores brasileiros que estão com futuro indefinido no exterior
7 brasileiros para acompanhar de perto na nova temporada europeia


Jogadores brasileiros representam 13% do mercado de transferências
Comentários Comente

Rafael Reis

A seleção brasileira caiu nas quartas de final da última Copa do Mundo e terminou a competição apenas na sexta posição. Mas isso não significa que o futebol mais vitorioso do planeta esteja em baixa no cenário internacional.

O que está acontecendo na janela de transferências da temporada 2018/19 é justamente o contrário. Aproximadamente 13% de todo o dinheiro gasto no globo na contratação de jogadores foi investido em reforços brasileiros.

De acordo com dados do site “Transfermarkt”, especializado na cobertura do Mercado da Bola, as transações envolvendo atletas aptos a defender a seleção de Tite movimentaram cerca de 700 milhões de euros (R$ 3,1 bilhões) nos últimos meses.

No total, as compras e empréstimos de jogadores de futebol já fizeram 5,4 bilhões de euros (R$ 24,2 bilhões) trocarem de mãos ao longo desta janela de transferências. O valor é o maior da história da modalidade.

Dos 15 maiores negócios fechados para a temporada 2018/19, sete envolvem jogadores cuja cidadania principal é a brasileira –o volante Jorginho, que trocou o Napoli pelo Chelsea, também faz parte da lista, mas hoje defende a Itália.

O brasileiro mais caro desta janela é o goleiro Alisson, titular da seleção no Mundial da Rússia, que deixou a Roma para defender o Liverpool após receber uma proposta de 62,5 milhões de euros (R$ 280,6 milhões).

O novo arqueiro dos “Reds” ocupa a sexta colocação no ranking geral dos maiores negócios desta temporada, atrás dos franceses Kylian Mbappé (PSG) e Thomas Lemar (Atlético de Madrid), do português Cristiano Ronaldo (Juventus), do espanhol Kepa Arrizabalaga (Chelsea) e do argelino Riyad Mahrez (Manchester City).

Além de Alisson, outros cinco brasileiros protagonizaram transações que ultrapassaram a barreira dos 40 milhões de euros: Fred (Manchester United), Fabinho (Liverpool), Vinícius Jr. (Real Madrid), Malcom (Barcelona) e Douglas Costa (Juventus).

Na janela de transferências do verão europeu passado, apenas três representantes do futebol pentacampeão alcançaram essa marca: o goleiro Ederson (Manchester City) e o meia Paulinho (então no Barcelona), além de Neymar (PSG), a contratação mais cara da história do futebol.

OS 10 BRASILEIROS MAIS CAROS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Alisson (BRA, Liverpool) – 62,5 milhões
2º – Fred (BRA, Manchester United) – 59 milhões
3º – Fabinho (BRA, Liverpool) – 45 milhões
Vinícius Jr. (BRA, Real Madrid) – 45 milhões
5º – Malcom (BRA, Barcelona) – 41 milhões
6º – Douglas Costa (BRA, Juventus) – 40 milhões
7º – Richarlison (BRA, Everton) – 39,2 milhões
8º – Felipe Anderson (BRA, West Ham) – 38 milhões
9º – Arthur (BRA, Barcelona) – 31 milhões
10º – Paulinho (BRA, Bayer Leverkusen) – 18,5 milhões


Mais de Cidadãos do Mundo

4 jogadores brasileiros que estão com futuro indefinido no exterior
7 brasileiros para acompanhar de perto na nova temporada europeia
Para ex-Fla e Corinthians, companheiro gay de time é “grito de liberdade”
Sem brasileiros, seleção dos sub-20 mais valiosos do mundo tem domínio francês


Mercado da Bola Internacional: quem chega e sai nos grandes europeus
Comentários Comente

Rafael Reis

Quer saber as mudanças nos elencos dos principais clubes europeus para a temporada 2018/19? Esse espaço, publicado todas as quintas-feiras, lista os negócios mais importantes feitos pelos times do Velho Continente mais conhecidos e queridos no Brasil nesta janela de transferência.

Confira então quem chegou e quem saiu das principais equipes do mundo:

ROMA (ITA)

Chegam:
Steven N’Zonzi (V, FRA, Sevilla) – 26,7 milhões de euros
Javier Pastore (M, ARG, Paris Saint-Germain) – 24,7 milhões de euros
Justin Kluivert (A, HOL, Ajax) – 17,3 milhões
Davide Santon (LE, ITA, Inter de Milão) – 9,5 milhões de euros
Robin Olsen (G, SUE, Copenhague) – 8,5 milhões de euros
Ante Coric (MA, CRO, Dínamo Zagreb) – 6 milhões de euros
William Bianda (Z, FRA, Lens) – 6 milhões de euros
Antonio Mirante (G, ITA, Bologna) – 4 milhões de euros
Daniel Fuzato (G, BRA, Palmeiras) – 500 mil euros
Bryan Cristante (MC, ITA, Atalanta) – emprestado
Iván Marcano (Z, ESP, Porto) – sem custo

Saem:
Alisson (G, BRA, Roma) – 75 milhões de euros
Radja Nainggolan (M, BEL, Inter de Milão) – 38 milhões de euros
Gerson (M, BRA, Sampdoria) – emprestado
Bruno Peres (LD, BRA, São Paulo) – emprestado
Bogdan Lobont (G, ROM) – aposentado


MANCHESTER CITY (ING)

Chegam:
Riyad Mahrez (MA, ALG, Leicester) – 67,8 milhões de euros
Philippe Sandler (Z, HOL, Zwolle) – 2,5 milhões de euros
Daniel Arzani (MA, AUS, Melbourne City) – 900 mil euros

Saem:
Yaya Touré (M, CMF) – sem clube


ATLÉTICO DE MADRI (ESP)

Chegam:
Thomas Lemar (M, FRA, Monaco) – 70 milhões de euros
Rodri (V, ESP, Villarreal) – 20 milhões de euros
Nikola Kalinic (A, CRO, Milan) – 14,5 milhões de euros
Santiago Arias (LD, COL, PSV Eindhoven) – 11 milhões de euros
Antonio Adán (G, ESP, Betis) – 1 – milhão de euros
Gelson Martins (MA, POR, Sporting) – sem custo

Saem:
Kévin Gameiro (A, FRA, Valencia) – 16 milhões de euros
Gabi (V, ESP, Al-Saad) – sem custo
Fernando Torres (A, ESP, Sagan Tosu) – sem custo
Sime Vrsaljko (LD, CRO, Inter de Milão) – emprestado
Axel Werner (G, ARG, Huesca) – emprestado


INTER DE MILÃO (ITA)

Chegam:
Radja Nainggolan (M, BEL, Roma) – 38 milhões de euros
Lautaro Martínez (A, ARG, Racing) – 23 milhões de euros
Federico Dimarco (LE, ITA, Sion) – 7 milhões de euros
Keita Baldé (MA, SEN, Monaco) – empréstimo
Sime Vrsaljko (LD, CRO, Atlético de Madri) – empréstimo
Matteo Politano (MA, ITA, Sassuolo) – empréstimo
Stefan de Vrij (Z, HOL, Lazio) – sem custo
Kwadwo Asamoah (LE, GAN, Juventus) – sem custo

Saem:
Davide Santon (LE, ITA, Roma) – 9,5 milhões de euros
Éder (A, ITA, Jiangsu Suning) – 5,7 milhões de euros


MILAN (ITA)

Chegam:
Mattia Caldara (Z, ITA, Juventus) – 35 milhões de euros
Gonzalo Higuaín (A, ARG, Juventus) – empréstimo
Tiemoué Bakayoko (V, FRA, Chelsea) – empréstimo
Ivan Strinic (LE, CRO, Sampdoria) – sem custo
Pepe Reina (G, ESP, Napoli) – sem custo
Alen Halilovic (MA, CRO, Hamburgo) – sem custo

Saem:
Leonardo Bonucci (Z, ARG, Juventus) – 35 milhões de euros
Nikola Kalinic (A, CRO, Atlético de Madri) – 14,5 milhões de euros
Manuel Locatelli (V, ITA, Sassuolo) – empréstimo
Gustavo Gómez (Z, PAR, Palmeiras) – empréstimo
Marco Storari (G, ITA) – sem clube


REAL MADRID (ESP)

Chegam:
Vinícius Jr. (A, BRA, Flamengo) – 45 milhões de euros
Thibaut Courtois (G, BEL, Chelsea) – 42 milhões de euros
Álvaro Odriozola (LD, ESP, Real Madrid) – 30 milhões de euros
Andriy Lunin (G, UCR, Zorya Luhansk) – 8,5 milhões de euros

Saem:
Cristiano Ronaldo (A, POR, Juventus) – 117 milhões de euros
Theo Hernández (LE, FRA, Real Sociedad) – empréstimo
Mateo Kovacic (M, CRO, Chelsea) – empréstimo
Achraf Hakimi (LD, MAR, Borussia Dortmund) – empréstimo


CHELSEA (ING)

Chegam:
Kepa Arrizabalaga (G, ESP, Athletic Bilbao) – 80 milhões de euros
Jorginho (M, ITA, Napoli) – 57 milhões de euros
Robert Green (G, ING, Huddersfield) – sem custo
Mateo Kovacic (M, CRO, Real Madrid) – empréstimo

Saem:
Thibaut Courtois (G, BEL, Real Madrid) – 42 milhões de euros
Kurt Zouma (Z, FRA, Everton) – empréstimo
Tiemoué Bakayoko (V, FRA, Milan) – empréstimo
Eduardo (G, POR, Vitesse) – empréstimo
Matej Delac (G, CRO, Horsens) – sem custo


BARCELONA (ESP)

Chegam:
Malcom (MA, BRA, Bordeaux) – 41 milhões de euros
Clément Lenglet (Z, FRA, Sevilla) – 35,9 milhões de euros
Arthur (M, BRA, Grêmio) – 31 milhões de euros
Arturo Vidal (M, CHI, Bayern de Munique) – 18 milhões de euros

Saem:
Yerry Mina (Z, COL, Everton) – 30,3 milhões de euros
Lucas Digne (LE, FRA, Everton) – 20,2 milhões de euros
Aleix Vidal (LD, ESP, Sevilla) – 8,5 milhões de euros
Andrés Iniesta (M, ESP, Vissel Kobe) – sem custo
André Gomes (M, POR, Everton) – empréstimo
Paulinho (M, BRA, Guangzhou Evergrande) – empréstimo
Adrián Ortolá (G, ESP, La Coruña) – empréstimo


BORUSSIA DORTMUND (ALE)


Chegam:
Abdou Diallo (Z, FRA, Mainz) – 28 milhões de euros
Thomas Delaney (M, DIN, Werder Bremen) – 20 milhões de euros
Axel Witsel (M, BEL, Tianjin Quanjian) – 20 milhões de euros
Marius Wolf (M, ALE, Eintracht Frankfurt) – 5 milhões de euros
Eric Oelschlägel (G, ALE, Werder Bremen) – sem custo
Marwin Hitz (G, SUI, Augsburg) – sem custo
Achraf Hakimi (LD, MAR, Real Madrid) – empréstimo

Saem:
Andriy Yarmolenko (MA, UCR, West Ham) – 20 milhões de euros
Sokratis (Z, GRE, Arsenal) – 15 milhões de euros
Gonzalo Castro (M, ALE, Stuttgart) – 5 milhões de euros
Erik Durm (LD, ALE, Huddersfield) – sem custo
André Schürrle (MA, ALE, Fulham) – empréstimo
Felix Passlack (LD, ALE, Norwich) – empréstimo
Roman Weidenfeller (G, ALE) – aposentado


MONACO (FRA)

Chegam:
Aleksandr Golovin (M, RUS, CSKA Moscou) – 30 milhões de euros
Willem Geubbels (MA, FRA, Lyon) – 20 milhões de euros
Jean-Eudes Aholou (V, CMF, Strassbourg) – 14 milhões de euros
Antonio Barreca (LE, ITA, Torino) – 12 milhões de euros
Pelé (V, GBI, Rio Ave) – 10 milhões de euros
Ronaël Pierre-Gabriel (LD, FRA, Saint-Étienne) – 6 milhões de euros
Samuel Grandsir (MA, FRA, Troyes) – 3 milhões de euros
Jonathan Panzo (Z, ING, Chelsea) – 3 milhões de euros
Sofiane Diop (MA, FRA, Rennes) – sem custo
Wilson Isidor (MA, FRA, Rennes) – sem custo

Saem:
Thomas Lemar (M, FRA, Atlético de Madri) – 70 milhões de euros
Fabinho (V, BRA, Liverpool) – 50 milhões de euros
Terence Kongolo (Z, HOL, Huddersfield) – 20 milhões de euros
Rachid Ghezzal (MA, ALG, Leicester) – 14 milhões de euros
Adama Diakhaby (A, FRA, Huddersfield) – 10 milhões de euros
João Moutinho (M, POR, Wolverhampton) – 5,6 milhões de euros
Keita Baldé (MA, SEN, Inter de Milão) – empréstimo
Gabriel Boschilia (M, BRA, Nantes) – empréstimo


NAPOLI (ITA)

Chegam:
Fabián Ruiz (M, ESP, Betis) – 30 milhões de euros
Simone Verdi (MA, ITA, Bologna) – 25 milhões de euros
Kévin Malcuit (LD, FRA, Lille) – 12 milhões de euros
Vinícius Morais (A, BRA, Real Massamá) – 4 milhões de euros
Orestis Karnezis (G, GRE, Udinese) – empréstimo
Alex Meret (G, ITA, Udinese) – empréstimo
Amin Younes (MA, ALE, Ajax) – sem custo
Amato Ciciretti (MA, ITA, Benevento) – sem custo

Saem:
Jorginho (M, ITA, Chelsea) – 57 milhões de euros
Pepe Reina (G, ESP, Milan) – sem custo
Christian Maggio (LD, ITA, Sampdoria) – sem custo
Rafael Cabral (G, BRA, Sampdoria) – sem custo
Luigi Sepe (G, ITA, Parma) – emprestado
Leandrinho (MA, BRA, Atlético-MG) – emprestado
Hrvoje Milic (LE, CRO) – sem clube


JUVENTUS (ITA)

Chegam:
Cristiano Ronaldo (A, POR, Real Madrid) – 117 milhões de euros
João Cancelo (LD, POR, Valencia) – 40,4 milhões de euros
Leonardo Bonucci (Z, ITA, Milan) – 35 milhões de euros
Mattia Perin (G, ITA, Genoa) – 12 milhões de euros
Andrea Favilli (A, ITA, Ascoli) – 7,5 milhões de euros
Emre Can (M, ALE, Liverpool) – sem custo

Saem:
Mattia Caldara (Z, ITA, Milan) – 35 milhões de euros
Gonzalo Higuaín (A, ARG, Milan) – empréstimo
Kwadwo Asamoah (LE, GAN, Inter de Milão) – sem custo
Stephan Lichtsteiner (LD, SUI, Arsenal) – sem custo
Gianluigi Buffon (G, ITA, Paris Saint-Germain) – sem custo


LIVERPOOL (ING)

Chegam:
Alisson (G, BRA, Roma) – 75 milhões de euros
Naby Keita (M, GUI, RB Leipzig) – 60 milhões de euros
Fabinho (V, BRA, Monaco) – 50 milhões de euros
Xherdan Shaqiri (MA, SUI, Stoke City) – 14,7 milhões de euros

Saem:
Danny Ward (G, GAL, Leicester) – 14 milhões de euros
Emren Can (M, ALE, Juventus) – sem custo
Ádám Bogdan (G, HUN, Hibernian) – emprestado
Ben Woodburn (MA, GAL, Sheffield United) – emprestado


PARIS SAINT-GERMAIN (FRA)

Chegam:
Thilo Kehrer (Z, ALE, Schalke 04) – 35 milhões de euros
Gianluigi Buffon (G, ITA, Juventus) – sem custo

Saem:
Javier Pastore (M, ARG, Roma) – 24,7 milhões de euros
Yuri Berchiche (LE, ESP, Athletic Bilbao) – 24 milhões de euros
Thiago Motta (V, ITA) – aposentado
Hatem Ben Arfa (MA, FRA) – sem clube


MANCHESTER UNITED (ING)

Chegam:
Fred (M, BRA, Shakhtar Donetsk) – 59 milhões de euros
Diogo Dalot (LD, POR, Porto) – 22 milhões de euros
Lee Grant (G, ING, Stoke City) – 1,7 milhão de euros

Saem:
Daley Blind (LE, HOL, Ajax) – 16 milhões de euros
Joel Pereira (G, POR, Vitória de Setúbal) – empréstimo
Michael Carrick (V, ING) – aposentado


ARSENAL (ING)

Chegam:
Lucas Torreira (V, URU, Sampdoria) – 30 milhões de euros
Bernd Leno (G, ALE, Bayer Leverkusen) – 25 milhões de euros
Sokratis (Z, GRE, Borussia Dortmund) – 16 milhões de euros
Mattéo Guendouzi (M, FRA, Lorient) – 8 milhões de euros
Stephan Lichtsteiner (LD, SUI, Juventus) – sem custo

Saem:
Jack Wilshere (M, ING, West Ham) – sem custo
Santi Cazorla (M, ESP, Villarreal) – sem custo
Calum Chambers (Z, ING, Fulham) – empréstimo
Per Mertesacker (Z, ALE) – aposentado


BAYERN DE MUNIQUE (ALE)

Chegam:
Leon Goretzka (M, ALE, Schalke 04) – sem custo

Saem:
Arturo Vidal (M, CHI, Bayern de Munique) – 18 milhões de euros
Tom Starke (G, ALE) – aposentado


TOTTENHAM (ING)

Chegam:
ninguém

Saem:
ninguém


Mais de Clubes

– 5 clubes que gastaram “como nunca” nesta janela de transferências
– Em 10 anos, mais da metade dos brasileiros do Shakhtar chegou à seleção
– 7 clubes que contrataram o reforço mais caro da história nesta temporada
– Mercado da Bola movimenta R$ 20 bi; Campeonato Italiano quebra recorde


5 clubes que gastaram “como nunca” nesta janela de transferências
Comentários Comente

Rafael Reis

Nunca os clubes de futebol gastaram tanto em contratações quanto nesta temporada. Apesar de ainda termos mais duas semanas de janela de transferências nas maioria das principais ligas nacionais do planeta, o Mercado da Bola já movimentou 5,2 bilhões de euros (R$ 23 bilhões) na montagem dos times para 2018/19.

Para que essa marca fosse atingida, é óbvio que vários times investiram como nunca haviam feito antes. Casos como o do Tottenham, que não gastou sequer um centavo em reforços nesta temporada, são pontos fora da curva.

Apresentamos abaixo cinco clubes que não fizeram questão nenhuma de economizar e quebraram seus recordes particulares de gasto na atual janela de transferências. É bom prestarmos atenção neles ao longo dos próximos meses.

Afinal, no futebol, dinheiro pode sim trazer felicidade.

JUVENTUS (ITA)
GASTO NESTA JANELA: 256,9 milhões de euros
RECORDE ANTERIOR: 162,8 milhões de euros (2016/17)

Clube que mais gastou em contratações nesta janela de transferências, a Juventus superou em 57,8% seu recorde anterior de investimento em novos jogadores. Além de Cristiano Ronaldo, o reforço mais caro de sua história, o clube mais poderoso da Itália exerceu a opção de compra do brasileiro Douglas Costa (ex-Bayern de Munique) e acertou a chegada de mais seis caras novas. As principais, o goleiro Mattia Perin (ex-Genoa), o zagueiro Leonardo Bonucci (que retorna do Milan), o lateral direito português João Cancelo (ex-Valencia) e o meia alemão Emren Can (ex-Liverpool).

LIVERPOOL (ING)
GASTO NESTA JANELA: 182,2 milhões de euros
RECORDE ANTERIOR: 151,4 milhões de euros (2014/15)

O vice-campeonato da Liga dos Campeões na temporada passada incentivou os proprietários do Liverpool a abrirem a carteira como nunca haviam feito antes. O segundo time que mais gastou em reforços na atual janela realizou três contratações que superaram os 40 milhões de euros: os brasileiros Alisson (ex-Roma) e Fabinho (ex-Monaco), além do meia guineense Naby Keita (ex-RB Leipzig). A quarta e última novidade do elenco dos Reds é o meia-atacante Xherdan Shaqiri (ex-Stoke City), um dos destaques da Suíça na Copa do Mundo.

LEICESTER (ING)
GASTO NESTA JANELA: 114,6 milhões de euros
RECORDE ANTERIOR: 85,8 milhões de euros (2017/18)

O surpreendente campeão inglês da temporada 2015/16 resolveu investir pesado para tentar voltar a brigar na parte de cima da tabela da Premier League. O clube, que perdeu um dos seus principais jogadores, o meia-atacante argelino Riyad Mahrez, para o Manchester City, ultrapassou os 100 milhões de euros em reforços pela primeira vez na história. No total, o Leicester contratou sete jogadores. O maior destaque é o ala direito português Ricardo Pereira, que estava no Porto.

ROMA (ITA)
GASTO NESTA JANELA: 110 milhões de euros
RECORDE ANTERIOR: 98,6 milhões de euros (2016/17)

Assim como o Liverpool, encheu-se de ambição depois de uma campanha acima da média na última Champions e mergulhou fundo no Mercado da Bola. Mas a semifinalista da competição interclubes mais importante do planeta privilegiou a quantidade na hora de contratar nesta janela de transferências. A Roma fechou com nada menos do que 13 reforços. Apenas um deles, o meia argentino Javier Pastore (ex-PSG), custou mais de 20 milhões de euros.

FULHAM (ING)
GASTO NESTA JANELA: 109 milhões de euros
RECORDE ANTERIOR: 36 milhões de euros (2007/08)

De volta à primeira divisão inglesa depois de quatro temporadas consecutivas na Championship, o Fulham se tornou a grande surpresa desta janela de transferências. O clube de Londres, que nunca havia gasto nem 40 milhões de euros na montagem de uma equipe, ultrapassou a barreira dos 100 milhões de euros em reforços e contratou vários nomes conhecidos do mercado internacional, como o atacante alemão André Schürrle (ex-Borussia Dortmund), o goleiro espanhol Sergio Rico (ex-Sevilla) e o meia marfinense Jean Michaël Seri (ex-Nice), que já esteve na mira do Barcelona.


Mais de Clubes

– Em 10 anos, mais da metade dos brasileiros do Shakhtar chegou à seleção
– Mercado da Bola Internacional: quem chega e sai nos grandes europeus
– 7 clubes que contrataram o reforço mais caro da história nesta temporada
– Mercado da Bola movimenta R$ 20 bi; Campeonato Italiano quebra recorde